Buscar

Sistema-Imune-Como-o-nosso-corpo-se-protege-das-infecções

Prévia do material em texto

Sistema Imune
Lourdes Isaac
Departamento de Imunologia
Instituto de Ciências Biomédicas
Universidade de São Paulo
Edward Jenner
1798
Varíola bovina
Varíola humana
IMUNIZAÇÃO
LOUIS PASTEUR 
Vacca vacinação
Imunidade inata: inespecífica 
Imunidade adquirida: específica e 
desperta a memória imunológica
BARREIRAS NATURAIS
Imunidade inata
Barreiras Naturais
Pele
Barreira física
	descamação
Barreiras químicas
	pH ácido
 ácido lático
 lisozima
	ácidos graxos insat.	
Barreira biológica
	microorganismos
Imunidade inata
BARREIRAS NATURAIS
TRATO RESPIRATÓRIO 
- Cílios e muco
- Células Fagocitárias
Imunidade inata
BARREIRAS NATURAIS
TRATO DIGESTIVO
	SALIVA
	pH BAIXO
	BACTÉRIAS COMENSAIS
Imunidade inata
BARREIRAS NATURAIS
TRATO GENITO - URINÁRIO
	pH ÁCIDO
	 FLUXO DE URINA
	FLORA BACTERIANA
FEMININO
MASCULINO
Imunidade inata
BARREIRAS NATURAIS
CONJUNTIVA DOS OLHOS
LISOZIMA
Imunidade inata
INSTALAÇÃO DE MICROORGANISMO FACILITADA POR:
Cortes
Queimaduras
Deficiências nutricionais
Imunidade inata
BARREIRAS NATURAIS
Imunidade inata
calor
eritema
edema
dor
perda de função
Sistema Complemento
 - Inflamação
 - Aumento da permeabilidade vascular
 - Degranulação de Mastócitos
 - Complexo de ataque a membrana
 - ruptura do microorganismo
 - facilitação da fagocitose
Sistema Complemento:
Complexo de Ataque à Membrana
MIGRAÇÃO DE LEUCÓCITOS
Contagem de células sangüíneas em indivíduo normal
A medula óssea de uma pessoa de 60 kg produz aproximadamente 250-500 bilhões de células/dia!!!
	Tipo celular	Número de células/mm3	%
	Glóbulos vermelhos	5,0 x 106
	Plaquetas	2,5 x 105
	Glóbulos brancos:	7,3 x 103
	Neutrófilos	50 - 70
	Linfócitos	20 - 40
	Monócitos 	1 – 6
	Eosinófilos
Basófilos	1 – 3
< 1
NEUTRÓFILOS (50 – 70%)
	ATIVIDADE 
MICROBICIDA E 
FAGOCITÁRIA
LINFÓCITOS (20 – 40%)
	RECONHECIMENTO IMUNE ESPECÍFICO
	DESENCADEAMENTO DAS RESPOSTAS IMUNES ADQUIRIDAS
BASÓFILOS (<1%)
	SECRETAR 
MEDIADORES 
INFLAMATÓRIOS
Infiltrado inflamatório no músculo cardíaco
 (Doença de Chagas -Trypanosoma cruzi)
Normal
Infectado
Macrófago alveolar
bactéria
Macrófago aderindo bactérias E. coli
Fagocitose por macrófago
Macrófago peritoneal e E. coli
 
 
 
 
 
