A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Tecido Epitelial Glandular

Pré-visualização | Página 1 de 1

Tecido Epitelial Glandular
O epitélio glandular é constituído por células isoladas ou grupamentos de células formando as glândulas, cuja função é a secreção. Secreção é a produção e a liberação pelas células de um fluido contendo substâncias como muco, enzimas ou um hormônio.
Os epitélios que constituem as glândulas do corpo podem ser classificados de acordo com vários critérios. Glândulas unicelulares consistem em células glandulares isoladas, e glândulas multicelulares são compostas de agrupamentos de células. → A célula caliciforme, presente no revestimento do intestino delgado, ou do trato respiratório é um exemplo de glândula unicelular. → As glândulas são formadas a partir das células do epitélio de revestimento que proliferam e invadem o tecido conjuntivo subjacente. 
Existem dois tipos principais de glândulas:
Glândulas exócrinas: possuem ductos tubulares formados por células que transportam a secreção glandular para a superfície do corpo ou para o interior de um órgão cavitário. Ex: glândulas sudoríparas, salivares e intestinais.
Glândulas endócrinas: não possuem ductos e sua secreção é liberada diretamente na corrente sanguínea e transportada para o seu local de ação, o seu “tecido alvo”. A secreção das glândulas endócrinas contém hormônios. De acordo com a organização de suas células, podem ser diferenciados dois tipos de glândulas endócrinas.
· Glândula endócrina cordonal: as células formam cordões ligados, entremeados por capilares sanguíneos. Ex:  glândula adrenal, paratireóide, lobo anterior da hipófise.
· Glândula endócrina folicular: as células formam vesículas ou folículos preenchidos por material secretado. Ex: a glândula tireóide.
As glândulas exócrinas têm uma porção secretora constituída pelas células responsáveis pelo processo de secreção; e ductos que transportam a secreção eliminada das células. 
Classificação das glândulas quanto aos ductos:
· Glândulas simples têm apenas um ducto não ramificado, exemplo a glândula sudorípara.
· Glândulas compostas têm ductos ramificados, exemplo o pâncreas. 
Classificação das glândulas quanto forma de sua porção secretora:
· Tubulares: cuja porção secretora tem formato de um tubo. 
· Acinosas; cuja porção secretora é esférica ou arredondada. As glândulas compostas podem ser tubulares, acinosas ou túbulo-acinosas.
Obs: Alguns órgãos têm funções tanto exócrinas quanto endócrina, por exemplo, o fígado, onde as células que secretam bile através de ductos também secretam produtos na circulação sanguínea. Em outros órgãos, algumas células são especializadas em secreção exócrina e outras em secreção endócrina
Classificação das glândulas de acordo com o modo de liberação da sua secreção:
Merócrinas: Nas glândulas merócrinas, como o pâncreas, a secreção é liberada por exocitose, sem perda de outro material celular.
Holócrinas: Nas glândulas holócrinas, como as glândulas sebáceas, o produto de secreção é eliminado juntamente com toda a célula, processo que envolve a destruição das células repletas de secreção
Apócrinas: Nas glândulas apócrinas, encontrada na glândula mamária, o produto de secreção é secretado junto com porções do citoplasma apical das células.
Classificação das glândulas de acordo com a natureza da secreção:
Glândulas serosas: são aquelas que secretam um fluído aquoso. As células serosas possuem um formato piramidal, tem núcleos centrais arredondados e polaridade bem definida. São exemplos de glândulas serosas as glândulas salivares parótidas e as do pâncreas. Quando as células liberam seus produtos de secreção, a membrana dos grânulos se fundem com a membrana plasmática e o conteúdo do grânulo é colocado para fora da célula por exocitose
Glândulas mucosas: são aquelas que secretam um fluido espesso e viscoso, glicoproteico, denominado muco. As células mucosas possuem geralmente um formato colunar, seu núcleo é oval e encontra-se pressionado junto à base da célula. Exemplo de célula mucosa é a célula caliciforme do intestino e trato respiratório. Esta célula possui numerosos grânulos de secreção, que se coram fracamente e contém muco. Esses grânulos preenchem a região apical da célula, e o núcleo fica situado na região basal