Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
102 pág.
Questões CESPE comentadas parte 2

Pré-visualização | Página 7 de 7

doloso ou culposo.
        Estado de necessidade
        Legítima defesa
        Art. 25 - Entende-se em legítima defesa quem, usando moderadamente dos meios necessários, repele injusta agressão, atual ou iminente, a direito seu ou de outrem.
QUESTÃO 48
MPU 2018 Cespe- Em cada item a seguir é apresentada uma situação hipotética seguida de uma assertiva a ser julgada em consonância com a doutrina majoritária e com o entendimento dos tribunais superiores acerca de provas no processo penal, prisão e liberdade provisória e habeas corpus. Um indivíduo penalmente imputável apresentou-se espontaneamente a autoridade policial depois de ter cometido um crime. Nessa situação, a apresentação espontânea não impede a decretação da prisão preventiva nos casos em que a lei a autoriza. 
Certo ou errado.
QUESTÃO 49
Gabarito
A assertiva está correta, pois se houver as hipóteses previstas no artigo 312 do Código de Processo Penal a simples apresentação espontânea não afasta a possibilidade de aplicação da prisão preventiva:
Art. 312.  A prisão preventiva poderá ser decretada como garantia da ordem pública, da ordem econômica, por conveniência da instrução criminal, ou para assegurar a aplicação da lei penal, quando houver prova da existência do crime e indício suficiente de autoria.         
Parágrafo único.  A prisão preventiva também poderá ser decretada em caso de descumprimento de qualquer das obrigações impostas por força de outras medidas cautelares (art. 282, § 4o).      
QUESTÃO 49
PF 2018 Cespe - Situação hipotética: Um hacker invadiu os computadores do SERPRO e transferiu valores do Ministério do Planejamento para o seu próprio nome. Assertiva: Nessa situação, o IP para apurar a autoria e a materialidade do crime de invasão de dispositivo informático só poderá ser instaurado após representação formalizada pelo Ministério do Planejamento ou pelo SERPRO.
 Certo ou errado.
QUESTÃO 50
Gabarito
Errado, pois, como no caso em questão o crime foi cometido contra entes da administração pública o crime então ele será de ação penal pública incondicionada conforme o artigo 154-B do Código Penal:
Invasão de dispositivo informático 
Art. 154-A.  Invadir dispositivo informático alheio, conectado ou não à rede de computadores, mediante violação indevida de mecanismo de segurança e com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização expressa ou tácita do titular do dispositivo ou instalar vulnerabilidades para obter vantagem ilícita:    
Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, e multa.  
Ação penal       
Art. 154-B.  Nos crimes definidos no art. 154-A, somente se procede mediante representação, salvo se o crime é cometido contra a administração pública direta ou indireta de qualquer dos Poderes da União, Estados, Distrito Federal ou Municípios ou contra empresas concessionárias de serviços públicos. 
QUESTÃO 50
Se ainda ficou com dúvidas em alguma das questões deixe seu comentário que eu irei saná-las. 
Se você gostou curta e salve em seus materiais!!!
Observações finais
Página1...34567