Buscar

Questões RESOLVIDAS Pavimentação

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 9 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 9 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 9 páginas

Prévia do material em texto

1) Por definição, como se pode conceituar o pavimento de uma estrada? 
Pavimento é uma estrutura de múltiplas camadas de espessuras finitas, construída sobre a superfície 
final de terraplenagem, é destinada a resistir aos esforços oriundos do tráfego de veículos e do clima, e 
a propiciar aos usuários melhoria nas condições de rolamento, com conforto, economia e segurança. 
 
2) Desenhe esquematicamente a estrutura típica de um pavimento flexível. 
 
Revestimento 
Base 
Sub-base 
Reforço 
Subleito 
 
3) Desenhe esquematicamente a estrutura típica de um pavimento semi-rígido. 
 
revestimento asfáltico 
base cimentada 
base granular 
subleito 
 
4) Em um pavimento flexível qual é a função da camada de revestimento? 
A sua função é aliviar as tensões verticais de compressão no subleito por meio da 
absorção de tensões cisalhantes que são causadas pela distribuição das tensões e 
deformações geradas na estrutura pelas cargas de rodas do tráfego 
 
 
5) No que consiste a imprimação, qual sua função qual o tipo de material e 
equipamentos necessários? 
A Imprimação consiste na aplicação de uma camada de material betuminoso sobre a 
superfície de uma base concluída, antes da execução de um revestimento betuminoso 
qualquer, objetivando: Aumentar a coesão da superfície da base, pela penetração do 
material betuminoso empregado; Impermeabilizar a base; Promover condições de 
aderência entre a base e o revestimento. Os materiais utilizados são os asfaltos diluídos 
CM-30 e CM-70. E os equipamentos seriam as vassouras mecânicas rotativas para a 
varredura da superfície da base; Jato de ar comprimido; Carros distribuidores de ligante 
asfáltico. 
6) Em que modo de execução os Revestimentos são ditos “revestimentos asfálticos 
por penetração”? 
 
 Refere-se aos revestimentos executados através de uma ou mais aplicações de material 
asfáltico e de idêntico número de operações de espalhamento e compressão de camadas de 
agregados com granulometrias apropriadas. 
 
7) Descreva suscintamente o processo de execução de tratamento superficial duplo de 
penetração invertida. 
Primeiramente é aplicado uma camada de ligante com posterior colocação de agregado com 
compactação, e é aplicado nova camada de ligante com agregado e compactação. 
 
 
8) No que se constitui o espargidor e quais os aspectos observados para o bom 
funcionamento? 
 Constitui num caminhão espargidor sendo responsável pela distribuição do ligante 
asfáltico, com um distribuidor de agregados. O caminhão espargidor aplica o ligante asfáltico por 
meio de bicos espargidores instalados em uma barra transversal. É necessária a limpeza e a 
regulagem dos bicos antes do início de cada operação do caminhão espargidor, pois a 
uniformidade e a regularidade da aplicação do ligante são fundamentais no desempenho do 
revestimento executado. 
 
9) Quais os três elementos que interferem no dimensionamento de pavimentos? 
Trafego, subleito e materiais disponíveis para execução 
 
 
10) Quais a propriedades que definem o Indice de Grupo de um solo? (AASHTO) 
 
Limite de liquidez, tamanho dos grãos, limite de plasticidade, limite de consistência. Usado para 
avaliar a qualidade de um solo quanto a sua utilização como subleito de uma rodovia. A qualidade 
é inversamente proporcional o Índice de Grupo 
 
 
11) Como é obtido o Vt –Volume total de tráfego que vai solicitar o pavimento, o 
período de projeto, no sentido mais solicitado? 
?? 
 
 
12) O que representa o FV (Fator de Veículo) e, quais os fatores que o constiui? 
 É um número que multiplicado pelo número de veículos que operam fornece diretamente o 
número de eixos equivalentes ao eixo padrão. Os fatores que o constitui são os FE (fator de eixo) 
e FC (fator de carga). FV = FE x FC 
 
13) Defina Serventia e Desempenho. 
• serventia: qualidade do pavimento, num determinado instante, quanto aos 
aspectos 
para o qual foi construído em relação ao conforto ao rolamento e segurança; 
 • desempenho: variação da serventia ao longo do tempo (ou do tráfego) de uso do 
pavimento; 
 
