prefeitura-de-varzea-paulista-sp-2019-professor-de-educacao-basica-educacao-infantil-e-fundamental-033ot-referencial-para-organizacao-do-trabalho-pedagogico-e-administrativo-vol-1
262 pág.

prefeitura-de-varzea-paulista-sp-2019-professor-de-educacao-basica-educacao-infantil-e-fundamental-033ot-referencial-para-organizacao-do-trabalho-pedagogico-e-administrativo-vol-1


DisciplinaMetodologia da Geografia151 materiais714 seguidores
Pré-visualização50 páginas
do aluno em seus relatórios individuais (aqueles que devem constar no 
portfólio e, até mesmo, aqueles que os profissionais da saúde - médicos, psicólogos, 
fonoaudiólogos etc... - possam, eventualmente, pedir), pautar conversas com os pais ou 
responsáveis pelo aluno em reuniões e/ou possíveis convocações e, principalmente, para 
replanejar suas ações (para cada aluno individualmente ou para possibilitar agrupamentos), 
a fim de elaborar propostas significativas coerentes com o desenvolvimento dos alunos e 
suas reais necessidades. 
 
5-COMO SELECIONAR AS ATIVIDADES PARA O PORTFÓLIO? 
A) ATIVIDADE DIAGNÓSTICA: 
-São as primeiras atividades que devem ser coletadas para o portfólio. Devem constar 
no portfólio justamente para demonstrar como a criança chegou à escola naquele ano 
letivo; 
-Serão provavelmente: 
* o primeiro desenho livre que ela realizou naquele ano; 
* a primeira escrita do nome (com ou sem o apoio do crachá, dependendo de sua 
capacidade já adquirida); 
* o primeiro desenho em que aparecer claramente a tentativa de desenhar a figura 
humana, ainda que apenas denominada assim, pela própria criança, no caso das garatujas; 
* o primeiro registro de jogo ou contagem (ou outro, conforme descrição em item específico 
no seguimento desde documento) e, 
PREFEITURA MUNICIPAL DE VÁRZEA PAULISTA 
UNIDADE GESTORA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO 
 
REFERÊNCIA PARA ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO E ADMINISTRATIVO DAS UNIDADES ESCOLARES - UGME 
 
118 
* no caso da Etapa II, a primeira proposta de escrita espontânea (ver definição de escrita 
espontânea em item específico no seguimento deste documento), que apareça em uma 
atividade proposta ou em uma produção da criança. 
 
B) DESENHO: 
-O ideal é que seja um desenho LIVRE (sem intervenção nenhuma: colagem ou parte de 
desenho xerocado e que também NÃO seja desenho sobre uma história ou qualquer outro 
tema); 
-Se, porém, por qualquer motivo, não houver evolução demonstrada num desenho livre, 
pode-se coletar então um desenho sobre uma história ou qualquer outro tema, como, por 
exemplo, o desenho solicitado para registrar uma brincadeira, e deixar como última opção, 
a coleta do desenho com intervenção; 
-Há ainda a possibilidade de fotografar e imprimir em cores, por exemplo: um desenho 
que a criança tenha feito numa proposta de atividade ao ar livre com giz de lousa no chão 
ou na parede do pátio, com pincel no papel Kraft ou com canetão/ giz na própria lousa da 
classe. Para que isso seja possível é preciso que o professor esteja atento e registre todas 
essas oportunidades quando oferecidas às crianças. 
-Atente-se ao número de desenhos livres selecionados: se em excesso, pode-se adequar 
a quantidade garantindo que seja possível visualizar os avanços significativos da criança; 
 
C) FIGURA HUMANA: 
-Não é necessário coletar uma atividade específica em que apareça SÓ o desenho da 
figura humana; 
-Nas atividades cotidianas, a figura humana aparecerá, geralmente, inserida, 
contextualizada num desenho qualquer da criança. Neste caso, basta identificar no verso da 
folha, que ali consta a amostra da evolução da figura humana, mas SEM interferir na 
produção da criança, circulando, por exemplo, onde a figura humana se encontra em meio 
ao desenho; 
-Evitar a coleta de atividades nas quais a figura humana seja feita a partir de um 
desenho com intervenção; 
-No caso do Maternal II, quando os desenhos ainda forem garatujas, pode-se \u201clegendá-
los\u201d a lápis, caso a criança demonstre interesse em nomear os elementos que desenhou, no 
rodapé ou no verso. 
 
