Comunicação Empresarial - Prova Presencial
12 pág.

Comunicação Empresarial - Prova Presencial


Disciplina<strong>comunicação Empresarial</strong>453 materiais581 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Prova em PDF 
Disciplina: 100919 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL 
Abaixo estão as questões e as alternativas que você selecionou: 
QUESTÃO 1 
Kotler e Keller (2012, p. 518-530), em seu livro Administração de 
marketing, apontam oito etapas para uma comunicação eficaz com a 
utilização das plataformas e estratégias relacionadas por eles. Indique a 
opção que inclui tão somente etapas citadas pelos autores. 
 
 
a ) 
Determinação dos objetivos da comunicação; estabelecimento do orçamento total da 
comunicação de marketing; decisão sobre o mix de comunicação; criação de canais de 
comunicação. 
 
 
b ) 
Identificação do público-alvo; elaboração da comunicação; seleção dos canais de 
comunicação; reunião com a direção dos canais para medição de audiência a partir de 
dados oferecidos por eles; gerenciamento do processo de comunicação integrada de 
marketing. 
 
 
c ) 
 Identificação do público-alvo; determinação dos objetivos da comunicação; determinação 
da receita do cliente a ser alcançada pela comunicação; elaboração da comunicação; 
seleção dos canais de comunicação. 
 
d ) 
Estabelecimento do orçamento total da comunicação de marketing; decisão sobre o mix de 
comunicação; estabelecimento do fee (comissão) da agência com cada um dos canais; 
mensuração dos resultados da comunicação; 
 
 
e ) 
Identificação do público-alvo; seleção dos canais de comunicação; mensuração dos 
resultados da comunicação; gerenciamento do processo de comunicação integrada de 
marketing. 
 
QUESTÃO 2 
&quot;Espiral do Conhecimento&quot;, modelo de gestão proposto por Nonaka & 
Takeuchi, reúne as seguintes etapas. 
 
 
 
 
 
 
a ) 
 De tácito para explícito; de explícito para explícito; de explícito para tácito. 
 
 
 
 
 
 
b ) 
 De tácito para tácito; de tácito para explícito; de explícito para tácito; de tácito para tácito. 
 
 
 
 
 
 
c ) 
 De tácito para explícito; de explícito para tácito; de tácito para explícito; de explícito para 
tácito. 
 
 
 
 
 
 
d ) 
 De tácito para tácito; de tácito para explícito; de explícito para explícito; de explícito para 
tácito. 
 
 
 
 
 
 
e ) 
 De explícito para explícito; de explícito para tácito; de tácito para tácito; de tácito para 
explícito. 
 
 
 
 
 
QUESTÃO 3 
Esses agentes podem ser definidos como pessoas, grupos, 
comunidades, organizações ou entidades que apresentam interesse ou 
que são afetados, direta ou indiretamente, pelas ações de uma 
organização. Eles não substituem a sociedade, porém suas 
identificações, num sentido final, ainda que provenientes de um exercício 
interno à organização, são definidas e legitimadas pela própria 
sociedade. 
Considerando-se as características acima, pode-se afirmar que os 
referidos agentes constituem os grupos denominados de 
 
 
a ) 
 sociedade civil organizada 
 
 
 
 
 
 
b ) 
 stakeholders ou públicos interessados ou intervenientes 
 
 
 
 
 
c ) 
 órgãos governamentais, fornecedores e clientes. 
 
 
 
 
 
 
d ) 
 segundo e terceiros setores 
 
 
 
 
 
 
e ) 
 sindicatos, instituições financeiras e acadêmicas. 
 
 
 
 
 
QUESTÃO 4 
A metáfora da empresa como container, alvo de crítica do Paradigma 
Interpretativo, dá ênfase. 
 
 
 
 
 
 
a ) 
Ao fato de a empresa que se conforma a esse modelo arcaico de comunicação pertencer a 
um segmento específico da economia: marinha mercante, logístico ou aduaneiro de um 
modo geral. 
 
 
b ) 
Ao fato de o modelo de comunicação funcionar bem apenas em ambientes organizacionais 
pequenos, &quot;claustrofóbicos&quot;, como o container, o que deixa visível as limitações do modelo 
do ponto de vista funcional e estratégico. 
 
 
c ) 
Ao processo de escamoteação de informações nesse tipo de empresa, já que 
o container é um cofre de carga, cuja função é &quot;proteger e resguardar&quot; volumes. 
 
 
d ) 
Ao fato da comunicação nesse tipo de empresa ser um processo de transmissão de 
sentidos (conhecimento) e não de construção de sentido e, portanto, favorecedor da 
interatividade. 
 
 
e ) 
Ao processo de distribuição de informações de forma inalterada e intacta, ou seja, 
protegida, mas esse processo ser incapaz de conservar essa propriedade até o 
destinatário da mensagem, o que via de regra produz ruídos na comunicação. 
 
