A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
66 pág.
AULA 06 - CONVENIOS

Pré-visualização | Página 19 de 24

ao convenente em, no mínimo, trinta dias antes do término da vigência do acordo. 
Comentário: 
Segundo o art. 1º, §1º, IX do Decreto 6.170/2007, termo aditivo é o instrumento que tenha por objetivo a 
modificação do convênio já celebrado, vedada a alteração do objeto aprovado. Ou seja, as cláusulas do 
convênio podem até ser alteradas, desde que não se modifique o objeto aprovado, daí o erro. 
Assim, por exemplo, se o objeto do convênio é a construção de uma escola, não pode ser alterado para a 
construção de uma creche ou de um hospital; mas, mediante termo aditivo, poderiam ser alteradas algumas 
características da escola, como número de salas, material de acabamento etc. 
Outro erro é que, conforme o art. 36 da Portaria Interministerial 424/2016, o convênio poderá ser alterado 
mediante proposta, devidamente formalizada e justificada, a ser apresentada ao concedente (e não ao 
convenente) em, no mínimo, 30 dias antes do término de sua vigência ou no prazo nele estipulado, vedada 
a alteração do objeto aprovado. 
Gabarito: Errado 
43. Cespe – Polícia Federal 2013 
Considere que o convênio da prefeitura de determinado município, para a execução de obra de asfaltamento 
de ruas, com recursos do Ministério da Integração Regional, tenha sido extinto. Nesse caso, o saldo 
financeiro remanescente do recurso transferido pelo ministério, resultante da aplicação financeira realizada 
durante o período em que o recurso esteve sob a responsabilidade da prefeitura, deverá ser devolvido ao 
ministério repassador, no prazo improrrogável de trinta dias da ocorrência do evento, sob pena de imediata 
instauração de tomada de contas especial do responsável, providenciada pela autoridade competente do 
órgão ou entidade titular dos recursos. 
Comentário: 
A questão está correta, de acordo com o art. 12, parágrafo único do Decreto 6.170/2007: 
 
 
 
51 de 66| www.direcaoconcursos.com.br 
Prof. Erick Alves 
Aula 06 
Licitações, Contratos e Convênios para TCE-RJ 
Art. 12. O convênio poderá ser denunciado a qualquer tempo, ficando os partícipes responsáveis 
somente pelas obrigações e auferindo as vantagens do tempo em que participaram voluntariamente do 
acordo, não sendo admissível cláusula obrigatória de permanência ou sancionadora dos denunciantes. 
Parágrafo único. Quando da conclusão, denúncia, rescisão ou extinção do convênio, os saldos 
financeiros remanescentes, inclusive os provenientes das receitas obtidas das aplicações 
financeiras realizadas, serão devolvidos à entidade ou órgão repassador dos recursos, no prazo 
improrrogável de trinta dias do evento, sob pena da imediata instauração de tomada de contas 
especial do responsável, providenciada pela autoridade competente do órgão ou entidade titular dos 
recursos. 
Gabarito: Certo 
44. Cespe – AE/ES 2013 
Convênio é um instrumento formal que disciplina a transferência de recursos, visando à execução de 
programa de governo que envolva realização de projeto, atividade, serviço, aquisição de bens ou eventos de 
interesse recíproco, em regime de mútua cooperação. 
Com relação aos convênios, assinale a opção correta. 
a) Diferentemente da licitação, a aprovação das minutas de contrato de convênio pela assessoria jurídica da 
administração só é obrigatória após a formalização do convênio. 
b) Por ocasião da conclusão de um convênio, o saldo financeiro remanescente pode ser utilizado para 
complemento de outra obra pública vinculada à empresa conveniada, como prêmio pela economia durante 
a execução do convênio. 
c) A fim de se evitar atraso no processo, a liberação de parcelas do convênio não é condicionada à prestação 
de contas referente às parcelas repassadas. 
d) O interessado na celebração do convênio deve elaborar, na fase de proposição, um plano de trabalho que 
contenha obrigatoriamente a descrição do objeto de interesse recíproco das partes convenentes. 
e) Com vistas à execução de programas de trabalho, a União pode transferir recursos para estados e 
municípios por meio de convênios, mas não para entidades particulares. 
Comentários: 
Vamos analisar cada alternativa: 
a) ERRADA. Não tem lógica a minuta do contrato do convênio ser analisada pela assessoria jurídica somente 
após a formalização do ajuste. Afinal, a análise jurídica da minuta tem como objetivo justamente verificar se 
o instrumento contém algum vício formal ou ilegalidade, para que seja corrigido antes da formalização. 
Assim, somente com bom senso já daria para resolver o item. Não obstante, o gabarito possui fundamento 
no art. 38, parágrafo único da Lei 8.666/1993, que diz: 
Parágrafo único. As minutas de editais de licitação, bem como as dos contratos, acordos, convênios ou 
ajustes devem ser previamente examinadas e aprovadas por assessoria jurídica da Administração. 
 
