PEÇA RECURSO INOMINADO
3 pág.

PEÇA RECURSO INOMINADO


Disciplina(prática Civil I)9 materiais25 seguidores
Pré-visualização3 páginas
FA CU L D AD E RA I MUN DO MA RI NH O
N Ú CL EO D E PR ÁTI C AS JUR Í D ICA S
ESC R I TÓ RI O MOD E LO I I
PR OF ESSO R A : RI TA MAL TA
A LU N A : L ETÍ C I A MI R EL A CI PR IA NO SI LVA
PE Ç A SIMUL A D A
EX C E LE N TÍSSIMO SE NHOR JU IZ D E D IRE ITO D O JU IZA D O E SPE C IAL
C ÍVE L D A C OMA R C A D E G O S
Processo nº: xxxxxxxxxxx
BA N C O BR A D ES CO, já d evid ament e qualif icad o e d evid ament e represent ad o
por sua ad vogad a inf ra-assinad a, nos precisos t ermos procurat órios em anexo aos aut os
d o processo ref erenciad o em epígraf e, f igura reclamant e por FU LA N O , em f ace da
sent ença d e f ls. X xx, vem pelas razões em anexo, int erpor o present e
R EC U R SO INOMIN A D O
para a E grégia Turma R ecursal d o Juizad o E special C ível, requerend o o recebimento do
recurso, e cumprid as as f ormalid ad es legais, ord ene a remessa d os aut os para inst ância
superior como f orma d a mais d ima just iça.
N est es Termos,
Ped e D ef erimento.
Maceió, 28 d e novembro d e 2019
LE TÍ C I A MI RE LA C I PR I AN O S I LV A
O A B/AL nº xxxxx
A O E G R ÉG IO C OL É G IO R EC U R SA L DO JU IZA D O E SPE C IA L C ÍV EL DA
C OMA R C A D E G OIÁ S
Processo nº: xxxxxxxx
CO N TR AR R A ES A O R EC URSO I N OMI NA DO
Í N C LI TO S JU LG A D O RE S,
Merece ser f ormulad a e ref ormad a a respeit ável sentença, em razão d a corret a apreciação
d as quest ões d e f at o e d e d ireit o, conf orme rest ará d emonst rad o ao f inal.
I - A N Á LI SE D A D EMA N DA E S EU PR O CE SSA MEN TO
A ção ajuizad a nest e Tribunal, d e ind enização por d anos morais e materiais, provocada
por d ébitos lançad os à cont a corrent e d a recorrid a no ano d e 2011 med iante a cobrança
ind evid a d e cart ão d e créd ito, send o est a ja mais solicit ad a.
II SEN TE A R EC O RR I DA
Em sent ença às f ls. XX X , o ped id o f oi julgad o parcialment e proced ent e para cond enar o
banco reclamant e ao pagament o d e : a) ind enização no valor d e R $ 5.000,00 (Cinco mil
reais) à t ít ulo d e d anos morais e b) R $ 10.000,00 (Dez mil reais) à t ít ulo d e d anos sociais
em f avor d o C onselho d a Comunid ad e d e Minaçu/G O . Cont ud o não houve ação
ind ivid ual e nenhum ped id o nesse sent id o.
III D A C O ND E N Ã O E X TR A PE TI TA
A lega-se que a sent ença impugnad a violou os limit es objet ivos d a lid e e,
consequentement e, os art igos 128 e 460 d o Cód igo d e Processo C ivil. Port ant o, ao d ef erir
uma ind enização suplement ar não requerid a pela part e aut ora e, aind a por f at os que não
embasam a pret ensão manif esta na exord ial, mas d ecorrent es d a experiência pessoal do
magist rad o com ações d e nat ureza id ênt ica, o MM Magist rad o singular não d eve d ecid ir
além d o que f oi ped id o, e nem além d o que f oi objet o d o processo, circunst ância est a que
evid encia nít id o julgad o extra petita, além d e benef iciar t erceiro não int egrante d a lid e, o
que é ved ad o pelo art igo 472 d o C ód igo d e Processo C ivil.
PR ELI MI N A RMENTE, requer a suspensão d o processo originário at é o julgament o f inal
d a present e reclamação.
A f irma-se t ambém que o meio processual ad equad o para a d ef esa d os interesses da
colet ivid ad e é a ação civil pública, d isciplinad a pela lei 7.347/85, com rit o próprio, e não
a ação d e nat ureza ind ivid ual, ond e apenas são t ut elad os os interesses d os particulares.
Pad ecend o d este mod o, a legit imid ad e passiva.
Consid era-se aind a, que a cond enação d e of ício a t ít ulo d e d anos sociais, import a violação
aos princípios d a imparcialid ad e e inércia d o magistrad o, d o d evid o processo legal e da
ampla d ef esa, conf igurand o em últ ima análise, hipót ese d e at ivismo jud icial, que é ved ado
pelo ord enament o juríd ico.
I V C O N CL U O
A nt e o expost o, espera que a egrégia Turma Recursal d ê proviment o ao present e recurso,
para acolher a preliminar d e ilegitimid ad e passiva, ext inguind o o processo sem resolução
d o mérito, ou anular a sent ença, d et erminand o a correta instrução d o processo em
aud iência, ou em último caso, red uzir a quant ia para um mont ante just o.
N est es Termos,
Ped e D ef erimento.
Maceió, 28 d e novembro d e 2019
LE TÍ C I A MI RE LA C I PR I AN O S I LV A
O A B/AL nº xxxxx