A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
64 pág.
AULA 3 CONSTRUÇOES SUSTENTAVEIS

Pré-visualização | Página 1 de 1

CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS
ARQUITETURA E URBANISMO
DIVINÓPOLIS, 11 DE MARÇO DE 2020.
1.3 Construções Sustentáveis
SUSTENTABILIDADE
• Pode ser definida como a capacidade do ser humano
interagir com mundo, preservando o meio ambiente
sem comprometer gerações futuras
CONSIDERAÇÕES INICIAIS
Setor da construção civil x o consumo dos recursos naturais
Pensando na importância da construção civil para o
desenvolvimento sustentável, quais práticas de
sustentabilidade são importantes de serem incorporadas
pelo setor?
CONSIDERAÇÕES INICIAIS
Afinal de contas, o que é Construção Sustentável?
CONSIDERAÇÕES INICIAIS
CONSIDERAÇÕES INICIAIS 
• Satisfazer a geração atual levando em conta as gerações
futuras;
• “Consumir sem acabar com a fonte”
• Produzir sem destruir;
• 7 R’s da sustentabilidade
CONSIDERAÇÕES INICIAIS
• Construir sem agredir o planeta;
• Utilizar materiais de baixo impacto ambiental;
• Economizar água;
• Economizar elegeria elétrica;
Construir sem agredir o planeta
• Construção civil consome em média:
• 40% dos recursos naturais e da energia produzida;
• 34% do consumo de água;
• 55% do consumo de madeira não certificada;
• 67% da massa total de resíduos sólidos urbanos;
• 50% do volume total de resíduos;
CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS
Algumas definições importantes:
CONSTRUÇÕES ECOLÓGICAS
• Uso de materiais locais de maneira artesanal ou
semiartesanal;
• Procura impacto 0;
• Adobe, taipa de pilão, madeira, pedra, bambu.
CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS
Algumas definições importantes:
CONSTRUÇÕES BIO-CLIMÁTICAS
• Harmonização das Construções para o Conforto do
Homem com o Meio Ambiente;
• Luz Solar e Regime de ventos existentes colaboram para 
eficiência energética;
• Conforto Ambiental;
• Uso de materiais que não agridem o Meio Ambiente.
PRINCÍPIOS DA CONSTRUÇÃO 
SUSTENTÁVEL
• Escolha dos produtos, sistemas e processos construtivos;
• Durabilidade e adaptabilidade a vida útil;
• Facilidade de conservação;
• Menos impactos sócio ambientais e a saúde;
• Formalidade na cadeira da construção civil;
• Acessibilidade, qualidade dos revestimentos (habitação).
PRINCÍPIOS DA CONSTRUÇÃO 
SUSTENTÁVEL
Escolha dos materiais depende:
• Durabilidade, flexibilidade, deslocamento e facilidade
de limpeza;
• Material com qualidade que garanta seu desempenho;
• Empresas formais (existência de CNPH);
• Para garantir o desempenho sempre necessário
produtos que atendam as normas
PRINCÍPIOS DA CONSTRUÇÃO 
SUSTENTÁVEL
Gestão de Energia
• Concepção arquitetônica;
• Redução do consumo + uso de energias renováveis
• Gestão da poluição gerada pelo consumo de energia
PRINCÍPIOS DA CONSTRUÇÃO 
SUSTENTÁVEL
• Gestão de Energia
• Avaliação de como a arquitetura facilita a redução do
consumo energético;
• Etiquetagem do Inmetro será obrigatória;
• Reduzir o consumo de energia primária devido ao
resfriamento, iluminação, aquecimento de água,
ventilação e equipamentos auxiliares;
PRINCÍPIOS DA CONSTRUÇÃO 
SUSTENTÁVEL
Conforto Higrotérmico
• Conforto no inverno e verão;
• Criação de condições de conforto no inverso
• Criação de conforto no verão, com ou sem climatização;
• Diz respeito a necessidade de dissipar a potência
metabólica do corpo humano por meio de trocas de
calor sensível e latente (evaporação da água) com o
ambiente no qual a pessoa se encontra
PRINCÍPIOS DA CONSTRUÇÃO 
SUSTENTÁVEL
Conforto Higrotérmico
• O emprego de um sistema de resfriamento consiste em
um sistema predial de grande consumidor de energia;
• Importante em primeiro lugar encontrar soluções
passivas, mais precisamente no que se refere ao
conforto de verão, permitindo minimizar o uso de tal
sistema, sem deixar de responder as exigências de
conforto dos usuários
CONFORTO ACÚSTICO
PRINCÍPIOS DA CONSTRUÇÃO 
SUSTENTÁVEL
Conforto Acústico
• Disposições arquitetônica para proteção aos usuários
de incômodos acústicos;
• Criação de uma qualidade de ambiência acústica
adaptada aos diferentes locais;
• Edificação deve apresentar atenuação sonora nominal;
• Fornecedor deverá apresentar índice acústicos do seu
material fabricado ou fornecido
PRINCÍPIOS DA CONSTRUÇÃO 
SUSTENTÁVEL
• Conforto Acústico
• As expectativas do usuário a respeito do conforto acústico
consistem geralmente em querer conciliar duas
necessidade básicas, que são:
• Não ser prejudicado ou perturbado em suas atividades
cotidianas por ruídos aéreos, por ruídos de impacto ou de
equipamentos e por ruídos do espaço exterior
• Preservar auditivo com ambiente interno e exterior,
percebendo os sinais que lhe são úteis ou que julga
interessantes
CONFORTO AMBIENTAL 
ATITUDES SUSTENTÁVEIS
• A incorporação de práticas de sustentabilidade na
indústria cerâmica é uma tendência crescente no
mercado;
• Sua adoção é um caminho sem volta, pois diferentes
agentes (governos, consumidores, investidores)
pressionam o setor a incorporar essas práticas em suas
atividades;
• As empresas vem mudando sua forma de produzir e
gerir seus processos, buscam soluções que sejam
economicamente relevante e viáveis para fabricação de
seus produtos
10 PASSOS EM UMA CONSTRUÇÃO 
SUSTENTÁVEL
1. Planejamento da obra de forma sustentável;
2. Aproveitamento dos recursos naturais disponíveis;
3. Eficiência Energética;
4. Gestão e economia de água;
5. Gestão de resíduos;
6. Qualidade do ar e ambiente interior;
7. Conforto térmico e acústico;
8. Uso racional e inteligente dos materiais;
9. Uso de materiais renováveis e reciclados;
10. Uso de tecnologias e produtos que não agridam o meio
ambiente ou reduzem ao máximo.
BOA NOITE!!!

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.