QUESTÃO 5 
Pereira (1995) formula um &quot;cenário ambiental da evolução dos modelos 
de gestão&quot; no interior do qual se localiza a &quot;Gestão de Conhecimento&quot;. 
Sobre esta é certo afirmar que 
 
 
 
a ) 
Conjunto de procedimentos para aumento do &quot;capital intelectual&quot; dos colaboradores a 
partir da cessão de bolsas de estudo e/ou financiamento de cursos de curta e longa 
duração em sintonia com necessidades da empresa 
 
 
b ) 
É um modelo de gestão tradicional, pois na chamada &quot;Escola das Relações Humanas&quot; já 
se preconizava que o conhecimento era um dos capitais intangíveis da empresa. 
 
 
c ) 
 É um modelo de gestão ainda emergente, ao lado dos modelos biológicos, quânticos, 
teoria do caos, complexidade. 
 
 
 
 
 
 
d ) 
 É um modelo de gestão que valoriza o grupo em detrimento do indivíduo. 
 
 
 
 
 
 
e ) 
 E um &quot;novo modelo de gestão&quot;, assim como a chamada &quot;administração japonesa&quot;. 
 
 
 
 
 
QUESTÃO 6 
Reputação e identidade possuem elementos em comum, pois ambas 
estão fundamentadas em uma dimensão histórica da organização. 
Baseados nas palavras de Fombrum et al. (2006), podemos dizer que a 
reputação, à feição de um dispositivo, é um atualizador de componentes 
da identidade e para isso cria vínculos entre o passado e o futuro. Para 
tanto, a organização necessita ser capaz de autorreflexão sobre sua 
natureza, missão, visão e o seu lugar na sociedade. 
Sobre o conceito de reputação é certo afirmar: 
 
 
 
a ) 
Na analogia com a imagem organizacional, pode-se lançar mão, como faz Ana Luísa de 
Castro Almeida (2005), da seguinte metáfora: a imagem é transitória, um take (tomada) em 
um filme, enquanto que a reputação é o próprio filme. 
 
 
b ) 
Entre as questões que afetam positivamente a reputação de uma empresa e de seus 
produtos, podem ser destacadas: 
 
o A orientação comunitária e societária. 
o Inovação. 
o Preocupação com o cliente. 
o Presença e sucesso no mercado. 
o Orientação político-partidária da empresa. 
o Um bom local para se trabalhar. 
o Um bom local para se investir. 
 
 
 
 
 
 
c ) 
 Não é um tema de natureza multi e interdisciplinar e por isso tem que ser estudado em si 
mesmo, não mantendo vínculo com outras áreas do conhecimento como comunicação, 
sociologia, contabilidade etc. 
 
 
d ) 
O segmento da economia no qual a empresa atua não produz nenhum tipo de percepção 
negativa por parte do público. Portanto, empresas do setor tabagista, minerário, bancário e 
petrolífero não estariam sujeitas a avaliações desfavoráveis por parte do público em 
relação a esses setores. Afinal, o que importa é a reputação da empresa e não a do setor 
em que atua. 
 
 
 
e ) 
A construção da reputação de uma empresa deve envolver, em primeiro lugar, o aspecto 
econômico-financeiro, pois é a partir deste que se realiza a integração das ações com as 
expectativas dos vários públicos, entre eles fornecedores, clientes, governo etc. 
 
QUESTÃO 7 
No contexto das organizações - sempre tendo em vista os conceitos de 
burocratização e organização - afinal, os processos que instituem o 
discurso competente como código, os cargos parecem ter autonomia em 
relação àqueles que os ocupam. Em escala maior, é o que acontece em 
relação às ideias &quot;particulares&quot;, ou seja, as que pertencem a uma &quot;parte&quot; 
da sociedade, mas que se instalam nessa mesma sociedade como ideias 
&quot;universais&quot;, como se pertencessem a todas as classes, num processo 
peculiar da ideologia como discurso de dominação. Como efeito do que 
Chaui (2006) chama de razão administrativa ou administradora, 
dirigentes e dirigidos parecem ser comandados pelos imperativos 
racionais do movimento interno à organização, como