A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
39 pág.
SEMÂNTICA E ESTILÍSTICA- PROVA

Pré-visualização | Página 1 de 3

Prova Online 
Disciplina: - SEMÂNTICA E ESTILÍSTICA 
Abaixo estão as questões e as alternativas que 
você selecionou: 
QUESTÃO 1 
Nos ambientes profissionais um item lexical pode adquirir 
um certo número de significados específicos gerando 
polissemia. É o que acontece com a palavra 
 
 
 
a ) 
 CANO, que na linguagem comum designa "toda espécie de tubo que 
permita escoamento de líquidos ou gases". 
 
 
 
b ) 
 BARRIGA, que no jargão da imprensa significa "informação falsa 
divulgada por jornal, revista". 
 
 
 
c ) 
 LARANJA, que na gíria contemporânea designa "pessoa que efetua, 
por ordem de terceiros, transações irregulares ou fraudulentas". 
 
 
 
d ) 
 PNEUMONIA, que na linguagem médica significa "inflamação 
pulmonar causada por bactérias, vírus etc." 
 
 
QUESTÃO 2 
Assinale a única série com palavras que se associam 
morfossemanticamente por pertencerem à mesma família 
etimológica. 
 
 
 
a ) 
 Caro, carente, carecer, precário. 
 
 
 
b ) 
 Cara, careta, carapuça, descarado. 
 
 
 
c ) 
 Couro, courear, coragem, encouraçado. 
 
 
 
d ) 
 Cura, curar, curandeiro, descurar. 
 
 
QUESTÃO 3 
"Na lata do poeta tudonada cabe / Pois ao poeta cabe 
fazer / Com que na lata venha caber / O incabível." 
Na música "Metáfora", Gilberto Gil emprega um 
neologismo que justapõe dois pronomes indefinidos. 
Esse recurso está corretamente interpretado na seguinte 
alternativa: 
 
 
 
a ) 
 embora expressiva, a criação do poeta gera ambiguidade em relação 
à lata, pois o tudonada não é incabível. 
 
 
b ) 
 por serem dois indefinidos, sua substantivação é injustificável e 
contraria as regras de formação de palavras do português. 
 
 
 
c ) 
 se o poeta afirma que na sua lata cabe o incabível, é coerente dizer 
que, nela, cabe também o tudonada. 
 
 
 
d ) 
 como não houve o uso do hífen, o neologismo deixa de ser estilístico 
e passa a caracterizar um desvio ortográfico. 
 
QUESTÃO 4 
"O colégio era grande como uma cidadela, todo fechado 
em muros altos. Por dentro, pátios quadrados, varandas 
brancas entre pitangueiras, numa quietude mourisca de 
claustro. De um lado vivíamos nós, as pensionistas, 
ruidosas, senhoras da casa, estudando com doutores de 
fora, tocando piano, vestindo uniforme de seda e flanela 
branca." 
O trecho acima, extraído do capítulo III de As Três 
Marias, de Rachel de Queiroz, exemplifica uma situação 
em que 
 
 
 
a ) 
 a personagem e a narradora se contrapõem. 
 
 
 
b ) 
 a narradora faz uma descrição estática. 
 
 
 
c ) 
 o conflito narrativo tem o apoio da narradora. 
 
 
 
d ) 
 o conteúdo memorial supera o descritivo. 
 
 
QUESTÃO 5 
A única opção que contém um trecho com uma paráfrase 
autoral de texto acadêmico é: 
 
 
 
a ) 
 O discurso indireto pressupõe mudanças estruturais no discurso 
apreendido e que haja um discurso interior. Quem cita apreende o dito 
e o recoloca em seu próprio discurso. Segundo Bakhtin, esse 
processo de escolha é social e ideologicamente marcado e constitui-
se em uma espécie de réplica interior ao discurso de outrem. 
 
 
 
b ) 
 Pesquisadores envolvidos com as particularidades do pensamento 
bakhtiniano e com sua produtividade na construção do conhecimento 
situam, em sua origem, conceitos como análise e teoria do discurso, 
diálogo, interdiscursividade e intertextualidade, e realizam leituras de 
textos e discursos estimulados por eles. 
 
 
 
c ) 
 Foi em 1895, em Oriol, parte da futura União Soviética, que nasceu 
Bakhtin. Estudou nas Universidades de Odessa e de São Petersburgo, 
diplomando-se em História e Filologia, em 1918. Participou de um 
círculo de intelectuais, entre os quais se registram Volochinov e 
Medviédiev, que se tornaram seus amigos e discípulos. 
 
 
 
d ) 
 Bakhtin afirma: "O que chamamos de psicologia do corpo social 
realiza-se, materializa-se, sob a forma de interação verbal. Se 
considerada fora desse processo real de comunicação e de interação 
verbal, a psicologia do corpo social se transforma num conceito 
metafísico ou mítico." 
 
