Buscar

SENAC UC08 ATIVIDADE 1 MODULO C

Esta é uma pré-visualização de arquivo. Entre para ver o arquivo original

SENAC RS - EAD
KARLA MONIQUE SILVA DE LIMA ROCHA
PRESTAR ASSISTÊNCIA DE PRIMEIROS SOCORROS
Cenas com acidentes em altura e produtos químicos
São José dos Campos - SP
2019
PRÁTICA VIVENCIAL I
	Cena 1
Procedimentos necessários para prestar atendimento à vítima
	
Analisando a cena:
O colaborador precisou parafusar um objeto com a parafusadeira, no alto da parede perto de uma rede elétrica, não foi sinalizado o local de trabalho, a escada não foi presa a algo seguro como devido e nem o colaborador foi preso a escada com o cinturão de segurança tipo paraquedista, parafusando em posição inadequada de costa para a parede e escada, segurando a escada com uma mão e a parafusadeira com a outra, descumprindo as normas de segurança, não utilizando os sistemas de proteção coletiva contra queda (SPSQ) e nem o sistema de proteção individual contra queda (SPIQ) inerentes a função e em inconformidade a NR 35 – trabalho em altura. 
Descrição da ocorrência: 
Durante a execução de atividade em altura, o colaborador ao utilizar a parafusadeira fazendo força para trás se desequilibrou da escada e caiu no chão, a desestabilização da escada que não estava fixada em nenhum ponto
 se chocou com a rede elétrica. 
Causa: 
Acidente ocorrido por falta de treinamento e capacitação adequado com trabalho em altura de acordo com a NR 35, sem utilização de EPI’s adequados, sem ajuda de um outro profissional no momento da realização do trabalho, sem sinalização adequada no local de trabalho, sem planejamento e organização para a realização da atividade.
Consequências: 
Lesões decorrentes do impacto na hora da queda em membros inferiores, superiores e coluna vertebral, podendo ter fraturas e hemorragias internas e externas.
Primeiros socorros: 
Solicitar imediatamente o desligamento da rede elétrica, para realizar aproximação e remoção do acidentado. Verificar se a vítima está consciente, mantê-la calma e ciente do que está acontecendo, acionar o socorro especializado o mais próximo possível do local e imediatamente, permanecer com a vítima estável, até a chegada do atendimento médico especializado. Isolar a área com cones e fita zebrada quando possível e manter ciente as outras pessoas ao risco de choque elétrico no local. Realizar avaliação primaria coletando a maior quantidade de informações possíveis sobre o estado da vítima para informar a equipe médica especializada. Para prestar atendimento a vítima com fratura, devemos observar o estado geral dele, para identificar se as lesões foram graves. Controlar uma eventual hemorragia ou ferimento externo antes de proceder com uma imobilização dos membros afetados, sendo necessária a imobilização realiza-la em uma posição menos dolorosa para o acidentado, fazendo assim com cautela e destreza, caso a pessoa em atendimento não seja capacitado ou não tenha certeza do que está fazendo, aguardar o atendimento especializado, evitando assim agravar ainda mais as lesões durante o atendimento.
	Cena 2
Procedimentos necessários para prestar atendimento à vítima
	
Análise da cena:
Colaborador do setor de mecânica durante manuseio de produto químico (desengraxante alcalino) teve contato com o produto acidentalmente nos olhos. Estando sem os óculos de proteção e a máscara com filtro, usando o produto de forma inadequada, sem ver as orientações da FISPQ.
Descrição da ocorrência:
O colaborador está manuseando o produto borrifando na direção da peça para a limpeza, quando houve o acidente de contato ou penetração de produto químico nos olhos.
Causa:
O colaborador está sem os EPI’s adequados, como os óculos e a máscara, também não está manuseando o produto químico de forma adequada, falta de treinamento e instrução. 
Consequências:
Pequenas partículas químicas de origem e constituição físicas variadas, que muitas vezes apesar de aparentar inofensivas devido ao tamanho, podem causar desconforto, danos físicos aos olhos, podendo levar a cegueira.
Primeiros socorros:
Acalmar e tranquilizar o acidentado, encaminhá-lo para lavar os olhos com água corrente em abundância por aproximadamente 15 minutos. Após a lavagem cobrir os olhos com gazes sem pressionar a área afetada e encaminhar o acidentado para o socorro médico especializado.
Cuidados no manuseio de produtos químicos:
Antes de utilizar qualquer produto químico deve-se ler atentamente o rotulo e seguir as recomendações de uso com segurança. Em caso de acidente devemos identificar o tipo de produto químico consultando a FISPQ que deve estar sempre disponível no local de trabalho e com os colaboradores que vão utilizar os produtos cientes delas, os produtos devem ser mantidos e conservados em ambientes fechados e seguro, deve ser utilizado na embalagem original.

Teste o Premium para desbloquear

Aproveite todos os benefícios por 3 dias sem pagar! 😉
Já tem cadastro?

Continue navegando