Buscar

APOSTILA FISICA 2020

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 60 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 60 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 60 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

167 
 
Módulo 01 
Cinemática (M.U e M.U.V) 
 
1. (Unesp 2018) Juliana pratica corridas e consegue correr 
5,0 km em meia hora. Seu próximo desafio é participar da 
corrida de São Silvestre, cujo percurso é de 15 km. Como é 
uma distância maior do que a que está acostumada a 
correr, seu instrutor orientou que diminuísse sua 
velocidade média habitual em 40% durante a nova prova. 
Se seguir a orientação de seu instrutor, Juliana completará 
a corrida de São Silvestre em 
a) 2h 40min. b) 3h 00min. 
c) 2h15 min. d) 2h 30min. 
e) 1h 52min. 
 
2. (Mackenzie 2018) 
 
 
Uma pessoa realiza uma viagem de carro em uma estrada 
retilínea, parando para um lanche, de acordo com gráfico 
acima. A velocidade média nas primeiras 5 horas deste 
movimento é 
a) 10 km h. b) 12 km h. 
c) 15 km h. d) 30 km h. 
e) 60 km h. 
 
3. (Unicamp 2018) Esteiras rolantes horizontais são 
frequentemente instaladas em grandes aeroportos para 
facilitar o deslocamento das pessoas em longos corredores. 
A figura ao lado mostra duas esteiras rolantes que se 
deslocam em sentidos opostos com velocidades constantes 
em relação ao piso em repouso e1(v e e2v ) e de mesmo 
módulo, igual a 1,0 m s. Em um mesmo instante, duas 
pessoas (representadas por A e B) que se deslocavam 
com velocidade constante de módulo igual a Av 1,5 m s 
e Bv 0,5 m s em relação ao piso e em sentidos 
contrários entram nas esteiras e continuam caminhando 
como anteriormente, como mostra a figura. As esteiras 
rolantes têm comprimento total de 120 m. 
 
 
 
a) Calcule o tempo necessário para que a pessoa A chegue 
até a outra extremidade da esteira rolante. 
b) Quanto tempo depois de entrarem nas esteiras as 
pessoas A e B passam uma pela outra? 
 
4. (G1 - cps 2018) Para exemplificar uma aplicação do 
conceito de velocidade média, um professor de Ciências 
explica aos seus alunos como é medida a velocidade de um 
veículo quando passa por um radar. 
Os radares usam a tecnologia dos sensores magnéticos. 
Geralmente são três sensores instalados no asfalto alguns 
metros antes do radar. Esse equipamento mede quanto 
tempo o veículo demora para ir de um sensor ao outro, 
calculando a partir daí, a velocidade média do veículo. 
 
 
 
Considere um veículo trafegando numa pista cuja 
velocidade máxima permitida seja de 40 km h 
(aproximadamente 11m s) e a distância média entre os 
sensores consecutivos seja de 2 metros. 
 
O mínimo intervalo de tempo que o veículo leva para 
percorrer a distância entre um sensor e outro consecutivo, 
a fim de não ultrapassar o limite de velocidade é, 
aproximadamente, de 
a) 0,10 s. b) 0,18 s. 
c) 0,20 s. d) 0,22 s. 
e) 1,00 s. 
 
168 
 
 
5. (Imed 2018) Um motorista se desloca de Passo Fundo 
em direção a Soledade, num trecho da pista que é 
horizontal e retilínea. A sua frente um segundo automóvel 
está a uma distância segura. O primeiro motorista percebe 
que durante alguns segundos essa distância parece 
inalterada, nesse instante, olha para o velocímetro e 
verifica que a rapidez de 80 km h se mantém, de acordo 
com o uso da função piloto automático. 
 
Baseado na situação descrita, qual das alternativas abaixo 
está CORRETA? 
a) Os dois móveis, nesses instantes, se encontram em 
MRUV. 
b) O primeiro móvel se encontra em repouso em relação a 
um referencial na pista. 
c) O segundo móvel está freando. 
d) Nesses instantes, a rapidez do segundo móvel é de 
100 km h em relação a um referencial na pista. 
e) A rapidez relativa entre eles é nula. 
 
6. (Pucpr 2018) Considere os dados a seguir. 
O guepardo é um velocista por excelência. O animal mais 
rápido da Terra atinge uma velocidade máxima de cerca de 
110 km h. O que é ainda mais notável: leva apenas três 
segundos para isso. Mas não consegue manter esse ritmo 
por muito tempo; a maioria das perseguições é limitada a 
menos de meio minuto, pois o exercício anaeróbico intenso 
produz um grande débito de oxigênio e causa uma elevação 
abrupta da temperatura do corpo (até quase 41 C, perto 
do limite letal). Um longo período de recuperação deve se 
seguir. O elevado gasto de energia significa que o guepardo 
deve escolher sua presa cuidadosamente, pois não pode se 
permitir muitas perseguições infrutíferas. 
 
Considere um guepardo que, partindo do repouso com 
aceleração constante, atinge 108 km h após três segundos 
de corrida, mantendo essa velocidade nos oito segundos 
subsequentes. Nesses onze segundos de movimento, a 
distância total percorrida pelo guepardo foi de 
a) 180 m. b) 215 m. 
c) 240 m. d) 285 m. 
e) 305 m. 
 
7. (Uerj 2018) Um carro se desloca ao longo de uma reta. 
Sua velocidade varia de acordo com o tempo, conforme 
indicado no gráfico. 
 
 
 
A função que indica o deslocamento do carro em relação ao 
tempo t é: 
a) 25 t 0,55 t b) 25 t 0,625 t 
c) 220 t 1,25 t d) 220 t 2,5 t 
 
8. (Fgv 2018) A figura ilustra um tubo cilíndrico contendo 
óleo de cozinha em seu interior e uma trena para graduar a 
altura da quantidade de óleo. A montagem tem como 
finalidade o estudo do movimento retilíneo de uma gota de 
água dentro do óleo. Da seringa, é abandonada, do repouso 
e bem próxima da superfície livre do óleo, uma gota de 
água que vai descer pelo óleo. As posições ocupadas pela 
gota, em função do tempo, são anotadas na tabela, e o 
marco zero da trajetória da gota é admitido junto à 
superfície livre do óleo. 
 
 
 
S (cm) t (s) 
0 0 
1,0 2,0 
4,0 4,0 
9,0 6,0 
16,0 8,0 
 
É correto afirmar que a gota realiza um movimento 
a) com aceleração variável, crescente com o tempo. 
b) com aceleração variável, decrescente com o tempo. 
c) uniformemente variado, com aceleração de 21,0 cm s . 
d) uniformemente variado, com aceleração de 20,5 cm s . 
e) uniformemente variado, com aceleração de 
20,25 cm s . 
 
9. (G1 - cftmg 2018) Sobre os conceitos de referencial, 
posição, velocidade e aceleração, fundamentais para o 
estudo dos movimentos em Ciências, afirma-se, 
corretamente, que o conceito de 
a) posição é associado ao local em uma trajetória e não 
depende do referencial adotado. 
b) referencial é associado ao valor da velocidade e da 
aceleração do objeto em movimento. 
c) velocidade está relacionado à mudança de posição e não 
depende do referencial adotado. 
d) aceleração está relacionado à mudança do valor da 
velocidade medida em um dado referencial. 
 
 
169 
 
10. (G1 - cftmg 2018) Dois amigos, Pedro e Francisco, 
planejam fazer um passeio de bicicleta e combinam 
encontrarem-se no meio do caminho. Pedro fica parado no 
local marcado, aguardando a chegada do amigo. Francisco 
passa pelo ponto de encontro com uma velocidade 
constante de 9,0 m s. No mesmo instante, Pedro começa 
a se mover com uma aceleração também constante de 
20,30 m s . 
 
A distância percorrida por Pedro até alcançar Francisco, em 
metros, é igual a 
a) 30. 
b) 60. 
c) 270. 
d) 540. 
 
11. (Uefs 2018) Dois carros, A e B, entram 
simultaneamente em um túnel retilíneo. Sabe-se que o 
carro A atravessa todo o túnel em movimento uniforme, 
com velocidade de 20 m s, e que o carro B entra no túnel 
com velocidade de 10 m s e o atravessa em movimento 
uniformemente acelerado. 
 
 
 
Desprezando as dimensões dos carros e sabendo que eles 
saem juntos do túnel 40 s após terem entrado, a 
velocidade do carro B no instante em que ele sai do túnel 
é de 
a) 22 m s. b) 24 m s. 
c) 26 m s. d) 28 m s. 
e) 30 m s. 
 
12. (Enem (Libras) 2017) No Brasil, a quantidade de mortes 
decorrentes de acidentes por excesso de velocidade já é 
tratada como uma epidemia. Uma forma de profilaxia é a 
instalação de aparelhos que medem a velocidade dos 
automóveis e registram, por meio de fotografias, os 
veículos que trafegam acima do limite de velocidadepermitido. O princípio de funcionamento desses aparelhos 
consiste na instalação de dois sensores no solo, de forma a 
registrar os instantes em que o veículo passa e, em caso de 
excesso de velocidade, fotografar o veículo quando ele 
passar sobre uma marca no solo, após o segundo sensor. 
 
Considere que o dispositivo representado na figura esteja 
instalado em uma via com velocidade máxima permitida de 
60 km h. 
 
 
 
No caso de um automóvel que trafega na velocidade 
máxima permitida, o tempo, em milissegundos, medido 
pelo dispositivo, é 
a) 8,3. b) 12,5. 
c) 30,0. d) 45,0. 
e) 75,0. 
 
13. (Acafe 2017) O motorista de uma Van quer ultrapassar 
um caminhão, em uma estrada reta, que está com 
velocidade constante de módulo 20 m s. Para isso, 
aproxima-se com a Van, ficando atrás, quase com a Van 
encostada no caminhão, com a mesma velocidade desse. 
Vai para a esquerda do caminhão e começa a 
ultrapassagem, porém, neste instante avista um carro 
distante 180 metros do caminhão. O carro vem no sentido 
contrário com velocidade constante de módulo 25 m s. O 
motorista da Van, então, acelera a taxa de 28 m s . 
 
Os comprimentos dos veículos são: Caminhão 10 m; Van 
6 m e Carro 4,5 m. 
 
 
 
Analise as afirmações a seguir. 
 
I. O carro demora 4 s para estar na mesma posição, em 
relação a estrada, do caminhão. 
II. A Van levará 4 s para ultrapassar completamente o 
caminhão e irá colidir com o carro. 
III. A Van conseguirá ultrapassar o caminhão sem se chocar 
com o carro. 
IV. A Van percorrerá 56 m da estrada para ultrapassar 
completamente o caminhão. 
 
