A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
20 pág.
COMPILADO FRAUDES CORPORATIVAS Prova objetiva 2 (1)

Pré-visualização|Página 1 de 20

FRAUDES CORPORATIVAS
Prova objetiva
AT ENÇÃO: AS RESP OSTAS CORRETAS, ESTÃO MARCADAS DE V ERMELHO E CORRIGIDAS
Questão 1 - Inv estigação de Riscos e Fraudes Corporati v as
O quart o componente analisado é a or ganiz ação propriamente d it a, o locus onde se desenvo lve a fraude
cor porativa. Ao focarem nas o rganizações, os estudos cie nt íficos que t ratam de fraudes corpor at iva s
enfat izam os s ist e ma s internos de controle. Não obstant e, discorda mo s dessa perspect iva [.. .]” (p. 31).
Fonte: ROCHA JUNIOR, F. A. R. M.; GIZZI, G. F. T. B. Fraudes Corporativa s e P rogramas de
Compliance. Curit iba: I ntersaberes, 2018.
Levando em considera ção a contextuali zação, uma citação do texto - base da disciplina, temos que os
autores discordam que a regula mentação seja o que d efinirá se haverá, ou não, frau des em uma
corporação. Sobre este posicionamento e t endo em vista o texto -b ase, assinale a alternativa co rreta
em relação ao argumento destes autores.
A
Apenas uma re gulação setorial é capa z de garantir a não ocorrência de
fraudes corporat ivas
B
Apenas bons sistemas empresariais internos de controles podem gara ntir que
não haja fra udes co rporativas.
C
Nem uma boa regulação estatal e controles i nternos em presariais, nem um
ambiente com valores éticos fortes impactam na ocorrência de fraudes
corpo rativas.
D
Um ambiente fracamente regulamentado e com pouquíssimo s procedimentos internos, mas
com valores éticos reforçados será menos prop enso à ocorrência do que em um ambiente
que ocorra o oposto.
CERT O - corrigida
E
Um setor econômico bem regulado pelo Estado e com procedimentos internos
à empresa contra fraudes, mesmo com fracos v alores éticos, já é o suficiente
para garantir que não ha ja fraudes corporativ as.
Questão 2 - Inv estigação de Riscos e Fraudes Corporati v as
Paro d i (2008) ainda se r efere a um t erce iro conju nto de fatores que pro pic iariam a s grandes fraudes. São
eles: r ecipro cidade [.. .], escassez de t empo [...], auto ridade [ .. .], fixação e m fant asias [. ..], prova social [...],
simpat ia [.. .], t erceiriz ação de credibilidade [.. .], autenticação por associação [ ...], envo lvimento da vít ima
por etapas sucessivas.” (p. 24- 25).

