A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
17 pág.
A IMPORTÂNCIA DA LUDICIDADE NA

Pré-visualização | Página 1 de 4

17
UNIVERSIDADE ANHANGUERA UNIDERP INTERATIVA
CURSO: PEDAGOGIA
DISCIPLINA: PROJETO INTEGRADOR II
A IMPORTÂNCIA DA LUDICIDADE NA 
EDUCAÇÃO INFANTIL – JOGOS E BRINCADEIRAS
VANESSA PAIVA MUNIZ RA: 411508
Liliane Maria Rocha Alves RA: 432091
alaide muniz da silva ra: 421794
ORIENTADOR(A): fLÁVIA eLISA DE cARVALHO FORTES
CAMPESTRE (MG), junho/2016
SUMÁRIO
RESUMO..................................................................................................3
INTRODUÇÃO.........................................................................................4
1. O lúdico e o desenvolvimento infantil.............................................5
1.1 A necessidade de brincar...............................................................6
1.2 A importância do lúdico no início da vida escolar.....................7
1.3 As brincadeiras e as novas tecnologias......................................8 
2. O lúdico na educação........................................................................9
2.1 O contexto histórico da ludicidade.............................................10
2.2 A importância do lúdico na sala de aula....................................12
3. O papel do educador na educação lúdica...................................13
Considerações finais............................................................................15
Referências Bibliográficas...................................................................17
RESUMO
	As atividades lúdicas fazem parte do cotidiano da criança, pois estão presentes no convívio infantil desde o início da descoberta das brincadeiras mais comuns. O presente artigo pretende fazer uma análise da grande importância do brincar no desenvolvimento e aprendizagem na educação infantil. Com o objetivo de conhecer o significado do brincar, compreender o universo lúdico, onde a criança comunica-se consigo mesma e com o mundo, estabelecendo relações sociais, construindo conhecimentos e através das brincadeiras a criança desenvolvendo-se integralmente. Algumas considerações sobre os jogos, brincadeiras e brinquedos e como tais conseguem influenciar na socialização das crianças. Para a realização deste trabalho, utilizamos a pesquisa bibliográfica fundamentada na reflexão de leitura de livros, artigos, revistas e sites, também utilizamos a pesquisa de grandes autores referente a este tema. Desta forma este estudo proporcionará uma leitura acerca da importância do brincar na vida da criança. 
Palavras-chave
Brincar. Aprendizagem e Desenvolvimento Infantil. Educação. 
ABSTRACT
	The recreational activities are part of the child's daily life, as are present in children living since the discovery of the most common games. This article aims to analyze the importance of play in learning and development in early childhood education. In order to know the meaning of the play, understand the playful universe where the child communicates with itself and the world, establishing social relationships, building knowledge and through play the child is fully developed. Some considerations about the games, games and toys and as such can influence the socialization of children. For this work we used the literature based on the reading reflection of books, articles, magazines and websites, we also use the search of great authors regarding this topic. This study will provide a lecture about the importance of play in children's lives.
Key words
Play. Learning and Child Development. Education.
INTRODUÇÃO
	Os jogos e as atividades para exercitar a habilidade mental e a imaginação, as brincadeiras tipo desafios, as brincadeiras de rua, ou seja, toda a atividade lúdica agrada, prende a atenção, entusiasma e ensina com maior eficiência, porque transmite as informações de várias formas, estimulando diversos sentidos ao mesmo tempo e sem se tornar cansativo. Em um jogo a carga informativa pode ser significantemente maior, os apelos sensoriais podem ser multiplicados e isso faz com que a atenção e o interesse do aluno sejam mantidos, promovendo a retenção da informação e facilitando a aprendizagem. Portanto, toda a atividade que incorporar a ludicidade pode se tornar um recurso facilitador do processo de ensino e aprendizagem.
	As atividades lúdicas fazem parte do cotidiano da criança, pois estão presentes no convívio infantil desde o início da descoberta das brincadeiras mais comuns. Explorar o universo infantil exige do educador conhecimento teórico, prático, capacidade de observação, amor e vontade de ser parceiro da criança neste processo. Nós professores podemos através das experiências lúdicas infantis obtermos informações importantes no brincar espontâneo ou no brincar orientado.
	A aplicação de jogos, brincadeiras e brinquedos em diferentes situações educacionais podem ser um meio para estimular, analisar e avaliar aprendizagens específicas, competências e potencialidades das crianças envolvidas, principalmente no ambiente da Educação Infantil.
1. O Lúdico e o desenvolvimento infantil
Consideramos o lúdico como uma necessidade básica para o desenvolvimento da criança, de maneira que ela vai se interagindo e construindo significações, abrindo-se para a construção de novos significados, ajudando a entender e a concretizar as vivências das fantasias, encontrando soluções para alguns de seus problemas. 
As atividades lúdicas fazem as crianças refletirem no contexto sociocultural, auxiliando na superação de equívocos, abrindo-se para a construção de novos significados modificando ao mesmo tempo, sua forma de agir, se fazendo contribuir para o processo do desenvolvimento físico, sócio afetivo, intelectual e moral. Proporcionando em todas as ocasiões, a procura de soluções e de alternativas para desenvolverem de forma prazerosa o que lhe é proposto.
A necessidade que o ser humano tem em relação à ludicidade deve ser vista como uma maneira de estimular a imaginação e a fantasia das crianças, ajudando a compreender a realidade e a conhecer o mundo, aprendendo e convivendo em grupo, procurando entender regras. Não devendo ser vista apenas como uma forma de diversão, pois a mesma colabora para os processos de socialização, comunicação, expressão e construção do conhecimento.
 A Escola deve oportunizar seus alunos, para que aprendam de forma prazerosa, vivenciando o lúdico na Educação infantil, pois possibilitará melhor desempenho, capacidade e habilidades em sua formação. A participação da criança na construção e reconstrução de um jogo ou brinquedo faz com que a motivação aumenta dando mais sentido a ela.
Segundo Santos (2000, p.20) “através das atividades lúdicas a criança vai construindo seu vocabulário linguístico e o psicomotor. São nestas e provavelmente somente nestas atividades, que a criança pode ser espontânea e consequentemente criativa”.
A atividade lúdica permite a criança intervir na realidade através do pensamento, da imaginação e da linguagem, elaborando sua vida psíquica, fazendo entrelaçamento com o que é compartilhado externamente com o que é vivido internamente. O entendimento do que representa o lúdico na vida das crianças, se faz necessário não só para melhor aceitarmos o fato, mas para podermos como professores, aprender com eles e a partir deles melhorar nosso fazer pedagógico.
Segundo o Referencial Curricular Nacional, por meio das atividades lúdicas, pode ser proporcionada a ampliação do conhecimento dando oportunidade de observar e constituir uma visão dos processos de desenvolvimento das crianças em conjunto e de cada uma em particular.
Portanto o lúdico é tão importante para o desenvolvimento da criança, que merece atenção por parte de todos os educadores. Cada criança é um ser único, com anseios, experiências e dificuldades diferentes. Nem sempre um método de ensino atinge a todos com a mesma eficácia. 
1.1 A necessidade de brincar
Ao brincar a criança aprende a negociar e a compartilhar objetos e significados com outras crianças, objetivando o prazer, a expressão e o sentimento em relação ao aprendizado. Aumentando sua independência,