A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
93 pág.
Apostila 2019 Clínica Cirúrgica-livro 01-Quality Educação Médica - Revalida

Pré-visualização | Página 25 de 32

cais eram túrgidas e, à ausculta, o médico constatou que o murmúrio vesicular estava abolido à direita, com movimento 
paradoxal, dor e hipertimpanismo à percussão no mesmo hemitórax. As bulhas cardíacas eram normofonéticas. A conduta 
mais adequada para esse paciente é
A) drenagem pericárdica por punção.
B) drenagem torácica em selo d'água.
C) drenagem pericárdica por janela pericárdica.
D) drenagem torácica com válvula de Heimlich.
E) toracocentese de alívio
Questão 05
QUALITY
EDUCAÇÃO MÉDICA
68
CLÍNICA CIRÚRGICACLÍNICA CIRÚGICA
 Um paciente com 22 anos de idade é trazido pelo Corpo de Bombeiros ao Pronto-Socorro, com colar cervical em 
tábua rígida. Refere que foi vítima de colisão automobilística e que está com dor no hipocôndrio esquerdo. Ao exame físico, 
apresenta: mucosas hipocoradas, pressão arterial = 90 × 40 mmHg, pulso fino, de 120 bpm, frequência respitatória = 30 
irpm; abdome com sinais de fratura de arcos costais à esquerda, com dor à palpação e renitência de parede abdominal. 
Qual deve ser a sequência correta do atendimento?
A) Entubação orotraqueal, acesso venoso central e encaminhamento para tomografia de abdome.
B) Sedação, intubação orotraqueal e laparotomia de emergência pelo quadro de choque hemorrágico evidente.
C) Máscara de oxigênio, acesso venoso bilateral, infusão imediata de dois litros de soro fisiológico ou Ringer lactato e 
reavaliação do choque.
D) Sedação pelo choque emocional, acesso venoso bilateral, infusão imediata de dois litros de soro fisiológico ou ringer e 
tomografia de abdome
 Homem com 28 anos de idade chega ao Serviço de Urgência de um hospital de atenção secundária cerca de 30 
minutos após colisão automobilística. Está confuso, queixando-se de muita falta de ar e dor no hemitórax direito. Apresenta 
uma fratura fechada da tíbia direita, sem sangramento ativo. Ao exame físico mostra-se descorado (++/++++), frequência 
cardíaca = 128 bpm, pressão arterial = 90 x 60 mmHg e frequência respiratória = 40 irpm. A ausculta pulmonar revela 
murmúrio vesicular ausente à direita. A percussão mostra macicez do hemitórax direito. O oxímetro de pulso mostra satura-
ção de oxigênio de 92% (ar ambiente). O paciente apresenta várias escoriações pelo corpo. A conduta mais adequada 
para este paciente, após aferição da permeabilidade de vias aéreas, estabilização da coluna cervical e oxigenoterapia suple-
mentar, é a realização de:
A) punção pericárdica no espaço subxifóide.
B) drenagem pleural no 2.º espaço intercostal na linha hemiclavicular.
C) radiografia simples de tórax no leito para diagnóstico definitivo e posterior conduta.
D) punção torácica com cateter de grosso calibre no 2.º espaço intercostal na linha hemiclavicular.
E) drenagem pleural no 5.º espaço intercostal na linha axilar anterior, com preparo de material para autotransfusão.
Questão 06
Questão 07
QUALITY
EDUCAÇÃO MÉDICA
69
CLÍNICA CIRÚRGICACLÍNICA CIRÚGICA
 Um paciente de 23 anos de idade, vítima de um assalto ao sair da faculdade, sofreu ferimento por arma branca em 
parede abdominal anterior há 30 minutos. Foi levado pelos colegas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Está assinto-
mático, e como o local era pouco iluminado, não viu o tamanho da faca. Ao exame físico, há um ferimento inciso horizontal 
(2,5 centímetros) na região hipogástrica a cerca de 3 cm à direita da linha alba, apresentando mínimo sangramento, dor 
abdominal apenas no local do ferimento, sem sinais de irritação peritoneal, pressão arterial = 120 x 80 mmHg, frequência 
cardíaca = 92 bpm, mucosas normocoradas e enchimento capilar ungueal normal
Qual seria a conduta adequada a ser tomada nesse caso?
A) Suturar o ferimento e encaminhar o paciente ao serviço de cirurgia para realização de tomografia computadorizada de 
abdome.