1) Subleito: é o terreno de fundação do pavimento ou do revestimento. 
2) Sub-base: é a camada corretiva do subleito, ou complementar a base, quando por 
qualquer circunstância não seja aconselhável construir o pavimento diretamente sobre o 
leito obtido da terraplanagem. 
3) Base: é uma camada destinada a resistir e distribuir os esforços verticais oriundos dos 
veículos, sobre a qual se constrói um revestimento. 
4) Revestimento: é a camada, tanto quanto possível impermeável, que recebe diretamente a 
ação do rolamento dos veículos, que se destina econômica e simultaneamente: 
a) a melhorar as condições do rolamento quanto a comodidade e segurança; 
b) a resistir aos esforços horizontais que nele atuam, tornando mais durável a 
superfície de rolamento. 
1 Pavimentos flexíveis 
Um pavimento flexível é constituído por um revestimento asfáltico sobre camada de base 
granular. 
1.2.2 Pavimentos rígidos 
O pavimento rígido é constituído por placas de concreto de cimento portland (CCP) assentes 
sobre o solo de fundação ou sub-base granular intermediária. A placa de CCP é o principal 
componente estrutural, deste tipo de pavimento, aliviando as tensões para as camadas 
subjacentes por meio de sua elevada rigidez a flexão, quando são geradas tensões e 
deformações de tração sob a placa, que ocasionam trincamento por fadiga após certo número de 
repetições da carga. 
1.2.3 Pavimentos semi-rígidos 
São constituídos por camada de revestimento em concreto asfáltico assente sobre uma 
base de placa cimentada, como solo-cimento, solo-cal e brita graduada com cimento. 
 
Pavimentos compostos 
São aqueles constituídos por camada de revestimento em concreto asfáltico flexível 
assente sobre placa de cimento portland . 
1.2.5 Pavimentos invertidos 
São constituídos por uma sub-base cimentada, uma base granular e revestimento em 
concreto asfáltico. 
1.2.6 Pavimentos intertravados 
A camada de rolamento é formada por peças pré-moldadas de concreto, assentes sobre 
uma camada de areia e com as juntas entre as peças preenchidas com areia, formando um 
travamento entre elas. A camada de base recebe as tensões distribuídas pela camada de 
revestimento, sendo sua função a de resistir e distribuir os esforços ao subleito, resistindo a 
esforços que provoquem deformações permanentes e a conseqüente deterioração do pavimento. 
 
 
1) Como pode ser definido um Sistema de gerência de pavimentos (SGP)? 
É um conjunto de ferramentas e métodos para auxiliar os que tomam decisões a 
encontrar estratégias ótimas para construir, avaliar e manter os pavimentos numa condição 
funcional aceitável durante certo período de tempo. 
Visa à obtenção do melhor retorno possível para os recursos investidos, provendo 
pavimentos seguros, confortáveis e econômicos aos usuários. Devem ainda propiciar a melhoria 
das condições dos pavimentos e a redução dos custos de manutenção e restauração e dos 
custos operacionais dos veículos. 
 
2) Cite 3 objetivos específicos de um Sistema de gerenciamento de pavimentos? 
- Obter o melhor retorno para os recursos públicos disponíveis; 
- Assegurar um sistema de transporte que seja seguro, econômico e confortável; 
- Aumentar a eficiência do processo de tomada de decisões; 
- Fornecer um feedback acerca das conseqüências das decisões que são tomadas; 
- Assegurar consistência nas decisões, independentemente de onde elas são tomadas 
dentro da organização, ou independentemente de quem o faz; 
- Determinar a importância relativa de quaisquer fatores locais que possam contribuir para 
a deterioração dos pavimentos. 
 
3) Defina os termos: Serventia e desempenho dos pavimentos. 
- Serventia: é o grau com que o pavimento atende aos requisitos de conforto ao rolamento 
e segurança, nas velocidades operacionais da via e num determinado momento de sua vida de 
serviço. 
- Desempenho: é a variação da serventiaao longo do tempo. Pelo SGP (Sistema de 
Gerencia de Projeto) tempo em que o pavimento resiste ao trincamento e ao acúmulo de 
deformações. 
 
4) Quais a duas fontes de solicitação mecânica a que os pavimentos estão expostos e 
que causam os defeitos de superfície? 
- O clima, na forma da variação da temperatura e de umidade; 
- O tráfego, seja pela degradação estrutural gerada pelas tensões aplicadas pelos veículos 
de carga, seja pelo desgaste de superfície produzido pela passagem de todos os tipos de 
veículos. 
 
5) Em função da forma como se apresentam e as causas, podemos classificar os 
defeitos dos pavimentos em três categorias. Quais as três categorias de defeitos 
dos pavimentos? 
- Trincamento: que ocorre por cargas repetidas e excessivas, escorregamento da capa, 
mudanças de umidade. 
- Deformação: ocorre pela carga excessiva, expansão, fluência plástica. 
- Desagregação: degradação do agregado e falta de qualidade dos materiais. 
 
