Buscar

EIV A T5-2019 Questionário Final

Prévia do material em texto

18/09/2019 Questionário Final
ead.capacidades.gov.br/mod/quiz/attempt.php?attempt=710329 1/5
Página inicial ► Estatuto da Cidade ► Cursos de Autoinstrução ► EIV_A_T5-2019 ►
Conteúdo Básico ► Questionário Final
Questão 1
Ainda não
respondida
Vale 1,00 ponto(s).
Questão 2
Ainda não
respondida
Vale 1,00 ponto(s).
Em que casos é obrigatória a elaboração de um Estudo de Impacto de
Vizinhança?
Escolha uma:
a. Quando o empreendimento possui área superior a 20.000 m2.
b. Quando o empreendimento incide nos casos estabelecidos nos artigos 36 a 38
da Lei Federal 10.257/01, o Estatuto da Cidade.
c. Quando o empreendimento gera impactos de poluição ambiental, atmosférica,
sonora, no trânsito, na paisagem e na valorização imobiliária.
d. Quando o empreendimento incide nos casos previstos em legislação municipal
específica regulamentadora da aplicação do EIV.
Quem pode elaborar o Estudo de Impacto de Vizinhança?
Escolha uma:
a. Os profissionais do quadro técnico da prefeitura municipal.
b. Profissionais habilitados, empresas e escritórios habilitados.
c. O autor ou escritório técnico responsável pela elaboração do projeto
arquitetônico ou urbanístico do empreendimento.
d. A equipe de aprovação do órgão público responsável pelo EIV.
http://ead.capacidades.gov.br/
http://ead.capacidades.gov.br/course/index.php?categoryid=12
http://ead.capacidades.gov.br/course/index.php?categoryid=14
http://ead.capacidades.gov.br/course/view.php?id=387
http://ead.capacidades.gov.br/mod/quiz/view.php?id=13024
18/09/2019 Questionário Final
ead.capacidades.gov.br/mod/quiz/attempt.php?attempt=710329 2/5
Questão 3
Ainda não
respondida
Vale 1,00 ponto(s).
Questão 4
Ainda não
respondida
Vale 1,00 ponto(s).
Na existência de um EIA/RIMA – Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de
Impacto sobre o Meio Ambiente, sobre o empreendimento o EIV pode ser
dispensado?
Escolha uma:
a. Caso a metodologia do EIA/RIMA seja participativa e contemple a participação
da comunidade o EIV pode ser dispensado.
b. Depende, o EIA/RIMA tem como objeto de avaliação os aspectos ambientais do
empreendimento ou atividade, enquanto o EIV trata mais amplamente dos 
impactos urbanísticos. Caso os aspectos relacionados ao EIV estejam integrados
no EIA/RIMA, o primeiro pode ser dispensado.
c. Sim, o EIA/RIMA deve tratar de todos os impactos do empreendimento sendo os
ambientais somente um dos aspectos abordados.
d. A legislação municipal regulamentadora do EIV deverá prever todos os casos
em que ele é dispensável sendo substituído pelo EIA/RIMA.
O EIV é obrigatoriamente prévio à implementação do empreendimento? Ele pode
ser elaborado posteriormente ao empreendimento implementado?
Escolha uma:
a. A designação do instrumento estabelecida no Estatuto da Cidade é Estudo
Prévio de Impacto de Vizinhança, logo a sua elaboração é obrigatoriamente prévia
ao empreendimento implementado.
b. O EIV pode ocorrer nas duas condições: a anterior à aprovação e
implementação do empreendimento, que resultará em maior eficiência e eficácia
em termos da infraestrutura urbana a ser utilizada; o EIV pode também ser
elaborado após o empreendimento ser parcial ou integralmente implementado,
quando a implantação do empreendimento passou a interferir de alguma forma na
vizinhança e fatos urbanos novos, posteriores à implantação do empreendimento,
deverão ser agregados aos conteúdos do EIV.
c. O EIV é normalmente prévio à implementação do empreendimento, para que
seja elaborado um EIV após a implementação é necessário que os moradores da
vizinhança imediata demandem o EIV junto à prefeitura ou ao Ministério Público.
d. O EIV é obrigatoriamente posterior ao empreendimento executado, de modo a
buscar mitigar os impactos negativos sobre vizinhança que puderam ser avaliados
após a implantação do empreendimento
18/09/2019 Questionário Final
ead.capacidades.gov.br/mod/quiz/attempt.php?attempt=710329 3/5
Questão 5
Ainda não
respondida
Vale 1,00 ponto(s).