Fagocitose
O que acontecerá com a bactéria dentro da célula fagocitária?
Resumindo
a imunidade inata
Não confere memória
 Resposta imediata
Barreiras Naturais
Inflamação
Ativação do Sistema Complemento
Ativação e Migração das Células Fagocitárias
Ataque das células “natural killers”
Concluindo....
IMUNIDADE ADQUIRIDA
Imunidade adquirida é responsável por mecanismos específicos
Características
Demora alguns dias para se estabelecer
Dependente de linfócitos
Memória imunológica
Grande especificidade
Fase de ativação: proliferação e diferenciação
RESPOSTA IMUNE
plasmócitos
Resposta Imune 
Vacinas e soros imunes
Por exemplo: vacina anti-sarampo; vacina tríplice; 
vacina anti-hepatite, etc …
Por exemplo: Soro anti-veneno de cascavel;
soro anti-veneno de jararaca, etc …
Onde estão os órgãos linfóides?? 
Quais são os órgãos linfóides responsáveis 
pela resposta imune específica???
Vasos linfáticos
apêndice
rim
linfonodo
Veia sub-clávia direita
amídala
adenóide
Veia sub-clávia esquerda
timo
coração
Duto torácico
baço
Placas de Peyer
Intestino grosso
Medula óssea
Órgãos Linfóides
Ossos chatos
Esterno, vértebras, ossos ilíacos e costelas
Os tecidos linfóides distribuem-se por todo o corpo humano.
São locais especializados na captura e retenção de antígenos para que ocorra início da resposta imune adaptativa.
Realiza a drenagem da LINFA
Sistema Linfático
Linfonodo
Direção do fluxo da linfa: 
linfonodos
tecidos 
Circulação da linfa
E vai para a corrente sangüínea...
O baço...
Principal local das respostas imunes aos antígenos transportados pelo sangue!!!
Órgãos linfóides primários: 
Timo e Medula óssea
Amadurecimento de linfócitos e Tolerância
Resposta imune
Órgãos linfóides secundários
 Baço
Linfonodos
 Tonsilas
Placas de Peyer
Tecidos associados à Mucosa
Especificidade de Anticorpos
Onde se liga o antígeno 
anticorpo
 
Superfície da bactéria
Partes da bactéria
Bloqueio de Aderência: impede a adesão e invasão da célula do hospedeiro pelo patógeno.
Anticorpos 
entrada
Célula do hospedeiro
Neutralização por anticorpos é um mecanismo importante para a proteção contra vírus e toxinas.
Bactéria coberta por anticorpos	
Facilitação da fagocitose 
macrófago
Anticorpos facilitam a fagocitose de partículas por macrófagos e neutrófilos.
Y
Y
Y
Bloqueio de Exotoxinas por Anticorpos
Y
Ponto de ligação da toxina
toxina
Ponto de ligação da toxina
toxina
anticorpo
Ponto de ligação da toxina
célula
célula
célula
A citotoxicidade por neutrófilos, macrófagos, eosinófilos e células NK é mediada por anticorpos
Célula NK
Célula ativada
Célula alvo
Célula alvo morta
Ativação do complemento: lisa o patógeno (formação do MAC), potencialização da fagocitose (opsonização).
Ativação do Complemento
Ingestão e lise
Complemento
Bactéria no plasma
Complexo de Ataque à Membrana faz poros na célula
 
Luz do intestino
 
bactéria
 toxina
Proteção da mucosa por anticorpos
anticorpos
anticorpos
Ativação de mastócitos: liberação de substâncias
inflamatórias
Receptor 
Anticorpo
Alergeno
Mastócito ativado
Receptor
Anticorpo
Mastócito
ALERGIA 
Schistossoma mansoni. Mais fino: fêmea; mais grosso: macho
Caramujo
(gênero Biomphalaria)
Larva cercária
Barriga d’água
A imunidade não depende 
somente 
da ação de anticorpos!
CITOCINAS 
LINFÓCITOS
Linfócitos 		 Macrófagos
 
Linfócitos T
Macrófago
Macrófago ativado por citocinas torna-se mais microbicida
Os linfócitos T citotóxicos matam células-alvo
Atividade citotóxica
Os linfócitos T citotóxicos matam células infectadas e células tumorais
Atividade citotóxica
Atividade citotóxica
Morte de uma célula tumoral por um linfócito T citotóxico
Hipersensibilidades: a própria resposta imunológica causa 
a doença
Doenças Auto-imunes: o sistema imune ataca células e 
moléculas do próprio indivíduo.
Nem tudo na resposta imune é proteção ….
Rinite alérgica
edema (inchaço) e
irritação da mucosa nasal
Alergia a alimentos
vômito
diarréia
prurido
urticária
Asma
alérgeno
Ativação de mastócitos: liberação de substâncias
inflamatórias
Receptor 
Anticorpo
Alergeno
calor
a
inchaço (edema)
vermelhidão (eritema)
maior fluxo sangüíneo
aumento de temperatura local
Mediadores 
Inflamatórios serão liberados
Rh+
Rh-
sensibilização da mãe
hemácias do feto RH+
Doença hemolítica do recém-nascido
Tipo II
Hipersensibilidade do tipo IV
DERMATITE POR CONTATO
Dermatite de Contato por sensibilização com material de calçado
Dermatite por contato
Dermatite por contato
- Ainda bem que eu não tenho dermatite 
por contato!!!
Hipersensibilidade do tipo IV
DERMATITE DE CONTATO
fotodermatite
Obrigada
Acs podem impedir a infecção viral

Continue navegando