170 
 
 
Todas as afirmativas estão corretas em: 
a) II – III 
b) III – IV 
c) I – III – IV 
d) I – II – III 
 
14. (Efomm 2017) Um trem deve partir de uma estação A 
e parar na estação B, distante 4 km de A. A aceleração e 
a desaceleração podem ser, no máximo, de 25,0 m s , e a 
maior velocidade que o trem atinge é de 72 km h. O 
tempo mínimo para o trem completar o percurso de A a 
B é, em minutos, de: 
a) 1,7 b) 2,0 
c) 2,5 d) 3,0 
e) 3,4 
 
15. (Enem 2017) Um motorista que atende a uma chamada 
de celular é levado à desatenção, aumentando a 
possibilidade de acidentes ocorrerem em razão do 
aumento de seu tempo de reação. Considere dois 
motoristas, o primeiro atento e o segundo utilizando o 
celular enquanto dirige. Eles aceleram seus carros 
inicialmente a 21,00 m s . Em resposta a uma emergência, 
freiam com uma desaceleração igual a 25,00 m s , O 
motorista atento aciona o freio à velocidade de 14,0 m s, 
enquanto o desatento, em situação análoga, leva 1,00 
segundo a mais para iniciar a frenagem. 
 
Que distância o motorista desatento percorre a mais do 
que o motorista atento, até a parada total dos carros? 
a) 2,90 m b) 14,0 m 
c) 14,5 m d) 15,0 m 
e) 17,4 m 
 
16. (Enem PPL 2015) Num sistema de freio convencional, 
as rodas do carro travam e os pneus derrapam no solo, caso 
a força exercida sobre o pedal seja muito intensa. O sistema 
ABS evita o travamento das rodas, mantendo a força de 
atrito no seu valor estático máximo, sem derrapagem. O 
coeficiente de atrito estático da borracha em contato com 
o concreto vale e 1,0μ  e o coeficiente de atrito cinético 
para o mesmo par de materiais é c 0,75.μ  Dois carros, 
com velocidades iniciais iguais a 108 km h, iniciam a 
frenagem numa estrada perfeitamente horizontal de 
concreto no mesmo ponto. O carro 1 tem sistema ABS e 
utiliza a força de atrito estática máxima para a frenagem; já 
o carro 2 trava as rodas, de maneira que a força de atrito 
efetiva é a cinética. Considere 2g 10 m s . 
As distâncias, medidas a partir do ponto em que iniciam a 
frenagem, que os carros 1 1(d ) e 2 2(d ) percorrem até 
parar são, respectivamente, 
a) 1 2d 45 m e d 60 m.  
b) 1 2d 60 m e d 45 m.  
c) 1 2d 90 m e d 120 m.  
d) 2 21 2d 5,8 10 m e d 7,8 10 m.    
e) 2 21 2d 7,8 10 m e d 5,8 10 m.    
 
17. (Enem PPL 2013) O trem de passageiros da Estrada de 
Ferro Vitória-Minas (EFVM), que circula diariamente entre a 
cidade de Cariacica, na Grande Vitória, e a capital mineira 
Belo Horizonte, está utilizando uma nova tecnologia de 
frenagem eletrônica. Com a tecnologia anterior, era preciso 
iniciar a frenagem cerca de 400 metros antes da estação. 
Atualmente, essa distância caiu para 250 metros, o que 
proporciona redução no tempo de viagem. 
Considerando uma velocidade de 72 km/h, qual o módulo 
da diferença entre as acelerações de frenagem depois e 
antes da adoção dessa tecnologia? 
a) 0,08 m/s2 
b) 0,30 m/s2 
c) 1,10 m/s2 
d) 1,60 m/s2 
e) 3,90 m/s2 
 
18. (Enem 2012) Para melhorar a mobilidade urbana na 
rede metroviária é necessário minimizar o tempo entre 
estações. Para isso a administração do metrô de uma 
grande cidade adotou o seguinte procedimento entre duas 
estações: a locomotiva parte do repouso em aceleração 
constante por um terço do tempo de percurso, mantém a 
velocidade constante por outro terço e reduz sua 
velocidade com desaceleração constante no trecho final, 
até parar. 
Qual é o gráfico de posição (eixo vertical) em função do 
tempo (eixo horizontal) que representa o movimento desse 
trem? 
a) b) 
c) d) 
e) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
171 
 
19. (Enem 2ª aplicação 2010) Rua da Passagem 
 
Os automóveis atrapalham o trânsito. 
Gentileza é fundamental. 
Não adianta esquentar a cabeça. 
Menos peso do pé no pedal. 
 
O trecho da música, de Lenine e Arnaldo Antunes (1999), 
ilustra a preocupação com o trânsito nas cidades, motivo de 
uma campanha publicitária de uma seguradora brasileira. 
Considere dois automóveis, A e B, respectivamente 
conduzidos por um motorista imprudente e por um 
motorista consciente e adepto da campanha citada. Ambos 
se encontram lado a lado no instante inicial t = 0 s, quando 
avistam um semáforo amarelo (que indica atenção, parada 
obrigatória ao se tornar vermelho). O movimento de A e B 
pode ser analisado por meio do gráfico, que representa a 
velocidade de cada automóvel em função do tempo. 
 
 
 
As velocidades dos veículos variam com o tempo em dois 
intervalos: (I) entre os instantes 10s e 20s; (II) entre os 
instantes 30s e 40s. De acordo com o gráfico, quais são os 
módulos das taxas de variação da velocidade do veículo 
conduzido pelo motorista imprudente, em m/s2, nos 
intervalos (I) e (II), respectivamente? 
a) 1,0 e 3,0 
b) 2,0 e 1,0 
c) 2,0 e 1,5 
d) 2,0 e 3,0 
e) 10,0 e 30,0 
 
20. (Pucrj 2018) A posição de uma partícula ao longo do 
tempo está representada no gráfico abaixo. 
 
 
 
Assinale a opção que pode corresponder à velocidade dessa 
partícula. 
a) b) 
c) d) 
e) 
 
 
172 
 
Módulo 02 
Lançamento Horizontal 
Lançamento Oblíquo 
 
1. (Pucrj 2018) Uma bola é lançada horizontalmente com 
uma velocidade 0v a partir de uma calha que se encontra a 
uma altura 0h do solo. A bola atinge o solo à distância 
horizontal 0L a partir do ponto de lançamento. 
 
Se a altura da calha for quadruplicada, a nova distância 
horizontal a partir do ponto de lançamento será 
a) 04L 
b) 02L 
c) 0L 
d) 0L 2 
e) 0L 4 
 
2. (Unisinos 2017) Anita (A) e Bianca (B) estão no alto de 
um edifício de altura H. Ambas arremessam bolinhas de 
gude, horizontalmente, conforme mostrado no esquema da 
figura abaixo. Bianca arremessa sua bolinha com o dobro 
da velocidade com que Anita arremessa a sua. 
 
 
 
A respeito do esquema, leia as seguintes afirmações. 
 
I. O tempo que a bolinha arremessada por Bianca leva para 
atingir o solo é o dobro do tempo que a bolinha 
arremessada por Anita leva. 
II. A distância do edifício até o ponto em que a bolinha 
arremessada por Bianca atinge o solo é o dobro da 
distância alcançada pela bolinha arremessada por Anita. 
III. A velocidade com que a bolinha arremessada porBianca 
atinge o solo é o dobro da velocidade com que a bolinha 
arremessada por Anita atinge o solo. 
 
Sobre as proposições acima, pode-se afirmar que 
a) apenas I está correta. 
b) apenas II está correta. 
c) apenas III está correta. 
d) apenas I e II estão corretas. 
e) I, II e III estão corretas. 
 
3. (Mackenzie 2017) Um míssil AX100 é lançado 
obliquamente, com velocidade de 800 m s, formando um 
ângulo de 30,0 com a direção horizontal. No mesmo 
instante, de um ponto situado a 12,0 km do ponto de 
lançamento do míssil, no mesmo plano horizontal, é 
lançado um projétil caça míssil, verticalmente para cima, 
com o objetivo de interceptar o míssil AX100. A velocidade 
inicial de lançamento do projétil caça míssil, para ocorrer a 
interceptação desejada, é de 
a) 960 m s 
b) 480 m s 
c) 400 m s 
d) 500 m s 
e) 900 m s 
 
4. (Fac. Albert Einstein - Medicin 2017) Na modalidade 
esportiva do salto à distância, o esportista, para fazer o 
melhor salto, deve atingir a velocidade máxima antes de 
saltar, aliando-a ao melhor ângulo de entrada no momento 
do salto que, nessa modalidade, é o 45 . Considere uma 
situação hipotética em que um atleta, no momento do 
salto, alcance a velocidade de 43,2 km h, velocidade 
próxima do recorde mundial dos 100 metros rasos, que é 
de 43,9 km h. Despreze o atrito com o ar enquanto ele 
está em “vôo” e considere o saltador como um ponto 
material situado em seu centro de gravidade. 
Nessas condições, qual seria, aproximadamente, a distância 
alcançada no salto? 
Adote o módulo da aceleração da gravidade igual a 
210 m s . 
Dados: sen 45 cos 45 0,7    
 
 
a) 7 m 
b) 10 m 
c) 12 m 
d) 14 m 
 
5. (Uepg 2017) Um projétil, com uma massa de 2 kg, é 
lançado do solo com uma velocidade inicial de 10 m s, 
cuja direção faz 60 com a horizontal. Desprezando a 
resistência do ar, assinale o que for correto. 
Dados: 2g 10 m s 
01) A energia cinética do projétil no ponto mais alto da 
trajetória é 50 J. 
02) A altura atingida pelo projétil, em relação ao solo, no 
ponto mais alto da trajetória é 3,75 m. 
04) O alcance do lançamento é 5 3 m. 
08) O projétil irá atingir o solo 1s após seu lançamento. 
16) A energia potencial do projétil, em relação ao solo, no 
ponto mais alto da trajetória é 50 J. 
 
173 
 
 
6. (Ufpr 2017) Nas Paralimpíadas recentemente realizadas 
no Brasil, uma das modalidades esportivas disputadas foi o 
basquetebol. Em um determinado jogo, foi observado que 
um jogador, para fazer a cesta, arremessou a bola quando o 
centro de massa dessa bola estava a uma altura de 1,4 m. 
O tempo transcorrido desde o instante em que a bola 
deixou a mão ao jogador até ter o seu centro de massa 
coincidindo com o centro do aro foi de 1,1s. No momento 
do lançamento, o centro de massa da bola estava a uma 
distância horizontal de 4,4 m do centro do aro da cesta, 
estando esse aro a uma altura de 3,05 m, conforme pode 
ser observado na figura a seguir. 
 
 
 
Considerando que a massa da bola é igual a 600 g, que a 
resistência do ar é desprezível e que o valor absoluto da 
aceleração gravidade é de 210 m s , determine, utilizando 
todas as unidades no Sistema Internacional de Unidades: 
 
a) A velocidade horizontal da bola ao atingir o centro do aro 
da cesta de basquete. 
b) A velocidade inicial vertical da bola. 
c) A energia cinética da bola no momento do lançamento 
(considerando o exato instante em que a bola deixa a 
mão do atleta). 
 
7. (G1 - ifce 2016) Considere a figura abaixo, na qual 
Michele utiliza uma bola de tênis para brincar com seu 
cãozinho, Nonô. 
 