Questão 6
Ainda não
respondida
Vale 1,00 ponto(s).
Mesmo sem que todas as medidas mitigadoras estabelecidas sejam executadas o
empreendimento pode ser implementado após o EIV ser aprovado?
Escolha uma:
a. A regulamentação municipal do EIV deverá estabelecer qual a porcentagem de
medidas mitigadoras deverá ter sido executada para que o empreendimento possa
ser aprovado pelo órgão publico responsável pelo acompanhamento destas
medidas e pela aprovação do EIV.
b. Depende do porte do empreendimento e da quantidade e complexidade das
medidas mitigadoras estabelecidas no EIV.
c. Sim, as medidas mitigadoras tem sua implantação geralmente estabelecida em
um cronograma de execução que é parte de um compromisso firmado entre as
partes. Este compromisso formaliza que até a conclusão da execução do
empreendimento as medidas mitigadoras previstas sejam executadas conforme o
cronograma, de modo que no momento da expedição do HABITE-SE as medidas
mitigadoras já deverão terão sido implantadas.
d. Não, o empreendimento só pode ser implementado após todas as medidas
mitigadoras previstas no EIV sejam completamente executadas e atestadas.
Quanto aos aspectos decorrentes da implantação do empreendimento a
avaliação do EIV deve:
Escolha uma:
a. concentrar o estudo nos diversos impactos negativos decorrentes da
implantação do empreendimento ou atividade na vizinhança.
b. analisar informações dos variados aspectos decorrentes não só da implantação
do empreendimento, mas também de seu potencial de alteração das características
urbanas pré-existentes. Embora os aspectos negativos tenham preponderância por
merecerem maior atenção nos conteúdos do EIV, não deve perder de vista os
impactos positivos a serem avaliados e otimizados.
c. concentrar o estudo nos diversos impactos negativos sobre o trânsito e o
sistema viário decorrentes da implantação do empreendimento ou atividade na
vizinhança.
d. desenvolver o estudo sobre os aspectos positivos a serem potencializados e
otimizados na implantação do empreendimento ou atividade na vizinhança.
18/09/2019 Questionário Final
ead.capacidades.gov.br/mod/quiz/attempt.php?attempt=710329 4/5
Questão 7
Ainda não
respondida
Vale 1,00 ponto(s).
Questão 8
Ainda não
respondida
Vale 1,00 ponto(s).
Se a comunidade se manifestar majoritariamente contrária à implantação do
empreendimento ou atividade mesmo assim ele pode ser aprovado?
Escolha uma:
a. Não. Se o empreendimento sofrer uma rejeição da maioria da comunidade ele
não poderá ser aprovado nem tampouco implantado.
b. Só será aprovado no caso de não ser exigido o EIV para determinado
empreendimento ou atividade, nem tampouco ser assegurada a participação da
comunidade na sua avaliação.
c. Sim. Mesmo com rejeição de setores da comunidade a aprovação do EIV não é
uma prerrogativa da comunidade, mas sim do Poder Publico. Assim como a
exigência do EIV para os empreendimentos e atividades é prerrogativa do Poder
Publico, baseado em legislação municipal regulamentadora. Porém, a participação
social é um elemento essencial para balizar a decisão do Poder Público.
d. Qualquer cidadão pode fazer uma representação ao Ministério Público,
geralmente à Promotoria da Ordem Urbanística e/ou Ambiental, a quem cumpre
zelar pela legislação urbana e ambiental. Só se a representação for acolhida, e o
MP promover ação judicial contra o Poder Público Municipal para fazer cumprir a
legislação federal e local, o empreendimento não poderá ser aprovado.
