A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Arte e música na educação semana 5 Univesp

Pré-visualização | Página 1 de 1

· ARTE E MÚSICA NA EDUCAÇÃO: FUNDAMENTOS E PRÁTICAS
Atividade para avaliação - Semana 5
Parte superior do formulário
 
Pergunta 1 2 pts
Segundo o texto "BNCC - A etapa da educação infantil: os campos de experiência", a organização curricular da Educação Infantil está estruturada em cinco campos de experiências, a saber:
	
	O eu, o outro e o nós; Corpo, gestos e movimentos; Traços, sons, cores e formas; Escuta, fala, pensamento e imaginação; Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações.
	
	A experiência criativa e sensorial; A experiência técnica e material; a experiência social e interação entre grupos; A experiência sonora e visual profunda; A experiência poética, filosófica e espiritual.
	
	Eu e a sociedade; Eu e meu espaço; Minhas aspirações sensíveis e criativas; Meus diálogos e inquietações; Meus dilemas existenciais e poéticos.
	
	Nós, eles e o mundo; Postura, movimento e gestualidade; Linha, ponto e plano; Audição, paladar, olfato, tato e visão; Pensamento, imaginação, criatividade e relações afetivas.
Pergunta 2 2 pts
No texto "BNCC - a etapa da educação infantil: os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento..." são apresentadas diversas proposições de atividades para cada fase do desenvolvimento da criança, e muitas delas nos remetem a atividades artísticas. De acordo com o texto, essas atividades tem a intenção fundamental de:
	
	Desenvolver alguma habilidade inata que prevaleça em termos de sensibilidade estética e artística.
	
	Estabelecer uma meta de desenvolvimento a ser vencida pela criança para assegurar seu pleno crescimento.
	
	Tomar as diversas interações e brincadeiras como eixo para desenvolver a aprendizagem.
	
	Desenvolver o potencial artístico da criança.
 
Pergunta 3 2 pts
Sobre o descompasso entre teoria e prática mencionado no texto "Presença das Artes Visuais na educação infantil: ideias e práticas correntes", é citado: "Em muitas propostas as práticas de Artes Visuais são entendidas apenas como meros passatempos em que atividades de desenhar, colar, pintar e modelar com argila ou massinha são destituídas de significados." Considerando que o que é proposto às crianças deve ter significado para ela, o texto se refere especificamente:
	
	À ausência de um significado expressivo no sentido estético.
	
	A especificar os propósitos educativos da atividade.
	
	À negligência de parte dos educadores em planejar bem as atividades.
	
	À ausência de explicação correta sobre o que se vai fazer na atividade.
 
Pergunta 4 2 pts
A denominação, para fins acadêmicos, do termo "arte da criança" abarca a produção visual infantil antes mesmo desta ter elementos razoáveis para se perguntar o que ela mesma está fazendo ou o que é arte. Assim, este termo diz mais respeito a uma classificação para educadores sobre uma das concepções infantis de arte. Portanto, subentende-se que o conceito de 'arte', para que tal produção possa ser assim denominada é:
	
	Arte como aprendizado progressivo e interação com o meio social existente.
	
	Arte como produto da livre e espontânea expressão.
	
	Arte como produção escolar.
	
	Arte como elemento intrínseco ao conhecimento humano.
 
Pergunta 5 2 pts
No texto "As dimensões curriculares na perspectiva da arte/educação contemporânea", é sugerido que os professores participem ativamente da construção de currículo e atuem de forma crítica e autoral sobre os documentos já elaborados. Para isso, o texto menciona que se deve:
	
	Fundamentalmente, reconhecer as diferentes concepções da arte/educação postuladas por educadores e teóricos.
	
	Conhecer parâmetros técnicos de arte, como pintura, escultura e desenho, para poder atuar de forma coerente na decisão dos currículos.
	
	Estar amplamente conectado com a realidade social, econômica e política da sociedade ou comunidades em que se insere.
	
	Incentivar o ativismo político e social para que tais currículos possam ser implementados.
Parte inferior do formulário