A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
28 pág.
apol historia da educação 1 e 2 2020

Pré-visualização | Página 1 de 8

Questão 1/10 - História da Educação
Leia o excerto abaixo:
“A Era Vargas foi palco das primeiras investidas dos novos métodos de ensino, preconizando a centralidade na criança e na sua iniciativa no processo de aquisição do conhecimento. Mesmo que inicialmente restrito, porque atendendo a uma camada da população, esse ensino renovado se sedimentou, atingindo amplos setores educacionais. ”
Após a avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: <http://www.histedbr.fe.unicamp.br/navegando/periodo_era_vargas_intro.html>. Acesso em: 03 ago. 2016. 
O autoritarismo do governo varguista coexistiu com a discussão no campo educacional dos intelectuais e novas perspectivas pedagógicas. Considerando esses elementos e o livro-base Constituição histórica da educação no Brasil, assinale a alternativa correta:
Nota: 10.0
	
	A
	Em 1932, intelectuais brasileiros lançaram o Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova com princípios liberais e um amplo programa educacional.
Você acertou!
“Em 1932, diversos intelectuais brasileiros assinaram o Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, que apresentava princípios liberais e propunha um amplo programa educacional, segundo o qual o Estado deveria ter papel central”. (Livro-base Constituição histórica da educação no Brasil, p. 132-133 – capítulo 4)
	
	B
	O governo de Getúlio Vargas, com seu caráter centralizador, extinguiu as discussões educacionais, enfatizando um ensino dialógico ligado à iniciativa privada.
	
	C
	As instituições escolares no governo varguista romperam com as orientações cívicas e patrióticas da Primeira República.
	
	D
	Em 1930, Getúlio Vargas e o ministro Francisco Campos extinguem o Ministério da Educação e Saúde, relegando suas funções à iniciativa privada.
	
	E
	Gustavo Capanema, ministro da Educação e Saúde, retirou os investimentos estatais do ensino técnico-profissionalizante, pois este era contrário às intenções governamentais.
Questão 2/10 - História da Educação
Leia o extrato de texto a seguir:
“A pesquisa em história, nos dias atuais, busca averiguar e explicar bem mais do que datas e nomes ‘importantes’”. 
Após a avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: GONÇALVES, Nadia Gaiofatto. Constituição histórica da educação no Brasil. Curitiba: Ibpex, 2011. p. 18. 
Considerando o texto apresentado acima e o livro-base Constituição histórica da educação no Brasil, responda à seguinte questão: quais devem ser as principais características do historiador, e o que o professor deve ter para que possa desenvolver uma pesquisa científica? Assinale a alternativa correta.
Nota: 10.0
	
	A
	Para desenvolver uma pesquisa científica, torna-se desnecessário admitir percepções e explicações diferentes a respeito do mesmo acontecimento.
	
	B
	O desenvolvimento da pesquisa científica, na proposta da Nova História, deve contemplar a possibilidade absoluta de objetividade que envolve os fatos e acontecimentos.
	
	C
	Uma pesquisa científica, em história, deve compreender de forma mais aprofundada como e por que os eventos e processos ocorrem. 
Você acertou!
Historiadores querem compreender de forma mais aprofundada como e por que os eventos e processos ocorreram, admitindo que, de acordo com a fonte ou o sujeito histórico, as percepções e explicações podem ser diferentes a respeito do mesmo evento (p. 18)
	
	D
	Para o professor desenvolver a pesquisa científica, de acordo com os preceitos da nova história, deve realizar uma leitura linear dos fatos valorizando apenas as fontes escritas.
	
