A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
58 pág.
O-ENVELHECIMENTO-E-SUAS-FACETAS

Pré-visualização | Página 1 de 13

1 
 
SUMÁRIO 
 O ENVELHECIMENTO ............................................................................... 2 
 PROCESSO DE ENVELHECIMENTO........................................................ 7 
 ASPECTOS PSICOSSOCIAIS DO ENVELHECIMENTO ........................... 9 
 As Potencialidades do apoio Psicológico ........................................... 11 
 ASPECTOS FISIOLÓGICOS DO ENVELHECIMENTO ........................... 14 
 O envelhecimento causa déficits sobre o sistema mantenedor do 
equilíbrio humano .................................................................................................. 15 
 Síndrome do Desequilíbrio no Idoso .................................................. 17 
 DOENÇAS RELACIONADAS À TERCEIRA IDADE E A PARTICIPAÇÃO 
DO EXERCÍCIO ........................................................................................................ 21 
 Benefícios da Atividade Física em Idosos .......................................... 24 
 A Escolha da Atividade Física Adequada ........................................... 25 
 Envelhecimento populacional no Brasil .................................................... 26 
 TRANSIÇÃO EPIDEMIOLÓGICA ............................................................. 30 
 MORTALIDADE ........................................................................................ 32 
 MORBIDADE E USO DE SERVIÇOS DE SAÚDE ................................... 33 
 Precauções ............................................................................................ 35 
 – Como Evitar Quedas em Idosos .................................................. 35 
 Como Ajudar na Comunicação ....................................................... 38 
 os direitos dos idosos no Brasil ............................................................. 41 
 Como fazer valer os direitos dos idosos?........................................ 44 
 LEITURA COMPLEMENTAR ................................................................ 46 
 BIBLIOGRAFIA ...................................................................................... 55 
 
 
2 
 
1 O ENVELHECIMENTO 
 
Fonte:lamenteesmaravillosa.com 
O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial, tanto no que se refere 
aos países desenvolvidos como aos países em desenvolvimento. Este crescimento 
da população idosa é reflexo do aumento gradual da longevidade, conjuntamente com 
as diminuições das taxas de natalidade e mortalidade. 
Estimativas para a população idosa brasileira apontam que até 2020, o país 
terá 32 milhões de pessoas com idade superior a 60 anos. O aumento no número de 
idosos instiga o desenvolvimento de estratégias que possam minimizar os efeitos 
negativos do avanço da idade cronológica no organismo. Estas estratégias visam à 
manutenção da capacidade funcional e da autonomia para que as pessoas possam 
ter uma vida mais longa e com melhor qualidade. 
 
3 
 
O processo de envelhecimento em idades avançadas está associado a 
alterações físicas, fisiológicas, psicológicas e sociais, bem como ao surgimento de 
doenças crônico-degenerativas advindas de hábitos de vida inadequados (tabagismo, 
ingestão alimentar incorreta, tipo de atividade laboral, ausência de atividade física 
regular), que se refletem na redução da capacidade para realização das atividades da 
vida diária. 
O declínio nos níveis de atividade física habitual para idoso contribui para a 
redução da aptidão funcional e a manifestação de diversas doenças, como 
consequência a perda da capacidade funcional. Neste sentido, tem sido enfatizada a 
prática de exercícios como estratégia de prevenir as perdas nos componentes da 
aptidão funcional. 
A diminuição da tolerância ao esforço físico faz com que um grande número de 
pessoas idosas vivam abaixo do limiar da sua capacidade física, necessitando 
somente de uma mínima intercorrência na saúde para tornarem-se completamente 
dependentes. A atividade física regular tem sido descrita como um excelente meio de 
atenuar a degeneração provocada pelo envelhecimento dentro dos vários domínios 
físico, psicológico e social. 
O corpo humano tem um ritmo de envelhecimento muito próprio e, com o passar 
dos anos, é natural que existam mudanças significativas na forma física de cada um. 
A maneira como o corpo humano envelhece depende, em parte, dos laços genéticos 
que o ligam à família, mas não resulta exclusivamente deles. 
O estilo de vida, o exercício e os hábitos alimentares têm um impacto muito 
forte na forma como o corpo envelhece. Um estilo de vida saudável pode diminuir 
muitos dos efeitos do envelhecimento e essa é uma opção que se revela nas escolhas 
que cada um faz. 
 
