A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
avaliacao historia regional

Pré-visualização | Página 1 de 2

Ao longo da história, de acordo com o contexto, foram sendo atribuídos diversos 
significados à palavra memória. Hoje, poderíamos afirmar que a memória é seletiva e 
faz parte do processo de conhecer e das funções cognitivas pelas quais temos 
consciência do passado. Sobre a memória, analise as sentenças a seguir: 
 
I- Para os gregos antigos, a memória era a geradora das artes, sem ela não haveria 
história. 
II- No mundo medieval, ela seria o lugar no qual deveria estar sempre presente a 
lembrança de Deus. 
III- Para os romanos, a memória era algo que deveria ser exercida sempre que 
começasse o ano novo. 
IV- Na Pré-História, a memória era algo que não existia e muito menos era usada. 
 
Assinale a alternativa CORRETA: 
 a) As sentenças III e IV estão corretas. 
 b) As sentenças I e II estão corretas. 
 c) As sentenças II, III e IV estão corretas. 
 d) As sentenças II e IV estão corretas. 
 
2. No contexto da história oral, o papel do professor em orientar a pesquisa é 
fundamental na construção do conhecimento e no resgate do passado, principalmente 
o passado local/regional. Diante dessa realidade escolar e da prática do professor 
sobre a história oral, assinale a alternativa CORRETA: 
 a) O professor deve incentivar os alunos na pesquisa de relatos e depoimentos na 
comunidade em que o aluno está inserido. 
 b) Diferente de séculos passados, para o historiador, a única história oficial é aquela 
que é referenciada em livros aprovados nacionalmente. 
 c) O educador deve orientar somente a pesquisa bibliográfica, pois depoimentos e 
relatos não são considerados fontes para a história local. 
 d) A escola deve priorizar o estudo da história nacional, pois a história da 
comunidade não faz parte do currículo do ensino público. 
 
3. Para o historiador Michel Pollak (apud PACANO, 2011), memória é constituída por 
três elementos que associam tempo, espaço e sociedade. A memória é 
consubstanciada em lembranças que devemos entender dentro de "quadros sociais da 
memória". A partir dessa teoria de memória, analise as sentenças a seguir: 
 
I- Memória é constituída por "acontecimentos" vividos pessoalmente. 
II- Memória é constituída "por pessoas", por "personagens". 
III- Memória é constituída por "erros" e "acertos" do passado. 
IV- Memória é constituída "por lugares de apoio à memória". 
 
Agora, assinale a alternativa CORRETA: 
 
FONTE: PACANO, Fábio Augusto. História, Memória e Identidade. 2011. 
Disponível em: <www.2csh.clio.pro.br/fabio%20augusto%20pacano.pdf>. Acesso 
em: 23 jan. 2015. 
https://portaldoalunoead.uniasselvi.com.br/ava/notas/request_gabarito_n2.php?action1=SElEMDUyNg==&action2=SElTMTM=&action3=NjM4Njc0&action4=MjAyMC8x&prova=MTU2MzAxNzM=#questao_2%20aria-label=
https://portaldoalunoead.uniasselvi.com.br/ava/notas/request_gabarito_n2.php?action1=SElEMDUyNg==&action2=SElTMTM=&action3=NjM4Njc0&action4=MjAyMC8x&prova=MTU2MzAxNzM=#questao_3%20aria-label=
 a) As sentenças I, III e IV estão corretas 
 b) As sentenças III e IV estão corretas. 
 c) As sentenças I, II e IV estão corretas. 
 d) Somente a sentença III está correta. 
 
4. A escola possui um ambiente privilegiado de construção e reconstrução da memória 
histórica de sua comunidade através do processo de ensino. Em relação ao ensino de 
História Regional/Local, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as 
falsas: 
 
( ) A história que se ensina nas escolas do Ensino Básico enfatiza a História 
Nacional e a História Geral, ignorando a História Regional/Local. 
( ) Existe uma falta de materiais didáticos específicos sobre a história dos Estados e 
das comunidades locais de cada Estado. 
( ) Os temas da História Regional/Local nada contribuem para o ensino oficial da 
disciplina de História nas escolas. 
( ) Apesar das mudanças recentes, o ensino de História persiste, no geral, como 
uma prática que enfatiza a política e a economia, numa visão linear, factual. 
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA: 
 a) F - F - F - V. 
 b) F - F - V - F. 
 c) V - V - F - V. 
 d) F - V - V - V. 
 
