A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
AV2 TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES UNICARIOCA

Pré-visualização | Página 1 de 2

25/11/2019 UNICARIOCA-EAD
https://unicarioca-ead-sgp.starlinetecnologia.com.br/unicarioca-ead/schedule/resultcandidatedetailprint/1305694/d3bc324a-2c73-11e8-831e-0242… 2/5
3  Código: 9598 - Enunciado: Os primeiros estudos sobre liderança buscaram compreendê-la pela
investigação de características inatas, como se os líderes já nascessem com elas. Depois, os
estudiosos perceberam que era possível treinar certas habilidades de liderança e acreditaram
que assim obteriam os melhores resultados. Porém, a teoria contingencial mostrou que, na
verdade, o que torna um líder eficaz é um conjunto de fatores que englobam seu estilo pessoal e
os aspectos situacionais.GIL, A. C. Gestão de pessoas: enfoque nos papéis profissionais. São
Paulo: Atlas, 2013.Sobre as aplicações da teoria contingencial de liderança, é correto dizer que:
 a) o líder democrático tem mais chances de ser eficaz, pois é mais aceito pela maioria e não
precisa ajustar-se.
 b) tanto o líder quanto os colaboradores devem ajustar-se de acordo com a situação,
beneficiando ambos.
 c) nem sempre o líder é capaz de ajustar seu estilo, devendo os membros se ajustarem ao
estilo do líder.
 d) se o líder não puder ajustar seu estilo à situação, nesse caso, ele deve se colocar na
situação coerente ao seu próprio estilo.
 e) o líder deve ser capaz de manter seu estilo apesar das diferentes características dos
colaboradores, para se tornar eficaz.
Alternativa marcada:
d) se o líder não puder ajustar seu estilo à situação, nesse caso, ele deve se colocar na situação
coerente ao seu próprio estilo.
0,80/ 0,80
4  Código: 8768 - Enunciado: “Herzberg formulou a teoria dos dois fatores para explicar o
comportamento das pessoas em situações de trabalho”. Diferente do que foi estudado por outros
autores como Maslow que estudou as motivações de um modo geral da vida dos indivíduos.
Herzberg identificou fatores que poderiam influenciar os indivíduos a produzirem mais e melhor
ou até mesmo fatores que fossem capaz de causar desmotivação.CHIAVENATO, I. Introdução à
Teoria Geral da Administração.9. ed. Barueri, São Paulo: Manole. 2014.Analise as assertivas sobre
os dois fatores pensados por Herzberg.I. Fatores motivacionais são uma força intrínseca capaz de
impulsionar o indivíduo.
II. Fatores higiênicos são uma força extrínseca que podem levar à insatisfação.
III. Fatores higiênicos são controlados pela organização.
IV. Fatores motivacionais estabelecem uma hierarquia das necessidades, sendo necessário
atender as mais baixas.
V. Fatores intrínsecos são controlados pela organização.Agora, escolha a opção que apresenta as
assertivas corretas.
 a) III, IV, V
 b) I, II, III.
 c) I, II.
 d) I, II, IV.
 e) II e IV.
Alternativa marcada:
d) I, II, IV.
0,00/ 0,80
5  Código: 9584 - Enunciado: Via de regra as organizações sabem pouco sobre seus ambientes, pois
espontaneamente, as informações que chegam são mínimas e superficiais, a partir das quais fica
difícil tomar alguma decisão acertada. Por outro lado, é praticamente impossível conhecê-lo em
sua totalidade e profundidade, pois o ambiente organizacional é bastante complexo e vasto.
0,80/ 0,80
25/11/2019 UNICARIOCA-EAD
https://unicarioca-ead-sgp.starlinetecnologia.com.br/unicarioca-ead/schedule/resultcandidatedetailprint/1305694/d3bc324a-2c73-11e8-831e-0242… 3/5
Nesse sentido, deve-se fazer uma seleção das informações que serão analisadas.CHIAVENATO, I.
Teoria geral da Administração. 7. ed. Barueri: Manole, 2013.Sobre o conceito e a importância da
seleção ambiental, é correto dizer que:
 a) significa delimitar a informação recebida, para que se possa fazer uma comparação com
os concorrentes.
 b) é a priorização dos elementos que são mais complexos, para instrumentalizar as decisões
estratégicas.
 c) envolve filtrar as variáveis ambientais que mais impactam no negócio, podendo assim
aprofundar nesses aspectos.
 d) selecionar é escolher os melhores aspectos do ambiente para aproveitar as
oportunidades do mercado.
 e) engloba selecionar os elementos que geram ambiguidade, permitindo conhecê-los
subjetivamente.