D) ESCRITA DO NOME: 
PREFEITURA MUNICIPAL DE VÁRZEA PAULISTA 
UNIDADE GESTORA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO 
 
REFERÊNCIA PARA ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO E ADMINISTRATIVO DAS UNIDADES ESCOLARES - UGME 
 
119 
-O nome deve ser escrito sempre em situações de uso social significativo como, por 
exemplo: para identificar as atividades; em tarjas que componham uma brincadeira; na 
lousa numa escrita do ajudante do dia; com letras móveis sobre a mesa numa brincadeira 
ou mesmo coladas numa folha ou tarja, evitando-se uma folha específica para o portfólio; 
-O ideal é que a atividade onde a evolução na escrita do nome foi observada apareça 
integralmente no portfólio, da maneira como foi oferecida à criança; 
-Caso o professor opte por demonstrar a evolução da escrita do nome numa folha 
específica para o portfólio, o que não é ideal por descontextualizar o acontecimento, ainda 
assim deve preocupar-se em coletar escritas significativas, mesmo que, para isso, precise 
xerocar a escrita feita numa atividade comum, recortar e colar essa escrita nessa folha 
específica. 
 
E) RACIOCÍNIO LÓGICO (JOGOS): 
-Além do registro específico de um jogo, essa atividade pode ser entendida também 
como o registro de qualquer brincadeira ou atividade em que o professor consiga 
diagnosticar (no início do ano) e/ou observar a evolução (no decorrer do ano) dos alunos 
em alguns conceitos de MATEMÁTICA que devem ser desenvolvidos durante a Educação 
Infantil: 
*A contagem termo a termo (lembrando que isso só ficará claro na atividade mediante a 
observação do professor, por escrito); 
*A recitação da sequência numérica na ordem correta (com a observação do professor 
sobre até qual número a criança o faz e a partir de qual número a criança precisa de ajuda, 
caso ela precise); 
*O reconhecimento dos números, ainda que para isso, a criança use um cartaz ou 
calendário expostos na classe como referência ou precise da ajuda do professor ou de um 
colega, desde que essa observação conste na atividade; 
*A notação numérica (escrita do número), caso seja necessária e significativa para o 
registro do jogo/ brincadeira ou da atividade; 
*A resolução de problemas: é importante observar de quais estratégias a criança se vale 
para solucionar os conflitos que surgem nos momentos dos jogos. Quando a criança 
apresenta avanços nessa área, é relevante que se registre no portfólio. 
Observação importante: Se a criança precisar de ajuda, deve ser relatado como ocorreu 
a intervenção; a ajuda não deve ser negada no momento da atividade. 
 
F) ESCRITA ESPONTÂNEA: 
PREFEITURA MUNICIPAL DE VÁRZEA PAULISTA 
UNIDADE GESTORA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO 
 
REFERÊNCIA PARA ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO E ADMINISTRATIVO DAS UNIDADES ESCOLARES - UGME 
 
120 
-Aqui é preciso fazer uma observação muito importante: escrita espontânea não é só 
aquela escrita que a criança faz por vontade própria, independente de uma proposta do 
professor, mas toda escrita autoral da criança, aquela que ela faz sozinha, de acordo com 
o que pensa e já sabe a respeito do sistema de escrita, mesmo que seja realizada a partir 
da proposta feita pelo professor; 
-Ainda assim, nessa coleta, NÃO cabem escritas propostas especificamente para o 
portfólio que lembrem avaliações, como a sondagem, por exemplo, com desenhos de 
figuras aleatórias ou do mesmo campo semântico e uma linha em branco na frente para a 
criança escrever o nome dessas figuras; 
-A atividade ideal para coleta da escrita espontânea é aquela que, bem como em todas 
as outras, acontece nas propostas cotidianas e que seja SIGNIFICATIVA, ou seja, com função 
social clara, como por exemplo: 
*A escrita do(s) nome(s) de seu(s) brinquedo(s) e/ou brincadeira(s) preferida(s) 
(desde que essa atividade esteja contextualizada, inserida, por exemplo, num projeto ou 
sequência sobre \u201cBrinquedos e Brincadeiras\u201d); 
*A escrita de sua merenda ou colação preferida numa tarja para a montagem de 
um gráfico sobre os alimentos preferidos das crianças, dentre os oferecidos na 
escola (desde que essa atividade esteja contextualizada, inserida, por exemplo, num 
projeto ou sequência sobre \u201cAlimentação Saudável\u201d); 
*A escrita do título de sua(s) história(s) preferida(s) (desde que essa atividade 
esteja contextualizada, inserida, por exemplo, num projeto ou sequência sobre 
\u201cLiteratura Infantil\u201d);