A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Poluição ambiental

Pré-visualização | Página 1 de 2

UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA.
BIOMEDICINA
	
	
POLUIÇÃO AMBIENTAL – INDUSTRIA E AGROTOXICOS NA SAUDE COLETIVA.
DIEGO JURAZEK
MARIA VITORIA REIS
LIZANDRA SOUZA
Presidente Prudente - SP
2020
Poluição ambiental: Indústrias e agrotóxicos.
Toda ação humana tem impacto sobre a natureza, sendo positivo ou negativo. Os impactos são proporcionais ao crescimento social e a atividades econômicas desenvolvidas pelo homem. As questões ambientais são cada vez mais discutidas, buscando caminhos para que o desenvolvimento humano não afete a natureza e a saúde dos seres.
Diante da realidade atual podemos ver medidas protetivas para um controle, sendo eles embasados em leis e fiscalizações, onde visam a redução de danos. O brasil tem órgãos responsáveis por setores individuais que se interligam, sendo como exemplos Ministérios. 
As industrias são um exemplo a serem fiscalizados por estes órgãos governamentais, das quais podemos ver com os anos a modificação do meio da produção, onde produtos artesãos deixaram de ser os principais modos, criando um aumento em massa de pessoas assalariadas e com prejuízo por demissões, sendo substituídos por maquinas e processos mais rápidos. 
Bom, mas o que isso implica na saúde da população como um todo? Um grupo de pessoas afetadas por exemplo são os trabalhadores de usinas de cana de açúcar, das quais mantinham sua mão de obra para a colheita e a queima da cana nas grandes fabricas, trabalhando de modo precário tendo sua saúde em risco por meio de excesso de calor, exposição a CO² causando problemas respiratórios e risco a picada de insetos e cortes durante a colheita, alguns tendo que trabalhar por metros quadrados, não tendo tempo para uma alimentação e hidratação adequada. O desemprego destas pessoas os afasta dos riscos, mas não aumentam seus benefícios já que não foram designadas funções para estes, deixando-os sem trabalho, em locais das quais a fábrica eram a única fonte de renda da população da cidade. Podemos perceber como a indústria reflete de forma positiva e negativa na população ao redor.
Já na parte ambiental podemos perceber impactos agressivos, nem tão positivos, já que as queimas de cana de açúcar prejudicam a revitalização do solo e poluem o ar local, afetando cidades vizinhas, aumentando a temperatura da região alterando o clima, trazendo doenças respiratórias, novamente afetando a saúde local. Rios e animais também são afetados já que são contaminados e destruídos.
Sob uma visão de produtos químicos, das quais são utilizados para melhoria dos procedimentos principalmente em indústrias alimentares e agronomia. Algumas substancias são proibidas no brasil como o Hexaclorociclohexano (HCH), porem mesmo que a comercialização seja proibida ainda se encontra esse composto nas analises de agua. Estudos mostram que a exposição de carbodurano encontrado em agua foram responsáveis pela hiperplasia de células epiteliais a aneurisma em peixes.
Algumas lei como a Lei 9.605/98 conhecida como Lei de Crimes Ambientais, são implantadas para que sujeitam infratores a pena de multa, detenção e reclusão isoladas ou acumulativas. Os cidadãos devem ter a conscientização de que esses crimes ambientais afetam a população como um todo, por isso se deve ter uma intervenção governamental para que a saúde seja resguardada. 
Outras leis como, 6.938 de 17/01/1981 institui que o poluidor é obrigado a indenizar danos ambientais que causam, independente da culpa, sendo obrigado também a recuperar os prejuízos causados. O projeto de Lei nº 7.802 de 1889 proíbe produtos com características teratogênicas, carcinogêneas ou mutagênicas.
Por isso, tendo em vista que a população esteja em conhecimento de alguma irregularidade, deve ser feita uma pesquisa sobre o problema e denuncia, auxiliando os serviços de fiscalizações a estarem atentas sobre a venda de produtos proibidos e descumprimento de normas de descumprimento de normas sanitárias das empresas. Assim a participação e o estudo sobre o assunto auxilia na melhoria da saúde local, reduzindo danos.