 
 
Nesta situação, Michele arremessa a bola na direção 
horizontal para que Nonô corra em sua direção e a pegue. 
Ao ser arremessada, a bola sai da mão de Michele a uma 
velocidade de 14,4 km h e uma altura de 1,80 m do chão. 
Nesse instante, Nonô encontra-se junto aos pés de sua 
dona. 
 
Dadas estas condições, o tempo máximo que Nonô terá 
para pegar a bola, antes que a mesma toque o chão pela 
primeira vez, é 
 
(Despreze o atrito da bola com o ar e considere a 
aceleração da gravidade com o valor 2g 10 m s ). 
a) 0,375 s. 
b) 0,6 s. 
c) 0,75 s. 
d) 0,25 s. 
e) 1,0 s. 
 
8. (Enem 2ª aplicação 2016) Para um salto no Grand 
Canyon usando motos, dois paraquedistas vão utilizar uma 
moto cada, sendo que uma delas possui massa três vezes 
maior. Foram construídas duas pistas idênticas até a beira 
do precipício, de forma que no momento do salto as motos 
deixem a pista horizontalmente e ao mesmo tempo. No 
instante em que saltam, os paraquedistas abandonam suas 
motos e elas caem praticamente sem resistência do ar. 
 
As motos atingem o solo simultaneamente porque 
a) possuem a mesma inércia. 
b) estão sujeitas à mesma força resultante. 
c) têm a mesma quantidade de movimento inicial. 
d) adquirem a mesma aceleração durante a queda. 
e) são lançadas com a mesma velocidade horizontal. 
 
9. (Ufjf-pism 1 2016) A pintura abaixo é de autoria do 
francês Jean-Baptiste Debret, que viajou pelo Brasil entre 
1816 e 1831, retratando vários aspectos da natureza e da 
vida cotidiana do nosso país. A pintura, denominada 
Caboclo, mostra índios caçando pássaros com arco e flecha. 
Imagine que a flecha, de 250 g de massa, deixa o arco com 
uma velocidade 0v 30 m s. Considere que a flecha é 
lançada com um ângulo de 45 com a horizontal. Com 
base nestas informações, RESPONDA: 
 
 
 
a) Qual a energia potencial elástica armazenada no arco 
antes da flecha ser lançada? 
b) Considerando que a flecha seja uma partícula e sai do 
nível do chão, qual a altura máxima que os pássaros 
devem voar para que o Caboclo possa atingi-los? 
c) Se o índio não acertaro pássaro, qual a distância que ele 
irá percorrer para recuperar a flecha? 
 
 
10. (G1 - cps 2018) Um avião, com a finalidade de 
abastecer uma região que se encontra isolada, voa em linha 
reta horizontalmente, com velocidade constante em 
relação ao solo, quando abandona uma caixa com 
alimentos, conforme a imagem. 
 
 
174 
 
 
 
Desprezando a resistência do ar, a trajetória descrita pela 
caixa de alimentos terá a forma de uma 
a) parábola, do ponto de vista de um observador que 
estiver no avião. 
b) linha reta vertical, do ponto de vista de um observador 
que estiver no avião. 
c) linha reta vertical, do ponto de vista de um observador 
que estiver na Terra. 
d) linha reta horizontal, do ponto de vista de um 
observador que estiver no avião. 
e) mesma figura para qualquer observador, pois a trajetória 
independe do referencial. 
 
11. (Uem-pas 2017) Considerando movimentos próximos à 
superfície terrestre, e na ausência de forças dissipativas, é 
correto dizer que 
01) na queda vertical, se um corpo de massa m sofre um 
deslocamento d a partir do repouso, em um intervalo 
de tempo t, então esse mesmo corpo, partindo 
novamente do repouso, sofrerá um deslocamento 2d 
em um intervalo de tempo 2t. 
02) na queda vertical, se um corpo de massa m adquire 
uma velocidade v a partir do repouso, em um 
intervalo de tempo t, então um corpo de massa 2m, 
partindo também do repouso, adquirirá uma 
velocidade 2v no mesmo intervalo de tempo t. 
04) na queda vertical, se um corpo de massa m adquire 
uma velocidade v a partir do repouso, em um 
intervalo de tempo t, então esse mesmo corpo, 
partindo também do repouso, adquirirá uma 
velocidade 2v em um intervalo de tempo 2t. 
08) tanto o lançamento horizontal como o lançamento 
oblíquo podem ser estudados decompondo-os em dois 
movimentos simultâneos e independentes entre si, 
sendo um movimento uniforme horizontal e um 
movimento uniformemente variado vertical. 
16) se um corpo de massa m for solto na vertical e um 
outro corpo também de massa m for lançado 
horizontalmente da mesma altura h no mesmo 
instantet, então este último atingirá primeiramente o 
solo, por ter sofrido um impulso inicial que o primeiro 
não sofreu. 
 
 
12. (Efomm 2018) Em uma mesa de 1,25 metros de altura, 
é colocada uma mola comprimida e uma esfera, conforme a 
figura. Sendo a esfera de massa igual a 50 g e a mola 
comprimida em 10 cm, se ao ser liberada a esfera atinge o 
solo a uma distância de 5 metros da mesa, com base 
nessas informações, pode-se afirmar que a constante 
elástica da mola é: 
 
(Dados: considere a aceleração da gravidade igual a 
210 m s .) 
 
 
a) 62,5 N m 
b) 125 N m 
c) 250 N m 
d) 375 N m 
e) 500 N m 
 
13. (Ufsc 2018) Em uma feira de ciências, Maria e Rute 
propuseram um experimento, esquematizado abaixo, em 
que os participantes eram desafiados a acertarem uma 
bolinha de ferro dentro de um dos copinhos. 
Cada participante tinha direito de abandonar uma vez a 
bolinha de ferro com massa m em uma das posições da 
rampa do experimento. Desconsidere o rolamento da 
bolinha, a resistência do ar e o atrito entre a rampa e a 
bolinha. 
 
 
 
Com base na figura e no exposto acima, é correto afirmar 
que: 
01) a bolinha cai dentro do copinho A quando é 
abandonada na posição vertical 40 cm. 
02) para cair dentro do copinho B, a bolinha tem que ser 
abandonada na posição vertical 60 cm. 
04) a velocidade da bolinha na saída da rampa, quando 
abandonada na posição vertical 50 cm, terá o dobro 
do valor da velocidade da bolinha na saída da rampa, 
quando abandonada na posição vertical 35 cm. 
08) independentemente da posição de onde a bolinha é 
abandonada, o tempo para alcançar a posição vertical 
0,0 cm, após abandonar a rampa, será o mesmo. 
16) após sair da rampa, a bolinha gasta 0,2 s para alcançar 
a posição vertical 0,0 cm. 
32) a massa da bolinha não influencia o valor de sua 
velocidade ao sair da rampa. 
64) a altura da rampa permite que a bolinha possa alcançar 
a posição do copinho B. 
 
 
 
175 
 
14. (Puccamp 2018) Um objeto foi lançado obliquamente a 
partir de uma superfície plana e horizontal de modo que o 
valor da componente vertical de sua velocidade inicial era 
y0
v 30 m s e o da componente horizontal era 
x0
v 8,0 m s. 
 
Considerando a aceleração gravitacional igual a 210 m s e 
desprezando a resistência do ar, o alcance horizontal do 
objeto foi 
a) 12 m. 
b) 24 m. 
c) 48 m. 
d) 78 m. 
e) 240 m. 
 
15. (Famema 2017) Um helicóptero sobrevoa 
horizontalmente o solo com velocidade constante e, no 
ponto A, abandona um objeto de dimensões desprezíveis 
que, a partir desse instante, cai sob ação exclusiva da força 
peso e toca o solo plano e horizontal no ponto B. Na 
figura, o helicóptero e o objeto são representados em 
quatro instantes diferentes. 
 
 
 
Considerando as informações fornecidas, é correto afirmar 
que a altura h de sobrevoo desse helicóptero é igual a 
a) 200 m. 
b) 220 m. 
c) 240 m. 
d) 160 m. 
e) 180 m. 
 
16. (Famerp 2017) Uma bola rola sobre uma bancada 
horizontal e a abandona, com velocidade 0V , caindo até o 
chão. As figuras representam a visão de cima e a visão de 
frente desse movimento, mostrando a bola em instantes 
diferentes durante sua queda, até o momento em que ela 
toca o solo. 
 
 
 
Desprezando a resistência do ar e considerando as 
informações das figuras, o módulo de 0V é igual a 
a) 2,4 m s. 
b) 0,6 m s. 
c) 1,2 m s. 
d) 4,8 m s. 
e) 3,6 m s. 
 
17. (G1 - ifba 2016) Um garoto, treinando arremesso de 
pedras com uma atiradeira, gira o dispositivo de 0,80 m de 
comprimento sobre sua cabeça, descrevendo um 
movimento circular com velocidade constante e aceleração 
radial de 2370,00 m s , conforme diagrama. Num certo 
instante de tempo, a pedra é lançada tangencialmente à 
trajetória e atinge o solo numa posição de 10,00 m em 
relação ao garoto. Considere desprezível a resistência do ar 
e 2g 10,00 m s . Assim, podemos afirmar que a altura 
do garoto, em metros, é, aproximadamente, igual a: 
 
 
a) 1,50 
b) 1,58 
c) 1,69 
d) 1,81 
e) 1,92 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
176 
 
18. (G1 - cftmg 2016) A figura abaixo exibe uma bola que é 
abandonada de uma rampa curva de 1,25 m de altura que 
está sobre uma mesa nas proximidades da Terra. Após 
liberada, a bola desce pela rampa, passa pelo plano 
horizontal da mesa e toca o solo 1,00 s após passar pela 
borda. 
 
 
 
Desprezando-se qualquer tipo de atrito, avalie as 
afirmações a seguir e assinale (V) para as verdadeiras, ou 
(F) para as falsas. 
 
( ) O alcance horizontal da bola a partir da saída da mesa 
é de 5,00 metros. 
( ) Abandonado-se a bola a partir do repouso da borda da 
mesa, o tempo de queda até o solo é também de 
1,00 s. 
( ) Para se calcular o tempo de queda da bola a partir da 
saída da mesa, é necessário conhecer a massa da 
bola. 
( ) Para se calcular o alcance da bola a partir da saída da 
mesa, é necessário conhecer a altura da mesa. 
 
A sequência correta encontrada é 
a) F, F, V, V. 
b) V, V, F, F. 
c) F, V, F, V. 
d) V, F, V, F. 
 
19. (Pucpr 2016) Durante um jogo de futebol, um goleiro 
chuta uma bola fazendo um ângulo de 30 com relação ao 
solo horizontal. Durante a trajetória, a bola alcança uma 
altura máxima de 5,0 m. Considerando que o ar não 
interfere no movimento da bola, qual a velocidade que a 
bola adquiriu logo após sair do contato do pé do goleiro? 
Use 2g 10 m s . 
 
 
a) 5 m s. 
b) 10 m s. 
c) 20 m s. 
d) 25 m s. 
e) 50 m s. 
 
