Web slides de Comunicação - Unidade 1
22 pág.

Web slides de Comunicação - Unidade 1

Pré-visualização1 página
COMUNICAÇÃO 
Prof. Ms. Henrique Catai
Plano de Ensino
Plano de Aula
Relembrando alguns pontos
\u2022 AVISOS: Acesse! Olhe! Leia!
\u2022 Informações: Calendário, Cronograma, Critérios de Avaliação, Guia do 
Estudante.
\u2022 Fale com o Professor
\u2022 Atividades N1 e N2
\u2022 Webconferências (Veja e reveja as gravações)
Você já entrou na Biblioteca 
Virtual Universitária? Vamos 
fazer isso agora e escolher um 
livro sobre um dos temas?
BIBLIOTECA VIRTUAL
CAPÍTULO 1 - PRECONCEITO LINGUÍSTICO E 
GÊNEROS TEXTUAIS: ENTRAVES OU 
DESIMPEDIMENTOS NA COMUNICAÇÃO?
Tópico
Usos linguísticos. Linguagem, língua e 
fala. 
01
02
03
04
05
Tópico
Variação linguística. 
Tópico
Norma. A norma culta. O conceito de 
erro na língua. Preconceito linguístico.
Tópico
Gêneros discursivos. Texto e contexto. 
Gêneros textuais. Sequências textuais. 
Tópico
Intertextualidade. 
Usos Linguísticos
Nesse contexto, são inúmeras as práticas sociais que se relacionam com a linguagem.
Na sociedade contemporânea, existe uma diversidade de 
práticas sociais, ou seja, comportamentos comuns às culturas 
humanas.
A importância da comunicação
A tecnologia mudou tudo. Passamos por diversas mudanças em 
equipamentos e usos. Essa multiplicidade de informações nos 
conduz a novos aprendizados.
Comunicação é uma habilidade básica em uma sociedade 
contemporânea, pois permite compreender e expressar de 
modo mais assertivo. 
Informação não é comunicação. Informação só se torna 
comunicação quando está agregada ao relacionamento, à 
interação, ao processo de comunicação no qual todos os 
interlocutores precisam estar em sintonia
Saber se comunicar é condição necessária em um universo 
acelerado. 
O processo comunicativo
O processo comunicativo é resultado de uma negociação entre
os interlocutores (enunciador e co-enunciador).
Processo de Comunicação envolve:
\u2022 um processo de interação e não apenas de transmissão de mensagens; 
\u2022 um processo no qual enunciador e co-enunciador não são pontos de produção e recepção dos sentidos, 
mas partes constitutivas do processo comunicativo, desempenhando papéis sociais; 
\u2022 um processo que traz as marcas dos interlocutores, da produção e da intenção comunicativa.
Linguagem, língua e fala
A linguagem é um processo de comunicação.
podemos concluir que a linguagem é um conceito amplo que engloba
quaisquer códigos utilizados pelos sujeitos, a fim de interagirem uns com os outros.
Esses códigos, por sua vez, podem ser classificados em verbais e não verbais.
Língua é um aspecto da linguagem que utiliza as palavras como
código comunicativo e se materializa por meio da fala.
Assim, a língua pertence à comunidade, enquanto que a fala 
pertence ao indivíduo
\u201cLinguagem\u201d, \u201clíngua\u201d e \u201cfala\u201d são sinônimos? 
Língua e Linguagem são coisas semelhantes?
Língua é apenas uma parte da linguagem, porém ela é essencial. 
Como diz Saussure \u201cconjunto de convenções adotadas por um grupo 
social\u201d
Então, o que é a Linguagem
Linguagem: tem um lado individual e um lado social, sendo impossível 
conceber um sem o outro. 
E a fala?
A fala constitui um ato individual e que necessita vontade e 
inteligência.
Entendeu! A junção da língua e da fala criam a linguagem. 
Língua + fala = linguagem. Ou código + vontade + conhecimento do código 
= linguagem. Eu sou demais! Não é professor!
Exemplos de Linguagem
Mista: tirinhas, Charges, filmes com 
áudio. 
Variação linguística
A sociedade é dinâmica e sofre modificações. A LÍNGUA é 
parte da sociedade, consequentemente, terá mudanças. O primeiro fator de mudança é o próprio tempo.