Fonte: ROCHA JUNIOR, F. A. R. M.; GIZZI, G. F. T . B. Fraudes Corpor at iva s e Progr ama s de
Compliance. Curit iba: I ntersaberes, 2018.
So bre est e conju nto de fat o res, levando em co nta o livro - base, assinale V (verdadeiro ) ou F (falso) nas
afir maçõ es sobre este conjunt o de fat ores:
( ) A autoridade se refere à aura de legit imidade co nferida ao fraudador pelo discurso de que ele é ligado
à órgão s ou ent idade s públicas, o que lhe co nferiria po der.
( ) A Simpatia se refere a quando o fraudador cria u ma at mo sfera e m que e le e a t ima parecem estar se
to rnando amigo s, e não apenas parce iro s de ne cios.
( ) A escassez do t empo re fere-se à t entativa d o golpista de convencer algué m co m cred ibilidad e na
empresa a aplicar u m go lp e.
( ) A recip rocidade se refere ao fato de fazer u m favor em t roca de outro, com a finalidade de e nvolver a
t ima.
( ) A prova social o co rre quando o fraudado r apresenta um discurso que le va a t ima a crer que o que lhe
está sendo proposto por ele já fo i feito por mu itas o utras pessoas ou empre sas.
A
V V V V V
B
F V V F F
C
F F V V V
D
V V F V V
CER TO - CORRI GIDA
E
F V V V F
Questão 3 - Inv estigação de Riscos e Fraudes Corporati v as
O créd it o consignado é um empr ést imo feito por meio de convênio do Instituto Nacio nal do Seguro
So cia l (INSS) co m bancos. O aposentado o u pens io nist a não po de compro met er ma is de 35% de sua renda.
Para a contratação do crédit o , é preciso apresentar do cumento s pessoais do aposent ado ou pensio nista na
inst it u ição financeir a esco lhida, incluindo o s docume nto s de identidade o u Carteira de Habilit ação (CNH)
e Cadastro de Pessoa Física (CPF). Além d isso, é obrigatório que o contrato seja assinado pe lo próprio
segurado. "O e mprést imo, de nenhuma maneira, po de ser concedido por t ele fone, sem o comparecimento
do segurado ao banco ou fina nce ir a", alert a o INSS.”
Fonte: UOL - INSS alerta idosos sobre fraudes em c rédito consignado . Dispo nível em: <
htt ps://economia.uo l.co m. br /not ic ias/redacao/2019/02/18/ inss- alert a- idoso s-so bre-fraudes-em-cred it o -
consignado.htm>. Acesso em 18 de o utubro de 2019.
Sobre o segundo elemento explicat ivo das fraud es corporativas, o de “disponibilidade de vítimas
adequadas e vulneráveis”, levando em consideração o texto -base e a contextualização acima, assinale
a altern ativa q ue descreve, correta mente, porque ocorre e ste fator.

A
Ganância e vontade de fazer dinheiro f ácil.
B
Ineficiê ncia das leis, incerteza da pe na e pouca fiscali zação.
C
Irrac ionalidade e tendência a negar as evidênc ias para seguir um sonho.
D
Falta de leis específicas e po uca clare za em algumas das leis já existentes.
E
Necessidades indivi duais, pouca informação, ignorância e ingenuidade difusas.
CERT O - corrigida
Questão 4 - Inv estigação de Riscos e Fraudes Corporati v as
Segundo dados do departame nto de Just iça, o FBI (a Po c ia Federal a mericana) invest ig a 189 casos de
grandes fraudes co rporativas, sendo que 18 delas s upera m US$ 1 bilhão .
O secretário do Tesouro dos Estados Unido s, T imo t hy Ge it hner, também este ve present e no anúnc io da
fo r ça-t arefa e d isse que, a lé m de co mbater casos de fr aude, u m do s o bjet ivos do governo é real izar uma
refo r ma pro funda do siste ma fina nce ir o para reso lver pro blemas que vêm sendo acu mu lados há anos.
"Não é suficiente combater a fraude apenas quando ela o corre. Não podemo s esperar que os pro ble mas
apareçam para reag ir ", d isse Geit hner.
Ele ressalto u que o Co ngresso analisa u ma pro po sta para a r efo rma do setor bancário.
"Busca mos u ma re fo r ma fina nce ir a integra l para criar u m siste ma mais est ável e s eguro e aprofu ndar nossa
estratégia de vigilâ nc ia ao setor", disse.”
Fonte: BBC - EUA criam força-t arefa para combat er fraudes financei ras. D ispo nível em: <
htt ps://www.bbc.co m/por t uguese/not icias/2009/11/091117_ fr aude_eua_rc>. Acesso e m 18 de o utubro de
2019.
O terceiro fato r elencado pelo texto- base da disciplina para explicar as f raudes corporativas é o de
“ausência de regras ou controladores e ficazes”. Considerando o texto -b ase e a contextualização
acima, assinale a alternativa correta sobre os motivos qu e explicam a ocorrência deste fator.
I - Pouca informação e divulgação prev entiva.
II - Desrespeito às leis encarado co mo comportamento comum.
III - Desp repa ro e pouco treinamento específico das aut oridades de polícia.
IV - Falta de organismos dedicados à luta contra estes fenômeno s.
A
Apenas a afirmativa IV está correta
B
Ap enas as afirmativas III e IV estão corretas
CER TO - CO RRIGIDA