	E
	O professor, ao desenvolver uma pesquisa cientifica, deve ter em mente que a pesquisa em história nos dias de hoje busca averiguar e explicar datas e nomes importantes para a história da humanidade.
Questão 3/10 - História da Educação
Considere a seguinte passagem de texto:
“Um outro elemento-chave a ser observado no projeto da escola primária republicana diz respeito ao papel assumido por essa instituição na formação do caráter e no desenvolvimento de virtudes morais, de sentimentos patrióticos e da disciplina na criança. Mensagens de caráter moralizante e cívico foram amplamente propagadas pela escola pública primária”. 
Após a avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: SCHUELER, Alessandra Frota Martinez de; MAGALDI, Ana Maria Bandeira de Mello. Educação escolar na primeira república: memória, história e perspectivas de pesquisa. In: Tempo, Niterói, v.13, n. 26, p. 32-55, 2009.  p. 45. 
O início do período republicano no Brasil trouxe mudanças para o cenário educacional. Considerando esses elementos e o livro-base Constituição histórica da educação no Brasil, é correto afirmar que:
Nota: 10.0
	
	A
	Um dos fatos importantes do campo educacional na Primeira República foi a desestruturação dos grupos escolares, principalmente de São Paulo, e a extinção do ensino simultâneo.
	
	B
	O governo republicano desacelerou a construção de edifícios e instalações para o ambiente escolar, pois já havia um excesso dessas construções desde o período imperial.
	
	C
	As instituições escolares na Primeira República desvencilharam-se das noções eugenistas e racialistas oriundas dos períodos colonial e imperial e encerraram os preconceitos raciais existentes.
	
	D
	No início do século XX, houve uma homogeneidade no campo das ideias educacionais com o domínio da orientação jesuítica para a organização do sistema de ensino nacional.
	
	E
	A escola na Primeira República, influenciada pela lógica positivista do período, concentrava esforços para moralizar e civilizar a população e estabelecer uma ordem social necessária para o progresso.
Você acertou!
“De forma breve, podemos afirmar que princípios positivistas influenciaram muitos participantes do movimento pela proclamação da República no Brasil, em especial os militares: ideias como construir um progresso para a história e as instituições do país, de aproximá-lo de um ideal de civilização e de modernidade, nesse momento fortemente relacionado aos modelos europeu e norte-americano, permearam o debate em torno da Constituição e também das diretrizes políticas. A escola era compreendida como instituição fundamental no esforço de moralizar e civilizar a população do país e de estabelecer uma ordem social necessária para o progresso. Além disso, compreendemos o lema da bandeira brasileira como bastante ilustrativo desses princípios e da influência de ideais positivistas na construção da República: Ordem e Progresso”. (Livro-base Constituição histórica da educação no Brasil, p. 113 – capítulo 4)
Questão 4/10 - História da Educação
Considere a seguinte passagem de texto:
“No Brasil, os jesuítas se dedicaram a duas tarefas principais: a pregação da fé católica e o trabalho educativo. Com seu trabalho missionário, procurando salvar as almas, abriram caminho a penetração dos colonizadores, com seu trabalho educativo, ao mesmo tempo em que ensinavam as primeiras letras e a gramática latina, ensinavam a doutrina católica e os costumes europeus”. 
Após a avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: PILETTI, Nelson. História da Educação no Brasil. São Paulo: Ática, 2010. p. 33.
Segundo o livro-base Constituição histórica da educação no Brasil sobre as ações dos jesuítas, leia as afirmativas a seguir, assinalando V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas:
I. ( ) Para a catequização dos índios, os jesuítas buscaram sistematizar a língua tupi e utilizaram práticas como a dança e a música.
II. ( ) No século XVI, havia muitas casas de bê-á-bá e poucos colégios, que se tornaram mais numerosos nos séculos seguintes.
III. ( ) Nas ações jesuíticas, a educação é necessariamente articulada à religião e à moral, desde os discursos até os conteúdos disciplinares.
IV. ( ) Logo após a expulsão dos jesuítas, Portugal implantou o sistema público de ensino no Brasil, aos moldes do que era feito na metrópole.
Agora, marque a sequência correta:
Nota: 10.0
	
	A
	V – V – F – F
	
	B
	F – F – V – V
	
	C
	V – F – V – F
	
	D
	F – V – F –