A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Atividades Avaliativas (Quiz) - Educação Especial e Inclusiva

Pré-visualização | Página 1 de 2

QUIZ 1 – EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
1. Pauline Morris (1969) fez um estudo sobre as condições em que se encontravam as instituições de internação voltadas às pessoas com deficiência até o início do séc. XX. Qual das alternativas abaixo NÃO faz parte dos dados encontrados pela pesquisadora?
a) Uso de roupas comunitárias.
b) Pouca estimulação e treinamento, o que leva a pessoa a uma dependência infantil.
c) Atendimento humanizado e individualizado, visando a obtenção de dados científicos para melhor acompanhamento dos internados.
d) Dados limitados e não fidedignos sobre os pacientes.
e) Condições decadentes dos prédios.
2. O paradigma da institucionalização que começa a ser implementado a partir do século XVIII tem como características, EXCETO:
a) Confinamento o que levou a Institucionalização ser chamada de “Exclusão assistida”.
b) Retirada das pessoas com deficiência de suas comunidades de origem.
c) Acompanhamento da Pessoa com deficiência na sua própria casa.
d) Instituições residenciais segregadas ou escolas especiais.
e) Isolamento do resto da sociedade, fosse a título de proteção, de tratamento, ou de processo educacional.
QUIZ 2 – EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
1. De acordo Rosen, Floor e Baxter (1972) as pessoas com deficiência intelectual que estavam isoladas dentro de internações que não prestavam o atendimento adequado no período do Paradigma da Institucionalização apresentavam o seguinte diagnóstico, EXCETO:
a) Pleno desenvolvimento de suas potencialidades. 
b) Desamparo aprendido.
c) Baixa autoestima
d) Ausência de motivação para a vida
e) Distúrbios sexuais.
2. A partir de meados da década de 60, inicialmente nos Estados Unidos, a institucionalização passa a ser alvo de severas críticas por parte de diversos setores da sociedade civil, comunidade científica, pessoas com deficiência, familiares. Sobre essa conjuntura de “desinstitucionalização” marque a alternativa ERRADA:
a) O início do uso de antibióticos, que reduziu o índice de mortalidade nas instituições.
b) A exigência dos consumidores pelo acesso a esses recursos e serviços.
c) A institucionalização continuou sendo a única forma de atendimento, não gerando nenhum tipo de mudança no atendimento e nem na mentalidade sobre a pessoa com deficiência.
d) As pessoas passam a exigir a prestação de serviços nas comunidades.
e) A resultante sobrecarga de pessoas institucionalizadas exigia que, ou se construíssem novas instituições ou criassem-se novas alternativas comunitárias.
3. A crescente crítica à institucionalização foi abrindo caminho para o surgimento de um novo paradigma, a Normalização. Marque a alternativa INCORRETA sobre a conjuntura em que essa transição se deu:
a) A palavra desinstitucionalização tem um prefixo que sugere o afastamento de uma instituição.  Os primeiros usos da palavra descreviam os esforços para tirar as pessoas de instituições, colocando-as num sistema, o mais próximo possível, do que fosse o estilo de vida normal numa comunidade.
 b) A consciência pública sobre os direitos humanos e mais especificamente sobre o direito das minorias gerou contestações sobre o atendimento desumano prestado às pessoas com deficiência.
c) Normalização e Institucionalização na prática funcionam como sinônimos, pois defendem as mesmas formas de atendimento às pessoas com deficiência.
d) A institucionalização foi alvo de críticas do sistema político-econômico da época, onde se proclamava o discurso da autonomia e da produtividade da pessoa com deficiência.
e) Com a produção de novos conhecimentos sobre questões relacionadas as diferentes deficiências, surgem inúmeras críticas, por parte da academia científica e de diferentes categorias profissionais, à Institucionalização.
	QUIZ 3 – EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
1 - A partir dos pressupostos da Normalização, surge o conceito de Integração. Sobre as premissas do Paradigma da Integração, marque a alternativa INCORRETA:
A) Localizar no sujeito o alvo da mudança, embora para tanto se tomasse como necessárias mudanças na comunidade.