6) Com relação ao mecanismo de trincamento. Como ocorre a trinca por fadiga? 
Ocorre pelo efeito acumulativo de carregamentos sucessivos que leva a fadiga dos 
materiais e fazendo com que as trincas se manifestem na superfície do pavimento. 
 
7) Com relação à deformação em trilhas de rodas; cite três causas específicas, 
associadas ou não com o carregamento? 
 
Associada com o 
carregamento 
Carregamento concentrado 
ou em excesso 
Carregamento de longa 
duração ou estático 
Grande número de 
repetições de carga 
Não associada com o 
carregamento 
Subleito constituído de solo 
expansivo 
Solos compressíveis na 
fundação do pavimento 
 
 
8) O que é o programa SHRP (Strategic Highway Research Program), qual a finalidade? 
É um programa estratégico de pesquisa rodoviária que conta com a participação de mais 
de 20 paises, os quais desenvolvem pesquisas sobre pavimentação. Este programa constitui um 
manual com 15 defeitos em pavimentos flexíveis, que descreve cada tipo de defeito, os níveis de 
severidade e a forma de medir a extensão. 
 
9) O que se deve levar em conta em um levantamento de defeitos de um pavimento 
para avaliação do mesmo. 
- Forma de levantamento; 
- Extensão do levantamento; 
- Tipo do pavimento a que se destina o levantamento; 
- Tipos de defeitos considerados; 
- Modelo empregado para a determinação da condição do pavimento. 
 
10) No que consiste a avaliação subjetiva dos pavimentos; qual a metodologia básica; 
qual a escala de valores e o que eles representam? 
As avaliações subjetivas fornecem o estado de deterioração do pavimento utilizando-se do 
conceito de serventia. 
A metodologia básica utilizada consiste, inicialmente, na composição de uma equipe de 
avaliadores que atribuem notas ao pavimento. Cada avaliador utiliza uma ficha de avaliação para 
cada seção, registrando seu parecer em uma escala de 0 (péssimo) a 5 (ótimo). A média 
aritmética dessas avaliações subjetivas de serventia é definida como Valor de Serventia Atual 
(VSA). 
 
11) Para a avaliação objetiva de um pavimento pode ser aplicado o método do PCI. 
Descreva sucintamente, qual o objetivo deste método, como são considerados os 
defeitos e qual a escala de valores de avaliação do pavimento? 
O objetivo principal do método é obter um índice numérico para qualificar a condição do 
pavimento. Para a avaliação, seleciona-se uma área de amostra com aproximadamente 225 m², a 
fim de identificar e anotar em planilha própria, os tipos, as quantidades (em % da área afetada) e 
severidade (alta, média, baixa) de cada defeito. 
Os valores de avaliação variam de 0 a 100, sendo que o valor 0 indica que o defeito, como 
se apresenta, não tem nenhum impacto sobre a condição do pavimento, já o valor 100 representa 
que o defeito é muito prejudicial à condição do pavimento. 
 
12) Na classificação dos serviços de manutenção pelo Banco Mundial, no que consiste 
a Manutenção de Rotina? 
Manutenção de rotina refere-se a reparos localizados em pavimentos: limpeza, remoção 
de detritos, terra ou neve. 
 
13) No serviço de Reabilitação de pavimentos existe a “fresagem mais recapeamento”. 
Explique no que consiste este serviço, qual sua finalidade e quando ele é 
recomendado? 
Fresagem mais recapeamento: consiste na remoção parcial ou total da camada de 
revestimento e aplicação de recapeamento, com o objetivo de restabelecer a condição de 
serventia do pavimento. Este serviço é importante na correção de defeitos como afundamento em 
trilhas de rodas, corrugações, remendos e panelas. 
14) Com relação ao defeito da “panela”; Qual a causa e quais as atividades de 
manutenção e reabilitação recomendadas? 
As panelas podem ocorrer pela falha estrutural (revestimento com pequena espessura), pela 
falta de ligante asfáltico em pontos localizados, ou por problemas construtivos. 
Para manutenção: remendos, que consistem em um reparo permanente; 
Para reabilitação: recapeamento, após a execução dos remendos. 
 
15) Na elaboração de árvores de decisão para atividades de manutenção e reabilitação 
quais os fatores que são levados em conta e quais os objetivos das mesmas? 
Consideram como fatores de decisão os tipos de defeitos (nível de severidade e extensão) 
e o volume de tráfego (quando este influencia a ocorrência do defeito). O objetivo das mesmas é 
adotar as atividades de manutenção e reabilitação. 
 