 
QUESTÃO 6 
O estudo da estilística sintática, no âmbito do período, é o 
estudo da expressividade, da pertinência e da coesão 
que existe 
 
 
 
a ) 
 na rigorosa observação das normas de colocação, regência e 
concordância. 
 
 
 
b ) 
 no relacionamento que as orações mantêm entre si no enunciado. 
 
 
 
c ) 
 no liberalismo linguístico defendido pelos gramáticos do final do 
século XX. 
 
 
 
d ) 
 na produção escrita de textos literários, jornalísticos e científicos. 
 
 
QUESTÃO 7 
"A mesa é velha, me acompanha desde menino: destas 
antigas, com uma gradinha de madeira em volta, como as 
de tabelião do interior." 
 
Fernando Sabino não usou conector entre as duas 
primeiras orações desse fragmento. A vírgula e o 
contexto mostram que as duas ideias podem ser 
associadas coerentemente, como fica explícito em: 
 
 
a ) 
 A mesa é velha, embora me acompanhe desde menino (...) 
 
 
 
b ) 
 A mesa é velha, e me acompanha desde menino (...) 
 
 
 
c ) 
 A mesa é velha, ou me acompanha desde menino (...) 
 
 
 
d ) 
 A mesa é velha, enquanto me acompanha desde menino (...) 
 
 
QUESTÃO 8 
Que importa a paisagem, a Glória, a baía, a linha do 
horizonte? 
- O que eu vejo é o beco. 
("Poema do Beco", Manuel Bandeira) 
 
No primeiro verso, o poeta 
 
 
 
a ) 
 emprega uma pergunta retórica baseada na redundância de 
substantivos. 
 
 
 
b ) 
 estabelece uma correspondência entre inversão sintática e efeito 
semântico. 
 
 
 
c ) 
 adota um tipo de concordância ideológica entre o verbo e o sujeito. 
 
 
 
d ) 
 constrói uma sequência progressiva coerente entre os núcleos do 
sujeito. 
 
 
QUESTÃO 9 
A manchete de um jornal diz "Zumbi: o feriado do ano 
mais violento em estradas". Assinale a opção que contém 
um comentário correto a respeito do posicionamento do 
adjetivo "violento". 
 
 
 
a ) 
 O título não emprega nenhum verbo, o que deixa vazios semântico-
estruturais na frase. 
 
 
 
b ) 
 A ambiguidade ocorre porque violento foi o feriado, e não o ano, 
como parece. 
 
 
 
c ) 
 O adjetivo tem posição facultativa no português e admite 
concordância com hipálage. 
 
 
 
d ) 
 A expressividade ocorre pela expansão do adjetivo aos substantivos 
"feriado" e "ano". 
 
 
QUESTÃO 10 
"Às vésperas do Natal, os soteropolitanos saíram às 
compras neste sábado para garantir os últimos presentes 
e os preparativos para a ceia natalina. A 
Superintendência de Engenharia de Tráfego (SET) 
registrou trânsito intenso e engarrafamentos nas regiões 
das avenidas Sete de Setembro e Joana Angélica." 
(Correio da Bahia, 20/12/2008) 
 
A respeito das relações semânticas presentes nesse 
texto, é correto dizer que 
 
 
a ) 
 a notícia dá mais destaque à informação sobre a época do ano do 
que às compras. 
 
 
 
b ) 
 a preposição "para" introduz uma característica para "últimos 
presentes". 
 
 
 
c ) 
 o substantivo "soteropolitanos" é um termo erudito inadequado para o 
leitor. 
 
 
 
d ) 
 a referência ao comércio está em inferioridade em relação ao trânsito. 
 
 
 Prova Online 
Disciplina: - SEMÂNTICA E 
ESTILÍSTICA 
Abaixo estão as questões e as 
alternativas que você 
selecionou: 
QUESTÃO 1 
Não é raro encontrar-se na 
linguagem da imprensa o uso de 
referências intertextuais com obras 
literárias. É o que ocorre na seguinte 
chamada de jornal, que remete a um 
conhecido verso de Vinicius de 
Moraes: 
 
 
 
a ) 
 Uma visão do Brasil sem sabiá e sem 
palmeiras. 
 
 
 
b ) 
 Mulheres apaixonadas: nosso vôlei é 
campeão. 
 
 
 
c ) 
 As gordinhas que me desculpem, mas 
chocolate é fundamental. 
 
 
 
d ) 
 James Bond: reaparece o herói com algum 
caráter. 
 
 
QUESTÃO 2 
O estudo da variação na altura, 
intensidade, tom, duração e ritmo da 
fala tem o nome de 
 
 
 
a ) 
 acústica. 
 
 
 
b ) 
 prosódia. 
 
 
 
c )