A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
PAPER SEMINÁRIO VIII CORRIGIDO PARA POSTAGEM 2019

Pré-visualização | Página 1 de 2

2
2
GESTÃO DEMOCRÁTICA E AS RELAÇÕES INTERPESSOAIS NO AMBIENTE ESCOLAR
Acadêmicos
Tutor Externo
	
RESUMO
O notável empenho tem a intenção demostrar o papel da gestão democrática, dentro da escola numa estrutura de qualidade, O gestor tem que ser flexível para contribuir na aprendizagem dos alunos, ajudar no processo de auxilio os professores para fazer seus planejamentos. A coordenação pedagógica articula todos os membros escolares,e todos trabalham na mesma direção. Favorecendo a organização ao bom andamento e relacionamento interpessoal na relação aluno-professor-gestor..
Palavras-chave:Gestão democrática.Relacionamento Interpessoal. Escola.Coordenação pedagógica. Educação.
1. INTRODUÇÃO
Neste trabalho falaremos sobre a importância da gestão para uma estrutura de qualidade, manifestar o quanto é importante a escola buscar a participação de todos, para o rendimento profissional. Por isso a gestão escolar deve ser compartilhada, democrática, onde o trabalho em equipe seja relevante nas tomadas de decisões.Sabe-se que a escola é um processo continuado de aprendizagem.
 É a educação que possibilita formas mais proveitosas ou limitantes de vida para a criança e, logicamente, para o adulto no qual se transformara, ficando assim, explícita a responsabilidade do educador na formação do educando. 
E é sob um olhar especial para a melhoria da educação e das melhorespráticas pedagógicas que contribui-se para o sucesso no conhecimento e aprendizagem dos educandos.
1 Adriana Dias de Oliveira
Cristiane de Souza Ferreira
Cristiane Irene Schmidt
Maria Helena Martins Farias
2 Fabrício Gadotti
3 Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI - Pedagogia (1501) – Seminário Interdisciplinar VIII 30/11/2019. 
O relacionamento interpessoal é uma conexão entre duas ou mais pessoas, que acontece através de grupos sociais como:escola, família, amigos, parceiros de trabalho entre outros,merecem atenção desse olhar especial. Nos grupos sociais indentificamos a maneira de tratamento de um para com o outro e a qualidade demonstrada nessas relações.
Todos nós queremos alcançar objetivos,para isto nos motivamos, planejamos, organizamos os pensamentos para chegarmos onde sonhamos, mas às vezes, as escolhas dos métodos e caminhos são os menos adequados, então, nos frustramos, surgindo assim, sentimentos negativos que podem levar ao fracasso qualquer projeto educativo.
	Nesse momento compreender, aceitar e mudar o leme do barco nos trará equilíbrio emocional para prosseguir positivamente na busca por nossos ideais. A educação deve estár inserida em tudo o que viermos desenvolver, seja como educador, estudante ou outros papeis desempenhados na sociedade.
Um grande desafio na escola é a construção de uma convivência dialógica e de compreensão entre gestores e demais participantes, pois sem essa relação saudável, não haverá uma educação de qualidade no convívio escolar.
É democraticamente que deve ocorrer a construção do Projeto Político Pedagógico da Escola com autonomia, cidadania e participação no ambiente escolar buscando uma educação de qualidade. O PPP é um documento que define as ações da escola, no desenvolvimento das condições para realizar as propostas, tem o compromisso com a sociedade e relação com as instâncias. 
O diretor deve ser líder, que articula os pais, os alunos, os funcionários e a comunidade. Na qual a escola esta inserida sensibilizando todos a caminharem na mesma direção e, desse modo, aumentar as possibilidades de chegar a um ponto comum, que é a educação de crianças ,adolescente e jovens. O coordenador pedagógico tem o papel de auxiliar os professores orientando com práticas que proporcionem o bom desenvolvimento dos alunos.
1.AMBIENTE ESCOLAR E O PAPEL DA ESCOLA.
 A escola, conforme afirmamos anteriormente, tem papel importante para a sociedade: A educação. O processo educacional transcende os muros das instituições de ensino. Assim posto, entedemos a educação como um processo continuado de aprendizagem. É a educação que possibilita formas mais proveitosas, de transformação dos sujeitos ficando assim, explícita a responsabilidade do educador na formação do educando. É preciso então que este olhar especial ,busque boa educação e utilize melhores práticas pedagógicas valorizando todas as histórias de vida presente na realidade dos educandos.
 
