A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
20 pág.
Visão Sistêmica do Ensino de Língua e Literatura 2

Pré-visualização | Página 4 de 4

linguagem como possibilidade de leitura e escrita do outro e de si mesmo, marcando verbalmente sua história através da palavra..
Questão 7
Correto
Marcar questão
Texto da questão
Há um consenso de que “a leitura e a escrita são partes integradas e dependentes entre si” (Antunes, 1988, p.52). Há entre elas uma relação de interdependência, de conexão, e reflexões sobre essa conexão e sua implicação no processo de produção textual têm sido realizadas por diversos estudiosos: Freire, (2000); Geraldi, (1997); Silva, (1988); Orlandi, (1988); Kleiman, (1999); Poersh, (1993); e Antunes, (1988), entre outros. Antunes (1988, p.52) descreve uma visão produtiva de leitura e de escrita. Assinale a alternativa que não destaca essa visão.
I – A leitura e a escrita envolvem processos e funções parcialmente semelhantes aos processos envolvidos na produção e recepção da fala.
II – A fala supõe o concurso simultâneo e imediato do “Eu” e do “Tu”.
III– O fato de a leitura e a escrita serem atos complementares, não implica a existência de uma relação mecânica ou automática entre o ler e o escrever.
IV – É uma relação que implica a intervenção bilateral do falante e do ouvinte.
V – a escrita, ato de produção, supõe a leitura como ato de apreensão de sentidos e de intenções codificadas.
Assinale a alternativa correta:
Escolha uma:
a. Apenas a alternativas V está correta.
b. Apenas as alternativas II está correta.
c. Apenas a alternativa I está correta.
d. Apenas a alternativa IV está correta.
e. Apenas a alternativa III está correta.
Feedback
A resposta correta é: Apenas a alternativa III está correta..
Questão 8
Correto
Marcar questão
Texto da questão
Segundo Possenti (2002,p.17-56), apresenta alguns princípios básicos para o professor trabalhar a Língua Portuguesa na sala de aula com seus alunos. As palavras de Possenti (2002, p. 56) “qualquer projeto que não considere como ingrediente prioritário dos professores, desde que estes por sua vez, façam o mesmo com os alunos, certamente fracassará.” Em relação aos princípios da Língua Portuguesa é correto afirmar:
Escolha uma:
a. Da mesma forma o trabalho com a literatura deve estar pautado em muita leitura, muita imaginação, muita reflexão. Leitura de ficção, leitura de realidades, leitura de diferentes culturas, de diferentes visões, de opiniões e essas formam o próprio conhecimento de cada leitor, cada qual a sua maneira.
b. O objetivo de trabalhar a língua portuguesa aos falantes dessa língua, não é ensinar a língua, pois eles já a sabem, mas é habilitar as pessoas a falarem claro, escreverem claro, de modo eficiente, utilizar com desembaraço e prazer seu bem pessoal mais intimo: a língua. Isso é que importa estudar, praticar, desenvolver; não regras de gramática.
c. Sendo assim, a literatura não está ligada com a gramática e nem deve ser trabalhada com o pretexto de se ensinar gramática, fazer análise, observar e destacar regras de pontuação e ortografia. A literatura deve ser usada para explorar a arte, o manejo, a eficiência do uso das palavras e, para tanto não é necessário o estudo da história nem da língua, muito menos da literatura.
d. Só predomina nas línguas mortas, e aí é de interesse restrito a necrólogos e professores de Latim, gente em geral pouco comunicativa. Aquela sombria gravidade que a gente nota nas fotografias em grupo dos membros da Academia Brasileira de Letras é de reprovação pelo Português ainda estar vivo. Eles só estão esperando, fardados, que o Português morra para poderem carregar o caixão e escrever sua autópsia definitiva.
e. O objetivo da escola é ensinar o português padrão, porém sem desconsiderar as variações linguísticas.O professor deve ter uma concepção clara de língua e de ser humano,como já citado anteriormente, algumas práticas igualam o humano aos animais.Ter clareza de que não há línguas fáceis ou difíceis , todas as línguas têm estruturas complexas. Compreender que todos os que falam sabem falar, diferença não é defeito, nem erro.Saber que não existem línguas uniformes , todas as línguas variam. Entender que não existem línguas mutáveis , todas as línguas mudam.Perceber que falamos mais corretamente do que pensamos , pois existe uma gramática internalizada. A língua não se ensina,aprende-se, e isto acontece por práticas significativas, efetivas, contextualizadas.Sabemos o que os alunos ainda não sabem? O que é sabido não precisa ser ensinado. Ensinar língua ou ensinar gramática? Depende do professor mudar o ensino.
