Artigo+composição+saliva+doença+periodontal
31 pág.

Artigo+composição+saliva+doença+periodontal


Disciplina<strong>morfologia</strong>6 materiais14 seguidores
Pré-visualização1 página
Odontologia Morfofuncional 
do Ecossistema Bucal
Prof. Gustavo Mattos 
FATORES QUE AFETAM 
O FLUXO SALIVAR E A 
COMPOSIÇÃO DA SALIVA
Qual a importância do fluxo salivar?
Diluir, eliminar substâncias introduzidas na 
cavidade bucal.
Determinar a velocidade com que a sacarose e 
ácidos são eliminados da cavidade bucal.
Qual a importância do fluxo salivar?
Difusão de carboidratos
BI
O
FI
L
M
E
esmalte
matriz
SACAROSE
Ca10 (PO4)6 (OH)2 10 Ca+2 + 6 PO4-3 + 2 OH-
Dente SalivaDente Saliva 
HPO4-2
H2PO4-
H2O
H+ H+
H+
Desmineralização dental
Qual a importância do fluxo salivar?
Difusão de carboidratos
BI
O
FI
L
M
E
esmalte
matriz
SACAROSE
Ca10 (PO4)6 (OH)2 10 Ca+2 + 6 PO4-3 + 2 OH-
Dente Saliva
HPO4-2
H2PO4-
H2O
H+ H+
H+
Desmineralização dental
Qual a importância do fluxo salivar?
Em regiões da cavidade bucal onde o 
\u201cclearance\u201d (limpeza) é rápido, menor 
quantidade de sacarose estará 
disponível para se difundir através 
do biofilme dental, e menos ácido 
será formado
Quanto maior a velocidade do filme salivar,
menos ácido se acumula no biofime dental
diminuindo a susceptibilidade à cárie.
Fluxo salivar não estimulado
É aquele que é secretado na AUSÊNCIA 
de estímulo gustatório ou mastigatório
Parótida \u2013 20%
Submandibular \u2013 65%
Sublingual \u2013 7 a 8 %
Gl salivares menores \u2013 7 a 8 %
Grau de hidratação
Hidratação
corpórea
Fluxo salivar
não estimulado
Quando o conteúdo de água do organismo é reduzido 
para 8% o fluxo salivar se reduz quase que totalmente
Desidratação Fluxo salivar
Fatores que afetam o
Fluxo salivar não estimulado
BALANÇO 
HÍDRICO
Ritmo biológico O fluxo salivar varia durante o dia
Higienização dental
Fatores que afetam o
Fluxo salivar não estimulado
Posição corpórea
O fluxo salivar não estimulado pode se alterar
de acordo com a posição corpórea
Em pé > sentado > deitado
Efeito colateral
Medicamentos
* Anticonvulsivos
* Antidepressivos
* Antihistamínicos
* Antihipertensivos
* Ansiolíticos
* Moduladores de apetite
* Diuréticos
* Calmantes
Fatores que afetam o
Fluxo salivar não estimulado
Fluxo salivar estimulado
É aquele que é secretado na PRESENÇA 
de estímulo gustatório ou mastigatório
Estímulo mecânico Estímulo químicoFluxo 
salivar
Fatores que afetam o
Fluxo salivar estimulado
Ácido Salgado
Amargo Doce
Estímulo unilateral
Na ausência de estímulo gustatório e na 
presença de estímulo mecânico unilateral, 
o fluxo salivar será maior no lado estimulado 
Tamanho da 
glândula
Tamanho Fluxo salivar
Fatores que afetam o
Fluxo salivar estimulado
idade
Envelhecimento NÃO reduz o fluxo salivar
em pessoas sadias
Medicamentos
Fluxo salivar
Fatores que afetam o
Fluxo salivar estimulado
Hipofunção da glândula salivar
A hipofunção da glândula salivar pode resultar 
em hipossalivação ou redução do fluxo salivar
Fluxo salivar não estimulado
Fluxo salivar estimulado
Hipossalivação Condição Normal
< 0,1 mL/min 0,3 mL/min
< 0,5 a 0,7 mL/min 1,5 mL/min
Xerostomia Situação clínica definida por uma impressãosubjetiva de sensação de boca seca
Hiposalivação x Xerostomia
A xerostomia pode existir sem sinais de
hipossalivação (ex. respirador bucal)
A hipossalivação pode ser uma condição
ASSINTOMÁTICA
Hipossalivação
