A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
prova le gabarito 11 11

Pré-visualização | Página 1 de 7

Aluno: MARLIZE FABIANE MULLER
1-As aulas de arte permitem confrontar o que os alunos estão fazendo em suas práticas pedagógicas e o que a arte propõe como questão no contexto cultural da atualidade. A relação que as aulas de arte e os eventos culturais permitem estabelecer é: Assinale entre as alternativas abaixo, a que está correta.
a) 4646
b) s
c) s (correta)
d) 
2-Em 1816, com a vinda da Missão Francesa para o Brasil, criou-se a Academia Imperial de Belas-Artes, se
contratou artistas que ensinavam no Instituto de França e que, na época, faziam a vanguarda. Joachim Lebreton
 foi convidado pelo rei para formar e organizar um grupo de artistas que se dispusesse a vir ao Brasil para
ensinar na Academia. O Brasil, até então, não tinha uma escola de Arte. Os artistas, que trouxeram o estilo-
neoclássico ou academicismo e influenciariam ostensivamente na mudança de padrão estético no Brasil,
tinham, além da Academia, também, a função de incrementar a vida na Colônia. Nesse período, o Barroco
brasileiro estava em pleno desenvolvimento e, mesmo tendo sido importado de Portugal, já apresentava um
caráter diferenciado. Assim, podemos dizer que a arte barroca I. Não era ainda uma arte eminentemente
brasileira, mas, semelhante ao Barroco português, espanhol e italiano. II. Era sem duvida uma cópia do Barroco
Português. III. Trazia a sensualidade e a expressividade do brasileiro, do mestiço, ou seja, era uma arte
autêntica e, em função disso, o povo se identificava plenamente com ela. IV. Foi modificada pelos artistas
populares e artífices portugueses que haviam chegado ao Brasil. É correto o que se afirma em: 
a) I
b) II
c) III (correta)
d) I, II, III
3-De acordo com a Pedagogia Tradicional, cabe à escola o preparo intelectual do homem. Iniciou-se no século XIX,
estendendo-se por um grande período do século XX.
Leia atentamente as afirmações que seguem:
I- A Pedagogia Tradicional preocupa-se com a universalização do conhecimento.
II- Na Pedagogia Tradicional, o treino intensivo, a repetição e a memorização são formas pelas quais o
professor, elemento principal do processo de ensino e aprendizagem, transmite ao aluno o acervo de
informações.
III- Na Pedagogia Tradicional, os alunos são receptores passivos, aos quais não é permitido nenhuma forma de
manifestação.
IV- Na Pedagogia Tradicional, os conteúdos transmitidos são verdades absolutas, contudo, são associados à
vivência e à realidade social de cada aluno.
 É correto apenas o que se afirma em:
 a) Todas estão CORRETAS
b) I, II e IV
c) I, II e III (correta)
d) Todas estão INCORRETAS
4-A arte, na realidade contemporânea, deve ser compreendida dentro de um contexto que abarque várias
culturas, igualmente consideradas e respeitadas, sobretudo na escola, de forma que acrescente, enriqueça,
sensibilize e, assim, promova um conhecimento significativo. Para que a escola promova uma educação
intercultural, respeitosa das inúmeras identidades, é preciso que comece por repensar a seleção e a forma de
conduzir os conteúdos, conseqüentemente, também a maneira de ensinar, uma vez que a construção de uma
realidade intercultural requer, imperativamente, um “[...] método cuja proposta essencial reside na valorização
das diferenças, tendo em vista a sua integração harmônica e equânime” (FLEURI, 2003). Diante da perspectiva
exposta no texto acima, avalie as aï¬Ârmativas que seguem:
I) A formação de professores deve, também, ser uma formação intercultural, de forma que permita
ao educador levar para a sua sala de aula um novo olhar, um olhar construído na interculturalidade, que amplie
os seus referenciais e, assim, construa, também, novos significados.
II) A escola é capaz de garantir, sozinha, a construção de uma sociedade mais igualitária,
democrática e de evitar a sua degradação.
III) É necessário preconizar um ensino de arte por meio do qual as diferenças culturais sejam vistas
como recursos que permitam ao indivíduo desenvolver seu próprio potencial humano e criativo, diminuindo o
