A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Estudo dirigido hemato - respondido

Pré-visualização | Página 1 de 2

Estudo dirigido
1.	Quais as diferentes funções do sangue?
2.	Qual a diferença entre plasma e soro?
3.	Qual o tempo de vida útil das diferentes células sanguíneas ?
4.	O que são Células tronco hematopoiéticas?
5.	Qual a ontogenia celular que dará origem aos megaloblastos ? Especifique cada período com suas respectivas fases e idade gestacional de cada uma delas.
6.	O que significa o termo hematopoese?
7.	Defina o que é sangue.E quais os diferentes tipos de células presentes neste tecido
8.	Cite os possíveis erros pré-analíticos, na solicitação de um Hemograma num laboratório de análises clínicas.
9.	Qual tubo de coleta (cor e anticoagulante) é utilizado para coleta de exames destinados a exames hematológicos (hemograma/provas de coagulação)?
10.	O que é analito?
11.	Quais as diferentes fases evolutivas da medula óssea (especifique as características) e em que idade ocorre tais mudanças medular. 
12. Na eritropoese quais são as diferentes células encontradas em cada departamento?
13.	Esquematize estas células apontando as suas respectivas características individuais.
14.	Em que departamento ocorre a hemoglobinação e a perda do núcleo?
15.	Quem são os reticulócitos e porque somente os diferenciamos dos eritrócitos os visualizando com coloração de azul de crezil brilhante?
UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL
BIOEDICINA 4ºC
HEMATOLOGIA
Prof. Edson
Priscila Abreu 20104791
ESTUDO DIRIGIDO
1- O sangue exerce função de transporte de substâncias, levando oxigênio para as células, retirando dos tecidos as sobras das atividades celulares como gás carbônico e conduzindo hormônios pelo organismo. Além disso, desemprenha papel na defesa do corpo contra agentes nocivos.
2- O plasma é definido como a parte liquida do sangue + o fibrinogênio (água, sais minerais e proteinas).
Já o soro é a parte líquida - o fibrinogênio.
O fibrinogênio é uma proteína plasmática precursora da fibrina e que participa da coagulação sanguínea.
3- ELEMENTO DURAÇÃO
Eritrócitos ~120 dias
Plaquetas 7-10 dias
Granulócitos 6-7 horas
Linfócitos Algumas horas até alguns anos (células de memória)
4- São responsáveis pela manutenção da produção dos diversos tipos de células sanguíneas, como as hemácias, os granulócitos, os linfócitos, os monócitos e os megacariócitos. 
5- Na fase pré-hepática do período fetal, o agrupamento dos angioblastos dão origem às Ilhotas de Wolff, as células centrais destas ilhas sanguineas darão origem aos primeiros glóbulos vermelhos ou megaloblastos.
6- Hematopoese é caracterizado pelo processo de produção, diferenciação e maturação de células sanguíneas.
7- Sangue é um tecido conjuntivo líquido que circula oelo sistema vascular, formado por uma porção celular de natureza diversificada que curcula em suspensão em meio fluido, o plasma.
Dentre as células que curculam pelo sangue estão: Linfócitos, eosinófilos, basófilos, neutrófilos, monócitos, plaquetas e eritrócitos.
8- A fase pré-analítica engloba todas as etapas iniciais que antecedem a análise laboratorial. Isto é, inclui a indicação do exame, a redação do pedido, o preparo do paciente, os procedimentos de coleta, o acondicionamento, o transporte e o preparo da amostra biológica.
Esta fase corresponde a maior parte dos erros ocorridos na analise laboratorial.
A fase pré-analítica envolve todos os fatores que devem ser levados em conta antes da realização do exame propriamente dito e que exercem influência direta na interpretação dos resultados. Prescrição do exame, preparação e orientação ao paciente, coleta da amostra, identificação, triagem, transporte e armazenamento.
O garroteamento, o tipo de coleta, a punção sanguínea, o anticoagulante utilizado, a homogeneização após a coleta e a confecção do esfregaço sanguíneo, são fatores pré-analíticos inerentes ao exame, fundamentais para um exame fidedigno.
