A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
179 pág.
MANUAL-CENTRO-CIRURGICO_FINAL

Pré-visualização | Página 30 de 31

SI E AOS 
OUTROS 
 
Definição: 
Risco de apresentar comportamentos nos quais o indivíduo demonstra que 
pode ser física, emocional e ou sexualmente nocivo a si e aos outros. 
COLEÇÃO PROTOCOLOS HMEC 2012 – MANUAL DE ROTINAS DE 
ENFERMAGEM DO CENTRO CIRÚRGICO, RECUPERAÇÃO E CENTRAL DE 
MATERIAL 
 
Hospital Municipal e Maternidade Escola Dr. Mário de Moraes Altenfelder Silva 
Vila Nova Cachoeirinha 
PMSP-SMS 152 
Fatores de Risco: 
Complicações perinatais; Complicações pré-natais; História de uso de 
substância (entorpecentes); História de testemunhar violência; 
Impulsividade; Sintomatologia psicótica; Falta de recursos sociais; 
Passado familiar (caótico ou de conflito, história de suicídio); Problema de 
saúde física; Problema de saúde mental. 
 
Diagnóstico: ELIMINAÇÃO URINÀRIA PREJUDICADA 
 
Definição: 
Perda involuntária de urina que ocorre imediatamente após uma forte 
sensação de urgência para urinar. 
Característica Definidora: 
Disúria; Hesitação urinária (dificuldade/ demora a iniciar a micção); 
Incontinência urinária. 
Fatores Relacionados: 
Infecção no trato urinário; Alta pressão intra-abdominal; Enfraquecimento 
da musculatura pélvica. 
 
Diagnóstico: RISCO DE CONSTIPAÇÃO 
 
Definição: 
Risco de diminuição na freqüência normal de evacuação, acompanhada de 
eliminação de fezes difícil ou incompleta e /ou eliminação de fezes 
excessivamente duras e secas. 
Fatores de risco: 
Motilidade diminuída do trato gastrintestinal; Mudança recente de ambiente 
COLEÇÃO PROTOCOLOS HMEC 2012 – MANUAL DE ROTINAS DE 
ENFERMAGEM DO CENTRO CIRÚRGICO, RECUPERAÇÃO E CENTRAL DE 
MATERIAL 
 
Hospital Municipal e Maternidade Escola Dr. Mário de Moraes Altenfelder Silva 
Vila Nova Cachoeirinha 
PMSP-SMS 
153 
Desequilíbrio eletrolítico; Gravidez; Obstruções pós- operatórias; 
Depressão; Tensão emocional. 
 
• DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM - OBSTETRÍCIA 
 
Diagnóstico: RISCO DE PERDAS VAGINAIS 
 
Definição: 
Perda de líquido amniótico por via vaginal, antes do momento do parto. 
Perda de sangue por via vaginal durante o período gravídico. 
Fatores de Risco: 
Infecção; Óbito fetal; Óbito materno; Observar característica dos líquidos 
(cor, odor e quantidade). 
 
• DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM - PUÉRPERA 
 
Diagnóstico: AMAMENTAÇÃO EFICAZ/INEFICAZ E INTERROMPIDA 
 
Definição: 
Mãe-filho/família demonstra adequada proficiência e satisfação, dificuldade 
ou insatisfação ou quebra na continuidade do processo de amamentação. 
Característica Definidora: 
Eficaz: A criança está satisfeita após a mamada; A mãe é capaz de 
posicionar a criança no peito para promover uma resposta de preensão da 
região areolar-mamilar bem sucedida; Deglutição no peito contínua; 
Padrão de peso da criança apropriado para a idade; Sinais de liberação de 
ocitocina; Sucção no peito contínua; Sucção no peito regular. 
COLEÇÃO PROTOCOLOS HMEC 2012 – MANUAL DE ROTINAS DE 
ENFERMAGEM DO CENTRO CIRÚRGICO, RECUPERAÇÃO E CENTRAL DE 
MATERIAL 
 
Hospital Municipal e Maternidade Escola Dr. Mário de Moraes Altenfelder Silva 
Vila Nova Cachoeirinha 
PMSP-SMS 154 
Ineficaz: Ausência de resposta a outras medidas de conforto; Criança 
chora a ser exposta ao peito; Criança chora na primeira hora após a 
amamentação; Descontinuidade da sucção na mama; Esvaziamento 
insuficiente de cada mama por amamentação; Incapacidade da criança de 
apreender a região areolar-mamilar corretamente; Oportunidade 
insuficiente de sugar o peito; Persistência de mamilos doloridos após a 
primeira semana de amamentação; Suprimento de leite inadequado. 
Interrompida: A criança não recebe nutrição em alguma ou em todas as 
mamadas; Falta de conhecimento sobre a ordenha do leite. 
Fatores Relacionados: 
Confiança materna; Estrutura mamária normal; Estrutura oral da criança; 
Ansiedade materna; Interrupções na amamentação; Prematuridade; 
Contraindicação à amamentação; Necessidade de desmamar 
abruptamente a criança. 
 
• DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM - GINECOLOGIA 
 
Diagnóstico: PROTEÇÃO INEFICAZ 
 
Definição: 
Diminuição na capacidade de proteger-se contra ameaças internas ou 
externas, como doenças ou lesões. 
Característica Definidora: 
Agitação; Alteração na coagulação; Deficiência na imunidade; Fadiga; 
Imobilidade; Fraqueza; Prejuízo na cicatrização. 
Fatores Relacionados: 
Distúrbios imunológicos; Perfis sanguíneos anormais; Tratamentos 
COLEÇÃO PROTOCOLOS HMEC 2012 – MANUAL DE ROTINAS DE 
ENFERMAGEM DO CENTRO CIRÚRGICO, RECUPERAÇÃO E CENTRAL DE 
MATERIAL 
 
Hospital Municipal e Maternidade Escola Dr. Mário de Moraes Altenfelder Silva 
Vila Nova Cachoeirinha 
PMSP-SMS 
155 
(cirurgias, radioterapia, quimioterapia). 
 
• DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM - RN 
 
Diagnóstico: RISCO DE SUFOCAÇÃO 
 
Definição: 
Risco acentuado de sufocação acidental (ar disponível para inalação 
inadequado). 
Fatores de Risco: Falta de precauções/educação para segurança. 
 
Diagnóstico: RISCO DE QUEDA 
 
Definição: 
Suscetibilidade aumentada para quedas que podem causar danos físicos. 
Fatores de Risco: 
Bebê deixado sem vigilância em superfície elevada (cama, cômoda). 
 
Diagnóstico: RISCO DE GLICEMIA INSTÁVEL 
 
Definição: 
Risco de variação dos níveis de glicose no sangue em relação aos 
parâmetros normais. 
Fatores de Risco: 
Monitoração inadequada da glicemia; Prematuridade; Amamentação 
ineficaz e filho de mãe diabética. 
 
COLEÇÃO PROTOCOLOS HMEC 2012 – MANUAL DE ROTINAS DE 
ENFERMAGEM DO CENTRO CIRÚRGICO, RECUPERAÇÃO E CENTRAL DE 
MATERIAL 
 
Hospital Municipal e Maternidade Escola Dr. Mário de Moraes Altenfelder Silva 
Vila Nova Cachoeirinha 
PMSP-SMS 156 
Diagnóstico: RISCO DE DESEQUILÍBRIO NA TEMPERATURA 
CORPORAL 
 
Definição: 
Risco de não conseguir manter a temperatura corporal dentro dos 
parâmetros. 
Fatores de Risco: 
Desidratação; Doença que afeta a regulação da temperatura; Exposição 
de extremos de temperatura ambiental; Prematuridade; Baixo peso. 
 
Diagnóstico: RISCO DE INFECÇÃO 
 
Definição: Risco aumentado de ser invadido por organismos patogênicos. 
Fatores de risco: 
Defesa primária inadequada (pele rompida, tecido traumatizado); Defesas 
secundárias inadequadas (diminuição da hemoglobina, leucopenia, 
supressão da resposta inflamatória); Procedimento invasivo; Limpeza 
inadequada do coto umbilical. 
 
Diagnóstico: INTEGRIDADE TISSULAR PREJUDICADA 
 
Definição: 
Dano às membranas mucosas, córnea, pele ou tecido subcutâneo. 
Característica Definidora: 
Tecido destruído; Tecido lesado. 
COLEÇÃO PROTOCOLOS HMEC 2012 – MANUAL DE ROTINAS DE 
ENFERMAGEM DO CENTRO CIRÚRGICO, RECUPERAÇÃO E CENTRAL DE 
MATERIAL 
 
Hospital Municipal e Maternidade Escola Dr. Mário de Moraes Altenfelder Silva 
Vila Nova Cachoeirinha 
PMSP-SMS 
157 
Diagnóstico: NÁUSEAS 
 
Definição: 
Uma sensação subjetiva desagradável, semelhante a uma onda, na parte 
de trás da garganta, no epigástrico ou no abdome, que pode levar ao 
impulso ou necessidade de vomitar. 
Característica definidora: 
Salivação aumentada. 
Fatores de Risco: 
 Irritação gástrica. 
 
 Diagnóstico: MOTILIDADE GASTRINTESTINAL DISFUCIONAL 
 
Definição: 
Atividade peristáltica aumentada, diminuída, ineficaz ou ausente do 
sistema gastrintestinal. 
Característica definidora: 
Aumento dos resíduos gástricos; Diarréia; Dificuldade de eliminar as fezes; 
Mudanças nos sons intestinais; Náusea; Resíduo gástrico cor de bílis. 
Fatores de Risco: 
Alimentação enteral; Prematuridade. 
VISÃO
VALORES
MISSÃO
	1. CAPA

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.