Depressão Pós parto
11 pág.

Depressão Pós parto


DisciplinaPromocao da Assistencia ao Parto Humanizado1 materiais57 seguidores
Pré-visualização1 página
Depressão Pós parto
 
 depressão pós parto
A depressão pós-parto é um transtorno de humor que pode afetar as mulheres após o parto. Não tem uma causa única, mas provavelmente resulta de uma combinação de fatores físicos e emocionais\u200b
Estima-se que entre 70 e 80% das novas mães são afetadas pela Baby Blues ou tristeza materna, como também é conhecida. De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), 1 em cada 4 brasileiras sofrem com a depressão pós-parto, quadro que pode durar muito mais do que algumas semanas e apresentar emoções muito mais intensas.\u200b Acometem mães de 19 a 40 anos
Depressão pós parto
O estudo foi publicado no Journal of Affective Disorders e já é considerado um dos maiores realizados no país em relação a partos e nascimentos. 
Com participação de quase 24 mil mulheres no período de 6 a 18 meses após o nascimento do bebê, a prevalência global de depressão pós-parto encontrada foi de 26,3%, mais alta que a estimada pela Organização Mundial da Saúde para países de baixa renda, que é de 19,8%.
Como previsto pelos pesquisadores, foi constatado um índice preocupante de cesarianas, 52 % no total, sendo 88% só no setor privado. Aliás, foi alto também o índice de intervenções dolorosas e muitas vezes até mesmo desnecessárias, como o corte cirúrgico no períneo (procedimento conhecido como episiotomia) e o uso de manobras para acelerar a expulsão do bebê. Vale ressaltar, porém, que esses procedimentos não estão associados à incidência maior à depressão. O que é preocupante, segundo as pesquisadoras, é que muitas mulheres consideram esses métodos como \u201cnormal\u201d. 
O que é depressão pós parto ?
A depressão pós-parto é bem mais séria do que uma melancolia passageira. A grande maioria das mulheres se sente triste nas primeiras duas semanas depois do parto, no chamado blues puerperal, mas é uma melancolia que vai embora sozinha. \u200b
\u200b
No caso da depressão pós-parto, a tristeza e a falta de energia não melhoram conforme o tempo passa. A mulher não vê graça em quase nada: as situações prazerosas são cada vez mais raras.Sem tratamento, a depressão pode durar meses e até anos.\u200b
\u200b
Os especialistas não têm uma explicação exata para a depressão pós-parto, mas acreditam que seja uma combinação de fatores hormonais, ambientais, psicológicos e genéticos
SINTOMAS
* Tristeza profunda
*sensação de culpa e Perda
*Irritabilidade ,falta de humor
*Exaustão permanente
*perda de apetite,
*Perda de razão de vida
*Ansiedade
*rejeição de seu filho
*Pensamentos negativos
Os sintomas variam de mulher para mulher
tratamento
A depressão pós-parto precisa ser tratada o quanto antes, evitando que outros problemas ainda mais graves acometam a mãe e o bebê. Algumas mulheres podem chegar a ter pensamentos de morte e de suicídio, além de pensar em formas que possam machucar e prejudicar o próprio filho. 
Por isso, é essencial ter acompanhamento
 psicológico e se preciso, psiquiátrico.
*Anti-depressivos
AssitÊncia de enfermagem
*Suporte social e emocional dos familiares.\u200b
*Acompanhamento cuidadoso de mães no pré natal e puerpério.\u200b
*Encaminhamento para profissionais especializados.\u200b
*Análise do risco do uso de psicofármacos na lactação.
Cuidados de enfermagem
É de grande importância o papel do enfermeiro nos cuidados de enfermagem à mulher que apresenta depressão no pós parto, pois na maioria  dos casos,o enfermeiro acompanha a mulher no pré-natal e puerpério,podendo assim contribuir de forma positiva,reduzindo  os prejuízos que está doença pode trazer para a mãe e o filho.\u200b
\u200b
*Dentre as ações que podem ser feitas pelo enfermeiro, podemos citar:\u200b
*Ficar mais atento ás relações de mãe com o filho;\u200b
*Solicitar acompanhante para a puérpera;\u200b
*Ouvir a mãe dizer seus sentimentos e confortá-la;\u200b
*Estimular contato entre mãe e filho;\u200b
*Valorizar a individualidade em cada caso e de cada pessoa;\u200b
*Inserir a paciente em grupos de apoio;\u200b
*Estimular atividade física;\u200b
Obrigada!!!!!!!