A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
48 pág.
avaliandos_de_tanatologia[1]

Pré-visualização | Página 1 de 14

Disc.: TANATOLOGIA   
	Aluno(a): FLAVIA PEREIRA DA SILVA DA PAZ
	Matríc.: 201603461884
	Acertos: 0,4 de 0,5
	19/09/2019 (Finaliz.)
	
	
	1a Questão (Ref.:201604196964)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	São características da etapa conhecida como Morte do Outro, segundo Philippe Ariès:
		
	 
	Ofícios fúnebres.
	
	Sepulturas.
	
	Negação da enfermidade.
	
	Testamentos.
	
	Embalsamamentos.
	Respondido em 19/09/2019 09:58:45
	
Compare com a sua resposta:
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201603687918)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Em algumas sociedades primitivas, a morte era vista:
		
	
	Uma dissolução viabilizada em rituais de passagem
	
	Não como uma dissolução: o morte ficava inserido num mundo inferior ao dele
	 
	Não como uma dissolução, mas como uma passagem à comunidade dos mortos
	
	Como uma dissolução: a morte era inserida num mundo desconhecido
	
	Uma dissolução porque o morto mudava de estado físico
	Respondido em 19/09/2019 10:02:11
	
Compare com a sua resposta:
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201604375729)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Todo caminho da gente é resvaloso. Mas também, cair não prejudica demais A gente levanta, a gente sobe, a gente volta!... O correr da vida embrulha tudo, a vida é assim: Esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, Sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem. Ser capaz de ficar alegre e mais alegre no meio da alegria, E ainda mais alegre no meio da tristeza... ROSA, J.G. Grande Sertão: Veredas. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2005. De acordo com o fragmento do poema acima, de Guimarães Rosa, a vida é:
		
	 
	Um ir e vir de altos e baixos que requer alegria perene e coragem.
	
	Uma queda que provoca tristeza e inquietude prolongada.
	
	Um caminhar de percalços e dificuldades insuperáveis.
	
	Uma prova de coragem alimentada pela tristeza.
	
	Um caminho incerto, obscuro e desanimador.
	Respondido em 19/09/2019 10:12:28
	
Compare com a sua resposta:
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201603647476)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Pensar na finitude trás uma profunda angústia ao ser humano. A mente humana usa inconscientemente alguns mecanismos para ajudar a combater esta angústia. Que mecanismo é caracterizado por projetar o pavor da morte para fora da mente e identificar perseguidores externos que são evitados e atacados?
		
	
	Medicalização
	 
	Projeção e cisão
	
	Formação reativa
	
	Repressão
	
	Negação
	Respondido em 19/09/2019 09:59:30
	
Compare com a sua resposta:
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201604342622)
	Pontos: 0,0  / 0,1  
	Leia este caso e responda a questão: Um paciente com metástase cerebral, pulmonar e intestinal, evoluiu para os ossos e a dor era "violenta". Foi internado na UTI e foram iniciadas medidas terapêuticas, tais como drogas vasoativas em alta dosagem, diálise (hemodiofiltração), ventilação mecânica. Após uma PCR foram iniciadas manobras de RCP sem êxito. 5. Que nome é dado à morte logo após a PCR?
		
	
	Morte Invertida
	 
	Morte absoluta
	
	Morte aparente
	
	Morte Real
	 
	Morte Clínica
		Disc.: TANATOLOGIA   
	Aluno(a): FLAVIA PEREIRA DA SILVA DA PAZ
	Matríc.: 201603461884
	Acertos: 0,5 de 0,5
	19/09/2019 (Finaliz.)
	
