prova Legislação trabalhista
4 pág.

prova Legislação trabalhista


Disciplina<strong>legislação</strong>219 materiais96 seguidores
Pré-visualização2 páginas
18/11/2019 Kosmos · Kosmos
https://ava.ksms.com.br/m/aluno/disciplina/index/2114210/858772 1/4
Legislação trabalhista
Professor(a): Fabiana Larissa Kamada (Mestrado acadêmico)
1)
2)
Prepare-se! Chegou a hora de você testar o conhecimento adquirido nesta disciplina. A
Avaliação Virtual (AV) é composta por questões objetivas e corresponde a 40% da média final.
Você tem até três tentativas para \u201cEnviar\u201d as questões, que são automaticamente corrigidas.
Você pode responder as questões consultando o material de estudos, mas lembre-se de cumprir
o prazo estabelecido. Boa prova!
Atenção! Caso discorde de alguma resposta, você poderá solicitar a reanálise através da opção
\u201cRevisão de Questão\u201d disponível em \u201cSolicitações\u201d. Após a primeira tentativa de envio, você terá
o prazo de 7 (sete) dias para solicitar o recurso, depois deste prazo, quaisquer reclamações não
serão aceitas. Lembre-se de incluir argumentos claros e bem fundamentados!
Sobre os Princípios do Direito do Trabalho que regem os contratos de trabalho assinale
a alternativa correta
Alternativas:
Código da questão: 20998
João, empregado de uma multinacional de peças, é operador de máquinas. A empresa
realizou negociação coletiva prevendo a possibilidade de compensação de horas na
modalidade \u201cbanco de horas\u201d, ou seja, o excesso de horas em um dia será compensado
pela correspondente diminuição em outro dia. João trabalha três vezes na semana, duas
horas a mais já faz um ano. Ele estava aguardando uma boa oportunidade para compensar
as suas horas. No entanto, este mês a empresa o dispensou do serviço devido à crise
econômica que assola o país. Com base na situação descrita, é correto afirmar que:
Alternativas:
Código da questão: 38777
O Princípio da Proteção consiste em conferir a parte mais fraca da relação laboral, o
empregado, uma superioridade jurídica, devido à sua hipossuficiência com relação ao
empregador. Assim, a legislação trabalhista criou mecanismos, regras e presunções
para proteger o trabalhador com o propósito de diminuir a desigualdade no pacto de
emprego. CORRETO
O empregador, pelo seu poder diretivo, poderá alterar o contrato de trabalho sempre
que entender conveniente. A lei não disciplina limitações a esse poder de disciplina,
organização e autogestão do empregador.
Os direitos trabalhistas são em regra irrenunciáveis. Não poderá o trabalhador dispor
dos seus direitos nem durante nem após o contrato de trabalho. No entanto, poderá,
excepcionalmente, renunciar os direitos trabalhistas antes de assinar o contrato de
trabalho
De acordo com o Princípio da Continuidade da Relação de Emprego a regra no direito
do trabalho é o contrato por prazo determinado
O direito do trabalho prioriza a realidade formal, ou seja, prevalecendo a forma sob a
realidade.
como João foi dispensado antes de ter havido a compensação total das horas
suplementares, fará jus ao pagamento das horas extras não compensadas, acrescidas
pelo adicional de 100%.
como João foi dispensado antes de ter havido a compensação total das horas
suplementares, fará jus ao pagamento das horas extras não compensadas, acrescidas
pelo adicional de no mínimo 50%. CORRETO
a empresa não poderia ter implementado o regime de compensação de horas que
exige acordo individual escrito e não negociação coletiva.
a empresa cometeu uma ilicitude. Na compensação na modalidade \u201cbanco de horas\u201d
é permitido o empregado, por meio de acordo individual escrito, laborar uma hora a
mais de segunda a quinta-feira, para que não seja obrigado a trabalhar aos sábados.
como João foi dispensado antes de ter havido a compensação total das horas
suplementares, sairá da empresa sem gozar da compensação e nem terá direito a
qualquer indenização.