distanciamento existente entre arte e vida.
IV) O papel da escola é a formação de atitudes, preocupando-se mais com os problemas psicológicos
do que com os pedagógicos ou sociais.
É correto apenas o que se afirma em:
a) I e III (correta)
b) II e IV
c) I, II e III
d) I, II e IV
5-Através da arte característica de cada momento histórico é possível dialogar com as obras de arte e, através
delas, entender as mudanças de mundo. Na pintura do passado, por exemplo, os artistas se expressavam de
acordo com o pensamento da época, os aspectos de mundo, através de diferentes temas/categorias.
São temas tradicionais da pintura:
I- Natureza Morta e temas de gênero
II- Paisagens e História
III- Retratos e Religião
IV- Auto - retratos e Mitologia
É correto o que se afirma em: 
a) I, II e IV
b) I, III e IV
c) II e III
d) Todas as alternativas estão corretas (correta)
6-
É na década de 1990, que Ana Mae Barbosa (1998), propõe uma nova metodologia para o ensino da arte,
denominada “Proposta Triangular”, afirmando que: Num país onde os políticos ganham eleições através da
televisão, a alfabetização para a leitura é fundamental, e a leitura da imagem artística, humanizadora. Em arte-
educação, a proposta triangular, que até pode ser considerada elementar se comparada com os parâmetros
educacionais e estéticos sofisticados das nações centrais, tem correspondido à realidade do professor que
temos e à necessidade de instrumentalizar o aluno para o momento em que vivemos, correspondendo ao valor
fundamental a ser buscado em nossa educação: leitura e alfabetização (BARBOSA, 1998, p. 35).
Na perspectiva do texto acima avalie a seguinte asserção.
 PORQUE
 A proposta triangular propõe que se trabalhe a arte a partir de três pressupostos básicos: a criação, que é o
fazer artístico; a leitura da obra de arte e a contextualização.
A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.
 I. As duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda não é uma justificativa da primeira.
II. As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a segunda é justificativa da primeira.
III. A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda, uma proposição falsa.
IV. A primeira asserção é uma proposição falsa, e a segunda é uma proposição verdadeira.
 É correto apenas o que afirmam em: 
a) I
b) II (correta)
c) III e IV
d) I, II e IV
e) Todas estão certas
7-Entre as tendências pedagógicas, há aquela em que priorizam-se as cópias, os modelos externos, o canto 
orfeônico e os trabalhos manuais. O ensino é voltado para o fazer técnico e científico, a transmissão dos
conteúdos seguem o modelo reprodutivista, que reforça a divisão social existente, o dualismo educacional. Não
há nessa tendência a pretensão de estimular o pensar, a expressão e a criatividade. Mesmo com todas as
implicações apontadas, ainda hoje, é possível observar características dessa tendência na realidade escolar
brasileira.
 A que tendência se refere a asserção acima?
 
a) Liberal Renovada
b) Idealista Liberal
c) Renovada Progressista
d) Liberal Tradicional (correta)
8-A arte, na realidade contemporânea, deve ser compreendida dentro de um contexto que abarque várias
culturas, igualmente consideradas e respeitadas, sobretudo na escola, de forma que acrescente, enriqueça,
sensibilize e, assim, promova um conhecimento significativo.
Para que a escola promova uma educação intercultural, respeitosa das inúmeras identidades, é preciso que
comece por repensar a seleção e a forma de conduzir os conteúdos, conseqüentemente, também a maneira de
ensinar, uma vez que a construção de uma realidade intercultural requer, imperativamente, um “[...] método
cuja proposta essencial reside na valorização das diferenças, tendo em vista a sua integração harmônica e
equânime” (FLEURI, 2003).
 Diante da perspectiva exposta no texto acima, avalie as afirmativas que seguem:
 I) A formação de professores deve, também, ser uma formação intercultural, de forma que permita ao
educador levar para a sua sala de aula um novo olhar, um olhar construído na interculturalidade,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.