A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
AD1 - Língua Portuguesa na Educação 2 - 2018 2

Pré-visualização | Página 1 de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS - CCH
 LICENCIATURA EM PEDAGOGIA/CEDERJ
AVALIAÇÃO A DISTÂNCIA (AD1)
LÍNGUA PORTUGUESA NA EDUCAÇÃO 2 
2018. 2
Professores: Ana Arouca (Barra do Piraí), Erica dos Santos (Cantagalo), Gisele (Itaocara); Evânia Mendonça (Macaé), Maria Virgínia de Pinho (Natividade), Hellen Darilo (Miguel Pereira), Dayane Pitinati (Stª Maria Madalena), Beatriz da Silva (Rio Bonito); Cintia Paula (Saquarema), Natália Barbosa (Volta Redonda), Iva Valença e Marcelo Bustamante (UNIRIO). Coordenação: Maristela Botelho França
Prezad@ estudante,
Esta é a sua primeira Avaliação de Língua Portuguesa na Educação II, e tem por finalidade levá-los (as) a revisar a compreensão das ferramentas conceituais apresentadas e discutidas nas Aulas 1, 2, 5, 13, 16, 17 e 18, conforme sequência indicada em nosso Cronograma de Estudos.
Nas páginas seguintes, você vai encontrar duas questões, que requerem uma reflexão que lhe permita articular conceito e prática de aula, a partir da descrição de uma sequência de aula de leitura no contexto de uma turma do 3º ano do ensino fundamental. 
Data limite para a postagem: 19/08/2018
ATENÇÃO: O fato de a data limite para a postagem desta sua AD2 
ser em 19/08/2018, não o(a) impede de postá-la em data anterior, 
caso a tenha feito antes.
Bom exercício e boas aprendizagens!
Questão 1 – Conhecimento prévio, leitura e compreensão de textos (5,0 PONTOS) 
Em uma turma do 3º ano do ensino fundamental, a professora pergunta às crianças se elas já ouviram a palavra bibliopreta e se imaginam o que ela significa. Depois da interação animada, que acontece com todas as crianças respondendo ao mesmo tempo, a professora projeta a seguinte imagem colorida, retirada de evistacult.uol.com.br/home/bibliopreta-producao-academica-feminismo-negro/#.WeedRTFg8VQ.facebook Acesso em 31/07/2018:
Online e gratuita, Bibliopreta reúne produção acadêmica de feministas negras
Paulo Henrique Pompermaier
18 de outubro de 2017
Ela diz: ˝Olhem aqui a foto de três mulheres, acompanhada de um título e de um subtítulo, em uma notícia que li publicada na internet. O que diz o título? Online e gratuita, Bibliopreta reúne produção acadêmica de feministas negras.
Antes mesmo de vocês lerem tudo o que está escrito, procurem perceber o que diz a imagem que acompanha a notícia. Mas imagem não fala, professora! Será? 
Podemos ler o que ela significa em relação aos títulos. Vamos ver o que essa imagem diz: quem a imagem representa? O que ela está expressando? O que vocês acham que essa imagem tem a ver com a palavra "bibliopreta", no título? E as crianças vão respondendo. “Online e gratuita, Bibliopreta reúne produção acadêmica de feministas negras. É uma produção acadêmica porque foi produzida dentro de uma escola. A que escola este trecho do subtítulo faz referência? É escola como esta aqui, esta nossa escola? ” E todos vão respondendo.
“Mas eu não sei o que é ser feminista!?”, diz a Letícia. A professora responde: “na sua idade, eu também não sabia. Mas, hoje, sei que feminista é o nome dado às pessoas que desejam e lutam para que homens e mulheres tenham os mesmos direitos. Por exemplo, no passado, as mulheres não tinham direito de votar em candidatos a cargos políticos. Seu único destino era casar e ter filhos. Na grande maioria, elas não tinham o direito de estudar” (E a interação continua...)
Agora, é com você, aluna (o) de LP2! Elabore e responda:
1) De acordo com as perguntas formuladas pela professora, é possível afirmar que ela se esforça em proporcionar uma leitura/interpretação dialógica do texto/imagem, com os estudantes, em convergência com a proposta bakhtiniana de leitura, apresentada na AULA 1 de nossos materiais de estudo. Esta Aula (p. 10) aborda os estudos de Bakhtin sobre o que ocorre no momento da leitura/compreensão de textos. Bakhtin observa que nos momentos da leitura/compreensão ocorre a articulação de "diferentes atos que se fundem num único e mesmo processo". Em outras palavras, ele diz que, no processo de leitura, para atingir um único e mesmo resultado (que é o entendimento, a interpretação, a compreensão), o leitor articula atos distintos autônomos e concretos. 
1. Apresente um texto escrito, no qual você deverá:
1.1. Citar os atos que, segundo Bakhtin, estão envolvidos no processo de leitura/compreensão.
1.2. Explicar cada um desses atos, tomando como base as ideias de Bakhtin, apresentadas na Aula 1 (p.10).
1.3. Enriquecer suas explicações com exemplos da aula de leitura da professora descrita acima com os alunos de 3º ano, de forma que esses exemplos estejam articulados com os diferentes atos de leitura apresentados por Bakhtin.
Importante: Será observado se este texto demonstra estilo de escrita correspondente aos padrões acadêmicos: aspectos textuais relacionados à clareza, coerência e coesão, aspectos gramaticais relacionados à pontuação, concrodância etc.
	Critérios de correção e valores, desta Questão 1
	Apresentou um 
Texto escrito:
	1.1. citando os atos que, segundo Bakhtin, estão envolvidos no processo de leitura/compreensão;
	1,0 ponto
	
