Acentuação Gráfica e Reforma Ortográfica
10 pág.

Acentuação Gráfica e Reforma Ortográfica


Disciplina<strong>oficina de Lingua</strong> Portuguesa B6 materiais33 seguidores
Pré-visualização10 páginas
Informações sobre a Reforma Ortográfica
DECRETO Nº 6.583, DE 29 DE SETEMBRO DE 2008.
Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa
Acordo assinado entre os países lusófonos: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné -Bissau, Moçambique,
Portugal, São Tomé e Príncipe e Timo r-Leste.
Todos esses países passarão a grafar as palavras da mesma maneira. Dessa forma, circularão mais
livremente livros, revistas, jornais e documentos.
O Acordo produzirá efeitos somente a partir de 1º de janeiro de 2009.
A i mplementação do Acor do obedecerá ao pe ríodo de transição de de janei ro de 2009 a 31 de
dezembro de 2 012, durante o qual co existirão a norma ortográfica atualmente em vig or e a nova norma
estabelecida.
Este Acordo é meramente ortográfico; restringe -se apenas à l íngua escrita, sem afetar aspecto algum da
língua falada.
A reforma ortográfica altera 2% das palavras, atinge acentos e let ras. Pronúncias, concordâncias,
regências, flexões não se alteram.
O alfabeto da l íngua portuguesa é formado por vinte e seis letras, cada uma delas com uma forma
minúscula e outra maiúscula.
O alfabeto insere as letras K W Y
nos antropônimos (nomes próprios de pessoa) originários de outras línguas e seus derivados:
Byron, byroniano; Darwin, darwinismo; Kant, kantismo; Taylor, taylorista.
nos topônimos (nome próprio de lugar) originários de outras línguas e seus derivados: Kuwait,
kuwaitiano
em siglas, mbolo e mesmo em p alavras adotadas como unidades de medida de curso internacional:
www (Worldwide We b); Y (ítrio); km (quilômet ro)
MUDANÇAS NAS REGRAS DE ACENTUAÇÃO GRÁFICA
AS MUDANÇAS NA ACENTUAÇÃO GRÁFICA SÓ ATINGEM AS PAROXÍTONAS.
OXÍTONAS, PROPAROXÍTONAS E MONOSSÍLABOS TÔNICOS NÃO SE ALTERAM.
CASOS ESPECIAIS
I) DITONGOS ABERTOS ÉU ÓI ÉI
Os ditongos abertos éu(s), ói(s) e éis, no fim de palavras.
SEM ALTERAÇÃO
ÉU céu(s), chapéu(s), mausoléu(s), pitéu, réu(s), troféu(s), véu(s)
ÓI constrói, corrói (de corroer), dói, herói(s), róis (de roer)
ÉI anéis, bacharéis, carretéis, coquetéis, cruéis, fiéis, papéis
Não se acentuam os ditongos fechados ateu, europeus, leite, leis, feias, o apoio, bois.
COM ALTERAÇÃO NAS PAROXÍTONAS
ÉI EI ÓI OI
Não se usa mais o acento dos ditongos abertos éi e ói das palavras paroxítonas
ANTES DO ACORDO com acento
DEPOIS DO ACORDO sem acento
ÉI
assembléia
diarréia
estréia
européia
geléia
idéia
onomatopéico
platéia
prosopopéia
seborréia
traquéia
EI
assembleia
diarreia
estreia
europeia
geleia
ideia
onomatopeico
plateia
prosopopeia
seborreia
traqueia
ANTES DO ACORDO com acento
ÓI
adenóide
ele apóia, eu apóio (verbo apoiar)
bóia
bóia-fria
corticóide
dicróica
espermatozóide
heróico
jibóia
jóia
paleozóico
paranóia
porta-jóias
tireóide
DEPOIS DO ACORDO sem acento
OI
adenoide
ele apoia, eu apoio
boia
boia-fria
corticoide
dicroica
espermatozoide
heroico
jiboia
joia
paleozoico
paranoia
porta-joias
tireoide
RESUMINDO:
ÓI herói (oxítona - com acento) heroico (paroxítona - sem acento)
ÉI papéis (oxítona com acento) - geleia (paroxítona sem acento)
Obs.: destróier, gêiser, Méier
paroxítonas terminadas em r.
O jogador fez uma boa estreia diante da torcida.
A Assembleia Legislativa de BH voltou ao trabalho ontem à noite.
II) HIATOS
a) EEM
COM ALTERAÇÃO
CRÊEM DÊEM LÊEM VÊEM com acento
CREEM DEEM LEEM VEEM sem acento
NÃO se usa mais o acento circunflexo na 3ª pessoa do plural dos verbos CRER, DAR, LER, VER
e derivados
ÊE EE
ANTES DO ACORDO com acento
DEPOIS DO ACORDO sem acento
Eles crêem (verbo crer)
creem
que eles dêem (verbo dar)
deem
relêem (verbo reler)
releem
Eles vêem (verbo ve r)
veem
Eles prevêem (verbo prever )
preveem
Eles provêem (verbo prover)
proveem
Algumas empresas preveem para este ano aumento dos postos de trabalho e dos lucros.
b) OO(s) ÔO OO
NÃO se usa mais o acento das palavras terminadas em ôo(s)
ANTES DO ACORDO com acento
DEPOIS DO ACORDO sem acento
eu abençôo
eu abençoo
eu enjôo (verbo enjoar)
eu enjoo
muito enjôo / os enjôos (substantivos)
muito enjoo / os enjoos
perdôo (verbo perdoar)
perdoo
eu vôo / o vôo / os vôos / sobrevôo
eu voo / o voo / voos / sobrevoos
zôo
zoo
A situação dos aeroportos hoje é normal. Não há cancelamento nem atraso de voos.
c) I e U
Vogais tônicas I e U
SEM ALTERAÇÃO
Quando formam hiato com vogal anterior e ficam sozinhas na sílaba ou acompanhadas de “s”:
com i (s) aí, açaí, arruínam, eles caíram, faísca, genuíno, jesuít a, juíza, país, pre juízo,
proíbo, raízes, restituídos, ruína, saída, nós saímos, veículos.
com u(s) baú, Grajaú, conteúdos, ele reúne, saúde, saúva, balaústre.
Não há acento agudo quando o “i” e o “u” não ficam sozinhas numa só sílaba:
sair, vós sairdes, caindo, raiz, ruins
Antes de nh, o “i” não apresenta acento: bainha, rainha, ladainha
COM ALTERAÇÃO NAS PALAVRAS PAROXÍTONAS PRECEDIDAS DE DITONGO
NÃO se usa mais o acento agudo no i e no u tônicos quando vierem depois de um ditongo.
DEPOIS DO ACORDO sem acento
baiuca
feiura
bocaiuva
Guaiba
Sauipe
Da palavra “cheio”, tem-se cheiinho; de “saia”, saiinha (sem acent o). O acento permanece apenas
nas palavras oxít onas: Piauí, teiú, tuiuiús
III) O TREMA ( desapareceu )
NÃO se usa mais o trema na letra “U” dos grupos que, qui, gue, gui.
A reforma só atinge a grafia, a pronúncia se mantém mesmo sem o trema, a letra U se
fará ouvir.
ANTES DO ACORDO
DEPOIS DO ACORDO