Essa mudança échamada de variação histórica.
Variação Exemplo 
Diatópica (regional) Bolacha
biscoito
Diastrática (social) Negócios, educação, saúde, 
tecnologia,
Diafásica (formal e informal) - Aguardo os senhores e 
senhoras!
- Espero lá!
Ordem fonológica
(pronúncia)
Regional
Sintática (organização dos 
termos na frase) e lexical (de 
vocabulário).
Vai não?
Você vai?
\u201cEu sou da Lira
Não posso negar
Eu sou da Lira
Não posso 
negar\u201d
Samba
Na cara da inimiga
Vai, samba
Desfila com as amigas
Vai, samba
Na cara da inimiga
Vai, samba
Desfila com as amigas
A comunicação e as variantes da oralidade e escrita
A fala é adquirida na informalidade do cotidiano das pessoas. É natural e propicia a inserção em diversos contextos 
sociais.
A escrita é adquirida, principalmente, no contexto formal de escolarização e passa a ser mais prestigiada na 
contemporaneidade que a oralidade em certas sociedades e grupos.
Norma e Preconceito Linguístico
NORMA CULTA OU NORMA PADRÃO: norma geral que padroniza a comunicação 
formal, como a redação de documentos e textos acadêmicos.
Conceito de erro na língua: O erro não existe. Há 
adequação e inadequação linguística.
Preconceito linguístico
NORMAS: Elas são estabelecidas pela sociedade para serem 
cumpridas?
Mas é a dinâmica da sociedade e sua heterogeneidade?
Gêneros discursivos
Ao longo de nossa vida, nos deparamos com textos 
diversos: histórias em quadrinhos, fábulas, crônicas, 
poemas, anúncios, piadas, bulas, artigos científicos, 
entre inúmeros outros. Assim, não há comunicação 
sem texto.
Toda interação verbal ocorre por meio de manifestações 
linguísticas conhecidas como textos.
Diferentes tipologias textuais ou sequencias textuais
Intertextualidade
A identificação e a compreensão do processo intertextual depende dos conhecimentos de 
outros textos por parte dos interlocutores
A intertextualidade implícita ocorre quando não há a citação 
expressa da fonte ou de um trecho do texto-fonte. Nesse caso, 
é necessário apelar para a memória, a fim de recuperar 
informações sobre o intertexto e construir o sentido.
A intertextualidade explícita ocorre 
quando a fonte do intertexto é citada ou 
existe a presença de fragmentos desse 
texto anteriormente produzido. 
A intertextualidade entre gêneros textuais ocorre quando um gênero assume a forma de outro, em função de um 
propósito comunicativo.
Intergenericidade
Consiste na mistura de dois ou mais gêneros com uma intenção e propósito de
comunicação.
\u201c(\u2026) Hoje não dá
Hoje não dá
A maldade humana agora não tem nome
Hoje não dá
Pegue duas medidas de estupidez
Junte trinta e quatro partes de mentira
Coloque tudo numa forma
Untada previamente
Com promessas não cumpridas
Adicione a seguir o ódio e a inveja
Dez colheres cheias de burrice
Mexa tudo e misture bem
E não se esqueça antes de levar ao forno 
temperar
Com essência de espírito de porco
Duas xícaras de indiferença
e um tablete e meio de preguiça (\u2026)\u201d.
(Os anjos \u2013 Legião Urbana)
Quais são os gêneros 
misturados na letra Os 
anjos?
Enquete
Observamos que a língua escrita e oral pode ter variações e diferentes formas de
expressão. Na sua visão, o que faz as pessoas, de forma geral, falarem frases como \u201cele
não sabe falar certo\u201d, \u201cquanta ignorância, olha como ele escreve\u201d ou \u201cque burro, vai
aprender português\u201d:
a. Preconceito, pois considera ser um indivíduo que sabe mais que o outro.
b. Desconhecimento sobre as variações linguísticas.
c. A escola não ensina sobre as diferentes variações linguísticas
d. São pessoas que acham que o mundo está dividido em certo e errado na língua
portuguesa.
OBRIGADO!
Até a próxima web!