3º simulado SAS - 2º dia 2017
32 pág.

3º simulado SAS - 2º dia 2017


DisciplinaRedação9.434 materiais1.605.197 seguidores
Pré-visualização11 páginas
primordial da Terra 
primitiva.
 D ideias de que a Terra primitiva, semelhante ao modelo do experimento, seria propícia à formação das primeiras 
biomoléculas. 
 E seres vivos são complexos de tal modo que não são originados por processos naturais, mas por processos guiados 
por uma criação especial.
QUESTÃO 120
Um dos grandes problemas técnicos na indústria de alimentos é a rancificação de óleos e gorduras. A rancificação 
é uma decomposição hidrolítica ou oxidativa, que resulta na liberação de compostos que provocam o gosto rançoso. A 
rancificação hidrolítica é catalisada por enzimas bacterianas ou por enzimas presentes na própria oleaginosa. 
Uma forma de evitar a rancificação hidrolítica é a técnica de branqueamento, que consiste em provocar um choque 
térmico nos alimentos em um curto período de tempo de aplicação com o objetivo principal de 
 A volatizar os ácidos graxos produzidos pela hidrólise. 
 B vaporizar toda a água presente, evitando a hidrólise.
 C acelerar a reação química, intensificando a hidrólise.
 D neutralizar os ácidos graxos produzidos pela hidrólise.
 E inativar as enzimas, reduzindo a velocidade da hidrólise.
QUESTÃO 121
Durante uma investigação do pH de uma amostra de água, um bioquímico utilizou uma série de indicadores 
ácido-base. A tabela a seguir apresenta os indicadores utilizados, com seus respectivos intervalos de viragem e o 
resultado da análise. 
Nome do
indicador
Intervalo de transição 
(pH)
Mudança
de cor
Resultado da análise 
da amostra de água
Azul de bromofenol 3,0-4,6 Amarelo para azul Azul
Verde de bromocresol 4,0-5,4 Amarelo para azul Verde
Vermelho de metila 4,2-6,2 Vermelho para amarelo Laranja
Azul de bromotimol 6,0-7,6 Amarelo para azul Amarelo
Vermelho de fenol 6,8-8,2 Amarelo para vermelho Amarelo
Fenolftaleína 8,0-10,0 Incolor para vermelho Incolor
Um possível valor de pH para a água em análise é 
 A 3,4.
 B 4,8.
 C 6,6.
 D 8,3.
 E 9,2.
2017_PA_3oENEM_CN_2oDIA _CAD_AZUL.indd 12 21/07/2017 08:09:08
CN \u2013 3o Simulado SAS ENEM \u2013 2o dia | Página 13
2017
QUESTÃO 122
O relógio \u2013 Evolução e suas influências nas 
navegações
Na época das Grandes Navegações, nos séculos XIV 
e XV, surgiu a necessidade de um relógio náutico muito 
preciso para a determinação da longitude. Os relógios 
de pêndulo não eram eficientes, devido ao balanço das 
embarcações [...]. A solução veio com os relógios náuticos 
a balancim, baseados no sistema massa-mola.
GUIMARÃES, O. CARRON, W. As faces da física. 3. ed. v. único. São Paulo: Moderna, 2006. 
(adaptado)
A vantagem da utilização de relógios náuticos a balancim 
frente aos baseados em pêndulo simples é que
 A sua frequência de oscilação não influencia a precisão 
da medição.
 B sua amplitude de oscilação menor aumenta a precisão 
da medição.
 C seu período de oscilação não é influenciado pela 
massa do objeto.
 D seu período de oscilação é pouco influenciado pelo 
balanço da embarcação.
 E seu período de oscilação depende apenas da 
constante elástica da mola.
QUESTÃO 123
Em um dia muito quente, a temperatura na casa de 
André chegou a 30 ºC. A fim de minimizar o calor, ele 
tenta resfriar o ambiente utilizando uma geladeira. Para 
isso, isola termicamente um pequeno quarto e, em seu 
interior, liga a geladeira, regulando seu termostato para 
5 ºC e mantendo sua porta aberta. A fonte de energia da 
geladeira é um gerador à gasolina, que também fica no 
interior do pequeno quarto, não ligado à rede elétrica.
Após bastante tempo, a medida adotada por André fará 
com que a temperatura no pequeno quarto fique
 A entre 5 e 30 ºC, pois, considerando a conservação da 
energia, a geladeira absorve o calor cedido pelo ar.
 B maior que 30 ºC, pois o calor produzido pela geladeira 
é maior que o absorvido para resfriar o ar em seu 
interior.
 C entre 5 e 30 ºC, pois todas as moléculas de ar do 
quarto tendem a oscilar com a mesma energia 
cinética.
 D igual a 5 ºC, pois a geladeira funciona como um 
reservatório térmico, resfriando continuamente o 
ambiente.
 E maior que 30 ºC, pois a energia total no interior do 
quarto não é conservada, já que a geladeira é ligada 
a um gerador.
 
