A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Avaliação Final Objetiva - Deficiência Auditiva

Pré-visualização | Página 1 de 3

Acadêmico:
	
	
	Disciplina:
	Deficiência Auditiva: Fundamentos e Metodologias (LEE09)
	Avaliação:
	Avaliação Final (Objetiva) - Individual FLEX ( Cod.:454709) ( peso.:3,00)
	Prova:
	14475763
	Nota da Prova:
	
	
	
Legenda:  Resposta Certa   Sua Resposta Errada  
Parte superior do formulário
	1.
	Conforme Martins (2018, p. 717), "trazer esta tônica filosófica para pensar a educação de surdos (novamente) é tomá-la como problema: como aquilo que instiga e que mobiliza o pensar". No que concerne à opinião de filósofos quanto à surdez ou à deficiência, assinale a alternativa INCORRETA:
FONTE: MARTINS, Vanessa Regina de Oliveira. Educação de Surdos e Proposta Bilíngue: ativação de novos saberes sob a ótica da filosofia da diferença. Educ. Real., Porto Alegre, v. 41, n. 3, p. 713-729, set. 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2175-62362016000300713&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 25 out. 2018.
	 a)
	De acordo com o filósofo Viktor Emil Frankl, a experiência não é condição fundamental dos processos complexos de pensamento.
	 b)
	Conforme John Locke, a experiência sensorial deve nortear a prática pedagógica, havendo individualidade no processo de aprendizagem.
	  c)
	Segundo Aristóteles, o sistema auditivo era superior aos demais órgãos sensoriais do homem, pois a audição era considerada o principal meio para o aprendizado.
	 d)
	A colaboração do filósofo John Locke, pai do liberalismo, é de fundamental importância para o processo de ensino das pessoas com deficiência.
	2.
	Francelin, Motti e Morita (2010, p. 184) fizeram uma pesquisa sobre deficiência auditiva e exclusão, e seus resultados apontaram para essa caracterização das pessoas com deficiência auditiva adquirida: "Na variável escolaridade, uma das determinantes de inclusão social, verificou-se que 62,5% dos sujeitos não concluíram o ensino fundamental, sendo 12,5% analfabetos. Concluíram o ensino médio 25% e o ensino superior, 6,25%". Com relação às ações que podem contribuir para a permanência de universitários surdos nas instituições, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) Não basta focar na figura do tradutor-intérprete de Libras, ou no Atendimento Educacional Especializado. Essas medidas não são satisfatórias para atender às necessidades dos estudantes surdos que chegam ao ensino superior. 
(    ) O método oralista precisa ser difundido nas universidades. Por isso, surdos e ouvintes devem usar a língua oral na conversação, já que a fala se desenvolve com a prática.
(    ) É preciso desenvolver uma nova forma de abordagem e intervenção pautada em medidas de política linguística de educação bilíngue como pressupostos ao processo de inclusão de surdos no ensino superior.
(    ) Os conteúdos da Libras oferecidos no ensino superior precisam ser significativos. O diálogo entre o surdo e o ouvinte, utilizando a língua de sinais, é o caminho para o sucesso no ensino superior.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
FONTE: FRANCELIN, Madalena Aparecida Silva; MOTTI, Telma Flores Genaro; MORITA, Ione. As implicações sociais da deficiência auditiva adquirida em adultos. Saude soc., São Paulo, v. 19, n. 1, p. 180-192,  mar.  2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12902010000100015&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 22 out. 2018.
	 a)
	F - V - F - F.
	 b)
	F - F - F - V.
	 c)
	V - F - V - V.
	 d)
	V - V - V - F.
	3.
	"A inclusão é uma temática recorrente em termos mundiais, que questiona as práticas anteriormente descritas e tem como principal cerne a consideração de todos os seres humanos com seus potenciais e características reconhecidas e plenamente valorizadas de maneira equitativa" (SOUZA; MACEDO, 2012, p. 276). Para essas autoras, não são todas as escolas que têm conseguido lidar apropriadamente com as diferenças individuais. Sobre as ações inadequadas relacionadas à inclusão, analise as sentenças a seguir:  
