A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Revisão Constitucional ll Av1

Pré-visualização | Página 1 de 1

SISTEMA CONSTITUCIONAL DE CRISES
CONCEITO - E o conjunto de medidas e instrumentos politico-juridico de intensidade e impactante, previstos no art 136 e 137, o qual poderá ser acionado pelo presidente da república em gravíssimas situações para o controlo efetivo ou pronto restabelecimento da ordem.
ESTADO DE DEFESA ART 136 CRFB/88
. E acionada por um DECRETO FEDERAL 
. Ouvir previamente - o conselho da republica e o conselho de defesa nacional.
. possibilidade:1) a instabilidade social 
2) calamidade naturais de grande proporção
Regionalidade + temporariedade - 30 dias, podendo estender por mais 30 dias.
. Uso temporário de bens públicos 
. decreta antes e comunica depois 
. controle judicial das medias.
ESTADO DE SITIO ART 137 A 139 CRFB/88
. ouvir previamente - o conselho da republica e o conselho de defesa nacional.
. possibilidades - 1) ineficácia do estado de defesa
2) fato de grande comoção nacional 
3) guerra 
. regionalidade + temporariedade - 30 dias, podendo se estender por mais 30 dias (exceto em caso de guerra)
. requisitos de bens públicos e/ou bens privados - não tem a obrigação de indenizar, expropriação 
. Solicita antes ao congresso nacional e decreta depois.
. controle judicial de medidas
COMPRETENCIAS
CONCEITO- Por competência entende-se a capacidade que uma entidade, órgão ou agente da adm. publica possui de exercer legalmente determinados atribuições que lhe são regulamente conferidas . Na organização política adm. publicas o tema "competências" tem por referencia os entes politios da federação: união, estados-membros, distritos federal e municípios. 
CLASSIFICAÇÕES DOUTRINARIAS :
Competência material - e a capacidade ou prerrogativa que o ente político possui de ATUAR em determinada atividade. EX: defesa nacional(UNIÃO).
Competência Formal - E a capacidade de entes políticos tem de LEGISLAR dentro de determinado assunto. ex: Direito civil (UNIÃO), Lei do IPVA (ESTADO), Lei do IPTU (MUNICIPIO). Art.32 §1 CRFB/88
AS COMPETÊNCIAS CONSTITUCIONAIS ESPECIAIS 
São aquelas previstas e fixadas no testo da constituição, e se estendem no art. 21 a 25 da CRFB/88
Competência exclusiva - são aquelas destina a UNIÃO, competência (FORMAL /MATERIAL) -> indelegável (art. 21)
competência privativas - são aquelas destinadas a UNIÃO, competência (FORMAL) -> delegável, (art. 22)
- Lei complementar, unidades federativas assuntos, art.22 , formal, generalidade , subjetividade.
Competência comum - E aquela destina a todos os entres União, estados, do distrito federal e dos municípios. competência (FORMAL) - (art.23).
Competência concorrente - E aquela destina a UNIÃO, competência (FORMAL) - (Art 24 §1°).
competência suplementar - são aquelas destinadas aos estados e municípios, competência (formal) - (art.24 §2°).
competência residual ou remanescente - são destinadas aos estados, competência (FORMAL/MATERIAL) - (art.25).
INTERVENÇÃO 
Conceito -  A intervenção federal consiste no afastamento temporário das prerrogativas totais ou parciais próprias da autonomia dos Estados, pela União, prevalecendo a vontade do ente interventor.  A intervenção é medida excepcional de defesa do Estado federal e de proteção às unidades federadas que o integram. art. 34 e 35 CRFB/88.
Intervenção federal :
.união - estados , distrito federal, municipios, territorio federais, art 34 e 35 crfb/88
reforma constitucional:
 . emendas à constituição 
. art.60 crfb/88
. não haverá promulgação de emenda constitucional na vigencia da intervenção federal, estade de defesa e estado de sitio.
Intervenção estadual :
estados - respectivos municipios 
. art 35 crfb/88
intervenção pelo poder:
.as açoes interventivas
.art 34, IV, 36, I, II(DESCUMPRIMENTO DA ORDER PUBLICA) da crfb/88
§1° tem que ter autorização do legislador.
