A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
79 pág.
homeopatia veterinaria

Pré-visualização | Página 16 de 19

próximo da BELLADONNA, mas a febre é mais elevada (41°), o 
leite está azulado, as extremidades e as orelhas estão frias. 
 
- BRYONIA: indivíduo magro e irritável. Febre irregular, aparecimento brutal. 
Agravamento por qualquer movimento, o animal fica imóvel. Piora com o 
toque, mas melhora na região da teta por pressão grande e forte, o animal 
fica deitado sobre o lado doente. 
 
 Sede de grandes quantidades de água em longos intervalos. A 
glândula está dura como uma pedra. 
 
- PHOSPHORUS: paciente longilíneo, fraco e cansado, frio ao toque. A febre 
é alta e intensa, a mama quente e pesada. O apetite é conservado mesmo 
em hipotermia. 
 
 O leite é fluido, aquoso, muito icoroso (icor: serosidade purulenta e 
fétida que escorre de algumas úlceras e feridas) de mau aspecto, 
frequentemente com sangue ao fim da ordenha. 
Ingurgitamento líquido. muito modificado, pouco Leite 
frequentemente apresenta que toque, ao e frio ao sensível 
fibrinosos brancos exsudatos MURIATICUM: KALIUM - 
retromamários gânglios Os mole. menos ou mais dolorosa, 
Com febre mais moderada 
 
- PHYTOLACCA: febre inferior a 40°, aparecimento brutal. Glândula muito 
 estão 
hipertrofiados e doloridos, o leite tem a aparência da cerveja ou está 
coalhado, com sangue ou pus, em quantidade diminuída. Sobrevém após 
frio úmido. Lateralidade direita (quase 100%). 
 
- FERRUM PHOSPHORICUM: anemia e fraqueza muscular; 39,5°C; o 
prejuízo geral é pouco marcante: mamite aguda ou subaguda que se 
prolonga. Lateralidade direita, eretismo circulatório. 
 
- CALCAREA PHOSPHORICUM: anemia e fraqueza muscular; 39,5°C, o 
prejuízo geral é pouco marcante: mamite aguda ou subaguda que se 
prolonga. Lateralidade esquerda. 
 
Mamites subagudas: 
 
 lembrando 
espaguete que se quebra assim que chega ao balde da ordenha, com 
tendência a ulceração; bacteremia elevada; úbere mole, não doloroso nas 
tetas. Sensibilidade ao toque, mas sem reação do animal. 
 
Piora com frio úmido e melhora com calor seco. 
 
- CARBOLICUM ACIDUM: prostração rápida e intensa, hipotermia, fetidez 
geral; diarreia escura; urinas raras e escuras; tendência à gangrena. Não se 
vê mais. 
 
- SILICEA: grande leiteira. Animal desmineralizado: emagrecido, emaciado, 
envelhecido para a idade, temperatura normal, quartos duros, massas dentro 
da glândula, leite salgado de mau aspecto, que lembra o pus. Algumas 
vezes abscesso. 
 
- HEPAR SULFUR CALCAREA: mamites e abscesso na mama. Animal 
 outras 
supurações. Deprimido, apático, de mau humor; piora com o frio seco, ao 
toque, melhora com o calor, tempos úmidos e chuvosos. Lateralidade 
frequentemente direita. 
 
- PULSATILLA: paciente com caráter doce, porém mutável, falsa pletora. 
Mamite que evolui para a cronicidade, passando de um quarto a outro, com 
pequenos grumos amarelos que aparecem, desaparecem e reaparecem. 
 
 venoso, 
variabilidade dos sintomas, melhora com o ar fresco, se agrava ao voltar 
para o estábulo quente. Sintomas unilaterais. 
lentas, crônicas, MINERALIS: endurações CARBO - 
depois atrofia, depois Hipertrofia, palpação. à 
- ASA FOETIDA: mamites mais antigas, onde há dificuldade de esgotar a 
teta, muito sensível ao toque. Leite muito salgado, aquosos com grumos, 
muito malcheiroso. Paciente irritável e nervosa. 
 