I- Padrões representados por classes heterogêneas.
II- Currículos estanques.
III- Sistema de avaliação voltado à medição de conhecimentos nivelados.
IV- Atribuição de notas no formato de medidas padronizadas.
Assinale a alternativa CORRETA:
FONTE: SOUZA, Ana Maria de Lima; MACEDO, Marasella del Cármen Silva Rodrigues. Avaliação da aprendizagem e inclusão escolar: a singularidade a serviço da coletividade. Psicol. Esc. Educ., Maringá, v. 16, n. 2, p. 283-290, Dez. 2012. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572012000200011&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 8 ago. 2018.
	 a)
	As sentenças II, III e IV estão corretas.
	 b)
	As sentenças I, II e IV estão corretas.
	  c)
	As sentenças I, II e III estão corretas.
	 d)
	As sentenças I, III e IV estão corretas.
	4.
	"A literatura científica atual relata a incidência de agravos auditivos em decorrência do HIV/AIDS e as alterações auditivas podem ocorrer em decorrência de comprometimentos na orelha externa, média e/ou interna. Assim, torna-se relevante a investigação sobre como têm ocorrido essas alterações, a perda auditiva e as relações com a infecção pelo HIV/AIDS" (ASSUITI et al., 2013, p. 248). Além do HIV/AIDS, existem outras circunstâncias que comumente podem desencadear perda auditiva. Sobre as causas que têm sido atribuídas à deficiência auditiva com mais frequência, assinale a alternativa CORRETA:
FONTE: ASSUITI, Luciana Ferreira Cardoso et al. Perda auditiva em pessoas com HIV/AIDS e fatores relacionados: uma revisão integrativa. Braz. j. otorhinolaryngol., São Paulo, v. 79, n. 2, p. 248-255, abr. 2013. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-86942013000200019&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 8  ago. 2018.
	 a)
	Doenças, idade avançada, acidente de trabalho, causas congênitas, acidente doméstico, acidente de trânsito e violência/agressão.
	 b)
	Uso de drogras, distúrbios alimentares, afogamento, exposição a estímulos visuais intensos, tumores cerebrais e DMRI (Degeneração Macular Relacionada à Idade).
	 c)
	Doenças sexualmente transmissíveis, transtorno de ansiedade generalizada, estresse pós-traumático, deficiência de vitamina A, violência física e velhice.
	 d)
	Trabalho em locais com ruídos elevados sem uso de EPI, distúrbios do sono, síndrome do pânico, trauma psicológico, catapora e nascimento prematuro.
	5.
	"Localiza-se o surgimento da matriz de interpretação da deficiência como fenômeno espiritual na Idade Média (séc. IV ao séc. XIV). No entanto, a manifestação dessa matriz de interpretação espiritual sobre a deficiência ainda pode ser observada na atualidade" (CARVALHO-FREITAS; MARQUES, 2009, p. 247). Sobre a concepção da deficiente no decorrer da Idade Média, analise as sentenças a seguir:
I- Havia uma tendência a interpretar o nascimento de uma pessoa com deficiência como um castigo de Deus, ou seja, uma punição dada em virtude dos pecados cometidos pelos seus pais ou familiares. 
II- Pessoas que apresentavam deformidades no corpo, estavam sob a posse de um ser maligno. Pessoas com corpo perfeito, mas comportamentos desajustados eram consideradas como enfeitiçadas por bruxas ou simplesmente loucas.
III- Pessoas que possuíam deformidades nos corpos, ou alguma deficiência mental, eram taxadas de loucas e serviam de divertimento para a população, de distração para a corte. 
IV- Na Idade Média, acreditava-se que todas as deficiências eram decorrentes de fatores biológicos, como disfunções no DNA ou no genoma humano (sequência dos 23 pares de cromossomos do núcleo de cada célula humana). 
Assinale a alternativa CORRETA:
FONTE: CARVALHO-FREITAS, Maria Nivalda de; MARQUES, Antônio Luiz. Pessoas com deficiência e trabalho: percepção de gerentes e pós-graduandos em Administração.Psicol. cienc. prof., Brasília, v. 29, n. 2, p. 244-257, 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932009000200004&lng=pt&nrm=iso>.