A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
PCC 4 SEMESTRE - Preparar um plano de aula sobre a modernização da sociedade brasileira e seus impactos nas áreas rural e urbana. No plano deve contar: referências teóricas e exemplos didáticos.

Pré-visualização | Página 1 de 2

UNIP
 UNIVERSIDADE PAULISTA
 EAD – EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA
 LICENCIATURA EM SOCIOLOGIA				
ATIVIDADE:
PREPARAR UM PLANO DE AULA SOBRE A MODERNIZAÇÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA E SEUS IMPACTOS NAS ÁREAS RURAL E URBANA. 
 ANA PAULA LIMA DIE
 RA: 1802674
 POLO: SÃO BERNARDO DO CAMPO
 2019
 PRÁTICA COMO COMPONENTE CURRICULAR (PCC)
 PLANO DE AULAS
 SUBTÍTULO:
 Atividade de Prática como Componente Curricular – PCC-
 Referente às Disciplinas: “Sociologia Interdisciplinar”, -
 “Prática de Ensino: Vivência do Ambiente Educativo”, -
 “Didática Específica – Sociologia”, “Planejamento e Polí -
 -ticas Públicas de Educação”, “Fundamentos de Economia
 Para as Ciências Sociais”, “Pensamento Social Brasileiro”
 “Sociologia Rural e Urbana”, “Educação Ambiental”.
 Cursadas no 4º Semestre de 2019 do Curso de Licenciatu-
 -ra em Sociologia.
 
 POLO: SÃO BERNARDO DO CAMPO
 2019 
 PLANO DE AULA DE SOCIOLOGIA
Nível de Ensino: Ensino Médio ( 2º Ano).
Tempo previsto para ministrar o conteúdo: 3 aulas / 50 minutos / por aula.
Tema da aula: A MODERNIZAÇÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA E SEUS IMPACTOS NAS ÁREAS RURAL E URBANA.
OBJETIVOS A SEREM ALCANÇADOS:
* Conceituar o que é Urbano e Rural;
* Transformações do aparato metodológico da Sociologia Rural para lidar com a realidade do campo;
* O que leva ao êxodo rural;
* A expansão do agronegócio com implantação de alta tecnologia e ampliação da escala de produção;
* Distinguir realidades urbanas e rurais, por intermédio da leitura da paisagem;
* Os efeitos da modernização;
METODOLOGIA:
Aula expositiva; Interação entre os alunos; Debates e análises dos recursos didáticos disponíveis sobre o tema em questão.
RECURSOS DIDÁTICOS:
* Revistas e Livros Didáticos;
* Internet (pesquisa);
* Fotografias alusivas às paisagens rurais e paisagens urbanas;
* Canetão e Lousa;
DESENVOLVIMENTO:
1ª ETAPA:
INTRODUÇÃO:
Com esse Plano de Aula, a finalidade é apresentar atividades que forneçam distinções voltadas entre questões urbanas e rurais e seus impactos através da modernização, algo percebível na atualidade.
Em outras palavras, aquelas “diferenças fundamentais entre o mundo rural e o urbano”, apontados por outros autores como Sorokin, Zimerman e Galpin (1981), não dariam conta de explicar possíveis faixas transitórias, uma vez que estas não apresentariam na totalidade nem características exclusivamente rurais, nem exclusivamente urbanas. Seria preciso considerar o grau de desenvolvimento dos centros urbanos para pensar o rural, o qual poderá ser mais ou menos urbanizado.
Dessa forma, nas palavras de Aldo Solari (1979), o homem do campo vai se convertendo cada vez mais em um empresário, manejando uma organização de caráter econômico, através da qual deve obter um rendimento. Assim, tais conceitos e categorias seriam, na verdade, resultado do esforço da Sociologia Rural diante desses novos desafios.
Dada a sequência na aula, serão distribuídos questionários com 6 (seis) respectivas perguntas à serem analisadas e prontamente respondidas pelo aluno (a), para a próxima aula, seguida de debates e análises das respostas.
O objetivo desses questionamentos é estimular os estudantes à um raciocínio lógico, para a realidade e suas consequências existentes na atualidade. Já utilizados os recursos didáticos disponíveis e um breve debate em sala de aula, com apresentação das paisagens rurais e urbanas.
QUESTIONÁRIO:
1- O que é urbano e rural?
2- O que motivou o êxodo rural no Brasil?
3- Quais são os fatores atrativos da urbanização?
4- O que é uma empresa agropecuária?
5- O que é a modernização do campo?
6- Os efeitos da modernização no campo, no cerne do espaço geográfico, foi alterado?
2ª ETAPA:
Prosseguindo com a 2ª aula, com as respostas do questionário em mãos, a ideia que se fixa é que cada um dos alunos (as) alcancem, por intervenção da aula anterior, o melhor aproveitamento da aula em questão, diferenciando assim o tipo de vida e de cultura de cada ambiente citado, rural e urbano.
Assim, conceitos, categorias e uma terminologia que deem conta dessas novas realidades se fazem necessárias. As mudanças econômicas, políticas e sociais vividas pelo campo conduziram a uma preocupação direta com a recolocação da finalidade da terra e da atividade do homem.
Para exemplificar, surge dessa forma a preocupação com a questão da multifuncionalidade e pluriatividade. Tais conceitos são exemplos das transformações do aparato metodológico da Sociologia Rural para lidar com a realidade do campo. 
A multifuncionalidade está associada ao sentido da criação de meios (pelo poder público), para o desenvolvimento da terra. Já a pluriatividade, se remete ao novo comportamento do homem do campo, diante das transformações sociais ocorridas.
Diante dos exemplos mostrados e comentados, pode-se fazer menção à presença das mais variadas formas de identificação, classificação e caracterização das paisagens rurais e urbanas e seus impactos.
 O contraste entre a vida metropolitana e a vida em vilas ou fazendas
 não desaparecerão tão cedo [...], visto que a vida rural é algo mais - 
 amplo do que a “Sociologia da ocupação agrícola”, é improvável -
 que esse campo seja absorvido pela Sociologia industrial. Além dis-
 -so, já que todos os aspectos da vida grupal são caracterizados por –
 traços genéricos da vida rural, outras especialidades (tais como a de
 -mografia ou a família) continuará recebendo contribuições da So –
 -ciologia rural. (Anderson,1981,p.184).
Terminando essa fase a proposta é aproveitar as caracterizações e as questões levantadas através das respostas do questionário, e engajar em uma sessão de questionamentos, com finalidade de aguçar o pensamento crítico e reflexivo dos alunos (as), que exemplifica a distinção entre campo e cidade.
Algumas questões à serem levantadas e debatidas em sala de aula:
* As atividades desenvolvidas pelas pessoas no âmbito rural, são as mesmas, das pessoas da cidade? 
* Sobre a migração do campo para as cidades em busca de melhores condições de vida e sustentabilidade, à maior parte surge das áreas rurais para os centros urbanos, o que passa na mente das pessoas, para tal atitude?
* A modernização no campo, preocupa os pais de família não qualificados, pois emprega-se mais os profissionais preparados para operar às máquinas avançadas tecnologicamente, o que fazer? 
Não seria esse mais um exemplo de mistura de realidade de vidas ... um não vive sem o outro e ambos se completam, buscam na cidade o que no campo não tem, buscam no campo o que na cidade não tem ... 
Esses

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.