A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
APOL UNINTER História Antiga

Pré-visualização | Página 1 de 2

Questão 1/5 - História Antiga
Considere a citação: 
“Os santuários, que em geral se situavam longe das pólis, foram também os lugares onde se construiu uma religião grega comum, a partir de divindades originárias da Anatólia, do Levante, de Creta e do mundo micênico. Foi nesses santuários, igualmente, assim como no mundo colonial grego, mais exposto às diferenças culturais, que aos poucos se estabeleceu uma primeira identidade grega frente aos bárbaros (de barbaros – o que fala outra língua)”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: GUARINELLO, N. Ensaios sobre História Antiga. Tese de Livre-Docência. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 2014. p. 227-228.   
Considerando a citação e os conteúdos do livro-base Antiguidade Clássica sobre a religião grega, leias as afirmativas que seguem e marque (V) para as afirmativas verdadeiras, e (F) para as afirmativas falsas:
I. ( ) Apesar de independentes politicamente, as cidades gregas na Antiguidade estavam submetidas a uma mesma autoridade religiosa, centralizada na cidade de Atenas.
II. ( ) A religião grega era extremamente variada em função dos locais, e uma das razões está na ausência de uma autoridade central para assuntos religiosos.
III. ( ) Apesar das diferenças, os diversos santuários gregos cultuavam deuses de um mesmo panteão.
VI. ( ) A diversidade dos cultos e rituais gregos também se refletiam na diversidade dos mitos, que variavam de região para região.
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta:
Nota: 20.0
	
	A
	F – V – V – V
Você acertou!
A religiosidade grega era extremamente diversificada: tanto mitos quanto rituais variavam de região para região. Assim, mesmo que os deuses fossem os mesmos, diversos versões de um mito eram contadas em diferentes santuários. “Inicialmente, lembramos que, embora, de maneira geral, o panteão seja praticamente o mesmo em todo o território grego, em virtude das diferenças e da própria segregação das poleis gregas, existiam e existem inúmeras variações nos mitos e rituais gregos. [...] os deuses, seus atributos e suas lendas variavam segundo a região em que eram cultuados. Assim não podemos imaginar a religiosidade grega em uma grande padronização (tal como a Igreja Católica, que mantém rituais e práticas idênticas independentemente da região)” (livro-base, p.56)
	
	B
	V – F – F – V
	
	C
	V – F – V – V
	
	D
	F – V – V – F
	
	E
	F – V – F – V
Questão 2/5 - História Antiga
Considere a seguinte citação: 
“Os poemas homéricos são manifestações culturais de alcance e relevância excepcionais ainda nos dias de hoje. Sua importância e influência, seja no campo estético seja no campo histórico, podem ainda ser sentidas em nosso mundo. Há mais de dois milênios muito esforço intelectual tem sido dedicado a esses e outros campos de estudo relacionados à Ilíada e à Odisseia”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: OLIVEIRA, G. Histórias de Homero: um balanço das propostas de datação dos poemas homéricos. Revista História e Cultura, Franca-SP, v.1, n. 2, p. 126-147, 2012, p. 126. 
Considerando estas informações e os conteúdos do livro-base Antiguidade Clássica sobre o período homérico, assinale a alternativa correta:
Nota: 20.0
	
	A
	Os únicos vestígios do período homérico disponíveis para o historiador são os poemas Ilíada e a Odisseia.
	
	B
	A Ilíada e a Odisseia, junto das evidências arqueológicas, formam o conjunto de evidências utilizadas para o conhecimento do período homérico.
Você acertou!
Os poemas homéricos, cuja datação precisa é praticamente impossível, há muito tempo não são as únicas fontes para o estudo do “período homérico”, sendo complementados pela enorme quantidade de evidências arqueológicas disponíveis; além disso, seu caráter artístico, centrado na narrativa dos feitos dos grandes heróis, apresenta enormes problemas para seu uso como fonte histórica (livro-base, p. 28-29).  “Essas duas epopeias são reconhecidas ao longo do tempo como dois cânones da literatura ocidental. [...] elas nos permitem nos aproximar do passado grego, devemos ter em mente que esses textos não foram elaborados com o intuito de se tornarem relatos históricos mas se tratavam de uma expressão artística e cultural, sendo necessária uma maior atenção acerca de sua análise”.(livro-base, p. 28).
	