5. Quando Alves et al. (2005) descrevem a história oral, ressaltam os desafios e as 
possibilidades da pesquisa de campo. Estes autores evidenciam a complexidade de 
utilizar o relato oral como fonte da Historiografia. Nesse contexto, classifique V para 
as sentenças verdadeiras e F para as falsas: 
 
( ) O uso da história oral é fonte capaz de fazer com que os estudos de história local 
"escapem das falhas dos documentos". 
( ) A fonte oral é capaz de ampliar a compreensão do contexto, de revelar os 
silêncios e as omissões da documentação escrita. 
( ) A utilização da história oral como fonte e possibilidade real de conhecimento é 
uma desvantagem para a história local. 
( ) A incorporação das fontes orais possibilita algumas vantagens, tais como 
despertar a curiosidade do historiador e acrescentar perspectivas diferentes. 
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA: 
 
FONTE: ALVES, Pedro et al. História Regional: desafios para o ensino e a 
Aprendizagem. Akrópolis: Revista de Ciências Humanas da UNIPAR, Umuarama, 
v. 13, n. 1, p. 39-45, jan./mar., 2005. 
 a) F - F - V - F. 
 b) V - V - F - V. 
 c) V - V - V - F. 
https://portaldoalunoead.uniasselvi.com.br/ava/notas/request_gabarito_n2.php?action1=SElEMDUyNg==&action2=SElTMTM=&action3=NjM4Njc0&action4=MjAyMC8x&prova=MTU2MzAxNzM=#questao_4%20aria-label=
https://portaldoalunoead.uniasselvi.com.br/ava/notas/request_gabarito_n2.php?action1=SElEMDUyNg==&action2=SElTMTM=&action3=NjM4Njc0&action4=MjAyMC8x&prova=MTU2MzAxNzM=#questao_5%20aria-label=
 d) F - V - F - V. 
 
6. O projeto da Micro-História surgiu de um conjunto de questões e proposições 
formuladas por um pequeno grupo de historiadores italianos a partir da concepção da 
Revista Quaderni Storici e da coleção dirigida por C. Ginzburb e G. Levi. Contudo, 
existe a versão francesa do debate que entende a Micro-História como uma 
interrogação sobre a história social e a construção dos seus objetos. De acordo com 
Jacques Revel (1998), "A Micro-História nasceu como uma reação, como uma 
tomada de posição frente a um certo estado da história social, da qual ela sugere 
reformular concepções, exigências e procedimentos". Na perspectiva da Micro-
História, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas: 
 
( ) O recurso da microanálise deve ser compreendido como um distanciamento do 
modelo comumente aceito, ou seja, do espaço macro. Isto porque reduzir a escala de 
observação significa se aproximar do objeto com uma lupa, com a finalidade de 
perceber nele características ainda não observadas, ou ainda, a busca de imagens 
ímpares. 
( ) Um dos precursores da micro-história foi o italiano Carlos Ginzburg, que 
abandonou o conceito de mentalidade e adotou o de cultura, definindo-a como o 
conjunto de atitudes, crenças, códigos, de comportamento próprios das classes 
subalternas em certo período histórico. 
( ) A micro-história nasceu de uma vertente francesa, ou melhor dizendo, da 2ª 
geração da Escola de Annales e diferente de Ginzburg, que adotou o conceito de 
cultura, pautava-se na história social francesa. 
( ) A micro-história não pretende renunciar a história social, mas, sim, reconsiderá-
la e dinamizá-la. Ela nos permite um enriquecimento da análise social, 
complexificando-a ao levar em conta aspectos inesperados. 
( ) O método da micro-história possibilita escrever uma série de acontecimentos e 
episódios significativos, que, de outra maneira, seriam inaudíveis. Constitui uma 
prática que visa, fundamentalmente, à redução da escala de observação, em uma 
análise microscópica, com base em um estudo intenso das fontes documentais. 
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA: 
 
FONTE: REVEL, J. Jogo de Escalas. A experiência de microanálise. Rio de Janeiro: 
Fundação