A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
20 pág.
03 Gestão de Produção e Operações

Pré-visualização | Página 1 de 5

CCDD – Centro de Criação e Desenvolvimento Dialógico 
 
1 
 
 
 
 
 
Gestão de Produção e Operações 
 
 
 
Aula 3 
 
 
 
Profa. Rosinda Angela da Silva 
 
 
CCDD – Centro de Criação e Desenvolvimento Dialógico 
 
2 
Conversa Inicial 
O processo de planejamento é crucial para o bom desenvolvimento de 
todas as atividades de uma organização e o da produção, não é diferente. Mas 
é preciso saber o que planejar e quais são os recursos necessários para isso. 
E, pensando em processos produtivos, uma das primeiras perguntas que 
se deve fazer é: Onde vou sediar minha empresa? Como encontrar o local 
ótimo para construir essa fábrica? Quais elementos eu devo ponderar no 
momento da tomada de decisão? 
É, mas não precisamos apenas de uma sede, precisamos, também, 
escolher qual o produto vou fabricar ali. E as dúvidas continuam: Como vamos 
produzir? Quais são as tecnologias disponíveis para a produção e qual é a 
capacidade produtiva da empresa? Essas e outras perguntas serão 
respondidas nessa rota. 
Vamos a nossa terceira aula de Administração de Produção e 
Operações! 
Contextualizando 
Muitas pessoas tem o desejo de abrir o próprio negócio e se deparam 
com dúvidas de como iniciar esse processo, sendo uma delas a de onde 
construir a empresa. Para que o gestor possa escolher com segurança uma 
ótima localização para a sua empresa é preciso que ele conheça os elementos 
que costumam impactar nessa decisão. 
Depois de ter escolhido a localização ideal, o gestor precisa definir qual 
é o produto que será produzido e, ainda, como esse produto será fabricado. 
Com o produto definido e com o tipo de produção selecionado, é preciso 
determinar a melhor tecnologia fabril para viabilizar essa produção. Assim, 
para finalizar essa importante fase de decisões, o gestor precisa identificar a 
capacidade produtiva que essa empresa terá. 
Os assuntos aqui citados serão estudados nessa rota para que você 
compreenda quão importante é planejar o processo produtivo de uma organização. 
 
CCDD – Centro de Criação e Desenvolvimento Dialógico 
 
3 
Pesquise 
Neste tema, iremos refletir a respeito de fenômenos sociais que 
envolvem a sociedade contemporânea e interessam às diversas áreas do 
saber que envolvem o mundo globalizado, permitindo ao profissional de 
Publicidade e Propaganda conhecer a quem se dirige o seu trabalho. Para a 
fixação dos conteúdos, é necessário que você leia os textos, assista aos vídeos 
sugeridos e, ao final, realize as atividades proposta de estudo de caso. 
Bons estudos! 
 
Tema 1: Localização de Empresas 
Para escolher a localização adequada para construir a sua nova fábrica 
ou a sua nova sede de atendimento, os gestores analisam inúmeros fatores 
que impactam no negócio, tais como: custos, facilidades logísticas e oferta de 
mão de obra. Mas, com o tempo, os analistas de localização concluíram que, 
na verdade, não há uma “localização perfeita” e que dificilmente encontrariam 
um local que atendesse todas as necessidades das empresas. Com isso 
convencionou-se que a empresa teria que arcar com o “trade off” de uma 
escolha. 
Para a definição de um ótimo local para a próxima sede, as empresas 
utilizam métodos quantitativos, para os quais consideram os custos e as 
distâncias. No que se refere às decisões e aos métodos qualitativos, avaliam 
as vantagens e as desvantagens de determinado local. Serão apresentados, 
neste material, os elementos qualitativos, conforme a seguir. 
Segundo Moreira (2008, p. 160 a 163) e com proposições da própria 
autora, para uma indústria os elementos que mais impactam na decisão são: 
Localização das matérias primas: Uma indústria necessita de 
fornecedores qualificados e competentes para suprir as necessidades da 
operação. Então, é necessário um levantamento criterioso para identificar se o 
local possui tais fornecedores ou se a matéria prima será atendida por outra 
 