QUESTÃO 124
Aceleradores de partículas são equipamentos 
utilizados para aumentar a velocidade de partículas 
eletricamente carregadas, provocando sua colisão. Certos 
modelos são compostos por um campo elétrico que 
atua em uma região onde as partículas são aceleradas 
em uma trajetória retilínea até determinada velocidade. 
Em seguida, elas são enviadas a uma segunda região, 
onde ficam sujeitas apenas a um campo magnético. 
Nessa segunda região, devido ao campo magnético, as 
partículas realizam um movimento circular uniforme. A 
figura a seguir ilustra esquematicamente um acelerador 
de partículas e um eixo cartesiano fixo em seu centro.
Região de campo 
magnético
Região de campo 
elétrico
x
y
z
Para que um próton, ao ser acelerado pelo campo 
elétrico, realize um movimento circular na região de 
campo magnético com o sentido indicado na figura, esse 
campo magnético deve ser paralelo ao eixo
 A x, com sentido igual ao desse eixo.
 B x, com sentido contrário ao desse eixo.
 C y, com sentido contrário ao desse eixo.
 D z, com sentido contrário ao desse eixo.
 E z, com sentido igual ao desse eixo.
 
2017_PA_3oENEM_CN_2oDIA _CAD_AZUL.indd 13 21/07/2017 08:09:08
CN \u2013 3o Simulado SAS ENEM \u2013 2o dia | Página 14
2017
QUESTÃO 125
Em um experimento, um professor dispõe de dois 
copos de vidro idênticos e de duas bandejas, uma de 
metal e outra de madeira. Ele aquece igualmente os dois 
copos e os coloca, rápida e simultaneamente, sobre as 
duas bandejas, um copo em cada uma. Um dos copos, 
logo após encostar na bandeja, estoura, enquanto o 
outro não. O professor explica que houve uma rápida 
variação de temperatura na base do copo que estourou, 
provocando, nessa região, uma contração térmica que 
não foi acompanhada pelo restante do copo, fazendo-o 
estourar.
Nessa situação, o copo que não estourou é aquele 
colocado sobre a bandeja de
 A metal, pois este entra em equilíbrio térmico mais 
rapidamente que a madeira. 
 B madeira, pois a temperatura inicial desta é maior que 
a da bandeja de metal. 
 C madeira, pois a condutividade térmica desta é menor 
que a do metal.
 D madeira, pois a capacidade térmica desta é menor 
que a do metal.
 E metal, pois o calor específico deste é maior que o da 
madeira.
QUESTÃO 126
Em uma aula sobre a cor dos objetos, um professor 
de Física apresenta o diagrama a seguir, que ilustra a 
mistura das cores primárias ciano, magenta e amarelo.
Magenta
Verde
Ciano Amarelo
VermelhoAzul
Preto
O professor explica que um objeto composto por 
pigmentos de cor verde, por exemplo, ao ser iluminado 
por luz branca, é percebido como verde, absorvendo as 
demais cores. 
Para fazer um experimento, o professor utiliza um 
laser de cor verde e várias bexigas, compostas por 
uma ou duas cores primárias. Devido à alta intensidade 
do laser, quando ele é apontado para uma bexiga que 
absorve algum pigmento de sua cor, consegue estourá-la. 
De acordo com essas informações, esse laser consegue 
estourar uma bexiga de cor
 A azul, mas não estoura uma verde.
 B azul, mas não estoura uma magenta.
 C verde, mas não estoura uma magenta.
 D verde, mas não estoura uma vermelha.
 E vermelha, mas não estoura uma magenta.
QUESTÃO 127
Os primeiros detergentes produzidos apresentavam 
problemas com relação à degradação pelo meio ambiente, 
tornando-se altamente poluidores, pois permaneciam nas 
águas de rios, lagos etc. por um período muito grande. 
Nesse caso, devido à permanente agitação das águas, 
causavam a formação de muita espuma, cobrindo a 
superfície de rios, estações de tratamento e redes de 
esgoto. Devido a esse fato,