B) Realizar radiografias simples e ortostática de abdome e tórax, e manter o paciente em observação, se não houver acha-
dos positivos.
C) Realizar a exploração local do ferimento da parede abdominal e definir conduta de acordo com a presença ou não de 
violação peritoneal.
D) Não suturar o ferimento e encaminhar o paciente imediatamente ao serviço de cirurgia para realização de laparotomia 
exploradora.
 Uma menina com 12 anos de idade foi atendida em hospital de grande porte com trauma abdominal contuso 
devido à queda de bicicleta. Relata que o acidente ocorreu há 30 minutos e refere dor abdominal intensa, com escoriações 
na região umbilical e no flanco esquerdo e palidez cutânea. Apresenta pressão arterial = 75 x 50 mmHg; frequência cardía-
ca = 124 bpm; peso = 31 kg. Durante o atendimento foi realizada avaliação ultrassonográfica direcionada para trauma 
(FAST) na sala de emergência, cujo resultado evidenciou moderada quantidade de líquido (aproximadamente 150 ml) no 
quadrante superior, entre o baço e o rim esquerdo. Após administração de analgésico e infusão de 500 ml de solução 
cristaloide por via endovenosa, a paciente relatou melhora da dor e apresentou os seguintes sinais vitais: pressão arterial 
= 90 x 70 mmHg; frequência cardíaca = 100 bpm.
A conduta indicada nesse caso é
A) realizar lavado peritoneal diagnóstico.
B) transfundir 10 ml/kg de concentrado de hemácias.
C) realizar, imediatamente, tomografia computadorizada do abdome.
D) indicar laparotomia exploradora para avaliar a ocorrência de lesão traumática do baço
Questão 08
Questão 09
QUALITY
EDUCAÇÃO MÉDICA
70
CLÍNICA CIRÚRGICACLÍNICA CIRÚGICA
 Um paciente, com 43 anos de idade, foi vítima de acidente automobilístico com colisão frontal, em que o volante 
foi quebrado com o impacto. O paciente apresenta frequência respiratória de 23 irpm, pressão arterial = 80 × 60 mmHg, 
turgência jugular bilateral e pulso radial fraco, que desaparece à inspiração profunda. Apresenta ainda escala de coma de 
Glasgow = 13. Foi iniciado o tratamento do paciente com oxigenioterapia, duplo acesso venoso e hidratação parenteral. 
Foi encaminhado para investigação complementar quando apresentou piora súbita com choque circulatório. Qual dos 
seguintes procedimentos deve ser realizado antes de encaminhar o paciente ao Centro Cirúrgico?
A) Pericardiocentese.
B) Toracocentese diagnóstica bilateral.
C) Drenagem pleural a selo d'água no quinto espaço intercostal.
D) Descompressão pleural por punção no segundo espaço intercostal
 Uma mulher de 18 anos dá entrada na Unidade de Emergência com ferimento cervical por arma branca. A paciente 
encontra-se orientada, porém muito assustada. À admissão, os sinais vitais da paciente são: saturação de O2 = 96%; 
pressão arterial = 110x75mmHg; frequência cardíaca = 112bpm. O exame do pescoço evidencia um ferimento lacerocon-
tuso de 1,5cm, não sangrante, sem escape de ar ou saliva, localizado em zona II à direita. Nesse caso, a conduta adequada 
a ser adotada na Unidade de Emergência é: 
A) realizar endoscopia digestiva alta, laringoscopia, tomografia e arteriografia cervical 
B) realizar cervicotomia exploradora de forma mandatória devido à alta probabilidade de lesões associadas 
C) explorar o ferimento sob anestesia local e, se a lesão ultrapassar o platisma, indicar cervicotomia exploradora 
D) suturar a lesão se o quadro clínico se mantiver estável, pois a extensão da lesão não demanda abordagem cirúrgica 
Questão 10
Questão 11
 Uma mulher com 28 anos de idade, com classificação pré-anestésica ASA I, será submetida a um procedimento 
de dermolipectomia abdominal sob anestesia geral. A paciente foi monitorizada com eletrocardiograma, oximetria de pulso 
e capnografia.
Com relação aos procedimentos relacionados à anestesia geral, assinale a alternativa correta.
A) Deve-se optar pela indução inalatória porque ela proporciona menor desconforto ao paciente e permite sua rápida 
entubação.
B) A profundidade anestésica,