SEGURANÇA PUBLICA ART 144
Conceito - E a proteção do cidadão e do patrimônio publico e privado 
1) órgãos executores da política de segurança publica e órgãos políticos:
a) a nível da UNIÃO; Policia federal, policia rodoviária federal e policia ferroviária federal 
b) A nível ESTADUAL; Policias civis, Policias militares e corpo de bombeiro militar.
2) Policia judiciária X policia ostensiva 
Policia judiciária - trabalha na parte de investigação criminal; (Policia federal e policia civil)
policia ostensiva - trabalha no patrulhamento nas ruas e nas operações do batalhão (Policia rodoviária federal e policia militar)
Forcas auxiliares da reserva do exercito art 142,§6 - São auxiliares de reserva do exercito os, Policiais militares, o bombeiros militares, os policiais civis.
Guardas Municipais - Esta previsto no art 142 no §8°, São destinados a proteção de seus bens e serviço e instalações.
G.L.O - Garantia da Lei e da Ordem.
FEDERAÇÃO
FEDERALISMO BRASILEIRO - Em 15/11/1889, o Brasil adotou a forma de estado federativa, a partir daquele momento as antigas províncias se tornaram estado-membro que, com o passar do tempo, objetivaram suas autonomias político administrativo. 
Federação Norte Americana "linaer" - união / estado / municípios - tem autonomia que a constituição outorga .
Federação do Brasil "concêntrico" - (adm. patrimonialista), tudo que pertencia a coroa hoje pertence a união ex. petróleo, ouro, terras.
-Indissoluvidade - União indissolúvel” nos indica que não é previsto o direito de secessão. Isso nos indica de forma clara que somos uma FEDERAÇÃO e não uma CONFEDERAÇÃO, possuindo os Estados (e municípios!!!) AUTONOMIA, mas não SOBERANIA (que pertence a REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL). 
- Federação + presidencialismo.
1.2 A UNIÃO 
.Somente a união tem soberania 
. sede "respectiva capital"
. lei maior - Constituição federal 
. legislativo bicameral - senado + camada dos deputados 
1.3 ESTADOS MEMBROS 
. Sede - Respectiva capital
. lei maior - Constituição estadual 
. legislação - Assembleias legislativas (dep. estaduais) 
1.4 MUNICIPIOS
. Sede - Cidade principal 
. Lei maior - Lei orgânica Municipal (L.M.O)
. legislação - camarás municipais, vereadores .
1.5 DISTRITO FEDERAL 
. Brasília e a capital federal (art.148§1°, da CRFB/88)
. Sede da união - tem os 3 poderes, executivo, legislativo e camará legislativa(deputado distritais).
legislação - Lei Orgânica do Distrito Federal.
1.6 TERRITORIO FEDERAL 
. Art. 33 CRFB/88
. Não possui soberania, tão pouco, autonomia político-administrativo.
Autonomia político-administrativo 
1- Auto governo - Capacidade de escolher seu respectivo governante 
ex: auto governo sem auto gestão e uma intervenção 
2- auto gestão - capacidade plena que tem o governador de governar 
ex: autogestão sem autogoverno e o território federal 
3- auto organização/auto legislação - e a capacidade de legislar, TODOS TEM!
PRINCIPIO DA ANTERIORIDADE LEGAL TRIBUTÁRIA 
1- UNIÃO - imposto de renda 
2- estado - IPVA Lei estadual 
3 - município - IPTU Lei municipal 
4- Lei distrital - natureza estadual (IPVA)
IMUNIDADE PARLAMENTAR ART 53
Conceito - e o conjunto de prerrogativas de quem gozem os parlamentares em razão de seus múnus de representatividade.
Espécies: a) Imunidade Material - e aquela que confere todos os parlamentares do pais inviolabilidade no exercício da função parlamentar na emissão de opiniões, pensamentos e expressões. A imunidade material inicia-se com o candidato eleito.
b) Imunidade formal §1° - Também denominada de imunidade processual ou "foro privilegiado", e aquela que esta prevista no art 53§1, que confere prerrogativa de foro e procedimentos jurisdicionais, desde expedição do diploma aos parlamentares à exceção dos vereadores municipais.