A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Apol 1 estrutura das demonstrações

Pré-visualização | Página 1 de 2

Apol 1 Estrutura das Demonstrações Contábeis
Questão 1/10 - Estrutura das Demonstrações Contábeis
De acordo com o artigo 178 da Lei nº 6.404/76, “No balanço, as contas serão classificadas segundo os elementos do patrimônio que registrem, e agrupadas de modo a facilitar o conhecimento e a análise da situação financeira da companhia.”. 
Neste sentido, considere que uma empresa industrial é proprietária de três imóveis evidenciados em seu Balanço Patrimonial, sendo que a finalidade de cada um deles corresponde a:  
· Imóvel 1 – é mantido pela empresa, porém não está sendo utilizado em suas atividades, ou seja, está alugado para terceiros mediante contrato com duração de 5 anos.
· Imóvel 2 – é utilizado pela empresa para suas atividades administrativas.
· Imóvel 3 – é mantido pela empresa, contudo está destinado para venda com previsão de realização de 2 anos.
Na divulgação do Balanço Patrimonial da empresa, deve-se evidenciar o Imóvel 1, o Imóvel 2 e o Imóvel 3, respectivamente, no grupo do ativo
 
	
	A
	Investimento, investimento e investimento.
	
	B
	Investimentos, imobilizado e realizável no longo prazo.
	
	C
	Imobilizado, investimentos e realizável no longo prazo.
	
	D
	Realizável a longo prazo, imobilizado e investimentos.
	
	E
	Investimentos, imobilizado e circulante.
Aula 1 pag 22
Questão 2/10 - Estrutura das Demonstrações Contábeis
O patrimônio líquido é constituído por meio de capital dos proprietários e pelo resultado auferido pela empresa. Trata-se de um grupo específico, o qual representa os direitos dos proprietários em caso de liquidação da entidade. 
Sobre o patrimônio líquido, analise as asserções a seguir e a relação entre elas: 
I. O patrimônio líquido é apresentado do lado direito do Balanço Patrimonial juntamente com as obrigações. 
Porque 
II. O patrimônio líquido consiste em uma obrigação da empresa para com os proprietários. 
Assinale a alternativa correta:
 
	
	A
	As asserções I e II são proposições falsas.
	
	B
	A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
	
	C
	A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
	
	D
	As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I.
	
	E
	As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
Aula 1 pag 23 a diante pag 9 tambem fala
Questão 3/10 - Estrutura das Demonstrações Contábeis
As contas patrimoniais devem ser classificadas em razão de sua natureza e suas características. Outro fator que deve ser considerado na elaboração do Balanço Patrimonial é o fator “tempo”, pois deve-se levar em conta o prazo de realização ou de vencimento das contas. 
Nesse sentido, o art. 178 da Lei nº 6.404/76 determina a estrutura do Balanço Patrimonial nos seguintes grupos:
 
	
	A
	ATIVO: ativo circulante e ativo não circulante, composto por ativo realizável a curto prazo, investimentos e imobilizado.
PASSIVO: passivo circulante; passivo não circulante; resultado de exercícios futuros e patrimônio líquido, dividido em capital social, reservas de capital, ajustes de avaliação patrimonial, reservas de lucros, reservas de reavaliação, ações em tesouraria e prejuízos acumulados.
	
	B
	ATIVO: ativo circulante e ativo não circulante, composto por ativo realizável a curto prazo, investimentos, diferido e imobilizado.
PASSIVO: passivo circulante; passivo não circulante e resultado de exercícios futuros, dividido em capital social, reservas de capital, ajustes de avaliação patrimonial, reservas de lucros, ações em tesouraria e prejuízos acumulados
	
	C
	ATIVO: ativo circulante e ativo não circulante, composto por ativo realizável a longo prazo, investimentos, imobilizado, diferido e intangível.
PASSIVO: passivo circulante; passivo não circulante; resultado de exercícios futuros e patrimônio líquido, dividido em capital social, reservas de capital, ajustes de avaliação patrimonial, reservas de lucros, ações em tesouraria e lucros e prejuízos acumulados.
	