20. (Acafe 2015) O puma é um animal que alcança 
velocidade de até 18 m / s e pode caçar desde roedores e 
coelhos até animais maiores como alces e veados. 
Considere um desses animais que deseja saltar sobre sua 
presa, neste caso um pequeno coelho, conforme a figura. 
 
 
 
O puma chega ao ponto A com velocidade horizontal de 
5 m / s e se lança para chegar à presa que permanece 
imóvel no ponto B. Desconsiderando a resistência do ar e 
adotando 2g 10 m / s , a alternativa correta é: 
a) O puma não vai cair sobre a presa, pois vai tocar o solo a 
20 cm antes da posição do coelho. 
b) O puma cairá exatamente sobre o coelho, alcançando 
sua presa. 
c) O puma vai chegar ao solo, no nível do coelho, após 
0,5 s do início de seu salto. 
d) O puma vai cair 30 cm a frente do coelho, dando 
possibilidade da presa escapar. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
177 
 
Módulo 03 
Tensão e Corrente Elétrica 
1° Lei de ohm e 2° Lei de ohm 
 
1. (Fac. Albert Einstein - Medicin 2018) TRANSPLANTE 
(ENXERTO) DE PELE 
 
 
 
No fim da década de 1920, iniciou-se uma técnica 
que revolucionou a medicina: o transplante (enxerto) de 
pele, o maior órgão humano, utilizado para cobrir partes do 
corpo que perderam substância cutânea devido a lesões, 
queimaduras, feridas cirúrgicas ou câncer de pele. 
A doação de pele é feita mediante autorização 
familiar após a morte encefálica ou parada 
cardiorrespiratória do doador. Geralmente a porção de pele 
retirada é oriunda de áreas bastante escondidas do corpo 
que não provocam deformidades. A pele doada pode ser 
armazenada por até dois anos, desde que conservada em 
glicerol. 
A cirurgia de enxerto de pele consiste em um 
pedaço de pele retirado de uma área (doadora) e 
transferida à outra (receptora). A retirada do enxerto pode 
ser feita, entre outras maneiras, com o uso do Dermátomo 
Elétrico, nome dado ao equipamento para corte da pele a 
ser utilizada em um transplante. 
 
 
 
O Dermátomo elétrico D80 (figura acima) foi 
desenvolvido para uso geral. Ele efetua cortes com uma 
largura máxima de 80 mm e que pode ser reduzida para 
65, 50 e 35 por meio de grampos de redução de largura. 
O aparelho conta com uma poderosa bateria de Li-Ion de 
2.400 mAh podendo ser utilizada por 75 minutos, em 
média,sem parar. 
A espessura do enxerto é variável e ajustada por 
meio de uma alavanca. A alavanca é 
fixada em posições correspondentes com incrementos de 
espessura de aproximadamente 0,1mm. 
Na Medicina, estudos Matemáticos, 
especificamente na Fisiologia, especialistas desenvolveram 
equações (fórmulas) matemáticas responsáveis por 
determinar a área da superfície do corpo humano. O Dr. 
Mosteller desenvolveu uma fórmula prática para 
determinar a área da superfície do corpo de uma pessoa: 
 
Sh
H(cm) M(kg)
A
3600

 
 
Sendo ShA a área da superfície, em 
2m , do corpo 
humano; H sua altura em centímetros e M a sua massa 
em kg. 
 
 
Utilize as informações do texto e faça o que se pede. 
Justifique suas respostas com os cálculos correspondentes. 
a) Admita que um homem adulto medindo 1,80 m de 
altura e com 80 kg sofra uma queimadura de 3º grau 
em 20% de seu corpo e que necessite de um 
transplante (enxerto) de pele em toda a extensão da 
queimadura. Qual será a área, em 2m , transplantada? 
b) Com base nos dados do Dermátomo elétrico D80 citado 
no texto, determine, em ampères, o número inteiro mais 
próximo que corresponda à corrente elétrica 
aproximada consumida pelo aparelho quando utilizado 
sem parar. 
 
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: 
Texto para a(s) questão(ões) a seguir. 
 
Drones vêm sendo utilizados por empresas americanas para 
monitorar o ambiente subaquático. Esses drones podem 
substituir mergulhadores, sendo capazes de realizar 
mergulhos de até cinquenta metros de profundidade e 
operar por até duas horas e meia. 
 
 
2. (Unicamp 2019) Considere um drone que utiliza uma 
bateria com carga total q 900 mAh. Se o drone operar 
por um intervalo de tempo igual a t 90 min,  a corrente 
média fornecida pela bateria nesse intervalo de tempo será 
igual a 
 
Dados: Se necessário, use aceleração da gravidade 
2g 10 m s , aproxime 3,0π  e 51atm 10 Pa. 
a) 10 mA. 
b) 600 mA. 
c) 1.350 mA. 
d) 81.000 mA. 
 
3. (Uerj simulado 2018) O gráfico abaixo indica o 
comportamento da corrente elétrica em função do tempo 
em um condutor. 
 
 
 
 
178 
 
A carga elétrica, em coulombs, que passa por uma seção 
transversal desse condutor em 15 s é igual a: 
a) 450 
b) 600 
c) 750 
d) 900 
 
4. (G1 - utfpr 2018) Assinale a alternativa correta. 
 
A grandeza intensidade de corrente elétrica tem como 
unidade de medida ampère e essa unidade é definida pela 
razão (divisão) entre duas outras unidades, que são, 
respectivamente, 
a) coulomb e segundo. 
b) volt e segundo. 
c) coulomb e volt. 
d) joule e volt. 
e) volt e ohm. 
 
5. (Ebmsp 2018) No corpo humano, as atividades biológicas 
são estimuladas ou controladas por impulsos elétricos. 
Quando ocorre o contato do organismo com uma corrente 
elétrica, proveniente do meio externo, pode haver danos 
que vão desde uma dormência na superfície da pele até a 
perda dos sentidos ou morte. A corrente elétrica quando 
percorre toda extensão do corpo humano possui 
intensidade determinada por dois fatores: a diferença de 
potencial existente entre dois pontos específicos e a 
resistência elétrica do corpo. 
 
Disponível em: 
<http://www.portaleletricista.com.br/riscos-do-choque-
eletrico-e-seus-efeitos-no-corpo-humano/>. Acesso em: 
ago. 2017. 
 
 
Considerando-se os efeitos fisiológicos da corrente elétrica 
no corpo humano, com base nos conhecimentos sobre a 
eletricidade, pode-se afirmar: 
a) O trajeto da corrente elétrica no corpo humano 
depende, exclusivamente, da quantidade do tecido 
adiposo presente no organismo, quaisquer que sejam os 
dois pontos de contato do indivíduo com o circuito 
energizado. 
b) A resistência elétrica do corpo humano depende, entre 
outros fatores, da distância entre dois pontos do corpo 
submetidos a uma ddp, das características físicas e 
condições da pele de cada indivíduo e do meio 
ambiente. 
c) Um indivíduo, com os pés descalços sobre a terra, ao 
tocar em apenas um dos polos de uma tomada de 
tensão senoidal, como a de uma residência, não levará 
choque porque o circuito ficará em aberto. 
d) A resistência elétrica do corpo humano varia em 
proporção inversa à distância entre dois pontos do corpo 
humano submetidos a uma ddp constante. 
e) A condutância da pele humana é inversamente 
proporcional à área de contato com a fonte de tensão, 
porque a pele humana tem a mesma função de um 
capacitor com dielétrico. 
 
6. (Unesp 2018) Uma bateria de smartphone de 
4.000 mA h e 5,0 V pode fornecer uma corrente 
elétrica média de 4.000 mA durante uma hora até que se 
descarregue. 
 
a) Calcule a quantidade de carga elétrica, em coulombs, 
que essa bateria pode fornecer ao circuito. 
b) Considerando que, em funcionamento contínuo, a 
bateria desse smartphone se descarregue em 8,0 horas, 
calcule a potência média do aparelho, em watts. 
 
7. (Enem 2018) Ao pesquisar um resistor feito de um novo 
tipo de material, um cientista observou o comportamento 
mostrado no gráfico tensão versus corrente. 
 
 
 
Após a análise do gráfico, ele concluiu que a tensão em 
função da corrente é dada pela equação 2V 10 i i .  
 
O gráfico da resistência elétrica (R) do resistor em função 
da corrente (i) é 
a) 
b) 
c) 
d) 
e) 
 
179 
 
 
8. (Uefs 2017) A figura representa a intensidade da 
corrente elétrica I, que percorre um fio condutor, em 
função do tempo t. 
 
 
 
Nessas condições, é correto afirmar que a corrente média 
circulando no condutor no intervalo de tempo entre t 0 
e t 6,0 ms, em mA, é igual a 
a) 6,0 
b) 7,0 
c) 8,0 
d) 9,0 
e) 10,0 
 
9. (Eear 2019) O gráfico a seguir corresponde ao 
comportamento da corrente elétrica que percorre um 
condutor, em função da diferença de potencial a ele 
aplicada. 
 
 
 
Sabendo-se que este condutor é constituído de um fio de 
2 m de comprimento e de um material cuja resistividade, a 
20 C, vale 61,75 10 m,Ω  determine a área da seção 
transversal do fio e o valor da resistência elétrica desse 
condutor na referida temperatura. 
a) 4 20,7 10 cm e 0,5 Ω 
b) 4 20,7 10 cm e 500 Ω 
c) 4 20,83 10 cm e 12,5 Ω 
d) 4 20,83 10 cm e 500 Ω 
 
10. (Enem 2017) Dispositivos eletrônicos que utilizam 
materiais de baixo custo, como polímeros semicondutores, 
têm sido desenvolvidos para monitorar a concentração de 
amônia (gás tóxico e incolor) em granjas avícolas. A 
polianilina é um polímero semicondutor que tem o valor de 
sua resistência elétrica nominal quadruplicado quando 
exposta a altas concentrações de amônia. Na ausência de 
amônia, a polianilina se comporta como um resistor ôhmico 
e a sua resposta elétrica é mostrada no gráfico. 
 
 
 
O valor da resistência elétrica da polianilina na presença de 
altas concentrações de amônia, em ohm, é igual a 
a) 00,5 10 . 
b) 00,2 10 . 
c) 52,5 10 . 
d) 55,0 10 . 
e) 62,0 10 . 
 
11. (Fatec 2017) Em uma disciplina de circuitos elétricos da 
FATEC, o Professor de Física pede aos alunos que 
determinem o valor da resistência elétrica de um 
dispositivo com comportamento inicial ôhmico, ou seja, 
que obedece à primeira lei de Ohm. Para isso, os alunos 
utilizam um multímetro ideal de precisão e submetem o 
dispositivo a uma variação na diferença de potencial 
elétrico anotando os respectivos valores das correntes 
elétricas observadas. Dessa forma, eles decidem construir 
um gráfico contendo a curva característica do dispositivo 
resistivo, apresentada na figura. 
 