B) Reorganizar para favorecer e garantir o acesso do diferente a tudo o que se encontra disponível na comunidade para os diferentes cidadãos.
C) Semelhante a normalização, na integração as pessoas com deficiência ainda eram encaradas como anormais, mas que deveriam ser preparadas para interagir socialmente.
D) Integração possui o mesmo significado que inclusão, assegurando as mesmas práticas.
E) Garantir serviços e recursos que pudessem “modificá-los” para que estes pudessem se aproximar do “normal” o mais possível.
2- Sobre o papel da educação inclusiva, marque a alternativa INCORRETA:
A) Fávero (2011), ressaltando a abrangência de atendimento que a inclusão escolar procura desenvolver, diz que os alunos com deficiência não os únicos que divergem dos “padrões” comuns, no que concerne os métodos e práticas de ensino adotadas, estas não contemplam as diferenças existentes em sala de aula.
B) As escolas atendem às diferenças sem discriminar, sem trabalhar à parte com alguns alunos, sem estabelecer regras específicas para se planejar, para aprender, para avaliar (currículos, atividades avaliação da aprendizagem para alunos com deficiência e com necessidades educacionais especiais). 
C) Oliveira (2005) diz que o paradigma da inclusão que vemos surgir desde a década de 1990 visa a inclusão das pessoas com deficiência ao sistema comum de ensino procurando romper a discriminação destas pessoas na escola, através das classes especiais, buscando uma educação que respeite as distintas peculiaridades sociais e individuais. 
D) Educação inclusiva é aquela que garante escolas especializadas para os alunos com deficiência e escolas regulares para os alunos “ditos normais” em espaços distintos.
E) Na perspectiva inclusiva, suprime-se a subdivisão dos sistemas escolares em modalidades de ensino especial e de ensino regular.
3- Sobre o paradigma da Normalização, marque a alternativa ERRADA:
Segundo conceitualização de Braddock (1977), “normalização é uma ideologia – um conjunto de ideais que refletem as necessidades e aspirações sociais de indivíduos extraordinários na sociedade”.
Representa a necessidade de introduzir a pessoa com deficiência na sociedade, ajudando-a a adquirir as condições e os padrões da vida cotidiana o mais próximo do normal, quanto possível.
Significa equipar o espaço de internação com itens da vida cotidiana para que assim, mesmo internada, a pessoa posso levar uma vida normal.
Este teve, desde seu início, o objetivo de “ajudar pessoas com deficiência a obter uma existência tão próxima ao normal possível, a elas disponibilizando padrões e condições de vida cotidiana próxima às normas e padrões da sociedade.
Ela presumia a existência de uma condição “normal”, representada pelo maior percentual de pessoas na curva da normalidade e uma condição de “desvio”, representada por pequenos percentuais de pessoas, na mesma curva.
4- Marque a alternativa que NÃO condiz com o conceito de Inclusão:
A inclusão preconiza a reestruturação dos espaços de internação para que as pessoas com deficiência possam viver dignamente nesses locais.
Sassaki (1997) adverte, a inclusão social é um processo que requer mudanças nos ambientes físicos, nos procedimentos técnicos, mas também, mudança de mentalidade.
Para Sassaki (2003) este paradigma inclusivo tem como finalidade tornar a sociedade um lugar viável para a convivência de todas as pessoas.
A inclusão é um paradigma que visa trazer para o seio da sociedade todas as pessoas e grupos que outrora foram ou continuam sendo colocados em condição de exclusão, como as pessoas com deficiência.
Os adeptos e defensores da inclusão estão trabalhando para mudar a sociedade, a estrutura dos seus sistemas sociais comuns, as suas atitudes, os seus produtos e bens, as suas tecnologias etc. em todos os aspectos: educação, trabalho, saúde, lazer, mídia, cultura, esporte, transporte etc.
5. Sobre a Educação Especial marque a alternativa INCORRETA:
A educação especial no Brasil preconiza que