Mamites crônicas 
 
- CONIUM MACULATUM: pacientes pouco enérgicas, gordas, indolentes, 
endurações glandulares e ganglionares não inflamatórias e pouco dolorosas 
 flacidez da 
frequentemente em seguida a um traumatismo. Lateralidade direita. 
mama, 
 
- PLUMBUM METALLICUM: atrofia da mama em consequência à esclerose 
do tecido mamário, pouca ou nenhuma dor. Anemia, tristeza ou diarreia; 
contorno gengival ardosiado. 
 
- CALCAREA FLOURICA: endurações muito duras no interior da mama 
(calcificações); dilatações venosas, paciente fluórico. 
 
- ASTERIAS RUBENS: enduração da glândula com inflamações congestiva, 
tendência a supuração ou à ulceração dolorosa. Adenopatia reacional. 
Congestão crônica. Lateralidade esquerda. 
 
- CISTUS CANADENSIS: paciente fraca astênica, hipotireóidea, com 
carências Inflamação aguda ou subaguda com enduração, tendência a 
supuração. Leite muito alterado. Contexto respiratório ou cutâneo. 
 
 progressivas, 
endurecendo lentamente, pouco dolorosas à palpação, em uma paciente 
astênica e friorenta. Evolução para a caquexia (exemplo: tumor mamário 
ulcerado da cadela velha). 
 
 
 
 
 
5 PURPUREM EUPATORIUM - 
 Aparelho Urinário 
 
Bexiga 
 
 - Cistite 
 
Intervenção a tempo em uma cistite aguda: 
 
- ACONITUM 5 CH; 3 gramas em todas as horas. Senão, em agudos, em 
todos os casos SOROR ANTICOLIBACILAR 3 X: 3 grânulos duas vezes ao 
dia. 
 
- CAPSICUM 5 CH: dores antes e durante a micção, seguidas de tenesmos. 
Corrimento uretral amarelo espesso, animal subpletórico, dores ligeiras 
durante a micção seguidas de tenesmo, urina turva, carregada de muco, 
bexiga dolorida à pressão, dores sacro-ilíacas do lado direito, incontinência 
urinária. 
 
 CH: sintomatologia 
traumatologia, principalmente nas fêmeas gestantes. 
 
conhecida 
 
em 
 
- SARSAPARILLA 5 CH: fortes dores durante a micção agravadas no final, 
principalmente em um gato castrado alimentado com enlatados. Presença 
de areia na urina. 
 
Micções reduzidas: 
 
- CANTHARIS 7 CH: dores antes, durante e após a micção, seguidas de 
tenesmos, emissão gota a gota. 
 
- PAREIRA BRAVA 5 CH: dores durante a micção seguidas de tenesmo, 
vontade muito freqüente de urinar e micções difíceis, vontade exagerada de 
se agachar e fazer força. Urina fétida. 
 
- APIS 5 CH: dores antes e durante a micção, edema do meato, temperatura 
elevada, ausência de sede. 
 
- MERCURIUS CORROSIVUS: dores durante e após a micção seguidas de 
tenesmos vesícorretal, urinas escuras sanguinolentas. 
 
- POPULUS TREMOLOIDES 5 CH: dores durante e após a micção, 
seguidas de tenesmos, urina mucopurulenta principalmente em um velho 
cão que sofre da próstata, ou uma fêmea idosa e gestante. 
 
- THEREBENTHINA 5 CH: dores durante a micção, urina escura, turva, 
pouco abundante, com sangue, malcheirosa, risco de nefrite, dores que 
melhoram ao andar e algumas vezes ereção após micção. 
Animal irritante. espessa, 
e amonical 
idade, a para envelhecido 
flatulências, 
CH: LYCOPODIUM - animal 
facilmente, 
 12 
caprichoso, sacia-se 
-Crônica de fundo: 
 
- MERCURIUS 12 CH: tendência à piúria, que agrava-se à noite, hálito 
fétido. 
 
- SEPIA 12 CH: principalmente nas fêmeas: prolapso vaginal, ptoses 
abdominais e mamárias, animal triste, se ocupa pouca ou nada dos filhotes. 
 
 apetite 
 borborigmos, aerofagia, 
problemas cutâneos, reumatismo, tendências às litíases. 
 
- MEDORRHINUM 9 CH: problemas de artrose, em nível raquídeo, dores 
agravadas ao