 
Com os dados obtidos pelos alunos, e considerando apenas 
o trecho com comportamento ôhmico, podemos afirmar 
que o valor encontrado para a resistência elétrica foi, em 
k ,Ω de 
a) 3,0 
b) 1,5 
c) 0,8 
d) 0,3 
e) 0,1 
 
 
 
 
 
180 
 
12. (Puccamp 2017) A distribuição de energia elétrica para 
residências no Brasil é feita basicamentepor redes que 
utilizam as tensões de 127 V e de 220 V, de modo que os 
aparelhos eletrodomésticos são projetados para 
funcionarem sob essas tensões. A tabela mostra a tensão e 
a intensidade da corrente elétrica que percorre alguns 
aparelhos elétricos resistivos quando em suas condições 
normais de funcionamento. 
 
Aparelho Tensão (V) Corrente (A) 
Chuveiro 220 20 
Lâmpada incandescente 127 1,5 
Ferro de passar 127 8 
 
Sendo CR , LR e FR , respectivamente, as resistências 
elétricas do chuveiro, da lâmpada e do ferro de passar, 
quando em suas condições normais de funcionamento, é 
correto afirmar que 
a) F L CR R R  
b) L C FR R R  
c) C L FR R R  
d) C F LR R R  
e) L F CR R R  
 
13. (Eear 2018) Uma barra homogênea de grafite no 
formato de um paralelepípedo, com as dimensões 
indicadas na figura, é ligada a um circuito elétrico pelos 
condutores ideais A e B. Neste caso, a resistência elétrica 
entre os terminais A e B é de ____ ohms. 
 
 
 
Considere: 
1. a resistividade do grafite: 
2mm
75
m
ρ   
2. a barra como um resistor ôhmico. 
a) 0,5 
b) 1,0 
c) 1,5 
d) 2,0 
 
14. (Uepg 2017) Um fio metálico, de 100 m de 
comprimento, resistividade igual a 2 21,7 10 mm mΩ e 
área da seção transversal de 23,4 mm , tem suas 
extremidades ligadas em uma bateria de 12 V. Em função 
do exposto, assinale o que for correto. 
01) A resistência elétrica do fio é 0,5 .Ω 
02) Desprezando a variação da resistividade com a 
temperatura, a potência elétrica dissipada por efeito 
Joule no fio é 288 W. 
04) Se aumentarmos o comprimento do fio e mantivermos 
todos os outros parâmetros constantes, a corrente 
elétrica e a potência dissipada no fio irão diminuir. 
08) A resistência elétrica de um resistor não depende do 
material que o constitui, depende apenas de suas 
dimensões. 
16) Se aumentarmos a área da seção transversal do fio e 
mantivermos todos os outros parâmetros constantes, a 
corrente elétrica e a potência dissipada no fio irão 
aumentar. 
 
15. (Mackenzie 2016) Dois resistores, de resistências 
elétricas 1R e 2R , são formados por fios metálicos, de 
mesmo comprimento e mesmo diâmetro, são constituídos 
de materiais cujas resistividades são 1ρ e 2ρ 
respectivamente. Quando esses resistores são associados 
em paralelo e submetidos a uma bateria de tensão elétrica 
U, a corrente que passa pelo fio de resistência elétrica 2R 
é o dobro da que passa por 1R . Nessas condições, a relação 
entre as resistividades dos materiais é 
a) 1 2ρ ρ 
b) 2 12ρ ρ  
c) 1 22ρ ρ  
d) 1 24ρ ρ  
e) 2 14ρ ρ  
 
16. (Ufrgs 2015) No circuito esquematizado abaixo 1R e 
2R são resistores com a mesma resistividade p. 1R tem 
comprimento 2L e seção transversal A, e 2R tem 
comprimento L e seção transversal 2A. 
 
 
 
Nessa situação, a corrente elétrica que percorre o circuito é 
a) 2AV / (5pL). 
b) 2AV / (3pL). 
c) AV / (pL). 
d) 3AV / (2pL). 
e) 5AV / (2pL). 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
181 
 
17. (Upe 2015) Dois fios condutores, A e B, possuem o 
mesmo comprimento L e as dimensões mostradas na 
figura a seguir: 
 
 
 
O fio A possui formato cilíndrico com raio r e resistividade 
p. O fio B possui formato piramidal, com lados equiláteros 
e de comprimento r e resistividade 2p. 
Então, a razão entre as resistências desses dois fios, 
RA / RB, é igual a 
a) 4π 
b) 1/ (4 )π 
c) 1/ (2 )π 
d) 2 1/2(3 / 16 )π 
e) 1/2(3 / 64 )π 
 
18. (Enem PPL 2014) Recentemente foram obtidos os fios 
de cobre mais finos possíveis, contendo apenas um átomo 
de espessura, que podem, futuramente, ser utilizados em 
microprocessadores. O chamado nanofio, representado na 
figura, pode ser aproximado por um pequeno cilindro de 
comprimento 0,5nm 9(1nm 10 m). A seção reta de 
um átomo de cobre é 20,05nm e a resistividade do cobre 
é 17 nm.Ω  Um engenheiro precisa estimar se seria 
possível introduzir esses nanofios nos microprocessadores 
atuais. 
 
 
 
Um nanofio utilizando as aproximações propostas possui 
resistência elétrica de 
a) 170n .Ω 
b) 0,17n .Ω 
c) 1,7n .Ω 
d) 17n .Ω 
e) 170 .Ω 
 
19. (Esc. Naval 2016) Analise a figura abaixo. 
 
 
 
A figura acima mostra um equipamento metálico que está 
eletricamente isolado do solo por meio de uma base 
quadrada de borracha com 0,5 m de lado, 1,0 cm de 
espessura, e resistividade 1310 m. A máxima ddp entre 
o equipamento e o solo é obtida para uma corrente 
máxima de 0,5 A, fluindo uniformemente através da área 
da base. O valor da ddp máxima, em quilovolts, é 
a) 200 
b) 150 
c) 100 
d) 50 
e) 25 
 
20. (Acafe 2018) Até pouco tempo os chuveiros elétricos 
residenciais variavam de potências entre 2.400 W a 
4.800 W que contavam com a proteção de disjuntores de 
até 25 ampères e redes com fios de bitolas (grossura) 
específicos para essa corrente. Atualmente no mercado 
encontramos chuveiros de 7.700 W que são usados nas 
mesmas redes antigas de 220 V projetadas para os 
chuveiros anteriormente citados. 
 
Considerando o exposto, assinale a alternativa correta que 
completa as lacunas da frase a seguir. 
 
Para se usar os chuveiros atuais de 7.700 W deve-se 
substituir o disjuntor por um de __________ ampères e 
__________ a fiação com bitola __________ da rede 
elétrica antiga. 
a) 40 - trocar - maior que 
b) 35 - trocar - maior que 
c) 40 - manter - igual a 
d) 35 - trocar - menor que 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
182 
 
Módulo 04 
Resistores 
Série, Paralelo e Potencia. 
 
1. (Uerj 2019) Resistores ôhmicos idênticos foram 
associados em quatro circuitos distintos e submetidos à 
mesma tensão A,BU . Observe os esquemas: 
 
 
 
 
 
Nessas condições, a corrente elétrica de menor intensidade 
se estabelece no seguinte circuito: 
a) I 
b) II 
c) III 
d) IV 
 
2. (Eear 2018) Em uma aula de laboratório o professor 
montou um circuito com 3 resistores ôhmicos 1 2R , R e 
3R associados a uma fonte de alimentação ideal (Vt) 
conforme o circuito abaixo. E solicitou ao aluno que, 
usando um amperímetro ideal, medisse o valor da 
intensidade de corrente elétrica que flui através de 2R . 
 
 
 
O aluno, porém fez a ligação do amperímetro (A) da 
maneira indicada na figura a seguir. Com base nisso, 
assinale a alternativa que representa o valor indicado, em 
ampères, no amperímetro. 
 
 
a) 0,0 
b) 0,2 
c) 0,3 
d) 0,4 
 
3. (Unicamp 2018) Nos últimos anos, materiais exóticos 
conhecidos como isolantes topológicos se tornaram objeto 
de intensa investigação científica em todo o mundo. De 
forma simplificada, esses materiais se caracterizam por 
serem isolantes elétricos no seu interior, mas condutores 
na sua superfície. Desta forma, se um isolante topológico 
for submetido a uma diferença de potencial U, teremos 
uma resistência efetiva na superfície diferente da 
resistência do seu volume, como mostra o circuito 
equivalente da figura abaixo. 
 
 
 
Nessa situação, a razão s
v
i
F
i
 entre a corrente si que 
atravessa a porção condutora na superfície e a corrente vi 
que atravessa a porção isolante no interior do material vale 
a) 0,002. 
b) 0,2. 
c) 100,2. 
d) 500. 
 
4. (Uefs 2018) Para decorar a fachada de sua ótica, o 
proprietário construiu uma peça com elementos resistivos 
que, quando percorridos por corrente elétrica, emitem luz. 
A peça de decoração pronta corresponde à associação de 
resistores entre os pontos A e B, indicada na figura. 
 
 
 
A resistência equivalente entre os pontos A e B é 
a) 6 .Ω 
b) 10 .Ω 
c) 12 .Ω 
d) 18 .Ω 
e) 24 .Ω 
 
 
183 
 
5. (Fmp 2018) Suponha uma bateria ideal que é capaz de 
manter uma diferença de potencial constante entreseus 
terminais independentemente das resistências conectadas 
a ela, e considere três resistores idênticos, cada um com 
uma resistência R. Podem ser feitas as diferentes 
montagens mostradas na figura abaixo, usando um, dois ou 
três desses resistores. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Uma dessas montagens será posta no lugar em que se 
encontra o símbolo "?" da figura abaixo para aquecer a 
água do recipiente. 
 
 
 
Qual das montagens produzirá o aquecimento mais rápido 
da água? 
a) V 
b) IV 
c) I 
d) II 
e) III 
 
6. (Enem 2018) Muitos smartphones e tablets não 
precisam mais de teclas, uma vez que todos os comandos 
podem ser dados ao se pressionar a própria tela. 
Inicialmente essa tecnologia foi proporcionada por meio 
das telas resistivas, formadas basicamente por duas 
camadas de material condutor transparente que não se 
encostam até que alguém as pressione, modificando a 
resistência total do circuito de acordo com o ponto onde 
ocorre o toque. A imagem é uma simplificação do circuito 
formado pelas placas, em que A e B representam pontos 
onde o circuito pode ser fechado por meio do toque. 
 
 
 
Qual é a resistência equivalente no circuito provocada por 
um toque que fecha o circuito no ponto A? 
a) 1,3 k 
b) 4,0 k 
c) 6,0 k 
d) 6,7 k 
e) 12,0 k 
 
 
7. (Pucsp 2018) Determine, em ohm, o valor da resistência 
do resistor equivalente da associação abaixo: 
 
 
a) 0 
b) 12 
c) 24 
d) 36 
 
8. (Acafe 2017) Sejam dois resistores ôhmicos xR e yR 
associados em paralelo e ligados a uma bateria ideal de 
12 V. A figura abaixo mostra as curvas que caracterizam 
esses resistores. 
 