Prováveis causas:
* Medicamentos (antidepressivos, anti-histamínicos, anti-hipertensivos)
* Radioterapia na região da cabeça e pescoço
* AIDS
* Síndrome de Sjögren
* Diabetes (redução no fluxo salivar devido poliúria)
* Cálculo nas glândulas salivares
Xerostomia
Sinais e sintomas da xerostomia:
* Mucosa seca e dolorida
* Sensação de queimação da mucosa e língua
* Dificuldade de fonação
* Dificuldade na deglutição
* Distúrbios no paladar
* Sede
* Lábios secos e queilite angular
* Quadro atípico de lesões de cárie (sup lisas, cúspides)
* Alta freqüência de infecções orais (candidíase)
Hiposalivação x Xerostomia
Tratamento:
* Estímulo mecânico (goma de mascar)
* Uso de sialógogos (pilocarpina)
* Freqüente ingestão de líquidos
* Prevenção de cárie:
-Higienização bucal
-Aconselhamento dietético
-Uso de antimicrobianos
-Uso de flúor
Fluxo salivar Principal fator envolvido na alteração 
da concentração da saliva
Fatores que afetam a
Concentração da saliva
Fluxo salivar Principal fator envolvido na alteração 
da composição da saliva
Fluxo
Na+ Cl- HCO3-
Mg++ HPO4--
A concentração de flúor na saliva INDEPENDE do fluxo salivar
(1 µmol/L)
Fatores que afetam a
Concentração da saliva
Secreção salivar
Ácino
Produção da saliva primária
ISOtônica em relação ao plasma
Fatores que afetam a
Composição da saliva
Ductos
Reabsorção seletiva de íons Na+ e Cl-
Secreção de K+ e HCO3-
Fatores que afetam a
Composição da saliva
Secreção salivar
Ácino
Produção da saliva primária
ISOtônica em relação ao plasma
Secreção de saliva HIPOtônica
Fatores que afetam a
Composição da saliva
Secreção salivar
Ductos
Reabsorção seletiva de íons Na+ e Cl-
Secreção de K+ e HCO3-
Ácino
Produção da saliva primária
ISOtônica em relação ao plasma
Os processos de absorção e de 
secreção dependem do fluxo salivar
Fatores que afetam a
Composição da saliva
Secreção salivar
O aumento na concentração de 
HCO3- faz com que
a capacidade tampão da saliva 
estimulada seja
maior que a da saliva não 
estimulada
Fatores que afetam a
Composição da saliva
Secreção salivar
Qual é o tampão presente na saliva? Mostre em reações químicas
como ele age como tampão? A sua quantidade na saliva é 
Influenciada pelo fluxo?
* Bicarbonato: o mais importante na saliva
(concentração aumenta na saliva estimulada) 
H2CO3 HCO3- + H+ pKa = 7,4
* Fosfato: presente em maior quantidade na saliva
não estimulada
(concentração diminui com aumento do fluxo) 
H2PO4- H+ + HPO4-2 pKa = 6,86
Duração do estímulo
Considerando um fluxo salivar constante...
Duração
HCO3-
Cl-
Fatores que afetam a
Concentração da saliva
Ritmo Circadiano
Na+ Cl- Manhã
Proteína Tarde
Fatores que afetam a
Concentração da saliva
Quais funções da saliva foram comprometidas pela 
radioterapia e como contribuíram para o quadro clínico em 
questão?
Paciente sob tratamento radioterápico chega ao consultório queixando-se da sua
condição bucal. A radiografia panorâmica revela extensas destruições coronárias
na região onde a radioterapia era realizada e grande prevalência de lesões de cárie.
Além disso, o paciente apresentava candidíase.
Explique por que o uso de mamadeira noturna é prejudicial 
para a saúde oral.
Na primeira infância é comum a utilização da mamadeira noturna sendo uma prática
muito freqüente a adição de açúcar ao leite. Com o passar do tempo, o paciente 
apresenta o que se chama de carie precoce da infância.