Se o zoneamento e as normas de gabarito, uso e ocupação do solo em vigor
admitem o tipo de empreendimento no bairro em que está sendo proposto porque
é necessária a elaboração de um EIV para sua aprovação?
Escolha uma:
a. Porque a regulamentação estabelecida no Plano Diretor Municipal classifica as
atividades e empreendimentos geradores de impacto e obriga a realização do EIV
para a sua aprovação.
b. Porque a vizinhança pode fazer uma representação junto ao Ministério Público
questionando os impactos potenciais gerados pelo empreendimento, de forma a
pressionar o poder publico a exigir oEIV para a aprovação do empreendimento ou
atividade, ainda que o uso e ocupação sejam admissíveis pela legislação
urbanística vigente.
c. Porque ainda que os empreendimentos ou atividades previstos na legislação do
EIV como passíveis de exigência de EIV sejam arrolados como usos e ocupações
do solo admissíveis na legislação urbanística vigente, eles são potencialmente
geradores de impactos diversos na vizinhança decorrentes da sua implantação.
Esses impactos, bem como suas formas e medidas de mitigação não são, na
maioria dos casos, previstos nas normas e legislação urbanística em vigor.
d. Porque é prerrogativa do Poder Público determinar a realização do EIV.
18/09/2019 Questionário Final
ead.capacidades.gov.br/mod/quiz/attempt.php?attempt=710329 5/5
Questão 9
Ainda não
respondida
Vale 1,00 ponto(s).
Questão 10
Ainda não
respondida
Vale 1,00 ponto(s).
O EIV é necessário para que tipos de empreendimentos? E se houver casos não
regulamentados na legislação local quanto à necessidade de EIV?
Escolha uma:
a. O EIV é exigível para todos os empreendimentos e atividades definidos na
legislação municipal que regulamenta a sua aplicação. Os casos omissos na
legislação municipal não são passíveis de exigência de EIV.
b. O EIV é exigível para empreendimentos e atividades geradores de impacto de
vizinhança, particularmente aqueles definidos como Pólos Geradores ou Atratores
de Tráfego.
c. As atividades e empreendimentos passíveis de obrigatoriedade do EIV são
definidos na legislação regulamentadora municipal ou normas de uso e ocupação
do solo do município. Todos os casos omissos nas normas poderão ser objeto de
consulta ao órgão de planejamento e gestão territorial que analisará a
compatibilidade e a necessidade do EIV.
d. O EIV é obrigatório para todos os tipos de usos previstos na Lei Federal
10.257/01.
Para um empreendimento ou atividade proposto para ser implantado em uma
zona ou área urbana cujas regras urbanísticas o admitem pode ser exigido o EIV?
Escolha uma:
a. Mesmo estando de acordo com a norma urbanística e edilícia vigente pode ser
exigido o EIV a um empreendimento caso esteja previsto na regulamentação
municipal do EIV, podendo representar causa de impactos em potencial que não
são geralmente previstos nas normas urbanísticas em vigor. Identificados os
impactos o licenciamento pode ser condicionado à adoção de medidas mitigadoras
ou até negado.
b. O EIV só pode ser exigido para empreendimentos ou atividades cujas normas
urbanísticas e edilícias da área de implantação não prevejam nem admitam aquele
tipo especifico de uso do solo.
c. Não, se as normas urbanísticas em vigor já permitem o tipo de uso e ocupação
do solo proposto no empreendimento ou atividade não pode ser exigida em
nenhuma hipótese a realização de um EIV como condicionante para sua
aprovação.
d. O empreendimento ou atividade proposta pode estar de acordo com as normas
urbanísticas e edilícias vigentes no município para a área de sua implantação,
porém se houver alguma representação de moradores junto ao ministério público e
for acatada, independentemente da regulamentação municipal do EIV o Poder
Público deve exigir do empreendedor a realização do EIV.

Continue navegando