ECT2304_Aula_09_JHF
25 pág.

ECT2304_Aula_09_JHF


DisciplinaFísica II16.320 materiais274.394 seguidores
Pré-visualização25 páginas
OSCILAÇÕES AMORTECID AS,
OSCILAÇÕES FORÇADAS
ERESSONÂNCIA
Aula 0 9
Prof. José Henrique Fernandez
IFC
2
OSCILAÇÕES AMORTECIDAS
¢Os sistemas oscilantes ideais que foram discutidos até
o momento NÃO possuíam ATRITO. Nesses sistemas
as forças são conservativas, a energia mecânica total é
constante e, quando o sistema começa a oscilar, ele
continua oscilando eternamente sem nenhuma
diminuição da amplitude.
¢Os sistemas reais, contudo, sempre possuem alguma
força não conservativa e a amplitude das oscilações
vai diminuindo com o tempo, a menos que seja
fornecida alguma energia extra para suprir a
dissipação de energia mecânica. Exemplo: relógios de
pêndulo possuem uma mola (você dá “corda”) que
acumula energia potencial usada para suprir a
dissipação de energia mecânica no pivô e nas
engrenagen s. Se você parar de dar corda, em algum
momento, não haverá mais energia extra disponível e
a amplitude das oscilações diminuirá
progressivamente até o pêndulo parar.
OSCILAÇÕES AMORTECIDAS
¢A diminuição da amplitude de oscilação chama-se
amortecimento e o movimento correspondente,
oscilação amortecida
¢O caso mais simples de amortecimento é de uma
força de atrito que seja proporcional à velocidade.
Para o caso de uma mola na horizontal temos:
xx bvF-=
dt
dx
vx=
com
¢Onde bé uma constante que descreve a
intensidade da força de amortecimento (constante
de amortecimento) cuja unidade é kg/s
(verifique!) e o sinal de menos indica que Fxé
sempre oposta a vx