18/11/2019 Kosmos · Kosmos
https://ava.ksms.com.br/m/aluno/disciplina/index/2114210/858772 2/4
3)
4)
5)
Com a Emenda Constitucional 72, de 2013 e a Lei Complementar 150, de 2015 os
direitos dos trabalhadores domésticos remunerados foram alterados. É possível se afirmar
que possuem direito.
Alternativas:
Código da questão: 18473
Não será devida a remuneração do repouso semanal remunerado (RSR) quando, sem
justo motivo justificado, o empregado não tiver trabalhado durante toda a semana anterior,
cumprindo integralmente seu horário de trabalho. Para efeitos de RSR são faltas
justificadas, exceto:
Alternativas:
Código da questão: 21080
É possível a redução do intervalo intrajornada de trabalho desde que estejam presentes
os seguintes requisitos:
Alternativas:
Código da questão: 21405
A participação dos lucros ou resultados, desvinculada da remuneração.
 Ao controle de jornada de trabalho. No entanto, por ser difícil o controle e
fiscalização da atividade não terão direito a horas extraordinárias.
Às férias de 20 dias a cada período aquisitivo.
Ao pagamento do FGTS que será facultativo. Todavia, a partir do primeiro pagamento
o empregador não poderá se eximir do pagamento durante todo o contrato de
trabalho.
O empregado doméstico terá direito ao FGTS correspondente a um depósito mensal
de 8% com base em sua remuneração, mais 3,2% a título de indenização
compensatória, totalizando 11,2%. CORRETO
2 dias para acompanhar consultas médicas e exames complementares durante o
período de gravidez de sua esposa ou companheira.
2 dias em caso de falecimento do cônjuge, ascendente, descendente, irmão ou pessoa
que, declarada em sua carteira de trabalho e previdência social, viva sob sua
dependência econômica.
1 dia por ano para acompanhar filho de até 12 anos em consulta médica. CORRETO
3 dias em virtude de casamento.
1 dia, em cada 12 meses, em caso de doação voluntária de sangue devidamente
comprovada.
Deliberação do Ministério do Trabalho após prévia fiscalização da empresa, em que
fique comprovado que o estabelecimento possui refeitório de acordo com os padrões
fixados na norma específica, desde que haja negociação coletiva da categoria
prevendo a diminuição do intervalo para descanso e refeição, não podendo haver
empregados submetidos à jornada suplementar.
Deliberação do Ministério do Trabalho após prévia fiscalização da empresa, em que
fique comprovado que o estabelecimento possui refeitório de acordo com os padrões
fixados na norma específica, desde que haja negociação coletiva da categoria
prevendo a diminuição do intervalo para descanso e refeição.
Deliberação do Ministério do Trabalho após prévia fiscalização da empresa, em que
fique comprovado que o estabelecimento possui refeitório de acordo com os padrões
fixados na norma específica e que os empregados não estejam submetidos à jornada
suplementar. CORRETO
Acordo individual escrito prevendo a diminuição do intervalo para descanso e
refeição, não podendo haver empregados submetidos à jornada suplementar.
Negociação coletiva da categoria prevendo a diminuição do intervalo para descanso e
refeição.
18/11/2019 Kosmos · Kosmos
https://ava.ksms.com.br/m/aluno/disciplina/index/2114210/858772 3/4
6)
7)
8)
9)
Com relação à estabilidade e à garantia no emprego, assinale a assertiva correta.
Alternativas:
Código da questão: 19654
José foi admitido na empresa &quot;Maravilhas da cozinha&quot; no dia 01/02/2016 em regime
integral de trabalho, ou seja, com jornada de trabalho de 44 horas semanais. Em
25/06/2016, José violou segredo da empresa, o que caracteriza hipótese de justa causa
previsto na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). No dia 01/07/2016 a empresa
dispensou José por justa causa devido à violação cometida. Diante do caso descrito
anteriormente, assinale a alternativa correta com relação às férias de José.
Alternativas:
Código da questão: 21446
O trabalho prestado no período noturno deverá ser remunerado com um adicional que
variará conforme a atividade desempenhada do empregado. Sobre o trabalho noturno
assinale a alternativa correta.
Alternativas:
Código da questão: 21381
Com relação aos FGTS, assinale