Os Indicadores De Envelhecimento 
 
Existem vários sinais que mostram que o corpo humano está a envelhecer e, 
como tal, é indispensável que saiba observá-los e que os transforme a seu favor. Dos 
indicadores de envelhecimento mais importantes e que mais se evidenciam no corpo 
humano, deve ter em atenção os seguintes: 
 
https://cuidamos.com/artigos/como-incentivar-idoso-fazer-exercicio-fisico
https://cuidamos.com/artigos/9-formas-fazer-com-que-idoso-se-alimente-corretamente
 
4 
 
A Pele 
Com o avançar da idade, a pele fica menos elástica e é natural que surjam mais 
linhas e rugas à sua superfície. As glândulas da pele vão produzindo cada vez menos 
óleo, o que faz com que a própria pele fique mais seca e estragada. Para que isso não 
aconteça e para retardar o envelhecimento da pele, deve utilizar cremes hidratantes 
e um protetor solar para proteger a sua pele dos raios ultravioletas. É também 
aconselhável a utilização de um chapéu ou um boné para estar mais protegido dos 
malefícios do sol. 
 
O Cabelo 
O cabelo ou a ausência dele é um dos indicadores principais do envelhecimento 
humano. Os problemas capilares podem ser provocados pelas mais variadas razões, 
desde o stress do dia-a-dia, aos maus hábitos alimentares, depressões, até ao 
excesso de gordura no cabelo e é por isso que é normal que o cabelo vá perdendo a 
sua cor original e vá ficando cada vez mais fino. Atualmente, existem vários 
tratamentos capilares que impedem o aparecimento da calvície. 
 
A Altura 
Quando um indivíduo atinge os 80 anos de idade, é comum que tenha perdido 
cerca de 2 centímetros da sua altura total. Essa alteração deve-se às mudanças 
existentes na postura normal e na compressão das articulações principais, como os 
ossos da coluna e os discos da coluna vertebral. 
 
A Audição 
A audição é um dos sentidos mais afetados pelo envelhecimento. As 
dificuldades auditivas iniciam-se a partir dos 40 anos de idade e aumentam 
exponencialmente a partir dos 60. Os sons de alta frequência são mais difíceis de 
serem ouvidos e as mudanças no tom e no discurso passam a ser menos claras e 
perceptíveis. Uma das melhores soluções passa pela utilização de um aparelho 
auditivo. 
 
 
 
https://cuidamos.com/artigos/como-lavar-cabelo-acamado
https://cuidamos.com/artigos/8-causas-possiveis-para-ma-alimentacao-idoso
 
5 
 
A Visão 
A maioria das pessoas que tem mais de 40 anos de idade desenvolve a 
necessidade de utilizar óculos para ver melhor. Com o passar do tempo, é normal que 
a visão vá ficando cada vez mais cansada e desgastada e isso pode conduzir à perda 
da visão noturna e da respetiva acuidade visual. Para não perder a eficácia da sua 
visão, é necessário utilizar óculos que tenham a graduação mais adequada para os 
seus olhos. 
 
Os Ossos 
Durante a vida adulta, os ossos perdem gradualmente o seu conteúdo mineral 
e ficam com menos força, resistência e densidade. Quando as mulheres atingem a 
menopausa, os riscos da perda da densidade óssea são maiores e isso aumenta as 
hipóteses de sofrerem de osteoporose. Para que isso não se suceda, é fundamental 
realizar exercício físico com regularidade, ingerir cálcio e vitamina D diariamente e, 
acima de tudo, evitar fumar ou beber café. 
 
O Metabolismo

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.