Referencias:
1. 	A aplicabilidade da Lei 9.605/98 no combate ao crime de poluição ambiental [Internet]. Âmbito Jurídico. 1DC [citado 16 de março de 2020]. Disponível em: https://ambitojuridico.com.br/cadernos/direito-ambiental/a-aplicabilidade-da-lei-9-605-98-no-combate-ao-crime-de-poluicao-ambiental/
2. 	L7802 [Internet]. [citado 16 de março de 2020]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L7802.htm
3. 	Lopes CVA, Albuquerque GSC de. Agrotóxicos e seus impactos na saúde humana e ambiental: uma revisão sistemática. Saúde Em Debate. junho de 2018;42:518–34. 
4. 	Franco T, Druck G. Padrões de industrialização, riscos e meio ambiente. Ciênc Saúde Coletiva. 1998;3:61–72. 
5. 	CONTROLE DA POLUIÇÃO AMBIENTAL [Internet]. [citado 16 de março de 2020]. Disponível em: http://www.inf.furb.br/sias/saude/Textos/poluicao_ambiental.htm
6. 	O mercado de trabalho da agroindústria canavieira: desafios e oportunidades [Internet]. [citado 16 de março de 2020]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502007000400008
7. 	Leite MR, Zanetta DMT, Trevisan IB, Burdmann E de A, Santos U de P, Leite MR, et al. O trabalho no corte de cana-de-açúcar, riscos e efeitos na saúde: revisão da literatura. Rev Saúde Pública [Internet]. 2018 [citado 16 de março de 2020];52. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0034-89102018000100507&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt
8. Martine G 1993. População, meio ambiente e desenvolvimento: o cenário global e nacional. p. 21-39. In População, Meio Ambiente e Desenvolvimento: Verdades e Contradições. Unicamp, Campinas.   
Questão:
A poluição ambiental esta presente em diversas regiões afetando populações do mundo todo, com isso percebemos que conforme o avanço da modernização, o ambiente e a saúde são proporcionais as mudanças. 
De que forma a poluição ambiental afeta o ambiente psicossocial da população que mora próximo a industrias e plantios ?
Resposta: 
Grande parte das indústrias e plantações são localizadas em cidades pequenas no interior e/ou em locais com pouco acesso a cidades grandes, tendo em vista a dificuldade de acesso a empregos e de formação adequada para adentrar ao mercado de trabalho, reduzindo ainda mais as chances de acesso a empregabilidade.
Por tanto, as indústrias e plantações afetam diretamente no ambiente psicossocial dessa população, onde as condições sociais são precárias e/ou faltam oportunidade de um trabalho com segurança, salubridade e conforto, os que oferecem estes serviços, os empregados são expostos a radiação, produtos químicos, temperaturas altas e demais fatores. 
Outro exemplo é a cultura, afetada pelas indústrias e agrotóxicos, onde contaminam rios e solos, interrompendo procedimentos como a pesca indígena e sua alimentação, perda de monumentos e casas históricas como por exemplo os rompimentos de barragens em Minas Gerais, afetando ao todo condições e meio biofísico e psicossocial.
Um exemplo, são as más condições de trabalhadores em plantios e colheitas, afetam de forma que se sofrerem um acidente não terão acesso a hospitais de imediato e também não tem emprego seguro, desde que estes trabalham com quantidade de material coletado por pesagem ou área, não tendo registros. Então, caso ocorra algum acidente, este perdera seu emprego e dificilmente conseguira retornar em outras áreas.
O fator político também adentra a discussão, pois depende da região aonde há um dano a cidade/estado tem verbas para a reconstituição do local ou a prevenção. Em cidades grandes por exemplo, as indústrias raramente estão próximas, mas em alguns casos vemos cidades com neblina densa e escura afetando a saúde e consequentemente um aumento no número de atendimentos no SUS ou particulares, assim gerando mais gastos. Por isso a prevenção e de importância. Demonstrando que a poluição não tem danos apenas na saúde fisiológica e sim psicológica e social, levando mudanças em culturas, elevando ou diminuindo

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.