Feedback
A resposta correta é: O objetivo da escola é ensinar o português padrão, porém sem desconsiderar as variações linguísticas.O professor deve ter uma concepção clara de língua e de ser humano,como já citado anteriormente, algumas práticas igualam o humano aos animais.Ter clareza de que não há línguas fáceis ou difíceis , todas as línguas têm estruturas complexas. Compreender que todos os que falam sabem falar, diferença não é defeito, nem erro.Saber que não existem línguas uniformes , todas as línguas variam. Entender que não existem línguas mutáveis , todas as línguas mudam.Perceber que falamos mais corretamente do que pensamos , pois existe uma gramática internalizada. A língua não se ensina,aprende-se, e isto acontece por práticas significativas, efetivas, contextualizadas.Sabemos o que os alunos ainda não sabem? O que é sabido não precisa ser ensinado. Ensinar língua ou ensinar gramática? Depende do professor mudar o ensino..
Questão 9
Correto
Marcar questão
Texto da questão
Tanto a literatura como a língua portuguesa devem ser trabalhadas de uma forma sistêmica, sem fragmentações e classificações, mas sim de forma global. Sendo do interesse do aluno, sempre que desejar saber se uma obra é do romantismo ou do realismo basta pesquisar, pois tais informações não ampliam em nada a capacidade comunicativa. Com relação à literatura (LUFT, 1985, p. 21) afirma que:
Escolha uma:
a. É lendo que o leitor entende que ler não é passear por cima das palavras, ler é ter uma com-preensão profunda do lido.
b. É lendo que se aprende a ler cada vez melhor, é lendo que o vocabulário se amplia, é lendo que as estruturas do texto, da língua em si são fixadas pela gramática natural que todos os falantes de uma língua possuem e que a interiorizam ouvindo, falando, lendo e escrevendo.
c. É lendo que o leitor se apropria de novas informações e constrói conhecimentos que o acompanharão por toda a vida.
d. É lendo que a se melhora a escrita a comunicação, a expressão tanto oral como corporal.
e. É lendo que cada vez mais o hábito da leitura se expressa, tornando o leitor mais interessado em novos tipos de leitura
Feedback
A resposta correta é: É lendo que se aprende a ler cada vez melhor, é lendo que o vocabulário se amplia, é lendo que as estruturas do texto, da língua em si são fixadas pela gramática natural que todos os falantes de uma língua possuem e que a interiorizam ouvindo, falando, lendo e escrevendo..
Questão 10
Incorreto
Marcar questão
Texto da questão
O professor não deve se utilizar da literatura para ensinar gramática, pois a literatura não está ligada à gramática, embora essa prática ainda seja utilizada. Para (FREIRE, 1998, p. 11) ler não é passear por cima das palavras, e sim ter uma compreensão profunda do lido. De acordo com a citação de Freire, a literatura deve ser usada:
Escolha uma ou mais:
a. Para colocar os alunos em uma convivência íntima e prolongada com textos modelares, pois quem escreve precisa ler muito para ter fundamento em suas palavras.
b. Para desencadear no aluno, o gosto, o amor pela leitura clássica.
c. Para despertar nos alunos um interesse em ler cada vez mais.
d. Para entender como texto modelar, textos reconhecidos como integrantes da literatura, seja ela brasileira ou não, seja um clássico ou não.
e. Para explorar a arte, o manejo, a eficiência do uso das palavras e, para tanto não é ne-cessário o estudo da história nem da língua, muito menos da literatura.
Parte inferior do formulário