Polineuropatia 3
27 pág.

Polineuropatia 3


DisciplinaNeuroanatomia Funcional357 materiais8.516 seguidores
Pré-visualização6 páginas
Procedimento Operacional Padrão 
Unidade de Reabilitação/32/2016 
 
Reabilitação Fisioterapêutica 
nos Pacientes com 
Diagnóstico de 
Polineuropatia 
Versão 2.0 
 
 
2019 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Procedimento Operacional Padrão 
Unidade de Reabilitação/32/2016 
 
 
Reabilitação Fisioterapêutica nos 
Pacientes com Diagnóstico de 
Polineuropatia 
 
 
 
 
 
Versão 2.0 
 
 
 
 
 
 
® 2019, Ebserh. Todos os direitos reservados 
Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares \u2013 Ebserh 
www.ebserh.gov.br 
 
 
Material produzido pela Unidade de Reabilitação do Hospital de Clínicas (HC) da Universidade 
Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). 
Permitida a reprodução parcial ou total, desde que indicada a fonte e sem fins comerciais. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM), administrado pela Eb-
serh \u2013 Ministério da Educação 
 
POP: Reabilitação Fisioterapêutica nos Pacientes com Diagnóstico de Polineuropatia \u2013 Unidade de Rea-
bilitação, Uberaba, 2019 \u2013 Versão 2.0. 24p. 
Palavras-chaves: 1 \u2013 POP; 2 \u2013 Fisioterapia; 3 \u2013 Polineuropatia. 
 
 
 
 
 
 
HOSPITAL DE CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO 
ADMINISTRADO PELA EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES 
(EBSERH) 
Avenida Getúlio Guaritá, nº 130 
Bairro Abadia | CEP: 38025-440 | Uberaba-MG 
Telefone: (034) 3318-5200 | Sítio: www.uftm.edu.br 
 
 
 
RICARDO VÉLEZ RODRÍGUEZ 
Ministro de Estado da Educação 
 
 
OSVALDO DE JESUS FERREIRA 
Presidente da Ebserh 
 
 
LUIZ ANTÔNIO PERTILI RODRIGUES DE RESENDE 
Superintendente do HC-UFTM 
 
 
MARIA CRISTINA STRAMA 
Gerente Administrativo do HC-UFTM 
 
 
DALMO CORREIA FILHO 
Gerente de Ensino e Pesquisa do HC-UFTM 
 
 
GEISA PEREZ MEDINA GOMIDE 
Gerente de Atenção à Saúde do HC-UFTM 
 
 
DENER DONIZETTI CUNHA MATOS 
Chefe da Divisão de Apoio Diagnóstico e Terapêutico do HC-UFTM - substituto 
 
 
IZABELLA BARBERATO SILVA ANTONELLI 
Chefe da Unidade de Reabilitação 
 
 
 
EXPEDIENTE 
Unidade de Reabilitação 
Produção 
 
 
 
 
 
 
HISTÓRICO DE REVISÕES 
Data Versão Descrição Gestor do POP 
Autor/responsável por 
alterações 
21/11/2016 1.0 
Trata da padronização da reabi-
litação fisioterapêutica no paci-
ente com diagnóstico de Poli-
neuropatia 
Renata de Melo Batista 
José Fábio Pedrosa 
Priscila Salge Mauad 
Rodrigues 
Reinildo dos Santos Martins 
Roberta da Silva Aramaki 
Taciana Freitas Agrelli 
Co-autores: 
Michelle Rodrigues Laga-
res Xavier 
Natália Marquesini 
Paloma Ferreira De Paula 
Paula Berteli Pelizaro 
 
18/06/2018 1.0 
Trata da padronização da reabi-
litação fisioterapêutica no paci-
ente com diagnóstico de Poli-
neuropatia 
Renata de Melo Batista 
Sabrina Vilela Afonso 
Priscila Salge M. Rodri-
gues 
Luciane Apda P. S. Souza 
Gustavo José Luvizutto 
Co-autores 
Jayne da Silva Pereira 
Paloma Cristine C. Lima 
Felipe Cruvinel Costa 
 
04/01/2019 2.0 
Trata da padronização da reabi-
litação fisioterapêutica no paci-
ente com diagnóstico de Poli-
neuropatia 
Izabella Barberato 
Silva Antonelli 
 
Sabrina Vilela Afonso 
Priscila Salge M. Rodri-
gues 
Luciane Apda P. S. Souza 
Gustavo José Luvizutto 
Co-autores 
Jayne da Silva Pereira 
Paloma Cristine C. Lima 
Felipe Cruvinel Costa 
 
