livro-praticas-e-saberes-psi

livro-praticas-e-saberes-psi


Disciplina<strong>psicologia da Educação</strong> Fael5 materiais15 seguidores
Pré-visualização50 páginas
Livro-Praticas-e-saberes-psi.pdf
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Catalogação na fonte pela Biblioteca Universitária 
da 
Universidade Federal de Santa Catarina 
 
P912 Práticas e saberes psi [recurso eletrônico]: os 
novos desafios à formação do psicólogo 
/ organizadores Ana Mercês Bock...[et al.] ; 
coordenadoras da coleção Ana Lídia Campos 
Brizola, Andrea Vieira Zanella. \u2013 Florianópolis 
: ABRAPSO Editora : Edições do Bosque CFH/UFSC, 
2015. 
291 p.; grafs., tabs. - (Coleção Práticas 
Sociais, Políticas Públicas e Direitos Humanos; 
v. 3) 
 
 Inclui bibliografia. 
ISBN: 978-85-86472-22-0 
 
 
1. Psicólogo - Educação (Superior). 
 2. Psicologia social. 3. Psicologia. 4. Política 
 pública. I. Bock, Ana Mercês...[et al.]. 
 II. Série 
 
CDU: 159.9 
 
 
Diretoria Nacional da ABRAPSO 2014-2015
Presidente: Aluísio Ferreira de Lima
Primeiro Secretário: Marcelo Gustavo Aguilar Calegare
Segundo Secretário: Leandro Roberto Neves
Primeira Tesoureira: Deborah Chrisina Antunes
Segunda Tesoureira: Renata Monteiro Garcia
Suplente: Carlos Eduardo Ramos
Primeira Presidenta: Silvia Taiana Maurer Lane (gestão 1980-1983)
ABRAPSO Editora
Ana Lídia Campos Brizola
Cleci Maraschin
Neuza Maria de Faima Guareschi
Conselho Editorial
Ana Maria Jacó-Vilela \u2013 Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Andrea Vieira Zanella - Universidade Federal de Santa Catarina
Benedito Medrado-Dantas - Universidade Federal de Pernambuco
Conceição Nogueira \u2013 Universidade do Minho, Portugal
Francisco Portugal \u2013 Universidade Federal do Rio de Janeiro
Lupicinio Íñiguez-Rueda \u2013 Universidad Autonoma de Barcelona, España
Maria Lívia do Nascimento - Universidade Federal Fluminense
Pedrinho Guareschi \u2013 Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Peter Spink \u2013 Fundação Getúlio Vargas
Edições do Bosque Gestão 2012-2016
Ana Lídia Campos Brizola
Paulo Pinheiro Machado
Conselho Editorial
 Arno Wehling - Universidade do Estado do Rio de Janeiro e UNIRIO
Edgardo Castro - Universidad Nacional de San Marín, Argenina
Fernando dos Santos Sampaio - UNIOESTE - PR
José Luis Alonso Santos - Universidad de Salamanca, España
Jose Murilo de Carvalho - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Leonor Maria Cantera Espinosa - Universidad Autonoma de Barcelona, España
Marc Bessin - École des Hautes Études en Sciences Sociales, France
Marco Aurélio Máximo Prado - Universidade Federal de Minas Gerais
I
Coleção Práicas sociais, políicas públicas e direitos humanos
Sumário
A Coleção 1
Apresentação 3
Origens
Uma história sociotécnica do Laboratório do Insituto de 
Psicologia
Arthur Arruda Leal Ferreira e Luiz Fonseca
10
Ressonâncias do pensamento de Michel Foucault no Brasil - 
para além das categorias sociológicas
Heliana de Barros Conde Rodrigues
28
Militância e método
Processos grupais e ariculações idenitárias: provocações 
para formação em Psicologia Social e práticas em comunidades
Marcos Vieira-Silva
55
A dimensão subjeiva da desigualdade social: questões 
metodológicas e implicações práicas
Maria da Graça Marchina Gonçalves
65
II
Práicas e saberes psi: os novos desaios à formação do psicólogo
Senido e signiicado de futuro: jovens pretas da região do 
Capão Redondo e Jardim Ângela (São Paulo)
Carlos Eduardo Mendes
85
O futebol como luta por reconhecimento e seus desdobra-
mentos na dimensão subjeiva de jovens 
Daniele Mariano Seda, Carlos Eduardo Senareli Teixeira e Rafa-
el Nuernberg Lauer
100
A fronteira vivida e os processos de subjeividade
Luiz Felipe Barboza Lacerda, Reginaldo Conceição da Silva, Rosi 
Méri Bukowitz Jankauskas e Michael Ribeiro de Oliveira
120
Formação
