BIOSSINTESE DE CARBOIDRATOS
36 pág.

BIOSSINTESE DE CARBOIDRATOS


DisciplinaBioquímica I51.651 materiais1.193.250 seguidores
Pré-visualização1 página
Gliconeogênese 
\uf0c4 Cérebro, hemácia, córnea e cristalino, 
testículos e músculo em exercício \uf0e0 
suprimento contínuo de glucose 
\uf0c4 Glicogênio hepático \uf0e0 10 a 18 h 
\uf0c4 Tecidos onde ocorre: 
\u2022 Fígado \uf0e0 90% 
\u2022 Rim \uf0e0 10% 
\uf0c4 Ocorre no citosol 
\uf046 Síntese de glicose a 
partir de precursores não 
hexoses 
\uf046 Não é simplesmente o 
reverso da glicólise. 
\uf0c4 Reações irreversíveis da glicólise \u2013 gliconeogênese 
faz um atalho 
Glucose 
Glucose-6-P 
Frutose-6-P 
Frutose 1,6-biP 
Glicose 6-fosfatase 
Frutose 1,6-bifosfatase 
 PIRUVATO 
fosfoenolpiruvato 
Oxaloacetato 
Lactato 
Piruvato 
carboxilase 
Piruvato 
carboxiquinase 
.... 
1) Carboxilação do piruvato a oxaloacetato 
\u2022 piruvato carboxilase (mitocôndrias de cel. 
de fígado e rim) 
\u2022 Gasto de ATP 
 PIRUVATO 
PEP 
Oxaloacetato 
Lactato 
Piruvato 
carboxilase 
Piruvato 
carboxiquinase 
Citosol 
Mitocôndria 
Acetil-CoA + 
(alost.) 
2) Formação do fosfoenolpiruvato (PEP) 
\uf0c4 O PEP entra nas reações 
reversíveis da glicólise até chegar 
na frutose 1,6-bifosfato 
3) Conversão de frutose 1,6-bifosfato a frutose 6-
fosfato 
\u2022 frutose 1,6-bifosfatase dependente de Mg2+ 
 
\u2022 \u394G= -16,3 kJ/mol 
 
\uf0d8 Ponto de regulação da gliconeogênese 
\u2022 inibida: frutose 2,6-bifosfato e \uf0e9 [AMP] 
\u2022 estimulada: \uf0e9 [ATP] e \uf0ea [AMP] 
 
Frutose-6-P 
Frutose 1,6-biP 
Frutose 1,6-
bifosfatase 
4) Defosforilação da glucose 6-fosfato a glucose 
\u2022 Glucose 6-fosfatase; Fígado e rim 
\u2022 Hidrólise de uma ligação fosfodiester 
\u2022 Glucose 6-fosfato + H2O \uf0e0 Glucose + Pi 
 \u394G= -13,8 kJ/mol 
Glucose 
Glucose-6-P 
Glicose 6-fosfatase 
\uf0c4 Substratos para a gliconeogênese 
\u2022 intermediários do ciclo do ácido cítrico e 
glicólise 
\u2022 Piruvato 
\u2022 Lactato\uf0e0 provenientes das hemácias e 
músculo em exercícios; ciclo de Cori 
\u2022 Glicerol \uf0e0 hidrólise dos TAG (tecido 
adiposo) \uf0e0 sangue \uf0e0 fígado (glicerol 
\uf0e0diidroxiacetonafosfato) 
\u2022 \uf061-cetoácidos \uf0e0aminoácidos glicogênicos 
\u2022 Propionato 
\u2022 Frutose 
Ciclo de Cori 
Ciclo da alanina 
Síntese de glicose a partir do glicerol 
Para 
onde vai 
o 
piruvato? 
Oxidação de 
ácidos graxos 
e aminoácidos 
\uf0c4Regulação da gliconeogênese 
Hormonal: Glucagon 
 
\uf081 Alteração do efetor alostético \uf0e0 \uf0ea o nível 
de frutose 2,6-bifosfato 
 
\uf082 Modificação covalente da atividade 
enzimática 
\uf081 Alteração do efetor 
alostérico \uf0e0 \uf0ea o nível 
de frutose 2,6-bifosfato 
\uf0c4Regulação coordenada da glicólise e 
gliconeogênese 
Glucagon 
\uf0e9 cAMP 
\uf0e9 Atividade proteína quinase A 
Piruvato quinase ativa\uf0e0 piruvato quinase inativa 
(defosforilada) (fosforilada) 
 PEP X Piruvato 
Gliconeogênese 
\uf082 Modificação covalente da atividade enzimática \u2013 Piruvato 
quinase 
 \uf0c4Gasto energético da gliconeogênese 
2 piruvato + 4ATP + 2GTP + 2NADH + 2H+ 
 
4H2O \uf0e0 glicose + 4ADP + 2GDP + 6Pi + 2NAD
+ 
 
 
* Gliconeogênese \uf0f0 -16kJ/mol 
* Glicólise \uf0f0 -13kJ/mol 
Glicogênese 
\uf0c4 Reserva de glicose: glicogênio (animais) 
 
\uf0c4 Local de síntese do glicogênio \uf0e0 todos os 
tecidos; 
 
\u2022 Fígado; distribuição de glicose para os 
tecidos 
\u2022 músculo esquelético; metaboliza a glicose 
decorrente da quebra do glicogênio para 
produção de ATP 
 - ausência de glicose-6-fosfatase 
\uf0c4Açúcar nucleotídeo \uf0e0 substrato para a 
polimerização de monossacarídeos 
 
\uf0c4 Reação de ativação de glucose \u2013 ligação de 
um nucleotídeo ao carbono anomérico; 
ligação fosfodiester 
 
Glicose + ATP \uf0e0 Glicose 6-fosfato + ADP 
Glicose 6-fosfato \uf044 Glicose 1-fosfato 
Glicose 1-fosfato + UTP \uf0e0 UDP-Glicose + PPi 
 enzima: UDP-glucose pirofosforilase 
\uf0c4 Formação do açúcar nucleotídeo 
\uf0c4 Síntese do glicogênio 
\uf0c4 Síntese de ramificações no polímero de 
glicogênio 
\uf0c4 Iniciação de uma 
partícula de glicogênio 
pela glicogenina 
ADP-glucose - substrato 
para a síntese do amido em 
plantas 
\uf0c4 Síntese de sacarose 
\uf0c4 Síntese de lactose 
\uf0c4 Regulação da síntese do glicogênio 
 
\u2022 Glicogênio sintase 
 - fosforilada \uf0e0 menos ativa (b) 
 - desfosforilada \uf0e0 forma ativa (a) 
 
\u2022 Hormônios: insulina \uf0e0 + 
 glucagon \uf0e0 - 
Glicogenólise 
- \uf0ea glucose sanguinea 
- glucagon 
34 
\uf0c4Clivagem do polímero de glicogênio pela fosforilase 
06/07/2013 
35 06/07/2013 
\uf0c4Regulação recíproca 
da glicogênio sintase 
e glicogênio fosforilase 
Insulina 
Glucagon