 
 
52 de 66| www.direcaoconcursos.com.br 
Prof. Erick Alves 
Aula 06 
Licitações, Contratos e Convênios para TCE-RJ 
b) ERRADA. O saldo remanescente após a conclusão do convênio deverá ser devolvido ao concedente, no 
prazo estabelecido para a apresentação da prestação de contas, sob pena de instauração de tomada de 
contas especial. É o que prevê o art. 60 da Portaria Interministerial 424/2016: 
Art. 60. Os saldos financeiros remanescentes, inclusive os provenientes das receitas obtidas nas 
aplicações financeiras realizadas, não utilizadas no objeto pactuado, serão devolvidos à Conta Única 
do Tesouro, no prazo improrrogável de 30 (trinta) dias da conclusão, denúncia, rescisão ou extinção do 
instrumento, sob pena da imediata instauração de tomada de contas especial do responsável, 
providenciada pela autoridade competente do órgão ou entidade concedente. 
Parágrafo único. A devolução prevista no caput será realizada observando-se a proporcionalidade dos 
recursos transferidos e os da contrapartida previstos na celebração independentemente da época em 
que foram aportados pelas partes. 
c) ERRADA. A liberação de parcelas do convênio é condicionada à prestação de contas parcial, referente 
às parcelas já repassadas. 
d) CERTA. O item está em conformidade com o art. 16 da Portaria Interministerial 424/2016: 
Art. 16. O proponente cadastrado manifestará seu interesse em celebrar os instrumentos regulados por 
esta Portaria mediante apresentação de proposta de trabalho no SICONV, em conformidade com o 
programa e com as diretrizes disponíveis no Sistema, que conterá, no mínimo: 
I - descrição do objeto a ser executado; 
II - justificativa contendo a caracterização dos interesses recíprocos, a relação entre a proposta 
apresentada e os objetivos e diretrizes do programa federal, e a indicação do público alvo, do problema 
a ser resolvido e dos resultados esperados; 
III - estimativa dos recursos financeiros, discriminando o repasse a ser realizado pelo concedente ou 
mandatária e a contrapartida prevista para o proponente, especificando o valor de cada parcela e do 
montante de todos os recursos, na forma estabelecida em lei; 
IV - previsão de prazo para a execução; e 
V - informações relativas à capacidade técnica e gerencial do proponente para execução do objeto. 
Parágrafo único. A descrição do objeto deverá ser realizada de forma concisa, se possível padronizada, 
e deverá estar em conformidade com os objetivos e diretrizes do programa que irá recepcionar a 
proposta de trabalho. 
e) ERRADA. A União pode transferir recursos, por meio de convênios, tanto para estados e municípios como 
para entidades particulares, desde que sejam sem fins lucrativos. 
Gabarito: alternativa “d” 
45. Cespe – AE/ES 2013 
No que se refere a convênios, assinale a opção correta. 
 
 
 
53 de 66| www.direcaoconcursos.com.br 
Prof. Erick Alves 
Aula 06 
Licitações, Contratos e Convênios para TCE-RJ 
a) O convenente deve prestar contas dos recursos recebidos no prazo máximo de sessenta dias, contado a 
partir da data do término de vigência do instrumento firmado ou do último pagamento efetuado no caso de 
até duas transferências. 
b) O atraso não justificado no cumprimento

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.