A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
51 pág.
TCC BALANÇO SOCIAL - PÓS CONTROLADORIA E FINANÇAS SENAC

Pré-visualização | Página 1 de 11

PAGE 
51
SENAC – Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial
Marcio Meloncelli
Thayse Lins
Thiago Nicolucci
NÍVEL DE EVIDENCIAÇÃO DO BALANÇO SOCIAL NAS INDÚSTRIAS DE CELULOSE
Projeto de Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Centro Universitário SENAC, unidade Francisco Matarazzo, como exigência parcial da obtenção do título de Especialista em Controladoria e Finanças.
São Paulo
2018
DEDICATÓRIA
Dedicamos as nossas famílias, que nos incentivaram na elaboração e conclusão deste trabalho de conclusão de curso, sendo um tema bastante atual, a preocupação com o meio ambiente, vem de encontro ao tema exposto, procurando mostrar um pouco das empresas que estão fazendo o seu papel de retornar tudo aquilo que foi extraído da natureza, preocupando em manter o equilíbrio da flora e fauna em nosso planeta, mantendo assim a preservação da humanidade.
Agradecimentos
Agradecemos aos docentes da pós-graduação em Controladoria e Finanças, que buscaram passar o conhecimento a cada um de nós, que está sendo bastante proveitoso em busca de nossas realizações profissionais e pessoais.
RESUMO
A evolução do balanço, partindo do balanço para os proprietários ou gestores para o atendimento das necessidades de informações para um público externo cada vez maior, envolvendo, principalmente, as comunidades, trouxe à discussão um assunto importante no relacionamento em sociedade: a Responsabilidade Social. Esta evolução vem realçando a responsabilidade social da empresa e a Contabilidade, em sua visão social, estão intimamente vinculadas a esta Responsabilidade. A Responsabilidade Social da empresa está na sua participação direta nas ações da comunidade onde está presente e na minimização de possíveis danos ambientais decorrentes de suas atividades, capacitando a empresa a crescer e a permanecer no mercado. O objetivo deste estudo é verificar através de uma pesquisa bibliográfica como o Balanço Social permite identificar as relações de uma empresa com seus empregados/comunidade, e meio ambiente. Neste cenário, o Balanço Social desempenha papel fundamental para a divulgação da Responsabilidade Social das empresas. 
sumário
	1 INTRODUÇÃO .............................................................................................
	06
	
	
	2 REVISÃO DA LITERATURA .........................................................................
	09
	 2.1 O Surgimento do Balanço Social ............................................................
	09
	 2.2 Conceito de Balanço Social ....................................................................
	10
	 2.3 Objetivo do Balanço Social .....................................................................
	12
	 2.4 Os benefícios do Balanço Social ............................................................
	13
	 2.5 A importância do balanço Social .............................................................
	14
	 2.6 O Balanço Social no Brasil .....................................................................
	16
	3 ESTRUTURA DO BALANÇO SOCIAL .........................................................
	19
	 3.1 Benefícios e Contribuições á Sociedade ...........................................
	28
	 3.2 Modelo de Balanço Social .................................................................
	31
	 3.3 Obrigatoriedade da publicação do Balanço Social ............................
	37
	 4 RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL..........................................
	43
	
	
	5 CONCLUSÂO ..............................................................................................
	48
	
	
	REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS................................................................
	50
1 INTRODUÇÃO
Uma empresa para manter se ativa no mercado, que a cada dia tem se tornado cada vez mais competitivo precisa ser eficiente atender às necessidades de seus clientes ou usuários, uma vez que estes geram um nível de expectativa e esperam que estas atuem de maneira adequada fornecendo produtos ou serviços de boa qualidade, com preços acessíveis e sem prejudicar o meio ambiente.
Vislumbra-se igualmente que empresas que tenham uma atuação mais favorável a toda sociedade, conseguem um maior número de clientes ou usuários, o que promove um crescimento, e fixação no mercado.
Desta forma a própria sociedade exige determinadas posturas responsáveis por parte das empresas, que aliem sua produção às normas técnicas e legais garantindo que seja fornecida à comunidade informação detalhadas a cerca de sua atitude no desenvolvimento da sociedade como um todo, desta maneira surge em 1970 o Balanço Social, que nada mais é que uma prestação de contas sobre o nível de retorno que esta consegue manter junto à comunidade. Este processo teve início na França e se disseminado pelo resto do mundo.
Assim o Balanço Social de uma empresa apresenta as informações sócio-econômicas, objetivando dar publicidade ao desempenho da empresa, e quais são as atividades que conseguem que a sociedade reconheça o benefício que estas estão produzindo, ou seja, o enriquecimento da empresa deve ser proporcional aos benefícios que esta traz a comunidade.
Com base nestas afirmações surge uma questão: Através do Balanço Social as empresas conseguem evidenciar os benefícios por elas gerados a sociedade?
Evidencia-se que contemporaneamente a velocidade do processo de desenvolvimento de novas tecnologias com uma atitude de proteção do meio ambiente, que é o chamado desenvolvimento sustentável, preocupando-se com o não esgotamento dos recursos naturais, e que acarretem um desequilíbrio ambiental. Desta forma verifica-se que todas as nações vêm se conscientizando sobre os riscos que este processo de desenvolvimento acelerado pode causar ao meio ambiente, principalmente sobre as reservas energéticas não renováveis.
Justamente visando ampliar as discussões e delinear as ações para garantir um desenvolvimento sustentável, em 1992, realizou-se no Rio de Janeiro a ECO/92, que reuniu representantes de 114 países, cuja finalidade é a de analisar e fixar diretrizes sobre práticas ecológicas. Este evento deixou inúmeras pautas, dentre ela a necessidade de produzir demonstrações contábeis e relatórios que comporiam uma nova consciência, de forma a conciliar as metas ambientais, sociais e econômicas.
No ambiente interno das organizações visualiza-se que a controladoria/contabilidade são áreas que além de ter atribuições normais atendendo os credores, sócios e o governo, através dos relatórios produzidos para subsidiar as decisões empresariais, mas de uma forma diferenciada pode agregar maneiras específicas gerar outros níveis de informações que passam a delinear as alterações produzidas no ambiente social e o nível de preocupação com o comportamento assumido pela empresa frente à sociedade, muito além de apenas demonstrar as variações patrimoniais ocorridas em determinado período.
Traça-se como objetivo deste trabalho o de verificar, através de uma pesquisa bibliográfica, como o Balanço Social consegue demonstrar claramente as relações de uma empresa com seus empregados, com a comunidade, e com o meio ambiente, através do referencial teórico pesquisado. 
Este estudo tem o interesse de reunir o aspecto evidenciado por estudos presentes na literatura disponível e na produção acadêmica com vias a conhecer com maior profundidade as características do Balanço Social.
A validade deste estudo está pontuada na relevância do tema para as empresas, trabalhadores e estudantes, já que este pode servir de base para a disseminação de informações sobre os aspectos básicos, que fundamentam o tema.
Para melhor visualização, o presente estudo foi divido em três capítulos, cada qual com suas especificidades e garantindo o detalhamento necessário para o entendimento pleno do Balanço Social.
O capítulo introdutório tem o intuito de apresentar o tema e problema, o objetivo geral e a justificativa do estudo, além de fundamentar a organização do trabalho.
No segundo capítulo é mostrada a revisão de literatura

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.