CCDD – Centro de Criação e Desenvolvimento Dialógico 
 
4 
região. É importante porque impacta diretamente no custo e no tempo de 
reposição. 
Mão de obra: A oferta de mão de obra qualificada varia bastante de 
região para região, principalmente no Brasil. Isso deve ser avaliado com 
cuidado porque também impacta na produtividade, bem como na qualidade do 
produto final ou do atendimento. Caso seja necessária a mão de obra 
qualificada de outros centros, o custo pode inviabilizar a operação. 
Água e energia elétrica: As indústrias, geralmente, são grandes 
consumidoras de água e de energia elétrica. Se esses recursos são essenciais 
para a produção ou para operação principal da empresa, certamente que esse 
fator terá um peso representativo na escolha do local. 
Localização dos mercados consumidores: É mais comum uma 
indústria se estabelecer próximo dos fornecedores, do que próxima dos seus 
clientes. Isso pode não ser um problema significativo, se a região avaliada 
oferecer facilidades logísticas, tais como: portos, aeroportos, ferrovias, boas 
rodovias e baixos custos de pedágios; os quais se tornam fatores 
determinantes para a escolha da localização. 
Atitudes da comunidade e sindicais: Algo que as empresas precisam 
considerar no processo de análise é a opinião da comunidade e, também, dos 
sindicatos da categoria. Mapear essas condições é essencial para que a 
empresa não se iluda em construir uma planta onde a população não aceita a 
sua operação, pois os conflitos serão frequentes. 
Além desses elementos, é possível acrescentar itens de mesma 
grandeza, tais como: incentivos fiscais cedidos pelos governos (locais, 
estaduais ou federais) e oferta de custos baixos de terrenos com 
infraestrutura preparada para receber empresas. 
Para uma empresa de serviço ou de varejo, os principais elementos a 
serem analisados são: 
Proximidade com o público consumidor: Para uma empresa de 
serviço, estar próximo dos seus clientes é mais interessante, pois, na maioria 
 
CCDD – Centro de Criação e Desenvolvimento Dialógico 
 
5 
dos casos, os clientes costumam utilizar os serviços nas redondezas de suas 
residências, exceto se o serviço for muito especializado. 
Renda da população: Avaliar se a população local tem condições 
financeiras de utilizar o serviço ou tem poder de compra (no caso de varejo) é 
importante para determinar o tipo de produto que será exposto na área de 
vendas. 
Custo do imóvel ou do aluguel: No caso da compra do imóvel, verificar 
se o custo do imóvel não está supervalorizado. Já no caso do aluguel, se o 
valor mensal não onera demais a operação. 
Facilidade de acesso: É importante para os clientes que as operações 
de serviço e de varejo estejam em locais de fácil acesso. Por exemplo, uma 
escola situada em uma via rápida gerará transtorno aos pais que levam as 
crianças de carro e, até mesmo, ao serviço de vans e ônibus são prejudicados. 
Estacionamento: Ter local (seguro de preferência) para que o cliente 
deixe o carro estacionado, enquanto utiliza os serviços ou realiza suas 
compras, é um critério ganhador de pedido. Se o estacionamento for coberto, 
melhor ainda. 
Esses e outros elementos devem ser criteriosamente avaliados para 
uma boa escolha de decisão, considerando que atualmente uma empresa pode 
optar por construir uma nova planta no país ou no exterior. 
Observe o que cita Gaither e Frazier (2002, p. 79): 
 
Primeiro, a administração deve decidir se a instalação será localizada 
internacionalmente ou domesticamente. Há apenas alguns anos essa escolha teria 
recebido somente uma pequena consideração, hoje, entretanto, com a 
internacionalização dos negócios, os gerentes estão considerando rotineiramente em 
qual parte do mundo suas instalações devem estar localizadas. 
 
Neste novo cenário, os gestores precisam considerar elementos os 
quais não estão habituados, tais como: mudanças nas taxas cambiais, 
questões econômicas, financeiras, políticas dos países alvos, bem como os