 
 
A intensidade de corrente elétrica em ampères, fornecida 
 
184 
 
pelo gerador ao circuito, é: 
a) 16 
b) 0,8 
c) 8 
d) 1,6 
 
9. (Famerp 2017) A figura representa o esquema de ligação 
dos faróis de um automóvel à bateria do veículo. O circuito 
é constituído por: duas lâmpadas de 12 V 60 W cada 
uma; uma chave de acionamento e um fusível de proteção, 
ambos de resistências desprezíveis; e fios de ligação e 
conectores, também ideais. 
 
 
 
Se os dois faróis estiverem acesos, das opções indicadas nas 
alternativas, aquela que corresponde à menor amperagem 
do fusível capaz de proteger esse circuito é 
a) 15 A. 
b) 12 A. 
c) 6 A. 
d) 4 A. 
e) 9 A. 
 
10. (Ufrgs 2018) Uma fonte de tensão cuja força 
eletromotriz é de 15 V tem resistência interna de 5 . A 
fonte está ligada em série com uma lâmpada incandescente 
e com um resistor. Medidas são realizadas e constata-se 
que a corrente elétrica que atravessa o resistor é de 
0,20 A, e que a diferença de potencial na lâmpada é de 
4 V. 
 
Nessa circunstância, as resistências elétricas da lâmpada e 
do resistor valem, respectivamente, 
a) 0,8  e 50 . 
b) 20  e 50 . 
c) 0,8  e 55 . 
d) 20  e 55 . 
e) 20  e 70 . 
 
11. (Famerp 2018) A figura mostra um circuito constituído 
de um resistor de resistência variável, chamado 
potenciômetro, associado em série a uma lâmpada de 
especificações 12 V 6,0 W, ligados a uma fonte de 
12 V. Os fios de ligação têm resistência nula e a fonte é 
ideal. 
 
 
 
a) Para a situação na qual a resistência elétrica do 
potenciômetro for nula, calcule a intensidade da 
corrente elétrica, em ampères, que se estabelece no 
circuito. Determine a energia elétrica, em joules, 
consumida pela lâmpada em 5,0 segundos. 
b) Considerando que a resistência elétrica da lâmpada seja 
constante, qualquer que seja a diferença de potencial 
entre seus terminais e a temperatura em que se 
encontre, determine a resistência elétrica do 
potenciômetro, em ohms, quando a intensidade da 
corrente elétrica na lâmpada for igual a 0,20 A. 
 
12. (G1 - cftmg 2018) No circuito elétrico das residências, 
há algumas chaves disjuntoras de segurança que se 
desligam automaticamente em caso de sobrecarga. Na 
cozinha de uma casa pode ocorrer de funcionarem, ao 
mesmo tempo, uma geladeira de 1.000 W, um forno de 
2.100 W, uma lâmpada de 50 W e um liquidificador de 
150 W. Se essa casa possui uma rede elétrica de 110 V, o 
disjuntor da cozinha deve ser capaz de suportar uma 
corrente, em amperes, de, no mínimo, 
a) 15. 
b) 30. 
c) 45. 
d) 60. 
 
13. (Pucrj 2018) Um circuito elétrico, formado por um 
resistor e uma bateria, dissipa uma potência de 80 mW. 
Se duplicarmos os valores da resistência do resistor e da 
voltagem da bateria, a nova potência dissipada, em mW, 
será 
a) 0 
b) 40 
c) 80 
d) 160 
e) 640 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
185 
 
14. (Enem 2018) Alguns peixes, como o poraquê, a enguia-
elétrica da Amazônia, podem produzir uma corrente 
elétrica quando se encontram em perigo. Um poraquê de 1 
metro de comprimento, em perigo, produz uma corrente 
em torno de 2 ampères e uma voltagem de 600 volts. 
 
O quadro apresenta a potência aproximada de 
equipamentos elétricos. 
 
Equipamento elétrico Potência aproximada (watt) 
Exaustor 150 
Computador 300 
Aspirador de pó 600 
Churrasqueira elétrica 1.200 
Secadora de roupas 3.600 
 
 
O equipamento elétrico que tem potência similar àquela 
produzida por esse peixe em perigo é o(a) 
a) exaustor. 
b) computador. 
c) aspirador de pó. 
d) churrasqueira elétrica. 
e) secadora de roupas. 
 
15. (Acafe 2018) Um empresário do ramo artístico tem um 
festival de Rock para realizar. Como o evento terá que 
ocorrer durante cinco dias, resolveu instalar um gerador de 
energia elétrica, com potência máxima de 440 kW e 
tensão de saída de 220 V, para ligar um circuito composto 
por 10 canhões de luz de 1.100 W de potência cada um, 
todos ligados em paralelo. 
 
Desconsiderando as energias elétricas dissipadas, a 
alternativa correta que apresenta a corrente que percorre 
um dos canhões e a energia consumida pelo conjunto de 
canhões em 10 minutos, respectivamente, é: 
a) 5,0 A e 566 10 J 
b) 2,5 A e 311 10 J 
c) 5,0 A e 444 10 J 
d) 2,5 A e 522 10 J 
 
16. (Pucrj 2017) Quatro resistores idênticos, de resistência 
R, estão ligados a uma bateria de 12 V. Pela bateria, flui 
uma corrente I 12 mA. A resistência R de cada resistor, 
em k , é 
 
 
a) 4 
b) 1 
c) 3 4 
d) 5 3 
e) 1 4 
 
17. (Ebmsp 2017) 
 
 
Os profissionais de um posto de saúde promoveram uma 
atividade para orientar a comunidade local sobre a 
prevenção de doenças causadas por picadas de mosquitos. 
Eles exibiram um vídeo com a raquete para matar 
mosquito, mostrada na figura. A raquete é composta de 
três telas metálicas, duas externas ligadas ao polo negativo 
e uma central ligada ao polo positivo de uma bateria. No 
interior da raquete, existe um circuito que amplifica a 
tensão para um valor de até 2,0 kV e a envia em forma de 
pulsos contínuos para a tela central. Um mosquito, ao 
entrar na raquete, fecha o circuito entre as telas e recebe 
uma descarga elétrica com potência de, no máximo, 
6,0 W, que produz um estalo causado pelo aquecimento 
excessivo do ar, responsável por matar o mosquito 
carbonizado. 
 
Com base nas informações do texto e nos conhecimentos 
de Física, 
 
a) identifique o efeito responsável pelo aquecimento 
excessivo do ar que mata o mosquito, 
b) calcule a intensidade máxima da corrente elétrica que 
atravessa a região entre as telas da raquete. 
 
18. (Ufjf-pism 3 2017) Em uma aula de Física, o professor 
apresenta para seus alunos três lâmpadas com as seguintes 
especificações: 1L : 20 W 120 V, 2L : 40 W 120 V e 
3L :15 W 120 V. Em seguida faz duas ligações com as 
lâmpadas, montando os circuitos A e B, como mostram 
as figuras abaixo. 
 
 
186 
 
 
 
Com base nas informações, responda as seguintes 
questões: 
 
a) Calcule a resistência equivalente de cada circuito. 
b) Qual lâmpada terá o maior brilho em cadacircuito? 
Justifique sua resposta. 
c) Alimentando os circuitos com V 120 V, qual a 
corrente em cada um dos circuitos no caso de a lâmpada 
1L se queimar? Justifique sua resposta. 
 
19. (Fuvest 2017) 
 
 
 
 
Telas sensíveis ao toque são utilizadas em diversos 
dispositivos. Certos tipos de tela são constituídos, 
essencialmente, por duas camadas de material resistivo, 
separadas por espaçadores isolantes. Uma leve pressão 
com o dedo, em algum ponto da tela, coloca as placas em 
contato nesse ponto, alterando o circuito elétrico do 
dispositivo. As figuras mostram um esquema elétrico do 
circuito equivalente à tela e uma ilustração da mesma. Um 
toque na tela corresponde ao fechamento de uma das 
chaves nC , alterando a resistência equivalente do circuito. 
A bateria fornece uma tensão V 6 V e cada resistor tem 
0,5 kΩ de resistência. Determine, para a situação em que 
apenas a chave 2C está fechada, o valor da 
 
a) resistência equivalente ER do circuito; 
b) tensão ABV entre os pontos A e B; 
c) corrente i através da chave fechada 2C ; 
d) potência P dissipada no circuito. 
 
Note e adote: 
Ignore a resistência interna da bateria e dos fios de ligação. 
 
20. (Unisinos 2017) Duas lâmpadas apresentam os 
seguintes dados nominais: lâmpada 1, 100 W e 200 V, e 
lâmpada 2, 25 W e 100 V. Pressupõe-se que a resistência 
elétrica das lâmpadas seja invariável com a temperatura. 
 
 
 
A resistência elétrica da lâmpada 1 é __________ 
resistência elétrica da lâmpada 2. 
Ao ligar as duas lâmpadas em paralelo entre si e o conjunto 
numa tomada de 100 V, então a potência dissipada pela 
lâmpada 1 é __________ da lâmpada 2. 
 
As lacunas são corretamente preenchidas, 
respectivamente, por 
a) o dobro da ; igual à 
b) o quádruplo da ; o quádruplo da 
c) igual à ; igual à 
d) metade da ; o dobro da 
e) o dobro da ; o dobro da 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
187 
 
Módulo 05 
Termometria 
Propagação de Calor e Dilatometria. 
 
1. (Fepar 2019) Leia o texto que se segue e depois julgue as 
afirmativas. 
 
 
 
Mercúrio será proibido em produtos para saúde 
 
Termômetros e medidores de pressão corporal com coluna 
de mercúrio serão proibidos depois de 1º de janeiro de 
2019. A medida é resultado da Convenção de Minamata. O 
impacto da contaminação do meio ambiente por mercúrio 
está ligada diretamente aos riscos provocados pela 
exposição ao mercúrio para a saúde humana. 
 
(Adaptado do disponível em: <http://portal.anvisa.gov.br>. 
Acesso em: 28 jun. 2018) 
( ) Como a temperatura de um corpo está relacionada ao 
grau de agitação de suas moléculas, podemos afirmar 
que as escalas Celsius e Fahrenheit são relativas, uma 
vez que elas não atribuem valor zero ao estado de 
agitação molecular mais baixo. 
( ) A cidade de Curitiba é conhecida por apresentar 
grande variação de temperatura durante o dia. Em 
um dia de inverno, por exemplo, a variação pode 
ocorrer de 1 C  a 18 C. Essa variação na escala 
Fahrenheit e na escala absoluta corresponde 
respectivamente a 34,2 F e 19 K. 
( ) Considere a seguinte situação: em uma escala 
arbitrária A, os estados térmicos referentes ao ponto 
de fusão do gelo e de ebulição da água são 
respectivamente 20 A e 70 A. Nesses estados, os 
respectivos comprimentos (h) de uma coluna de 
mercúrio são 8,5 cm e 28 cm. Em tais condições, a 
equação da temperatura em função do comprimento 
da coluna de mercúrio é dada por 
A35 19,5h .
50
θ 
 
( ) Durante a Convenção de Minamata, dois cientistas de 
diferentes regiões consultam a temperatura de seu 
país naquele instante por meio de um aplicativo de 
celular. O cientista brasileiro informa 24 C 
enquanto o norte-americano informa 75,2 F. Numa 
comparação, os cientistas concluem que essas 
temperaturas são equivalentes. 
( ) Um aluno empolgado com a história dos termômetros 
resolveu criar sua própria escala termométrica. Para 
isso, escolheu para ponto de fusão da água 10 X e 
para ponto de ebulição 130 X. Sabendo que os 
infectologistas estabelecem valores acima de 
37,8 C para caracterizar estado de febre, esse valor 
na escala do aluno corresponde a aproximadamente 
58,36 X. 
 