Alternativa marcada:
c) envolve filtrar as variáveis ambientais que mais impactam no negócio, podendo assim
aprofundar nesses aspectos.
6  Código: 8793 - Enunciado: O mundo pós-guerra, momento em que nasce a Teoria Geral de
Sistemas, é caracterizado por um ambiente complexo e turbulento. Complexo, pois o número de
variáveis da análise organizacional torna-se bastante amplo. O administrador passa analisar as
variáveis econômica, política, social, tecnológica, legal, ambiental, entre outras. Turbulento, pois
as mudanças que eram lentas e gradativas, tornam-se velozes e imprevisíveis.  Nesse cenário, o
homem passa a desenvolver diversas funções dentro da organização, também chamado de
homem funcional.
CHIAVENATO, I. Teoria Geral da Administração.v.1 e 2. 7.ed. Rio de Janeiro: Campus, 2003.Com
base no texto enunciado, o homem funcional é aquele que:
 a) é visto como um sistema complexo de valores.
 b) é motivado exclusivamente pelo dinheiro.
 c) só recebe recompensas sociais e simbólicas.
 d) trabalha em diferentes empresas ao mesmo tempo.
 e) desempenha diversas funções na organização.
Alternativa marcada:
e) desempenha diversas funções na organização.
0,80/ 0,80
7  Código: 8795 - Enunciado: Apesar da Teoria Geral de Sistemas - TGS dentre as teorias
administrativas ser uma das menos criticadas, ainda apresenta alguns problemas teóricos. Uma
das poucas aplicações práticas de sucesso da teoria foi a utilização do modelo de Katz e Kant na
fábrica da Volvo, na Suécia. Porém, este experimento recebeu algumas críticas, inclusive, como
sendo uma ilusão teórica sobre as organizações.
CHIAVENATO, I. Teoria Geral da Administração.v.1.7.ed. Rio de Janeiro: Campus, 2003.Com base
no conhecimento adquirido, relacione a primeira coluna, que apresenta as características da
TGS, com a segunda coluna, que apresenta as críticas feitas a esta teoria. (1)
Multidisciplinaridade. (   )  A apreciação crítica a ideia de um sistema em desiquilíbrio sempre
tende a voltar ao seu estado normal de desiquilíbrio, é que o estado de desequilíbrio também
pode ser útil e até desejado pela organização, a fim de promover as mudanças necessárias. (2)
Multidimensional. (   ) A crítica principal a influência da Biologia à TGS, e as outras áreas do
conhecimento, como Sociologia, Psicologia, Economia, Ecologia, entre outros. (3) Homeostasia. ( 
 ) A crítica ao pressuposto básico da Teoria Geral de Sistemas que entende a organização como
0,80/ 0,80
25/11/2019 UNICARIOCA-EAD
https://unicarioca-ead-sgp.starlinetecnologia.com.br/unicarioca-ead/schedule/resultcandidatedetailprint/1305694/d3bc324a-2c73-11e8-831e-0242… 4/5
um sistema. A organização vista de forma macroeconômica, entende que há relação com outras
organizações, que leva ao entendimento da organização também como um subsistema. Agora,
assinale a opção que apresenta a sequência correta.
 a) 1 – 3 – 2.  
 b) 3 – 2 – 1.
 c) 2 – 1 – 3.
 d) 3 –  1 –  2.
 e) 2 – 3 – 1.
Alternativa marcada:
d) 3 –  1 –  2.
8  Código: 8772 - Enunciado: É possível encontrar na literatura administrativa métodos de
gerenciar os conflitos dentro de uma organização. Algumas estratégias visam o afastamento
empresarial, que ignora a causa dos problemas, outras tem o intuito de reconhecer o conflito,
buscando a harmonia no ambiente empresarial. Há estratégias que procuram um meio-termo,
isto é, concedem benefícios para ambas as partes, evitando que alguma saia perdendo. E
algumas consideram o conflito como parte da realização das metas dentro da organização.
MONTANA, P. J., & CHARNOV, B. H. Administração. 3. ed. São Paulo: Saraiva. 2010Com base no
conhecimento adquirido, analise as assertivas a seguir sobre a Teoria do Conflito dentro da
organização.I. Os conflitos surgem em tempos de mudança dentro da organização.
II. A solução de conflitos busca sempre enfatizar objetivos individuais.
III. Os conflitos organizacionais são resolvidos de acordo com o comportamento do gestor.
IV. A