A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
82 pág.
APOL 1 LIDERANÇA E COACHING

Pré-visualização | Página 9 de 19

algo que não pode ser generalizado, a inocência, também porque não diálogo com o que foi estuda, como o comando da questão ordena. Por fim, com a alternativa “e” o erro da anterior (“d”) permanece, só que agora a universalidade se equivoca no emprego generalizado da culpabilidade. Logo, a alternativa “b” é a única que responde o comando da questão, por estar presente no texto estudado e também por se contrapor a ideia sugerida na charge.
 
	
	D
	Ninguém deveria jamais ser punido, pois todos são inocentes.
	
	E
	A punição é justa para todos, pois ninguém é inocente neste mundo.
Questão 4/12 - Ética nas Relações Étnico Raciais
A ideia dos últimos dois séculos da natureza como outro [ser além do homem] vai introduzir uma referência: ética é convivência. A vida, acima de tudo, é condominial. Domus, do latim, significa “casa”, versão do grego ethos. No grego arcaico, casa é óikos, no primeiro conceito era ethos, a “morada do humano”, usado até o século VI a.C. como “o nosso lugar”, aquilo que nos caracteriza, o nosso carácter. Não é casual que os lusitanos coloquem o “c”, porque aí está o que nos caracteriza. O que nos dá identidade é onde nós vivemos, o mundo que nos cerca.
CORTELLA, Maria Sergio. Educação, convivência e ética. São Paulo: Cortez, acessado em 12/10/2015 in http://www.cortezeditora.com.br/newsite/primeiraspaginas/educa%C3%A7%C3%A3o_convivencia.pdf
Como é possível observar na citação de Cortella, a Ética pode ser considerada
Nota: 10.0
	
	A
	O conjunto de regras constituídas por uma família em sua casa
	
	B
	Uma forma de dominar os hábitos que desenvolvemos de forma automática.
	
	C
	Modo como construímos nossa convivência em nosso lar.
	
	D
	Nossa identidade que nos caracteriza a partir de onde vivemos.
Você acertou!
Nem todas as regras tratam de Ética. Se é automático, não é ético. Também influencia nossa convivência, mas o texto trata da construção do caráter que, por conseguinte vai construir o próprio indivíduo. Por fim, Ética não é traço de personalidade e a relação entre ela e o hábitos é de reciprocidade, ou seja, uma interfere na outra.
 
	
	E
	A construção de personalidade e a partir dela moldamos nossos hábitos.
Questão 5/12 - Ética nas Relações Étnico Raciais
No filme “Amor sem escalas”[1] o ator George Clooney vive um executivo de sucesso a transitar pelo país conciliando duas tarefas: parte de seu tempo ele ocupa realizando palestras motivacionais, a outra parte ele é contratado para demitir pessoas, as quais os empregadores não conseguem fazê-lo. Como a obra nos mostra, ele age em meio estas duas atividades sem nenhum tipo de conflito interno, contudo, ao se apaixonar por uma mulher que tem o mesmo tipo de comportamento seu, ele passa a questionar e repensar o sentido de suas ações (as palestras e as demissões), o que lhe permite adotar outro tipo de decisões e mudar seu comportamento.
[1] Título Original: Up in the air. 2010. Dirigido por Jason Reitman. EUA. Comédia/Drama.
Tomando por base estes dados superficiais da personagem do ator (George Clooney) no filme Sem escalas, analise este contexto a partir do que expomos acima sobre as ações simples e ações complexas. Diante disso, devemos entender que :
I – Ele mudou suas ações após repensá-las, porque é um homem fraco que se deixa mandar por mulheres, mesmo estando apaixonado não deveria mudar nunca o que faz.
II – Ele mudou seu modo de agir após repensar suas ações, porque a condição emotiva por qual estava passando lhe forneceu novos elementos de valor para julgar, isto é, não julgou apenas com valores de fato. 
III – Sempre que se muda o que se faz, corre-se o risco de estar perdido e jamais conseguir se reencontrar. Assim, ele não mudou suas ações, mesmo que isso o tenha deixado solitário.
IV – Ele não deveria ter mudado, ainda que estivesse apaixonado. Pois, agora sempre que ele estiver insatisfeito vai colocar a culpar em sua paixão, o que lhe fará perder tanto a mulher que conquistou, como também perdeu o emprego.
V – Sempre que se adota decisões tendo por base somente os valores factuais, acabamos impedindo que a afetividade ou as emoções componham o campo das ações. Isto as torna simples.
Assinale a alternativa que contenha as opções corretas:
Nota: 10.0
	