2. (Ufu 2017) Um estudante monta um dispositivo 
termométrico utilizando uma câmara, contendo um gás, e 
um tubo capilar, em formato de “U”, cheio de mercúrio, 
conforme mostra a figura. O tubo é aberto em uma das 
suas extremidades, que está em contato com a atmosfera. 
 
 
 
Inicialmente a câmara é imersa em um recipiente contendo 
água e gelo em fusão, sendo a medida da altura h da 
coluna de mercúrio (figura) de 2 cm. Em um segundo 
momento, a câmara é imersa em água em ebulição e a 
medida da altura h da coluna de mercúrio passa a ser de 
27 cm. O estudante, a partir dos dados obtidos, monta 
uma equação que permite determinar a temperatura do 
gás no interior da câmara ( ),θ em graus Celsius, a partir da 
altura h em centímetros. (Considere a temperatura de 
fusão do gelo 0 C e a de ebulição da água 100 C). 
 
Assinale a alternativa que apresenta a equação criada pelo 
estudante. 
a) 2hθ  
b) 
27h
2
θ  
c) 4h 8θ   
d) 25h 20θ   
 
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: 
Os centros urbanos possuem um problema crônico de 
aquecimento denominado ilha de calor. 
A cor cinza do concreto e a cor vermelha das telhas de 
barro nos telhados contribuem para esse fenômeno. 
O adensamento de edificações em uma cidade implica 
diretamente no aquecimento. Isso acarreta desperdício de 
energia, devido ao uso de ar condicionado e ventiladores. 
Um estudo realizado por uma ONG aponta que é possível 
diminuir a temperatura do interior das construções. Para 
tanto, sugere que todas as edificações pintem seus 
telhados de cor branca, integrando a campanha chamada 
“One Degree Less” (“Um grau a menos”). 
 
 
188 
 
 
 
3. (G1 - cps 2017) O título da campanha, “Um grau a 
menos”, pode ser ambíguo para algum desavisado, uma vez 
que a escala termométrica utilizada não é mencionada. Em 
caráter global, são consideradas três unidades de 
temperatura: grau Celsius ( C), grau Fahrenheit ( F) e 
kelvin (K). A relação entre as variações de temperaturas 
nas três escalas é feita por meio das expressões: 
 
K Ct tΔ Δ 
 
C Ft t
5 9
Δ Δ
 
 
em que: 
 
KtΔ é a variação da temperatura em 
kelvin. 
CtΔ é a variação da temperatura em 
Celsius. 
FtΔ é a variação da temperatura em 
Fahrenheit. 
 
 
Na campanha, a expressão “Um grau a menos” significa que 
a temperatura do telhado sofrerá variação de 1 grau, como 
por exemplo, de 30 C para 29 C. 
 
Considerando-se que o 1 grau a menos, da campanha, 
corresponde a 1 C, essa variação de temperatura equivale 
a variação de 
a) 1 F. 
b) 1K. 
c) 0,9 F. 
d) 32 F. 
e) 273 K. 
 
4. (Pucsp 2016) O Slide, nome dado ao skate futurista, usa 
levitação magnética para se manter longe do chão e ainda 
ser capaz de carregar o peso de uma pessoa. É o mesmo 
princípio utilizado, por exemplo, pelos trens ultrarrápidos 
japoneses. 
Para operar, o Slide deve ter a sua estrutura metálica 
interna resfriada a temperaturas baixíssimas, alcançadas 
com nitrogênio líquido. Daí a “fumaça” que se vê nas 
imagens, que, na verdade, é o nitrogênio vaporizando 
novamente devido à temperatura ambiente e que, para 
permanecer no estado líquido, deve ser mantido a 
aproximadamente 200 graus Celsius. Então, quando o 
nitrogênio acaba, o skate para de “voar”. 
 
 
 
Com relação ao texto, a temperatura do nitrogênio líquido, 
200 C,  que resfria a estrutura metálica interna do Slide, 
quando convertida para as escalas Fahrenheit e Kelvin, 
seria respectivamente: 
a) 328 e 73 
b) 392 e 73 
c) 392 e 473 
d) 328 e 73 
 
5. (Uel 2019) Numa sala com temperatura de 18 C, estão 
dispostosum objeto metálico e outro plástico, ambos com 
a mesma temperatura desse ambiente. Um indivíduo com 
temperatura corporal média de 36 C segura esses 
objetos, um em cada mão, simultaneamente. Neste caso, é 
correto afirmar que há rápida transferência de calor 
a) da mão para o objeto metálico e lenta da mão para o 
plástico, por isso a sensação de frio maior proveniente 
do objeto metálico. 
b) do objeto metálico para a mão e lenta do plástico para a 
mão, por isso a sensação de frio maior proveniente do 
plástico. 
c) da mão para o plástico e lenta da mão para o objeto 
metálico, por isso a sensação de frio maior proveniente 
do plástico. 
d) do plástico para a mão e lenta do objeto metálico para a 
mão, por isso a sensação de calor maior proveniente do 
objeto metálico. 
e) da mão para o plástico e lenta da mão para o objeto 
metálico, por isso a sensação de calor maior proveniente 
do objeto metálico. 
 
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: 
Texto para a(s) questão(ões) a seguir. 
 
Drones vêm sendo utilizados por empresas americanas para 
monitorar o ambiente subaquático. Esses drones podem 
substituir mergulhadores, sendo capazes de realizar 
mergulhos de até cinquenta metros de profundidade e 
operar por até duas horas e meia. 
 
 
6. (Unicamp 2019) Leve em conta ainda os dados 
mostrados no gráfico da questão anterior, referentes à 
temperatura da água (T) em função da profundidade (d). 
Considere um volume cilíndrico de água cuja base tem área 
2A 2 m , a face superior está na superfície a uma 
temperatura constante AT e a face inferior está a uma 
profundidade d a uma temperatura constante BT , como 
mostra a figura a seguir. 
 
Na situação estacionária, nas proximidades da superfície, a 
 
189 
 
temperatura da água decai linearmente em função de d, 
de forma que a taxa de transferência de calor por unidade 
de tempo ( ),Φ por condução da face superior para a face 
inferior, é aproximadamente constante e dada por 
A BT TkA ,
d
Φ

 em que 
W
k 0,6
m C


 é a 
condutividade térmica da água. Assim, a razão A B
T T
d

 é 
constante para todos os pontos da região de queda linear 
da temperatura da água mostrados no gráfico apresentado. 
 
 
 
Utilizando as temperaturas da água na superfície e na 
profundidade d do gráfico e a fórmula fornecida, conclui-
se que, na região de queda linear da temperatura da água 
em função de d, Φ é igual a 
 
Dados: Se necessário, use aceleração da gravidade 
2g 10 m s , aproxime 3,0π  e 51atm 10 Pa. 
a) 0,03 W. 
b) 0,05 W. 
c) 0,40 W. 
d) 1,20 W. 
 
7. (Acafe 2018) As altas temperaturas do verão fazem 
aumentar a procura por um aparelho de ar condicionado. 
Todavia, nem todos possuem condições de adquirir o 
equipamento, por causa do seu alto valor, e recorrem a 
resoluções alternativas. Uma delas é a construção de um ar 
condicionado caseiro. 
Esse ar condicionado em questão constitui-se de uma caixa 
de isopor, quatro coolers (ventiladores de PC) e gelo. A 
proposta apresenta um cooler (próximo à tampa da caixa) 
que joga o ar para dentro da caixa e três coolers (próximos 
à base da caixa) que jogam o ar para o ambiente. O gelo, 
dentro de sacos plásticos, fica sobre uma grade feita de 
palitos, centralizada no meio da caixa. 
 
Considere a pressão atmosférica de 1atm, o gelo a 0 C e 
o ambiente inicialmente a 35 C. 
 
Com base no exposto, analise as proposições a seguir, 
marque com V as verdadeiras ou com F as falsas, e assinale 
a alternativa com a sequência correta. 
 
( ) O isopor é um bom condutor de calor, então, as 
paredes do interior da caixa de isopor devem ser 
revestidas de papel alumínio para melhorar o 
funcionamento do ar condicionado. 
( ) A posição do cooler que joga o ar para dentro da caixa 
deve ser próximo da base da caixa para que o ar 
condicionado seja mais eficiente, pois o ar frio é 
menos denso que o ar quente. 
( ) Se as paredes do interior da caixa de isopor forem 
revestidas de papel alumínio, o ar condicionado 
aumentará sua eficiência. 
( ) O ar que entra na caixa de isopor perde calor para o 
gelo e esfria, descendo para o fundo da caixa. 
( ) O gelo ganha calor latente do ar que entra na caixa e 
começa a derreter. 
a) F - V - V - F - F 
b) V - V - F - F - V 
c) F - F - V - V - V 
d) V - F - F - V - F 
 
8. (G1 - ifsul 2017) Um atiçador é uma barra rija e não 
inflamável usada para empurrar lenha ardente em uma 
lareira. 
 
Para segurança e conforto durante o uso, o atiçador deveria 
ser feito de um material com 
a) alto calor específico e alta condutividade térmica. 
b) baixo calor específico e baixa condutividade térmica. 
c) baixo calor específico e alta condutividade térmica. 
d) alto calor específico e baixa condutividade térmica. 
 
9. (Enem (Libras) 2017) É muito comum encostarmos a 
mão na maçaneta de uma porta e temos a sensação de que 
ela está mais fria que o ambiente. Um fato semelhante 
pode ser observado se colocarmos uma faca metálica com 
cabo de madeira dentro de um refrigerador. Após longo 
tempo, ao encostarmos uma das mãos na parte metálica e 
a outra na parte de madeira, sentimos a parte metálica 
mais fria. 
 
Fisicamente, a sensação térmica mencionada é explicada da 
seguinte forma: 
a) A madeira é um bom fornecedor de calor e o metal, um 
bom absorvedor. 
b) O metal absorve mais temperatura que a madeira. 
c) O fluxo de calor é maior no metal que na madeira. 
d) A madeira retém mais calor que o metal. 
e) O metal retém mais frio que a madeira. 
 