	D
	ATIVO: ativo circulante e ativo não circulante, composto por ativo realizável a longo prazo, investimentos, imobilizado e intangível.
PASSIVO: passivo circulante; passivo não circulante e patrimônio líquido, dividido em capital social, reservas de capital, ajustes de avaliação patrimonial, reservas de lucros, ações em tesouraria e prejuízos acumulados.
	
	E
	ATIVO: ativo circulante e ativo não circulante, composto por ativo realizável a longo prazo, investimentos, imobilizado, diferido e intangível.
PASSIVO: passivo circulante; passivo não circulante e patrimônio líquido, dividido em capital social, reservas de capital, ajustes de avaliação patrimonial, reservas de lucros, ações em tesouraria e lucros e prejuízos acumulados.
Aula 1pag 11
Questão 4/10 - Estrutura das Demonstrações Contábeis
A Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA) discrimina o valor relativo ao resultado do final da conta lucros ou prejuízos acumulados do período anterior em uma conta denominada de “saldo do início do período”.
Sobre a composição do saldo do início do período na DLPA, analise as asserções a seguir e a relação entre elas:
I. Nas sociedades por ações, o saldo da conta do início do período na DLPA será zero ou será negativo (prejuízos acumulados).
Porque:
II. Todo o lucro obtido deve ser destinado para a constituição das Reservas de Lucros ou para a Distribuição de Dividendos, consequentemente o saldo do início do período não poderá ser positivo.
Assinale a alternativa correta:
	
	A
	As asserções I e II são proposições falsas
	
	B
	A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa
	
	C
	A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira
	
	D
	As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I
	
	E
	As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I
Aula 3 pag 6
Questão 5/10 - Estrutura das Demonstrações Contábeis
A Lei das Sociedades Anônimas determina que, dentre as demonstrações contábeis obrigatórias, também seja elaborada e divulgada a Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA), sendo a mesma necessária para evidenciar as movimentações ocorridas no patrimônio líquido da entidade.
Desta forma, a demonstração de lucros ou prejuízos acumulados discriminará:
I. O saldo do início do período, os ajustes de exercícios anteriores e a correção monetária do saldo inicial;
II. As reversões de reservas e o lucro líquido do exercício;
III. As transferências para reservas, os dividendos, a parcela dos lucros incorporada ao capital e o saldo ao fim do período;
IV. As entradas e saídas de dinheiro do caixa.
Assinale a alternativa correta:
	
	A
	Apenas I e III estão corretas
	
	B
	Apenas I e IV estão corretas
	
	C
	Apenas II e IV estão corretas
	
	D
	Apenas I, II e III estão corretas
	
	E
	Apenas I, III e IV estão corretas
Aula 3 pag 5
Questão 6/10 - Estrutura das Demonstrações Contábeis
Apesar de a DLPA ser um instrumento importante para a evidenciação das mutações ocorridas na conta lucros ou prejuízos acumulados, ela pode ser substituída por outro demonstrativo.
De acordo com a Lei nº 6.404/76, art. 186, § 2º, a demonstração de lucros ou prejuízos acumulados poderá ser incluída na seguinte demonstração:
	
	A
	Balanço Patrimonial
	
	B
	Demonstração do Valor Adicionado
	
	C
	Demonstração dos Fluxos de Caixa
	
	D
	Demonstração do Resultado do Exercício
	
	E
	Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido
Aula 3 pag 9
Questão 7/10 - Estrutura das Demonstrações Contábeis
O CPC 00 (R2) – Estrutura Conceitual para Relatório Financeiro define os elementos das demonstrações contábeis que se referem à posição financeira e ao desempenho financeiro da entidade. Os elementos relacionados à posição financeira são os ativos, os passivos e o patrimônio líquido. 
Associe as assertivas a seguir utilizando (1) para Ativos; (2) para Passivos e (3) para Patrimônio Líquido. 
( ) corresponde a uma obrigação presente da entidade de transferir um recurso econômico

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.