	
	1a Questão (Ref.:201604380773)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	No exame do cadáver em putrefação, a chamada ¿mancha verde abdominal¿ ocorre no(a)
		
	
	fossa ilíaca esquerda, pela presença do sigmoide.
	
	hipocôndrio direito, pela presença da bile na vesícula biliar.
	
	hipocôndrio esquerdo, pela presença do cólon descendente
	
	região pubiana, pela presença do reto.
	 
	fossa ilíaca direita, pela presença do ceco
	Respondido em 19/09/2019 10:36:24
	
Compare com a sua resposta:
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201603687916)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	No século XX, a morte é considerada invertida por que: I) tem caráter de vergonha, de fracasso. II) é negada, banida do discurso cotidiano, ocultada e temida. III) adota-se a mentira sistemática, o silêncio - marcada pela negação e interdição. IV) o homem está desaparelhado para enfrentar a morte como uma contingência, uma vez que vem sempre acompanhada da ideia de fracasso do corpo, do sistema de atenção médica, da sociedade, das relações com Deus e com os homens, etc;
		
	
	Estão corretas as afirmativas I, III e IV
	 
	Estão corretas as afirmativas I, II, III e IV
	
	Estão corretas as afirmativas I, II e III
	
	Estão corretas as afirmativas II, III e IV
	Respondido em 19/09/2019 10:29:29
	
Compare com a sua resposta:
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201604380782)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	A morte não tem o mesmo significado para todos. As tensões provocadas pela morte nos seres humanos em geral, seja em relação a sua própria morte, a de seus familiares e/ou amigo, ou mesmo no exercício profissional, deixam em evidência sentimentos diferentes que vão desde a raiva, a tristeza, a barganha, a negação, entre outros, que precisam ser discutidos e analisados, de modo a propiciar um enfrentamento mais adequado do processo de morte e morrer. De acordo com o parágrafo lido, é correto afirma que:
		
	
	A morte não pode ser percebida de diferentes formas, conforme a história de vida
	 
	A morte pode ser percebida de diferentes formas, conforme a história de vida na religião e na cultura
	
	A morte mobiliza conteúdos internos, que na maioria das vezes são sentimentos agradáveis
	
	A morte não é um evento vital capaz de suscitar, nos seres humanos, sentimentos dirigidos pela emoção e reações emocionais
	
	A sociedade, está de acordo com cada cultura e concepção da morte
	Respondido em 19/09/2019 10:20:41
	
Compare com a sua resposta:
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201603643359)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Suicídio: Considerado como uma autoeliminação consciente, voluntária e intencional. Num sentido mais amplo, o O suicídio inclui processos autodestrutivos inconscientes, lentos e crônicos. (Levy, 1979). Suicídio é um ato voluntário pelo qual uma pessoa tem a intenção e provoca a sua própria morte. Pode ser realizado por atos (tiro ou envenenamento) ou por omissão (greve de fome). Em relação a história do suicidio marque V para a reposta correta e f para a resposta incorreta.
		
	
	Na Idade Média, a pessoa e sua vida pertenciam a Deus, e o suicida que não morria era premiado por ter tentado se apoderar da vida que não lhe pertencia.
	
	Na Índia, as viúvas eram incentivadas a festejar a morte do marido.
	 
	Na Idade Média, a pessoa e sua vida pertenciam a Deus, e o suicida que não morria era castigado por ter tentado se apoderar da vida que não lhe pertencia.
	
	Suicidio não acontecia na antiguidade , está relacionada a atualidade.
	
	No Oriente, alguns suicídios não são considerados autossacrifício ou autopurificação. No Japão,não existe número de suicídios entre jovens.
	Respondido em 19/09/2019 10:26:37
	
Compare com a sua resposta:
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201604375741)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Houve uma mudança de cultura a cerca de onde o paciente terminal deveria permanecer até o óbito. Antes o paciente morria em casa e agora no hospital. O nome dado a essa representação de morte é:
		
	
	Morte em si
	 
	Morte invertida.
	
	Morte domada
	
	Vida do cadáver, vida na morte
	
	A morte do outro: morte romântica
		Disc.: TANATOLOGIA   
	Aluno(a): FLAVIA PEREIRA DA SILVA DA PAZ
	Matríc.: 201603461884
	Acertos: 0,4 de 0,5
	26/10/2019 (Finaliz.)
	
	
	1a Questão (Ref.:201603647396)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	A negação total ou parcial é uma das etapas do estágio diante da morte que ocorre em:
		
	
	Poucos

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.