	A
	I, III e V
	
	B
	III e V apenas
	
	C
	II e IV
	
	D
	I, II e IV
	
	E
	II e V
Você acertou!
somente as alternativas 2 e 5 estão corretas, pois jamais podemos admitir, do ponto de vista ético, que a fraqueza ou fortaleza de um ser humano se dá na manutenção de uma ação ou omissão fundamentada num preconceito de gênero, como sugere a alterna “I”. A alternativa “III” não deve ser escolhida, primeiro por contradizer o contexto apresentado depois, por afirmar como certo algo definitivo – com a expressão jamais conseguir” – sobre uma ação complexa, a qual justamente se define como sendo o tipo de ações sobre o qual nosso controle não se verifica de todo. Também a alternativa “IV” não expõe deve ser marcada, pois ainda que incida na afirmação de valorização da racionalidade, ela insiste no equivoco da alternativa anterior,  a saber, determinar algo que não se aplica para ações complexas. Portanto, as alternativas “II e V” fornecem o entendimento mais adequado sobre a decisão da personagem, isto é, que a carga emotiva pela qual este passa, impede-lhe de continuar adotando ações simples na sua conduta.
Questão 6/12 - Ética nas Relações Étnico Raciais
Por mais que se deve reconhecer as mudanças em todos os aspectos da existência humana, o que as mídias sociais alteram de maneira significativa, ou seja, que não podemos deixar de notar?
Nota: 10.0
	
	A
	Alteraram principalmente o fato de qualquer um poder acessar a internet, não importa suas condições econômicas.
	
	B
	Alteraram de modo significativo a relação de dependência dos pais, se comparadas às gerações que antecederam as mídias, pois agora os adolescente e mesmos adultos se negam a deixar a casa de seus pais, por causa da condição de banda larga que as grandes famílias possuem.
	
	C
	Elas revolucionaram o modo de produção de informação no país. Pois, agora qualquer um que detenha acesso pode gerar e consumir informação em tempo real sobre qualquer conteúdo.
Você acertou!
Não pode ser a opção “a” pois o fator econômico é sim uma questão condicionante para o acesso e consumo do conteúdo digital. A alternativa “b” não deve ser assinalada, pois afirma uma situação específica, a de jovens dependentes, como condição total da mudança social que foi o advento da internet. A alternativa “d” acontece uma contradição com o enunciado, portanto jamais se apresentaria como uma solução possível. Por fim, a alternativa “e” traz erroneamente a noção individual (indivíduos que “dormem menos”) como sendo a explicação universal (todas as pessoas da terra) do fenômeno comportamental. Para dizer pouco, a alternativa apresenta um problema de ordem lógica e isso já seria suficiente para anula-la.
	
	D
	Apesar de importantes, as mídias sociais não apresentaram uma mudança significativa na forma de encararmos o mundo e nele relacionarmo-nos uns com os outros.
	
	E
	Alteram fundamentalmente a forma do sujeito se portar no mundo, pois agora todos dormem menos, pois a internet é uma ferramenta que nos permite estar em contato com todas as pessoas da terra e, devido ao fuso horário, precisamos nos adaptar.
Questão 7/12 - Ética nas Relações Étnico Raciais
De acordo com o que acabamos de estudar no presente tema, devemos entender que o parvo (o tolo) impossibilita ou dificulta bastante qualquer negociação.
Diante disso, assinale abaixa a alternativa que se aplica à explicação respectiva do termo sublinhado.
Nota: 10.0
	
	A
	O parvo julga que todas as pessoas sobre a terra são destituídas de maldade e jamais irão prejudicar alguém.
Você acertou!
A alternativa “b” não pode ser assinalada porque expõe o inverso da concepção do termo tolo ou parvo. No que se refere a alternativa “c”, ela não é uma mera simulação