10. (Feevale 2017) Enquanto você está fazendo esta prova 
do vestibular, está transferindo energia do seu corpo para o 
ambiente por meio da dissipação de calor. Essa dissipação 
poderá ocorrer por quais mecanismos de transporte? 
a) Dissipação volumétrica, radiação e convecção. 
b) Condução, convecção e dissipação fractal. 
c) Convecção, condução e radiação. 
d) Radiação corpuscular, convecção e contração. 
e) Convecção, condução e capilarização. 
 
11. (Ufjf-pism 2 2017) A garrafa térmica de uma 
determinada marca foi construída de forma a diminuir as 
trocas de calor com o ambiente que podem ocorrer por três 
processos: condução, convecção e radiação. Dentre as suas 
várias características, podemos citar: 
 
I. a ampola interna da garrafa é feita de plástico. 
 
190 
 
II. a ampola possui paredes duplas, e entre essas paredes, é 
feito vácuo. 
III. a superfície interna da ampola é espelhada. 
 
Assinale a alternativa que corresponde ao processo que se 
quer evitar usando as características citadas acima. 
a) I – radiação; II – condução e convecção; III – convecção. 
b) I – condução e radiação; II – convecção; III – condução. 
c) I – convecção; II – condução; III – radiação. 
d) I – condução; II – condução e convecção; III – radiação. 
e) I – radiação; II – condução e convecção; III – radiação. 
 
12. (G1 - ifsul 2016) As formas de propagação do calor 
ocorrem em diversas situações, tanto na natureza quanto 
nas atividades humanas. Fenômenos aparentemente muito 
diferentes são semelhantes quando analisados mais 
detalhadamente. Assim, a energia emitida pelo Sol que 
aquece o nosso planeta e a energia emitida pelo magnétron 
do forno de micro-ondas, que aquece os alimentos 
colocados em seu interior, são fenômenos que envolvem as 
forma de propagação do calor. 
 
Portanto, afirma-se que as formas de propagação de 
energia entre o Sol e a Terra e entre o magnétron e os 
alimentos são, respectivamente: 
a) convecção e condução. 
b) radiação e radiação. 
c) condução e irradiação. 
d) convecção e convecção. 
 
13. (Enem 2016) Num experimento, um professor deixa 
duas bandejas de mesma massa, uma de plástico e outra de 
alumínio, sobre a mesa do laboratório. Após algumas horas, 
ele pede aos alunos que avaliem a temperatura das duas 
bandejas, usando para isso o tato. Seus alunos afirmam, 
categoricamente, que abandeja de alumínio encontra-se 
numa temperatura mais baixa. Intrigado, ele propõe uma 
segunda atividade, em que coloca um cubo de gelo sobre 
cada uma das bandejas, que estão em equilíbrio térmico 
com o ambiente, e os questiona em qual delas a taxa de 
derretimento do gelo será maior. 
 
O aluno que responder corretamente ao questionamento 
do professor dirá que o derretimento ocorrerá 
a) mais rapidamente na bandeja de alumínio, pois ela tem 
uma maior condutividade térmica que a de plástico. 
b) mais rapidamente na bandeja de plástico, pois ela tem 
inicialmente uma temperatura mais alta que a de 
alumínio. 
c) mais rapidamente na bandeja de plástico, pois ela tem 
uma maior capacidade térmica que a de alumínio. 
d) mais rapidamente na bandeja de alumínio, pois ela tem 
um calor específico menor que a de plástico. 
e) com a mesma rapidez nas duas bandejas, pois 
apresentarão a mesma variação de temperatura. 
 
14. (Ufrgs 2018) Uma barra metálica de 1m de 
comprimento é submetida a um processo de aquecimento 
e sofre uma variação de temperatura. O gráfico abaixo 
representa a variação , em mm, no comprimento da 
barra, em função da variação de temperatura T, em C. 
 
 
 
Qual é o valor do coeficiente de dilatação térmica linear do 
material de que é feita a barra, em unidades 610 C?  
a) 0,2. 
b) 2,0. 
c) 5,0. 
d) 20. 
e) 50. 
 
15. (Uefs 2017) Quase todas as substâncias, sólidas, 
líquidas ou gasosas, se dilatam com o aumento da 
temperatura e se contraem quando sua temperatura é 
diminuída, e esse efeito tem muitas implicações na vida 
diária. Uma tubulação de cobre, cujo coeficiente de 
dilatação linear é 51,7 10 C,  de comprimento igual a 
20,5 m, é usada para se obter água quente. 
Considerando-se que a temperatura varia de 20 C a 
40 C, conclui-se que a dilatação sofrida pelo tubo, em 
mm, é igual a 
a) 7,43 
b) 6,97 
c) 5,75 
d) 4,86 
e) 3,49 
 
16. (Unisc 2017) Duas barras metálicas representadas por 
(A) e (B) possuem comprimentos iniciais 0AL e 0BL , 
coeficientes de dilatação lineares Aα e Bα e sofreram 
variações de temperatura ATΔ e BT ,Δ respectivamente. 
Sabendo que 0A 0BL 5 L ,  B A8α α  e A BT 2 T ,Δ Δ  
podemos escrever que a razão entre as variações de 
comprimento ALΔ e BL ,Δ ou seja, A BL LΔ Δ vale 
a) 0,25 
b) 0,50 
c) 0,80 
d) 1,25 
e) 1,50 
 
17. (Ifsc 2017) Quando a temperatura de uma substância 
se eleva, suas moléculas ou átomos passam, em média, a 
oscilar mais rapidamente e tendem a se afastar uns dos 
 
191 
 
outros, resultando em uma dilatação da substância. Com 
poucas exceções, todas as formas de matéria normalmente 
se dilatam quando são aquecidas e contraem-se quando 
resfriadas. A variação das dimensões das substâncias 
depende da variação da temperatura, da sua dimensão 
inicial e do coeficiente de dilatação do material com o qual 
são feitas. A tabela a seguir mostra alguns exemplos de 
materiais, com seus respectivos coeficientes de dilatação 
linear. Abaixo, o gráfico representa a variação no 
comprimento de três barras metálicas (A, B e C) em 
função do aumento da temperatura. 
 
Substância 
Coeficiente de 
dilatação linear 
6 1( 10 C )   
Chumbo 27 
Alumínio 22 
Ouro 15 
Concreto 12 
Platina 9 
Vidro pirex 3,2 
Quartzo 0,6 
Tabela: Coeficiente de dilatação 
linear de alguns materiais. 
[adaptada] 
 
 
 
 
Com base na tabela e no gráfico sobre a dilatação linear 
apresentados acima, analise as afirmativas a seguir e 
assinale a soma da(s) proposição(ões) CORRETA(S), 
considerando que o aquecimento das barras é uniforme em 
todo o seu comprimento e que o comprimento inicial de 
cada barra é igual a 12,5 m. 
01) O coeficiente de dilatação linear da barra C é maior 
que o coeficiente de dilatação linear da barra B. 
02) O coeficiente de dilatação linear da barra A é maior 
que o coeficiente de dilatação linear da barra B. 
04) A barra B é de alumínio e a barra C é de platina. 
08) A barra B é de alumínio e a barra C é de chumbo. 
16) A barra A é de alumínio e a barra B é de platina. 
 
18. (Fatec 2017) Numa aula de laboratório do curso de 
Soldagem da FATEC, um dos exercícios era construir um 
dispositivo eletromecânico utilizando duas lâminas 
retilíneas de metais distintos, de mesmo comprimento e 
soldadas entre si, formando o que é chamado de “lâmina 
bimetálica”. 
Para isso, os alunos fixaram de maneira firme uma das 
extremidades enquanto deixaram a outra livre, conforme a 
figura. 
 
 
 
Considere que ambas as lâminas estão inicialmente sujeitas 
à mesma temperatura 0T , e que a relação entre os 
coeficientes de dilatação linear seja A B.α α 
 
Ao aumentar a temperatura da lâmina bimetálica, é correto 
afirmar que 
a) a lâmina A e a lâmina B continuam se dilatando de forma 
retilínea conjuntamente. 
b) a lâmina A se curva para baixo, enquanto a lâmina B se 
curva para cima. 
c) a lâmina A se curva para cima, enquanto a lâmina B se 
curva para baixo. 
d) tanto a lâmina A como a lâmina B se curvam para baixo. 
e) tanto a lâmina A como a lâmina B se curvam para cima. 
 
19. (Mackenzie 2017) Um cubo regular homogêneo de 
aresta 20,0 cm está inicialmente a 20,0 C. O coeficiente 
de dilatação linear médio do material com que foi fabricado 
é 5 12,00 10 C .   Aquecendo-se uniformemente o cubo 
com uma fonte de calor constante durante 50,0 s, a 
temperatura se eleva para 120,0 C. A dilatação ocorrida 
em uma das superfícies do cubo é 
a) 1 24,00 10 cm 
b) 1 28,00 10 cm 
c) 1 212,0 10 cm 
d) 1 216,0 10 cm 
e) 1 220,0 10 cm 
 
 
 
 
192 
 
20. (Uerj 2018) Para uma análise física, um laboratório 
utiliza um sistema composto por um termômetro, um 
aquecedor, um recipiente com ladrão e outro recipiente 
menor acoplado a este. O primeiro recipiente é preenchido 
até a altura do ladrão com 3400 cm de um determinado 
líquido, conforme ilustrado abaixo. 
 
 
 
O sistema, mantido em temperatura ambiente de 25 C, é 
então aquecido até 65 C. Como em geral os líquidos se 
dilatam mais que os sólidos, verifica-se o extravasamento 
de parte do líquido, que fica armazenado no recipiente 
menor. Após o sistema voltar à temperatura inicial, o 
volume de líquido extravasado corresponde a 33,2 cm . 
Observe a ilustração: 
 
 
 
Sabendo que o coeficiente de dilatação volumétrica do 
material que constitui o recipiente é igual 6 136 10 C ,   
calcule o coeficiente de dilatação do líquido. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
193 
 
Módulo 06 
Calorimetria 
 
1. (Ufrgs 2018) Uma quantidade de calor Q 56.100,00 J 
é fornecida a 100 g de gelo que se encontra inicialmente a 
10 C.  
 
Sendo 
o calor específico do gelo gc 2,1J (g C),  
o calor específico da água ac 4,2 J (g C)  e 
o calor latente de fusão LC 330,0 J g, 
 
a temperatura final da água em C é, aproximadamente, 
a) 83,8. 
b) 60,0. 
c) 54,8. 
d) 50,0. 
e) 37,7. 
 
2. (Acafe 2018) Em quase todos os hospitais e algumas 
residências é comum o uso de chuveiros misturadores de 
água quente e fria como na figura abaixo. 
 
 
 
Suponha que a torneira quente forneça 50 gramas de água 
por segundo a temperatura de 50 C e a torneira fria 
forneça 100 gramas de água por segundo a temperatura 
de 20 C. Considere também que não há trocas de calor 
entre a água e o ambiente e as águas das duas torneiras se 
misturam rapidamente. 
 
A alternativa correta que mostra o gráfico da temperatura 
T da água após a mistura em função do tempo t é: 
a) b) 
c) d) 
 
3. (Uerj 2018) Para explicar o princípio das trocas