Novos desaios para a formação de psicólogos no Brasil
João Paulo Macedo, Magda Dimenstein e Andressa Veras de 
Carvalho 
144
Análise das práicas desenvolvidas em estágios obrigatórios 
do curso de psicologia na área social
Regina Célia do Prado Fiedler e Luiza de Carvalho Vilas Boas 
157
Pró-saúde e o contexto universitário: achados de uma 
pesquisa- experiência
Cássia Beatriz Baista
176
Heranças militantes: perspecivas estudanis sobre os 
bacharelados interdisciplinares na UFBA
Samir Pérez Mortada
196
III
Coleção Práicas sociais, políicas públicas e direitos humanos
Graduandos em Psicologia e preconceito, racionalidade 
tecnológica e narcisismo
Maria Amélia Güllnitz Zampronha
225
Desigualdade educacional: o caso do EAD no Brasil
Deise Mancebo, Andréa Araujo do Vale, Priscila Meireles e 
Suellane Freitas Jacintho 
242
Da epistemologia às ecologias cogniivas: recolocando o 
problema do conhecer e do conhecimento psi
Eiane Araldi
261
Sobre os autores, organizadores e coordenadoras 280
1
Coleção Práicas sociais, políicas públicas e direitos humanos
A coleção
Práicas Sociais, Políicas Públicas e Direitos Humanos reúne tra-
balhos oriundos do XVII Encontro Nacional da Associação Brasileira de 
Psicologia Social - ABRAPSO, realizado na Universidade Federal de Santa 
Catarina em outubro de 2013. Comemorando 30 anos, ao realizar esse 
evento que aliou ensino, pesquisa e atuação proissional em Psicologia 
Social implicada com o debate atual sobre problemas sociais e políicos do 
nosso país e sobre o coidiano da nossa sociedade, a ABRAPSO reairmou 
sua resistência políica à cristalização das insituições humanas.
A ABRAPSO nasceu compromeida com processos de democraiza-
ção do país, a parir de uma análise críica sobre a produção de conheci-
mento e atuação proissional em Psicologia Social e áreas ains. O hori-
zonte de seus ailiados é a construção de uma sociedade fundamentada 
em princípios de jusiça social e de solidariedade, compromeida com a 
ampliação da democracia, a luta por direitos e o acolhimento à diferença. 
Nossas pesquisas e ações proissionais visam a críica à produção e repro-
dução de desigualdades, sejam elas econômica, racial, étnica, de gênero, 
por orientação sexual, por localização geográica ou qualquer outro as-
pecto que sirva para oprimir indivíduos e grupos. Os princípios que orien-
tam as práicas sociais dos ailiados à ABRAPSO são, portanto, o respeito à 
vida e à diversidade, o acolhimento à liberdade de expressão democráica, 
bem como o repúdio a toda e qualquer forma de violência e discrimina-
ção. A ABRAPSO, como parte da sociedade civil, tem buscado contribuir 
para que possamos de fato avançar na explicitação e resolução de violên-
cias de diversas ordens que atentam contra a dignidade das pessoas.
Os Encontros Nacionais de Psicologia Social promovidos pela ABRAP-
SO consistem em uma das estratégias para esse im. Foi um dos primeiros 
eventos nacionais realizados na área de Psicologia (em 1980) e se caracte-
riza atualmente como o 3º maior encontro brasileiro de Psicologia, em nú-
mero de paricipantes: nos úlimos encontros congregou em média 3.000 
paricipantes e viabilizou a apresentação de mais de 1.500 trabalhos.
2
Práicas e saberes psi: os novos desaios à formação do psicólogo
O XVII Encontro Nacional da Associação Brasileira de Psicologia 
Social foi concebido a parir da compreensão de que convivemos com 
violências de diversas ordens, com o aviltamento de direitos humanos e 
o recrudescimento de práicas de sujeição. Ao mesmo tempo, assisimos 
à presença cada vez maior de psicólogos(as) atuando junto a políicas de 
governo. Ter como foco do Encontro Nacional da ABRAPSO a temáica 
Práicas Sociais, Políicas Públicas e Direitos Humanos possibilitou 
o debate desses acontecimentos e práicas, das lógicas privaistas e 
individualizantes que geralmente os caracterizam e os processos de