	C
	A Ilíada e a Odisseia são poemas escritos, seguramente, antes do século XII a.C.
	
	D
	Os poemas homéricos retratam histórias reais, podendo ser utilizados como evidência direta da vida no período.
	
	E
	A Ilíada, diferentemente da Odisseia, descreve o cotidiano dos camponeses gregos durante o período homérico.
Questão 3/5 - História Antiga
Considere a seguinte passagem: 
“A expansão romana em meados da república foi impiedosa. Assim que acabava uma guerra, outra começava. A Roma republicana tinha às vezes inúmeras frentes abertas ao mesmo tempo, e raramente havia um intervalo de dois anos seguidos entre uma guerra e outra. A guerra afetava todos os níveis da sociedade”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: WOOLF, G. Roma: a história de um império. Trad. Mário Molina. São Paulo: Cultrix, 2017, p. 107. 
Conforme a passagem acima e os conteúdos do livro-base Antiguidade Clássica sobre as consequências das Guerras Púnicas para a sociedade romana, leia as afirmativas a seguir:
I. Devido à ameaça cartaginesa, o exército romano passou por uma crescente profissionalização.
II. A conquista de novos territórios fez com que os romanos reorganizassem a administração do império, criando províncias colocadas sob a responsabilidade de governadores.
III. A libertação contra Cartago resultou na abolição do trabalho escravo em Roma.
IV. A vitória sobre Cartago marcou o início da expansão romana sobre todo o Mediterrâneo. 
Estão corretas apenas as afirmativas:
Nota: 20.0
	
	A
	I, II e III
	
	B
	I, II e IV
Você acertou!
Estão corretas as afirmativas I, II e IV pois a vitória sobre Cartago foi fundamental para a ampliação do poder romano no Mediterrâneo, o que teve como consequência o aumento, e não abolição, do trabalho escravo em Roma. “[...] o conflito com os cartagineses fez com que os romanos estabelecessem uma crescente profissionalização do exército, buscassem novas rotas e métodos de abastecimento, e remodelassem sua estrutura administrativa para incluir novos governantes das províncias na estrutura governamental”. (livro-base, p. 104). A afirmativa III está errada pois “[...] após a segunda guerra púnica, [a economia romana] passou a ser baseada no trabalho escravo, com fundo mercantil” (livro-base, p. 105).
	
	C
	II, III e IV
	
	D
	I, III e IV
	
	E
	I e II
Questão 4/5 - História Antiga
Leia a citação: 
“As mulheres romanas, no final a República romana, nem sempre foram passivas em relação aos homens; pelo contrário, se opuseram de uma forma ou de outra à sua opressão, ao seu poder, mesmo quando aprisionadas no espaço doméstico (na casa romana). Usavam de todos os argumentos, do próprio poder de sedução para romper ‘as brechas do domínio masculino’, razão pela qual afirmamos que as mulheres romanas do II e I séculos a.C. não aceitaram os padrões que lhes foram impostos e, por isso, precisam passar a ser vistas com um novo olhar, podendo mesmo ser consideradas como pioneiras do feminismo e reformadoras sociais”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: CIRIBELLI, M. C. Emancipação e liberação sexual das mulheres na República Romana (II e I séculos a.C.). Phoinix, Rio de Janeiro, v. 8, p. 259-278, 2002, p. 263. 
Tendo em vista a citação acima e os conteúdos do livro-base Antiguidade Clássica sobre o papel da mulher na sociedade romana, analise as seguintes asserções:
I. As mulheres romanas de diversas classes sociais encontravam espaços de liberdade.
PORQUE
II. A cultura romana concedia à mulher o papel central da organização da vida pública. 
A respeito