É fundamental que toda a comunidade escolar tenha um bom relacionamento, pois, é na escola que se fortalecem os laços cívicos, o respeito às diferenças, o conhecimento técnico científico e o professor é peça fundamental na consolidação desses valores, estabelecendorelações interpessoais, que favoreçam o bom rendimento profissional através de atoeducativo prazeroso.
Ato educativo prazeroso promove a educação das emoções no ambiente da escola objetivando a prevenção, ou seja, é muito importante que todos inseridos, adquiram habilidades que futuramente tornarão competências por intermédio da identificação e gerenciamento de suas emoções, isso pode acontecer por metodologias, planejamentos, programas ou materiais pedagógicos que, fomentarão a importância de uma vida mais feliz para todos.
	A emoção está diretamente ligada nas nossas tomadas de decisão . É impossível a existência educação emocional saudável, se não conhecermos profundamente ou termos consciência do temperamento que temos.
Precisamos saber que, podemos sim controlar, educar e até fortalecer nossas emoções naquilo que melhor nos estimulará. Pois, dessa forma obteremos maior sucesso e equilíbrio em nossas escolhas bem como, nas relaçõesque nos seguira a vida. 
É importante compreender que, as nossas ações são espelhos reais de quem somos, de como agimos e de como resolvemos problemáticas simples ou complexas. É de suma importância compreendermos que a emoção faz parte da natureza humana, é a essência que cada indivíduo trás consigo. É natural sentirmos emoções como tristeza, alegria, raiva, medo, isso tudo está em nosso íntimo não cabendo convenções, sendo particular de cada ser. Suprimir estas emoções nunca, o que podemos fazer é trabalhar nossos pensamentos, para uma melhor integração entre os profissionais da educação. 
 Não nascemos para vivermos sós, nenhum indivíduo tem condição de se desenvolver unicamente por si mesmo, necessitamos estár interligados ou conectados com o outro, é imprescindível essa ligação, pois, só assim, nos conheceremos mais e posteriormente mais, quem está à nosso alcance também.
 Vygotsky apresenta em uma de suas concepções fundamentais que o homem se transforma em sua relação com outro ser. Isso acontece naturalmente pode-se então afirmar segundo ele que, o comportamento do homem esta ligado no relacionamento de comportamento e cooperação social. 
O mesmo percebemos em Wallon quando aponta que existem dois fatores para o desenvolvimento humano: O orgânico e o social. Ambos estão em desenvolvimento – a criança e o meio. Esse desenvolvimento não é linear, há retrocessos,rupturas e reorganizações,os quais são importantes para o desenvolvimento humano.
O esboço do relacionamento interpessoal busca questionar os fatores que condicionam as relações humanas e sugerir ações ou atitudes que amenizem a angustia singular presente em cada componente da comunidade escolar e estimulem a solidariedade entre todos os segmentos constitutivos da gestão, buscando convivência harmoniosa e promovedora de qualidade melhor do trabalho docente pois, despertar a curiosidade em aprender é essencial para a metodologia de ensino, objetivo central da gestão escolar democrática.
Pensar a educação é pensá-la na escola, e na escola há pessoas e papéis sendo desempenhados. O aluno, sujeito do processo educacional; o professor, a alma da escola, o sujeito mais importante na formação do aluno; o diretor, um agente de motivação. Propõe-se fundamentar, acima de tudo, na formação do caráter do educando e seus princípios de cidadania a fim de contribuir para efetivação de uma escola participativa e aberta, uma escola humanística e democrática.
 Por isso a escola tem como