	1.2. explicando cada um desses atos e tomando como base as ideias de Bakhtin, apresentadas na Aula 1;
	1,5 ponto
	
	1.3. enriquecendo suas explicações com exemplos da aula de leitura da professora com os alunos de 3º ano, de forma que esses exemplos estejam articulados com os diferentes atos de leitura apresentados por Bakhtin;
	1,5 ponto
	
	1.4 demonstrando estilo de escrita correspondente aos padrões acadêmicos: aspectos textuais relacionados à clareza, coerência e coesão, aspectos gramaticais relacionados à pontuação, concrodância etc.
	1,0 ponto
Questão 1 
O processo de leitura e compreensão, segundo Bakhtin envolve várias compreensões.Dentre elas, o saber da língua, o discurso, o texto, o dialogismo e sujeito leitor.Ele diz que a linguagem, texto e leitor estão mutuamente interligados, e é necessário a compreensão de todos esses fatores para a compreensão do texto.Compreensão esta que, terá uma certa autonomia a cada sujeito que experimentar dela.Pois trata se de uma dinâmica, em que todos os fatores alteram o produto.Sejam as de ordem dialógica, sócio-histórica e ideológica da línguagem.A percepção psicofisiológica, esta relacionada aos fatores fisiológicos do corpo, envolvidos no ato de "compreender".No texto, sobre a percepção psicofigiológica do signo físico, podemos tomar como exemplo a parte que a professora apresenta o texto aos alunos, que é quando eles identificam as três mulheres que ilustram a matéria:"Ela diz: ˝Olhem aqui a foto de três mulheres, acompanhada de um título e de um subtítulo, em uma notícia que li publicada na internet. O que diz o título? Online e gratuita, Bibliopreta reúne produção acadêmica de feministas negras.
Antes mesmo de vocês lerem tudo o que está escrito, procurem perceber o que diz a imagem que acompanha a notícia".Já sobre o reconhecimento do signo, podemos destacar a parte em que uma das alunas identifica o movimento da qual as personagens do texto participam, mesmo que seja algo que ela desconheça.
"“Mas eu não sei o que é ser feminista!?”, diz a Letícia ".Já à compreensão de sua significação em dado contexto no texto, se dá na hora em que a professora explica o que é feminismo : "Mas, hoje, sei que feminista é o nome dado às pessoas que desejam e lutam para que homens e mulheres tenham os mesmos direitos.E a compreensão dialógica ativa, destacamos a parte onde a professora explica à aluna como que ela via a mulher do passado, antes das lutas feministas : "Seu único destino era casar e ter filhos".
Questão 2 - LEITURA e Gêneros do discurso (5,0 PONTOS) 
A versão original da notícia explorada na Questão 1, está acompanhada de um texto, logo após a imagem. Veja, abaixo, o que estava escrito neste texto: 
	Audre Lorde, Bell Hoolks e Angela Davis são alguns nomes do feminismo negro que, apesar da sua dimensão, são pouco traduzidas no Brasil: apenas um livro de Hooks foi publicado no país – Ensinando a transgredir: