A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
12 pág.
POSTAGEM_ Projeto 2 _PPAP_SEOE

Pré-visualização | Página 1 de 3

CURSO DE PEDAGOGIA 
 
 PROJETOS E PRÁTICAS DE AÇÃO PEDAGÓGICA 
SUPERVISÃO ESCOLAR E ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL 
 
 
POSTAGEM 3: ATIVIDADE 2 PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA 
 
GESTÃO DEMOCRÁTICA NA COMUNIDADE ESCOLAR 
UNIDOS POR UMA ESCOLA DEMOCRÁTICA E EFICAZ 
 
 
 ALUNO: MARY HELEN TEIXEIRA PACE – RA: 1710670 
 Polo: SÃO JOSÉ DOS CAMPOS/SP 
 ANO:2019 
 
 
 
 
 
 
 
 Sumário 
 
1. Tema 
2. Situação-problema 
3. Justificativa e embasamento teórico 
4. Público-alvo 
5. Objetivos 
 6. Percurso Metodológico 
 7. Recursos 
 8. Cronograma 
 9. Avaliação e produto final 
 10. Referências 
 
 
 
 
 
 
 
 
1. Tema: 
 
 
 
 
Unidos por uma escola democrática e eficaz 
 
2. Situação Problema: 
Participar da gestão democrática significa gerir a vida coletivamente, e 
cabe a quem participa decidir o que importa ser discutido, o que precisa ser 
objeto de regras e quais são elas. Assim, participar não se resume a votar 
simplesmente, envolve compromisso e decisão, trata-se de aprender a participar. 
A intervenção mediadora dos educadores é essencial para que todos aprendam 
a ouvir, falar, respeitar opiniões, argumentar, rever suas posições, negociar. Além 
disso a própria metodologia educacional pode proporcionar situações de 
aprendizagem que envolvam o protagonismo dos alunos e o trabalho colaborativo e 
que propiciem o desenvolvimento de atitudes e competências fundamentais para 
a participação democrática. 
 
3. Justificativa: 
 
O Contexto atual da educação de bate sobre uma escola preparada para 
proporcionar um ensino de qualidade, respeitando a heterogeneidade e a 
individualidade da comunidade escolar. Uma escola que proporcione educação de 
qualidade para todos, visto que todo ser humano, tem a capacidade de aprender 
de acordo com seus interesses e seu ritmo. Nesse sentido os gestores sabem 
que é necessário criar espaços de diálogos e dedicar tempo as pessoas para que os 
projetos e as questões do cotidiano da escola sejam cuidados por todos. A 
Democracia não é apenas um sistema político ou uma forma de organização do 
Estado. Uma sociedade democrática não é, somente, aquela, na qual os 
governantes são eleitos pelo voto. A democracia pressupõe uma possibilidade de 
participação do conjunto dos membros da sociedade em todos os processos que 
dizem respeito a vida cotidiana, ou seja, em casa, na escola, no bairro, etc... 
Tendo em vista que o professor atua como um facilitador da aprendizagem e 
a supervisão escolar como mediador das relações e do bom desenvolvimento 
 
 
 
 
da escola , é necessário proporcionar situações que possibilitem a criança a 
explorar a sua autonomia os espaços físicos da escola, sejam eles dentro ou 
fora da sala de aula interagindo uns com os outros. Sendo assim esse projeto 
visa qualificar o corpo docente, motivando a equipe e capacitando-a para uma 
gestão democrática, assumindo seu papel educativo na formação de um cidadão 
que sabe fazer, agir, ser e conviver num mundo em constante transformação, 
desenvolvendo estratégias associadas ao ato de, promover a organização do 
espaço físico tornando este em um ambiente agradável e atrativo com diversas 
propostas a fim de despertar o interesse das crianças para o desenvolvimento 
e comprometimento com a escola, intervindo pedagogicamente nas ações de 
cuidado e educação dos alunos. 
 
4. Embasamento Teórico: 
 
A gestão democrática propõe uma educação com relevante valor social, 
pois será a partir de uma ação coletiva que as mudanças poderão acontecer. 
Para Bordignon (2005), gestão é o diálogo, como forma superior de encontro 
das pessoas e solução dos conflitos. Sua raiz etimológica possui uma dimensão 
diferente daquela que nos é dada com o expressão de um comando frio, de 
uma ordem autoritária ou de uma iniciativa tecnocrática. Portanto para uma 
educação democrática e eficaz emancipadora, cidadã, é necessária que as 
comunidades escolar e local participem efetivamente nos conselhos, com 
autonomia, para exercer seu poder cidadão na gestão das instituições públicas 
de educação. O autor defende a ideia de que a gestão democrática dos sistemas 
de ensino e das escolas públicas é hoje um dos fundamentos da qualidade de 
educação, como exercício efetivo da cidadania. Para ele, democracia e cidadania 
se fundamentam na autonomia, que é um dos maiores desafios dos educadores. 
Ao abordar o tema em questão, Veiga (2004) destaca que é necessário repensar 
a estrutura de poder da escola, permitindo a prática da participação coletiva, 
que evidencia a reciprocidade, a solidariedade e a autonomia, anulando a 
dependência de órgãos intermediários que elaboram políticas educacionais das 
quais a escola é mera executora. 
 
 
 
 
 Compreendendo então gestão democrática e sabendo que o 
professor atua como um agente mediador das situações de aprendizagem, este 
deve constantemente buscar aperfeiçoamento em seus conhecimentos a fim d e 
proporcionar estratégias de ensino, melhorando seu desempenho como docente, 
e qualificando o processo de aprendizagem de seus educandos. Para tanto é 
importante o papel do Orientador Pedagógico e Supervisor em assistir ao grupo 
auxiliando-o na busca de informações e materiais que venham complementar a 
formação continuada da equipe docente. O papel da Supervisão escolar como 
coordenação pedagógica na escola, ganha novas dimensões, como afirma 
Ferreira (2003, p.179 ) “passando de controlador e direcionador para estimulador 
do trabalho docente”. Assim compreendida a Supervisão torna-se clara as 
mudanças de paradigmas, quando antes normativo, prescritivas, para tornar-se 
uma ação critica reflexiva junto ao professor. 
 
5. Público Alvo: 
 Corpo Docente e Comunidade Escolar. 
 
6. Objetivos Gerais: 
 
Explanar o planejamento como mecanismo fundamental e imprescindível 
para o bom desempenho e sucesso de qualquer organização, partindo do princípio 
que é nesta etapa que são definidas as ações necessárias para alcançar as metas 
estabelecidas, envolvendo um assunto de interesse dos que se preocupam em fazer 
uma educação voltada para a integração de todos os atores do ambiente escolar 
através de uma gestão participativa e democrática. 
Melhorar o desempenho do corpo docente através de informações que venham 
agregar maiores conhecimentos relacionados a prática e organização da 
participação coletiva da comunidade escolar , bem como assistir ao grupo 
promovendo interação entre a equipe e atribuindo para autonomia e 
desenvolvimento da escola. 
 
 
 
 
 
6.1. Objetivos Específicos: 
 
Promover e coordenar reuniões com o propósito de aperfeiçoar o trabalho 
da equipe. 
Fortalecer a autonomia do grupo. 
Criar estratégias de organização