 
13) De que forma pode ocorrer as falhas nas juntas em um pavimento de cimento 
Portland devido ao comportamento do solvente 
 
Adesão/ aderência 
Intrusão/extrusão mecânica 
Falhas na compressão 
Dilatação/ 
Esborcinamento 
 
 
14) Como se da o consumo de resistência a fadiga (CRF) em pavimentos rígidos de 
concreto de cimento Portland 
 
A passagem de um veiculo pesado não interfere necessariamente no dano ou ruptura de um 
pavimento e sim a sua repetição. 
Quando as tensões repetidas de tração na flexão a de compressão não excedem 50%, o modulo 
de ruptura do concreto não apresente sinais de ruptura. 
Quando as tensões repetidas estão entre 50% a 55% no modulo de ruptura, o concreto rompe por 
fadiga. 
 
 
16) Faça uma síntese das informações da figura abaixo (variação da serventia no 
tempo). 
 
5
Excelente
4
Bom
3
2
Péssimo
Tempo
Fase de manutenção
preventiva e corretiva
Custo $ X para
restauração
Perda de cerca
de 40% da
qualidade
Consumo de 12%
a mais do ciclo de
vida
Perda de cerca de
40% da qualidade
Consumo de 75%
do cilco de vida
Custo $ X/10
para
manutenção
Custo $ X/10
para recuperação
Diferentes saltos de
qualidade exigidos
1
Regular
Ruim
 
Entende-se que atrasos nas atividades de manutenção e reabilitação resultam em gastos 
adicionais, pois as estruturas dos pavimentos sofrem deterioração acelerada na medida em que 
ocorrem os adiamentos das intervenções. Portanto, a manutenção do pavimento deve ser feita no 
momento certo e utilizando técnicas adequadas. Caso a degradação ultrapassar um determinado 
nível crítico de extensão e severidade, somente a reconstrução poderá ser a medida aplicável 
havendo grande perda econômica. 
 
 
(F) o desempenho de um pavimento é o grau em que o pavimento atende aos 
requisitos de conforto ao rolamento e segurança, nas velocidades operacionais da via e num 
determinado momento de sua vida de serviço 
(V) no método da avaliação objetiva dos pavimentos o objetivo é estabelecer um índice 
numérico que retrate a condição do pavimento 
(F) o trincamento é um defeito no pavimento que sempre esta associado ao trafego 
devido a cargas repetidas ou a carga excessiva 
(V) a falta de qualidade dos materiais de pavimentação pode levar a desagregação do 
pavimento independente do trafego atuante 
(F) a avaliação destrutiva da condição estrutural do pavimento pode ser feita com 
deflectometros que relacionam a deformação apresentada no pavimento com a capacidade de 
suporte do mesmo 
(F) a ruptura da placa se da quando a tensão produzida supera em 50% o modulo de 
ruptura doconcreto 
(F) o pavimento de concreto deve ser projetado para atender o volume de trafego 
durante um certo período sendo que a espessura deve atender ao trafego por um período 
ilimitado de tempo 
(F) a espessura necessária para a placa de concreto do pr depende das cargas 
aplicadas da capacidade de suporte do subleito independente do tipo de sub-base 
(F) uma vez verificado que a espessura estimada da placa de concreto é insuficiente a 
única alternativa é aumentar a espessura da mesma e verificar o CRF ate a espessura ser 
suficiente 
(V) a percentagem de consumo de resistência a fadiga CRF será aceitável se for 
inferios a 125% para o pavimento de concreto cujo modulo de ruptura MR foi determinado aos 28 
dias 
(F) o fator de carga transforma o trafego real que solicita o pavimento em um trafego 
equivalente de eixos padrão porem independente da composição do trafego 
(F) o veiculo padrão é um veiculo com eixo simples de roda dupla com 8,2 tf em cada 
roda, veículos com carga superior a esta terão equivalência de carga maior que a unidade 
(V) no abaco de dimensionamento de pavimentos flexíveis entra-se com N (abscissas) 
e na curva do CBR corresponderá a espessura mínima em cm (ordenadas). Essa espessura 
corresponde a soma de todas as camadas dos diversos materiais levando-se em conta seu 
coeficiente estrutural. 
(V) quando um determinado material possui coeficiente K=1,25 que forma base de 
20cm isso indica que esta base possui o mesmo comportamento estrutural de uma base formada 
de material granular graduado padrão de 16cm (k=1) 
(V) solos de classificação HRB no grupo A7 são solos mais sujeitos a variação 
volumetria quando sujeitos a variação de umidade.