O erros na entrega do resultado têm um impacto significativo na segurança do paciente, na carga de trabalho da equipe e nos custos para o laboratório. Existem fases do processo pré-analítico que não estão sob a gestão do laboratório, mas os prestadores de serviços devem reconhecer a importância de uma boa coleta e processamento das amostras, além do efeito que isso tem nos testes de laboratório e nos resultados dos pacientes.
9- Tampa vermelha: ativador de coágulo
Tubo de ensaio para coleta de sangue que conta com ativador de coágulo em suas paredes, fazendo com que a coagulação da coleta seja acelerada. É usado para prescrição em soro nas áreas de sorologia e bioquímica.
Tampa amarela: ativador de coágulo + gel
Possui ativador de coágulo em suas paredes, fazendo com que a coagulação seja acelerada, além de gel separador para alcance de uma solução de maior qualidade. É usado em rotinas de sorologia, imunologia, bioquímica, marcadores tumorais e cardíacos.
Tampa azul: citrato de sódio
Tubo usado para prova de coagulação em coletas. Concentrações distintas da substância podem gerar efeitos significativos nos exames de TP e TTPa.
Tampa lilás ou roxa: EDTA
Este modelo de tubo de ensaio possui EDTA K2 ou K3 em suas paredes, sendo aproveitados em bancos de sangue. O EDTA nada mais é do que o anticoagulante indicado para rotinas de hematologia, por se tratar do melhor anticoagulante para prevenção da morfologia das células.
Tampa cinza: fluoreto de potássio + EDTA K3
Tubo de ensaio para coleta de sangue usado na quantidade de glicose, hemoglobina glicada e lactato no plasma. O fluoreto de potássio atua como inibidor glicolítico, enquanto o EDTA K3 como um anticoagulante que preserva a morfologia das células.
Tampa verde: heparina de lítio
Tubo usado quando há a necessidade da utilização de plasmas para prescrições bioquímicas. Contam com heparina de lítio em suas paredes. Tais aditivos são coagulantes capazes de ativar as enzimas antiplaquetárias.
Tampa branca: sem aditivo
O tubo de ensaio de tampa branca é usado como recipiente de transporte para coletas, incluindo análises do líquido cefalorraquidiano.
10- Analito é uma substância ou componente químico, em uma amostra, que é alvo de análise em um ensaio. Tecnicamente, os experimentos sempre procuram para medir as propriedades de analitos, já que em si não podem ser medidos.
11- As fases medulares são divididas em: pré hepáticas, hepato-esplênica e mielóide.
Na fase Pré-hepática são formadas as primeiras células do sistema circulatório. 
As ilhotas de Wolff dão origem as primeiras células das paredes dos capilares sanguineos e também aos megaloblastos.
Esta fase ocorre ainda dentro do saco vitelíneo no primeiro mês de gestação.
Na fase Hepato-esplênica o fígado cessa a atividade hemopoética e a medula óssea passa a ser o local de produção das células sanguíneas.
Nesta fase, a qual ocorre entre o segundo e terceiro mês gestacional, ocorre a produção de eritrócitos, plaquetas e granulócitos pela medula óssea. Os leucócitos são produzidos pelo timo e baço nesta fase,
Na ultima fase, fase Medular ou Mielóide, ocorre a convergência troncular da hematopoese. Ocorre a diminuição da hematopoese e a medula óssea vermelha é substituida por medula óssea amarela aos quatro anos de idade aproximadamente e posteriormente, na idade senil, por medula óssea cinza.
Nest fase, fígado e baço passam a exercer função de hemocaterese.
Tal fase ocorre em torno do sétimo mês fetal.
12- Proeritroblasto, eritroblasto balofilo, eritroblasto policromático, eritroblasto ortocromático, reticulócito e hemácia.
13- 
PROERITROBLASTO
Um próeritroblasto é o primeiro dos quatro estágios no desenvolvimento do normoblasto. Na histologia, é muito difícil diferenciá-lo das outras células "explosivas". O citoplasma é azul em uma mancha de H&E, indicando que é basofílico.
ERITROBLASTO BASÓFILO
O eritroblasto basófilo é menor do que o proeritroblasto. Nucléolos não são visíveis,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.