Validação: Unidade de 
Planejamento 
Aprovação: Colegiado 
Executivo 
 
 
POP/Unidade de Reabilitação/32/2016 Reabilitação Fisioterapêutica no Paciente com 
Diagnóstico de Polineuropatia 
Versão 2.0 Página 5 de 24 
 
SUMÁRIO 
 
OBJETIVO ............................................................................................................................................ 7 
GLOSSÁRIO ......................................................................................................................................... 7 
APLICAÇÃO ........................................................................................................................................ 8 
1. INFORMAÇÕES GERAIS ............................................................................................................... 8 
 1.1 Introdução ..................................................................................................................................... 8 
 1.2 Objetivos ..................................................................................................................................... 10 
2. Descrição das tarefas ....................................................................................................................... 12 
 2.1 Fisioterapia Respiratória ............................................................................................................. 12 
 2.2 Fisioterapia Motora .................................................................................................................... 17 
 2.3 Intercorrências ............................................................................................................................ 22 
REFERENCIAIS TEÓRICOS ............................................................................................................ 23 
 
 
 
 
 
 
 
POP/Unidade de Reabilitação/32/2016 Reabilitação Fisioterapêutica no Paciente com 
Diagnóstico de Polineuropatia 
Versão 2.0 Página 6 de 24 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
POP/Unidade de Reabilitação/32/2016 Reabilitação Fisioterapêutica no Paciente com 
Diagnóstico de Polineuropatia 
Versão 2.0 Página 7 de 24 
 
OBJETIVO 
 
Padronizar entre a equipe de fisioterapia do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triân-
gulo Mineiro (HC-UFTM), administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), 
o atendimento a pacientes internados com diagnóstico de Polineuropatia. 
 
GLOSSÁRIO 
ADM \u2013 Amplitude de movimento 
AVE - Acidente vascular encefálico 
DD \u2013 Decúbito Dorsal 
DL \u2013 Decúbito Lateral 
Ebserh \u2013 Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares 
ELA \u2013 Esclerose Lateral Amiotrófica 
EPAP \u2013 Pressão Positiva Expiratória nas Vias Aéreas 
HC-UFTM - Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro 
MMII - Membros inferiores 
MMSS - Membros superiores 
NAMA - Neuropatia Axonal Motora Aguda 
NAMsA - Neuropatia Axonal Motora e Sensorial Aguda 
PNP - Polineuropatia 
POP \u2013 Procedimento Operacional Padrão 
SGB - Síndrome de Guillain-Barré 
SMF - Síndrome de Miller Fisher 
SNC \u2013 Sistema Nervoso Central 
SpO2 \u2013 Saturação Periférica de ooxigênio 
TCE - Trauma Cranioencefálico 
TOT \u2013 Tubo Orotraqueal 
TQT - Traqueostomia 
TRM - Traumatismo raquimedular 
VA \u2013 Vias aéreas 
VM \u2013 Ventilação Mecânica 
 
 
POP/Unidade de Reabilitação/32/2016 Reabilitação Fisioterapêutica no Paciente com 
Diagnóstico de Polineuropatia 
Versão 2.0 Página 8 de 24 
 
APLICAÇÃO 
 
Unidades do HC-UFTM que prestam assistência a pacientes com diagnóstico de polineuropatia 
(PNP) na fase hospitalar (Urgência e Emergência, Enfermarias e Unidades de Terapia Intensiva). 
 
1. INFORMAÇÕES GERAIS 
 
1.1 Introdução 
As Polineuropatias (PNP) são um grupo de distúrbios nos quais os nervos periféricos são afetados 
por um ou mais processos patológicos, atingindo o sistema motor, sensorial e/ou autonômico. Os sin-
tomas podem ser difusos, simétricos e predominantemente distais (LUCCI; DIAS; IWABE; DELO-
ROSO, 2008). Podem ser centrais, sendo as patologias mais comuns a esclerose múltipla e as trau-
máticas, como traumatismo raquimedular (TRM), acidente vascular encefálico (AVE) e trauma cra-
nioencefálico (TCE), ou periféricas, como a síndrome de Guillian Barré (SGB), Síndrome de Miller 
Fischer (SMF), Neuropatia axonal motora aguda, neuropatia axonal sensitiva motora aguda, traumá-
ticas e metabólicas. 
- PNM centrais 
A esclerose